Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Metas e ações saúde em Sarandi 2011 -2012

2,475 views

Published on

Published in: News & Politics, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Metas e ações saúde em Sarandi 2011 -2012

  1. 1. 2. QUADRO DE OBJETIVOS, DIRETRIZES E METAS DO PLANO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SARANDI EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 1. Efetivar a atenção  Expansão e  Ampliação das  Ampliar para 50% a  Nº de equipes deSAÚDE básica como espaço efetivação da equipes de cobertura de ESF - ESF contratadas e prioritário de atenção básica saúde da equipes de saúde da cadastradas na base& organização do SUS, de saúde. família, as família nos de dados do usando estratégias de quais deverão próximos dois anos; CNES/SIAB;CONDICIONANTES atendimento integral ser asseguradas  Implantar os NASF  Nº de equipes deE – a exemplo do saúde as condições – Núcleo de Apoio a saúde bucalDETERMINANTES da família – e necessárias de Saúde da Família; contratadas e promovendo a resolubilidade,  Ampliar e construir cadastradas na base articulação com qualidade, as UBS adequando de dados do intersetorial e com os de seu o espaço físico para CNES/SIAB; demais níveis de trabalho. atender o programa  N° de participantes complexidade da saúde da família; por capacitações atenção á saúde.  Qualificar as realizadas através de equipes de saúde lista de presença; por meio de cursos  Relatório de específicos; atividades das ESF;  Estabelecer parceria  Reuniões/relatórios com órgãos da de atividades dos sociedade civil a grupos específicos; fim de melhorar o  Avaliação dos desenvolvimento encaminhamentos das ações das ESF; dos pacientes com  Promover a transtornos mentais; integração da ESF  Avaliação do perfil nas ações referentes dos agravos aos pacientes com relacionados às transtornos mentais; ações de promoção e  Realizar atividades prevenção; de promoção e  Número de Comitês prevenção da saúde implantados e 34
  2. 2. através de ações nos atuantes e ações grupos específicos; decorrentes de  Realizar atividades outras parcerias relacionadas aos programas específicos do implantados pelo governo federal, estadual e municipal;  Garantir o atendimento da população pela ESF nas especialidades básicas (pediatria, clínica médica e ginecologista- obstetrícia); EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 2. Garantir a  Promoção da  Identificação  Ampliar o quadro  Relatório de folhaSAÚDE integralidade das melhoria da das de funcionários de funcionários;& ações de saúde qualidade do necessidades para garantir uma  Relatório de prestadas de forma serviço e do para melhor qualidade produtividadeCONDICIONANTES interdisciplinar, de atendimento melhoria da do serviço; ambulatorial;E forma integral prestado a atenção  Implantar o serviço  Relatório daDETERMINANTES englobando população, com básica no de planejamento, comissão CQME; atividades de co-participação município monitoramento e  Relatório de promoção, prevenção, dos demais por meio da avaliação (PMA); participação nos ações de assistência, entes do poder utilização do  Implementar o grupos; danos e agravos público planejamento serviço de regulação,  Serviços trabalhando a municipal e da , controle e auditoria implantados intersetorialidade; comunidade; monitoramen (RCA), durante a gestão to e  Implantar Programa (EPS, PMA, avaliação das de Educação RCA, Humaniza 35
  3. 3. ações a Permanente em SUS...)serem Saúde (EPS);  Relatórios derealizadas, de eventos nosforma  Estabelecer parcerias bairros;participativa com órgãos da  Relatórios dase ascendente, sociedade civil a fim UBS dos gruposenvolvendo de incrementar as de hipertensos eas parcerias. ações de promoção e diabéticos; prevenção de saúde;  Relatórios de  Implantar o atendimento de programa saúde mental; HumanizaSUS;  Criar comissão multiprofissional de controle de qualidade para materiais e equipamentos (CQME);  Padronizar normas e rotinas dos serviços da atenção básica;  Promover ações de promoção e prevenção da saúde nos bairros;  Garantir o respeito a Lei de prioridades de atendimento;  Ampliação dos grupos de hipertensos e diabéticos;  Implantação de duas Clínicas de Atendimento à 36
