Geologia2013

4,573 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,573
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3,548
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Geologia2013

  1. 1. GEOGRAFIA
  2. 2. AS CAMADAS DA TERRA COMPOSIÇÃO FÍSICACOMPOSIÇÃO QUÍMICA LITOSFERA CROSTA ASTENOSFERA MESOSFERA MANTO NÚCLEO EXTERNO NÚCLEO NÚCLEO INTERNO
  3. 3. Camadas da Terra: Crosta – 40 km rochas – (sólida) Manto – 3000 km magma (pastosa) - 30000 C Núcleo – 3000 km ferro e níquel (sólida) – 6000 C
  4. 4. → Camadas da Terra Crosta: camada superficial da Terra, formada por rochas e minerais; varia entre 40 km e 70 km de profundidade; Manto: camada intermediária da Terra, formada por magma; possui mais de 2800 km de espessura; divide-se em manto superior e manto inferior; Núcleo: camada interna do subsolo terrestre; possui aproximadamente 3500 km de espessura; Divide-se em duas partes: Núcleo interno (NiFe) e núcleo externo (magma)
  5. 5. Eras Geológicas
  6. 6.  Arqueozóica Eras Geológicas  Formação dos escudos cristalinos Proterozóica  Extrusões de Magma originando grandes depósitos de minerais metálicos (Ferro, manganês etc.) Paleozóica  Grande atividade transformadora da superfície, com o surgimento dos Alpes Escandinavos, Montes Apalaches etc.  Soterramento de florestas – originando jazidas de carvão mineral Mesozóica  Grandes derramamentos de lava  Sedimentação dos fundos marinhos – originando grande parte das jazidas de petróleo Cenozóica  Terciário: Formação dos dobramentos modernos: Andes, Alpes, Himalaia  Quaternário: Grandes Glaciações • Contornos dos continentes atuais
  7. 7. DERIVA DOS CONTINENTES Teoria da Deriva Continental Pangéia Laurásia Gondwana Deriva Continental
  8. 8. Teoria das Placas TectônicasEsta teoria consiste na ratificação da teoria de Wegener,porém utiliza-se de um método científico, como agraduação ou mensuração do carbono radioativo.OBS: As regiões de maior atuação das placas tectônicassão as regiões localizadas nas bordas das placas, é aientão que encontramos as cadeias montanhosas, osvulcões e os tremores de terra.
  9. 9. Deriva continental – os continentes movem-se na Alfred Wegener superfície da Terra (1880-1930)Evidências: Distribuíção de depósitos glaciáricos pérmicos nos continentes do hemisfério sul Ocorrências de depósitos fósseis vegetais nos continentes do hemisfério sul
  10. 10. Evolução
  11. 11. TEORIA DA TECTÔNICA DISTRIBUIÇÃO DAS PLACAS
  12. 12. MOVIMENTOS DAS PLACASQuando duas placas se separam formam-se RIFTS (fendas ) na crosta.Quando duas placas se movem uma em direção a outra ,pode ocorrer subducção:uma das placas e forçada a mergulhar na outra.Grau Geotérmico
  13. 13. SUBDUCÇÃO
  14. 14. RIFTS ( FENDAS )
  15. 15. FIGURA
  16. 16. Agentes internos do relevo TECTONISMO:Também chamados de movimentos diastróficos(distorções). Formam as falhas. DOBRAMENTOS:Quando as pressões são exercidas de forma horizontal . Os movimentos horizontais são chamados orogenéticos. VULCANISMO: Material magmático e expulso do interior da terra para a superfície.
  17. 17. VOCABULÁRIOOROGÊNESE: Os movimentos horizontais dão origem àorogênese, à formação de montanhas e cordilheiras. Ocorrenas zonas de contato entre as placas tectônicasEPIROGÊNICOS: têm origem nos movimentos verticais. Sãoprocessos de rebaixamento ou soerguimento de poções dalitosfera, em movimentos lentos de longa duração. Aepirogenia não perturba significativamente a estrutura dacrosta, mas pode causar arqueamentos, rebaixamentos oufalhas.ISOSTASIA: Quando há sobrecarga em uma região essaregião apresenta um rebaixamento.
