Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Faculdade Terra NordesteCredenciada pelo MEC - Portaria No 2.146Rua Coronel Correia, 1119 - CentroCEP: 61.602-000 / Caucai...
IDEALIZADORA:Aline BraúnaEstudante de Serviço Social da Faculdade Terra NordesteCOMISSÃO ORGANIZADORA:Centro Acadêmico de ...
APRESENTAÇÃOPreocupados com os altos os índices de consumo de álcool e outras drogasapresentados em todo o Brasil, a disce...
1. INTRODUÇÃO           A sociedade brasileira tem convivido com um dos mais sériosproblemas atuais: a violência que fomen...
2. JUSTIFICATIVA      Muito se tem feito nos últimos tempos para que as pessoas se previnamcontra o uso de drogas. A comun...
3. OBJETIVO GERAL   Sensibilizar os estudantes do Curso de Serviço Social e Enfermagem     sobre as consequências do uso ...
5. ESTRATÉGIAS DE AÇAOHora                     EIXOS                         Expositores08: 30 às 09: 30         Drogas e ...
6. METODOLOGIA      Para a execução do projeto, realizaremos um seminário com exposiçõesde vários temas sobre as drogas e ...
7. CONCLUSÃO       A atenção voltada ao cuidado em saúde mental constitui-se um grandedesafio ao Ministério da Saúde e a s...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Projeto DROGAS