  4. 4. Mulher e a Criança – Recurso Estadual;  Reformar e adequar a atual Clínica Materno Infantil – Recurso Federal;  Implantar protocolo de enfermagem;  Ampliar as categorias de profissionais da área da saúde;  Ampliar número de profissionais da área da saúde;  Implementar o Plano de Cargos Carreira e Salários – PCCS;  Fortalecer as ações referentes a saúde mental; EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 3. Assegurar o acesso  Promoção da  Manutenção do  Garantir o  Avaliação dos:SAÚDE dos usuários do SUS melhoria do estoque de abastecimento - Relatório de aos medicamentos atendimento e do medicamentos de medicamentos& básicos; serviço prestado básicos para medicamentos adquiridos; por meio da garantir o básicos nas - Relatório deCONDICIONANTES ampliação do atendimento da UBS; alimentação dosE acesso e do uso população;  Proporcionar o programas federais;DETERMINANTES racional de aumento do elenco  NASF com 37
  5. 5. medicamentos; de medicamentos farmacêuticos básicos pelo inseridos na Consórcio Paraná equipe; Medicamentos e  UBS com outros programas farmácias re- afins; adequadas;  Incluir o profissional farmacêutico nos NASF;  Adquirir aparelhos e equipamentos para melhoria das instalações das farmácias nas Unidades de Saúde; EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 4. Garantir um  Implementa  Promoção das  Adquirir  Notas FiscaisSAÚDE atendimento de ção do Pronto condições equipamentos, referentes à melhoria qualidade a Atendimento para a equipe mobiliário e na infra-estrutura e& população que Municipal desempenhar materiais mobiliário, materiais procura o serviço 24 objetivando o trabalho necessários para o equipamentos,CONDICIONANTES horas no Pronto melhoria do com setor; incluindo aE Atendimento atendimento e qualidade;  Implantar o informatização;DETERMINANTES Municipal (PAM); do serviço HumanizaSUS;  Grau de adesão dos prestado;  Implantar o serviço profissionais ao de ouvidoria; preconizado pela  Suprir a defasagem Política Nacinal do no quadro de HumanizaSUS; funcionários do  Avaliação das setor; demandas do Setor  Realizar de Ouvidoria; capacitações para  Avaliação da todos os suficiência do 38
  6. 6. funcionários quadro de pessoal; referente a conduta  Avaliação dos de emergência; Questionários pós  Informatizar o setor capacitação e de Pronto acompanhamento Atendimento; das condutas em  Realizar reforma da urgências; estrutura física do  Avaliação do serviço prédio atual do de apoio diagnóstico PAM; laboratorial e  Implantar UPA I na radiológico; Região Sul do município;  Reformar e adequar a Unidade de Pronto Atendimento Municipal – Região Norte;  Efetivar parceria com laboratório para realização de exames laboratoriais e radiológicos 24 horas; EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 5. Efetivar o  Otimização das  Promoção do  Ampliar o número  IndicadoresSAÚDE funcionamento de ações monitoramento de funcionários gerados pelos& todos os programas programáticas dos dados nos setores em SIS:CONDICIONANTES de saúde implantados ofertadas a contidos nos defasagem; - SISCOLOE no município população. Sistemas de  Proporcionar o - SISMAMADETERMINANTES (SISCOLO/SISMAM Informação em funcionamento dos - SISVAN; 39
  7. 7. A, SISVAN, Saúde (SIS), programas e  Relatórios das Hiperdia, Bolsa relativos a cada projetos, pela reuniões de Família, Bebê Feliz, programa introdução do grupo; entre outros); específico. monitoramento  Relatório de contínuo das folha de informações funcionários; geradas;  Notas fiscais de  Adquirir aquisição de insumos e material; material necessário para o bom funcionamento dos programas; EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOCONDIÇÕES DE 6. Promover o  Garantia da  Aperfeiçoamento  Elaborar, pactuar e  Nº de equipes deSAÚDE cumprimento do integralidade das e descentraliza implementar a saúde bucal (ESB) direito a saúde bucal, ações de saúde ção do promoção da SB; contratadas e& visando ampliação