  18. 18. Vulcanismo – fenómeno geológico com origem em processos que ocorrem no interior da terra. Vulcanologia – disciplina que estuda todos os aspectos relacionados com o vulcanismoErupção vulcânica – ascensão e saída de magma para a superfícieterrestre As erupções vulcânicas são no geral manifestações de vida curta, mensuráveis.
  19. 19. Magmas e vulcanismoMagma – mistura de fasesfundidas, predominantemente silicatadas, que aoarrefecer consolida, formando rochas ígneas
  20. 20. VULCANISMO
  21. 21. VULCÕES LOCALIZAÇÃO A maioria dos vulcões da Terra estáconcentrada em duas áreas principais: Círculo de Fogo do Pacífico: desde a Cordilheira dos Andes até as Filipinas, onde se concentram 80% dos vulcões da superfície. Círculo de Fogo do Atlântico: América Central, Antilhas, Açores, Cabo Verde, Mediterrâneo e Cáucaso.
  22. 22. Principais zonas de vulcanismo activo.
  23. 23. Principais zonas de vulcanismo activo.
  24. 24. FIGURA Formação das grandes cadeias de montanhas como os Alpes e os Andes.
  25. 25. A actividade sísmica vulcânica pode gerar tsunamis
  26. 26. 2 - Formação do cone por acumulação e lavas e piroclastos
  27. 27. Lago de lava no interior duma cratera
  28. 28. Modelo do relevo do fundooceanico, ao longo de umacrista médio-oceanica(vermelho acastanhado).O azul corresponde àsregiões mais baixas(vales), enquanto, do verdepassando pelo amarelo atéao castanho-avermelhado, correspondeàs regiões elevadas(montanhas).
  29. 29. A água das fontes termais ou géiseres, tambémsão utilizadas para aquecimento doméstico. Aproveitamento da energia geotérmica
  30. 30. Na Islândia, existem lagos aquecidos por energia geotérmica
  31. 31. Furo Geotérmico
  32. 32. Aproveitamento de fluidos geotérmicos
  33. 33. ESQUEMA
  34. 34. VULÇÕES ATIVOS
  35. 35. O que é um terremoto terremoto = abalo sísmico = tremor de terraO fenômeno geológico é o mesmo, variando apenas o tamanho.Usa-se “terremoto” para os grandes abalos, que normalmentenão ocorrem no Brasil.
  36. 36. Sismos sãoprovocados por“pressões geológicas”.Aumento gradual(centenas de anos) depressões geológicas edeformações. Deslizamento de blocos (poucos segundos) numa falha geológica.
  37. 37. convecção lenta, de grande escala (cm/ano)
  38. 38. Oceano Pacífico Andes Crosta litosfera ou placa astenosfera
  39. 39. Sismos na placa Sul- Americana 1975-1995 magnitudes > 4,5Atividade no Brasil émuito baixa !
  40. 40. Os terremotos destrutivos (magnitudeacima de 6) só ocorrem em grandesfalhas geológicas nas bordas dasplacas, como nos ANDES (original) eno meio do oceano Atlântico.Como o Brasil está no meio da PlacaSul-Americana, longe das bordas,terremotos fortes são extremamenteraros.