14,744 views

Published on

  • Be the first to comment

Projeto DROGAS

  1. 1. Faculdade Terra NordesteCredenciada pelo MEC - Portaria No 2.146Rua Coronel Correia, 1119 - CentroCEP: 61.602-000 / Caucaia - Ceará - Br
  2. 2. IDEALIZADORA:Aline BraúnaEstudante de Serviço Social da Faculdade Terra NordesteCOMISSÃO ORGANIZADORA:Centro Acadêmico de Serviço Social – CASSCentro Acadêmico de EnfermagemPALESTRANTES:Carlos GermanoCoordenador da Divisão de Proteção ao EstudanteAssistente Social- Luis Carlos FavaronCentro Mão Amiga - CremaFrancisco Fábio Bezerra FreireTenente da Polícia Militar – Comandante da 1ª CIA/ 2° BPCOM(Caucaia-CE).Maria Efigênia OliveiraProfissional do Centro de Recuperação Vida Longa de Paracuru Página 2 de 9
  3. 3. APRESENTAÇÃOPreocupados com os altos os índices de consumo de álcool e outras drogasapresentados em todo o Brasil, a discente do curso de Serviço Social, AlineBraúna juntamente com os Centros Acadêmicos do referido curso e do cursode Enfermagem da Fatene Caucaia organizaram um curso para psssibiltar umconhecimento aprofundado sobre a temática da drogadição, para que assimpossam ser elaboras estratégias de enfrentamento ao consumo preudicialdessas substâncias.As ações preventivas deverão ser pautadas em princípios éticos e pluralidadecultural, orientando-se para a promoção de valores voltados à saúde física emental, individual e coletiva, ao bem-estar, à integração socioeconômica e avalorização das relações familiares, considerando seus diferentes modelos.As ações preventivas devem ser planejadas e direcionadas aodesenvolvimento humano, ao incentivo à educação para a vida saudável,acesso aos bens culturais, incluindo a prática de esportes, cultura, lazer; asocialização do conhecimento sobre drogas, com embasamento científico, ofomento do protagonismo juvenil, da participação da família, da escola e dasociedade na multiplicação dessas ações. Página 3 de 9
  4. 4. 1. INTRODUÇÃO A sociedade brasileira tem convivido com um dos mais sériosproblemas atuais: a violência que fomentada pelo uso de drogas vem vitimandoinocentes e matando precocemente suas vidas. Em âmbito nacional, vários movimentos com ações preventivas decombate a violência e ao uso indevido de drogas são implementadas de formaincessante, visando a minimização dos prejuízos pessoais e sociais impostospelo uso e comercialização de drogas e, sobretudo, auxiliando a vivenciar asituações ligadas as drogas com o necessário compromisso e seriedade. Segundo os dados da Organização Mundial de Saúde (2001),estima-se que 25% da população mundial pode ser acometida por algumtranstorno mental; 6 % da população apresenta transtornos relacionados aoálcool e outras drogas, o que representa em nosso Estado o equivalente a445.839 habitantes. No Ceará, a Polícia Civil através da Divisão de Proteção aoEstudante-DIPRE desenvolve um projeto intitulado UMA CIRANDA PELAVIDA, onde, de forma clara e didática, através de palestras de sensibilização,oficinas, seminários, debates e curso de capacitação de multiplicadores juntoàs escolas públicas e privadas, universidades, igrejas, conselhos comunitários,associações comunitárias; dissemina informações fundamentadascientificamente sobre a realidade do uso de drogas, como agem no organismoe o que deve ser feito para minimizar sua ação em nosso meio, seguindosempre a diretriz da valorização da vida. Assim, identificamos a necessidade de uma ação interventiva,numa perspectiva de contribuir para que os estudantes da Fatene, se aporemdas informações obtidas, no sentido de sensibiliza-los para essa problemáticasocial que atinge toda a sociedade, através da realização de um Curso sobreDrogas. Página 4 de 9
  5. 5. 2. JUSTIFICATIVA Muito se tem feito nos últimos tempos para que as pessoas se previnamcontra o uso de drogas. A comunidade cientifica e profissional têm procuradovários caminhos. No entanto, o resultado final é que as pessoas estãoconsumindo cada vez mais drogas, e principalmente, os nossos jovens. A dependência química se constitui em problema grave, pois mesmo oálcool e o tabaco, drogas licitas e de uso comum, produzem danosos efeitos asaúde, com altíssimo grau de dependência; alem disso geralmente funcionamcomo porta de entrada para o uso das drogas ilícitas. O álcool e o tabaco ainda são drogas de uso mais precoce e as maisconsumidas pelos jovens. Aproximadamente 65% dos estudantes brasileiros jáconsumiram bebida alcoólica e 50% deles iniciaram o uso entre 10 e 12 anosde idade. O uso do tabaco, com idade de inicio entre 13 e 14 anos, é bastantedisseminado e preocupante pelo fato de que 30 a 50% dos que começam afumar desenvolvem dependência, relata o Dr. Alfredo Toscano Junior, daUniversidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Para Dr. Pedro Gabriel, Coordenador de Saúde Mental, Álcool e outrasdrogas do Ministério da Saúde (Citado pelo MACHADO, 2010), o uso do crack,em geral, está associado ao consumo do álcool e à exposição ao ambienteinsalubre nas ruas e dos locais clandestinos. Página 5 de 9
  6. 6. 3. OBJETIVO GERAL  Sensibilizar os estudantes do Curso de Serviço Social e Enfermagem sobre as consequências do uso das drogas e combate a violência, a valorização a vida e a promoção à saúde.4. OBJETIVOS ESPECIFICOS  Estimular os estudantes da faculdade Terra Nordeste a trabalhar constantemente com a prevenção do consumo de drogas, e contribuir para o conhecimento da temática em seu processo de formação.  Fortalecer o desenvolvimento de campanha de comunicação permanente, utilizando diferentes meios de comunicação, como, mídia eletrônica, impressa e radiofônico nos eixos temáticos sobre drogas e violência.  Possibilitar esclarecimento de dúvidas, através do o debate teórico aos estudantes do curso de serviço social e enfermagem.
  7. 7. 5. ESTRATÉGIAS DE AÇAOHora EIXOS Expositores08: 30 às 09: 30 Drogas e Intervenção Social Luis Carlos Favaron09:30 às 10:30 Fases da Drogadição Dipre10:40 às 11:30 Atendimentos na Maria Efigênia Comunidade Terapêutica11: 30 às 12:45 Intervalo para Almoço13:00 13:45 Alcoolismo Aline Braúna14:00 às 14:30 Drogas PROERD14:30 às 15:00 Debates e encerramento
  8. 8. 6. METODOLOGIA Para a execução do projeto, realizaremos um seminário com exposiçõesde vários temas sobre as drogas e suas formas de drogadição, assim como osequipamentos das redes sociais, nos quais explicitaremos a função eatribuições de uma Comunidade Terapêutica. Serão apresentados vídeos onde mostram a realidade vivenciada pelousuário de psicotrópicos e as questões sociais que envolvem a problemática. A Inscrição para o seminário será feita através da doação de umacaixa de leite ou um pacote de Mucilom ou Nutrilom , que serãodestinados ao hospital Santa Casa de Paracuru. No decorrer no curso serão sorteados livros para que os participantessobre o tema abordado, no sentido de sensibiliza-los sobre a relevância doassunto na sociedade Brasileira, pois a cada dia cresce o índice de pessoasusuários de psicotrópicos no Brasil, gerando uma série de questões sociaiscomo: Morte, Desestruturação na família, violência entre outros.
  9. 9. 7. CONCLUSÃO A atenção voltada ao cuidado em saúde mental constitui-se um grandedesafio ao Ministério da Saúde e a sociedade civil como um todo. Significa opreenchimento de uma lacuna ainda existente na Saúde Pública do nosso país.A problemática decorrente ao uso e abuso do crack e outras drogas é deordem complexa e seu enfrentamento é de ordem intersetorial. O presente projeto torna-se relevante por contribuir de forma inovadorapara uma assistência direcionada a uma população que aspira cuidadosespecíficos decorrente da problemática do uso/abuso de substanciaspsicoativas. O Plano Integrado ao Enfretamento ao crack e outras drogascontribuirá para a consolidação da rede de atenção em Saúde Mental e para aampliação de outros dispositivos preconizados pelo Ministério da Saúde e emconsonância com a Reforma Psiquiátrica brasileira. A atenção em Saúde Mental aos usuários de crack e outras drogasrepresenta um desafio, pois envolve, não só, a participação ativa dosprofissionais, usuários, familiares, como também da sociedade como um todo.Tal projeto possibilitara o envolvimento ativo de diversos setores da sociedadeno enfretamento do problema exposto. Visando uma assistência específica à problemática do crack e outrasdrogas, cujo número é crescente no município de Paracuru, o presente projetorepresenta uma das possibilidades de cuidado da problemática supracitada. Através das formas de tratamento referentes à saúde mentalpreconizadas pelo ministério da saúde, o Plano Integrado de Enfrentamento aoCrack e outras Drogas, tem entre outras características, a intersetorialidade,que ajudará a desmistificar esse olhar ao qual as pessoas dependentes desubstâncias psicoativas são vistas, para que possam ser respeitadas em suasingularidade, como cidadãos, com direito a viver dignamente.

×