do bucal (SB) atendimento  Realizar índice de cadastradas na base acesso universal e prestadas a odontológico, CPO do município; de dados do CNES/CONDICIONANTES igualitário as ações população. contribuindo para  Implantar Equipe SIAB;E para sua promoção, o atendimento Saúde Bucal (ESB)  Avaliação dosDETERMINANTES prevenção e segundo as na ESF; indicadores de recuperação. necessidades e  Realizar a saúde bucal: demandas locais. fluoretação das - índice de CPO; águas; - Primeira consulta  Implantar o odontológica atendimento programática; odontológico para a - procedimentos população acima de coletivos realizados; 15 anos;  Relatórios de  Viabilizar o ônibus atendimento nos odontológico para Centro de ações de promoção e Educação 40
  8. 8. prevenção da saúde Infantil; bucal;  Análise da água  Implantar ações de para verificação promoção e da fluoretação; prevenção da SB  Relatório de nos Centros de atendimento Educação Infantil; individual; EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOGESTÃO EM 1. Consolidar a  Proporcionar  Fortalecimento  Implantar pelo  Avaliação dosSAÚDE participação social condições para do CMS pela menos dois CLS indicadores nas ações de saúde que a população criação dos abrangendo os pactuados relativos& municipais; participe das Conselhos bairros mais a participaçãoCONDICIONANTES decisões no setor Locais de populosos; social;E saúde; Saúde (CLS)  Número deDETERMINANTES nos bairros reuniões do CMS e representativos CLS realizadas; da coletividade;GESTÃO EM 2. Implantar o  Adesão contínua  Consolidação da  Ampliar o n° de  Instrumentos deSAÚDE processo de e crescente aos formação da funcionários para Gestão (PMS, PAS, planejamento, Instrumentos de equipe de atuar no setor de RAG) elaborados, monitoramento, Gestão do planejamento, planejamento e no referendados pelo& avaliação, bem como PlanejaSUS e monitoramento e de auditoria; CMS eCONDICIONANTES a de controle, demais políticas avaliação;  Realizar cursos e encaminhados emE regulação e auditoria regulatórias  Implementação capacitações para tempo hábil;DETERMINANTES dos sistemas e preconizadas do controle, equipe técnica;  Nº de profissionais p/ serviços de saúde ministerialmente. regulação e  Informatizar a rede esses serviços afim de melhor a auditoria dos de saúde a fim de contratados e qualidade das ações sistemas e garantir qualidade cadastrados na base de promoção, serviços de nas informações; de dados do prevenção e da saúde; CNES/SIAB; assistência;  N° de participantes por capacitações 41
  9. 9. realizadas por meio de lista de presença;  Informações registradas nos SIS e qualificadas. EIXOS OBJETIVOS DIRETRIZES ESTRATÉGIAS METAS MONITORAMENTOGESTÃO EM 3. Participar da  Consolidação da  Revisão contínua  PPI assistencial  Grade de referênciaSAÚDE construção da rede conformação da da Programação atualizada, com o construída loco- assistencial articulada assistência a Pactuada estabelecimento das regionalmente e, e integrada saúde em rede, Integrada (PPI) referências para deliberada pela CIB& regionalmente que no âmbito assistencial; MAC; Estadual;CONDICIONANTES atue com ênfase na municipal e  Regularização  Contratualização de  Número de contratosE atenção básica, regional. contratual dos todos os prestadores estabelecidos emDETERMINANTES apoiada pelos prestadores de privados e relação aos serviços de Média e serviços ao SUS. filantrópicos, tanto existentes, durante a Alta Complexidade ambulatoriais como gestão; (MAC). hospitalares;GESTÃO EM 4. Reorganizar o setor  Consolidar as  Reformar e  Adequar 50% das  Projetos de infra-SAÚDE saúde promovendo as ações de saúde adequar as UBS UBS próprias; estrutura; adequações com qualidade. existentes,  Readequar os  Notas fiscais de necessárias na infra-  Estabelecer materiais de compra;& estrutura. controle de consumo e  Acompanhamento daCONDICIONANTES material de equipamentos; execução;E consumo e  Executar os projetosDETERMINANTES permanente, aprovados; adequando as demandas geradas;  Buscar a parceria para financiamento via Ministério da Saúde e Governo 42
  10. 10. Estadual; 43

×