  41. 41. Magnitude é uma escala logarítmica: cada pontocorresponde a um aumento de 10 x nas vibrações !2 3 4 possibilidade de trincas, sentido até ~40 km 5
  42. 42. TERREMOTOS
  43. 43. A Escala Richter – Elaborada em 1935, por Charles Francis Richter eBeno Gutemberg. Maior registro: 9,5 na escala Richter, Chile (1960).Descrição Magnitude Efeitos Frequência Micro < 2,0 Micro tremor de terra, não se sente[1]. ~ 8000 por dia Muito 2,0-2,9 Geralmente não se sente mas é ~1000 por dia pequeno detectado/registado. Pequeno 3,0-3,9 Frequentemente sentido mas raramente causa ~49000 por ano danos. Ligeiro 4,0-4,9 Tremor notório de objectos no interior de ~ 6200 por ano habitações, ruídos de choque entre objectos. Danos importantes pouco comuns. Moderado 5,0-5,9 Pode causar danos maiores em edifícios mal 800 por ano concebidos em zonas restritas. Provoca danos ligeiros nos edifícios bem construídos. Forte 6,0-6,9 Pode ser destruidor em zonas num raio de até 120 por ano 180 quilómetros em áreas habitadas. Grande 7,0-7,9 Pode provocar danos graves em zonas mais 18 por ano vastas.Importante 8,0-8,9 Pode causar danos sérios em zonas num raio de 1 por ano centenas de quilómetros.Excepcional 9,0 < Devasta zonas num raio de milhares de 1 a cada 20 quilómetros. anos
  44. 44. CONSEQUÊNCIAS
  45. 45. FOTOS
  46. 46. Tipos de RochasDe acordo com a sua génese (modo de formação) as rochas podem ser classificadas em TRÊS grandes grupos: • Formam-se a partir • Formam-se a partir• Resultam da de outras no interior do desgaste de solidificação da Terra, por vezes a outras e à do magma, no profundidades superfície da Terra interior ou à consideráveis, onde onde as condições superfície da as condições de de pressão e Terra. pressão e temperatura são temperatura são diminutas.ROCHAS elevadas.MAGMÁTICAS ROCHASBasalto, granito, … ROCHAS SEDIMENTARES METAMÓRFICAS Areias, calcário, … Xisto, mármore, …
  47. 47. Rochas Magmáticas ou Ígneas ignis = fogo Mistura complexa de material rochoso fundido (“derretido”); apresenta uma componente gasosa. O magma pode ainda conter material sólido (se o ponto de fusão desses materiais forem superiores à temperatura desse magma)! Quando o magma ascende à superfície durante uma erupção passa a designar-se por lava (esta contém menor teor em gases).ROCHAS INTRUSIVAS OU PLUTÓNICAS• Resultam do arrefecimento e solidificação do magma em profundidade.ROCHAS EXTRUSIVAS OU VULCÂNICAS• Resultam do arrefecimento e solidificação do magma à superfície.
  48. 48. Rochas Metamórficas Quando uma rocha fica sujeita a pressões e temperaturas elevadas, torna-se instável e sofrerá profundas transformações físicas e químicas (mas sempre com a manutenção do estado sólido!!!!) Este processo pode ocorrer a profundidades variáveis na crosta da Terra e implica umrearranjo da forma e orientação dos mineraisconstituintes das rochas e, muitas vezes, a sua alteração! Podem formar-se novos minerais (recristalização) Gnaisse
  49. 49. Rochas Sedimentares As Rochas Sedimentares são as mais comuns e são essencialmente formadas à superfície terrestre (baixas pressões e temperaturas) a partir de outras pré- existentes. Os sedimentos são os precursores das rochas sedimentares e encontram-se na natureza sob a forma de pequenas partículas, como areias, fragmentos de carapaças de seres vivos, etc… Resultam do desgaste das rochas
  50. 50. SEDIMENTOGÉNESE Rochas Sedimentares deposição de sedimentos)  Desgaste das rochas (processo de formação e (inclui fenómenos de meteorização e erosão)  Transporte  Sedimentação Diagénese ou Litificação(inclui fenómenos de compacção e cimentaçãoe permite converter sedimentos soltos emrochas consolidadas)!
  51. 51. QUADRO ESQUEMATICO DAS ROCHAS Classificação/Tipo ExemplosMagmáticaIntrusiva ou plutônica GranitoSienito,Diorio,GabroExtrusiva ou vulcânica Bassalto,Riolito,Andesito.SedimentarDetrítica Areia,Arenito,Argilito.De origem química EstalactiteDe origem orgânica Calcário,CarvãoMetamórficaFormada pela transformação de outras rochas Calcário-Mármore Granito - Gnaisse

×