Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
INTERAÇÃO
EM
DISPOSITIVOS
MÓVEIS


POR
MEIO
DE
TECLADO
FÍSICO


E
DE
TECLADO
VIRTUAL

Robson
Santos,
Francimar
Maciel,
Ric...
objeLvo

Análise
das
principais
diferenças
da
Interação
com
teclado
fisico
e

com
teclado
virtual,
assim
como
constrangimen...
QWERTY
Ysico

.
similar
aos
teclados
de
computadores;

.
dispõem
de
teclas
únicas
para
cada
letra
do
alfabeto;

.
pontuaçõ...
QWERTY
virtual


.
o
teclado
virtual
é
presente
em
disposiLvos
com
telas
sensíveis

ao
toque;

.
apresenta
configuração
sem...
QWERTY
compacto


.
desLnado
aos
usuários
habituados
com
teclados
QWERTY
e


que
preferem;

.
disposiLvos
mais
estreitos
e...
Teclado
alfanumérico
ou
keypads


.
seguem
um
padrão
internacional,
em
que
as
teclas
numeradas

de
2
a
9
são
mapeadas
com
...
Figura
4:

                                           Figura
5:


Teclado
alfanumérico
do
                              Te...
Escrita
manual


.
popularizada
pelos
primeiros
PDAs,
como
Palm
Pilot
e
Cassio

Cassiopéia;


.
desenho
dos
caracteres
em
...
Previsão
de
texto


.
o
sistema
T9
é
presente
em
grande
maioria
dos
disposiLvos

móveis
com
teclado
alfanumérico;


.
func...
Desenvolvimento
do
estudo
piloto

.
objeLvo
de
verificar
quais
os
problemas
potenciais
e
definição

da
técnica
a
ser
uLlizad...
LG KP570
                                               Nokia E71





               Nokia N95
                          ...
LG
KP570


Pontos
posiLvos

.
o
sincronismo
da
tela
sensível
ao
toque
com
a
resposta
táLl

proporcionado
pelo
sistema
de
v...
LG
KP570


Pontos
negaLvos

.
dificuldade
de
manipulação
do
teclado
QWERTY,
quando
a
tarefa

foi
realizada
com
o
uso
dos
de...
LG
KP570


Sugestões
de
melhoria

.
destaque
para
as
teclas
de
caracteres
especiais,
apagar
caractere

e
espaçamento
entre...
Nokia
E71


         Pontos
posiLvos

         .
o
teclado
QWERTY
Ysico
foi
avaliado
pela
maioria
como

         sendo
o
m...
Nokia
E71


         Pontos
negaLvos

         .
dificuldade
para
idenLficar
a
tecla
de
apagar
caractere;

         .
o
tama...
Nokia
E71


         Sugestões
de
melhoria

         .
maior
clareza
e
destaque
para
teclas
que
habilitam
o
uso

         ...
Desenvolvimento
do
estudo
final

.
foram
avaliados
dois
teclados
mini
QWERTY:





.
Nokia
N97
(teclado
QWERTY
Ysico);




...
ParLcipantes

.
12
pessoas
entre
20
e
36
anos,
estudantes
universitários
e

profissionais
com
formação
superior
em
ciência
...

Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

Tarefas

.
digitar
duas
adaptações
de
trechos
de
autoria
de
Luis
Fernando

Veríssimo,
um
com
40
caracteres
e
outro
com
46
...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


Teclado
Ysico
N97

.
cinco
usuários
consideraram
o
tamanho,
espaçamento
e

disposição
das
teclas
...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


Teclado
Ysico
N97

.
todos
optaram
por
efetuar
a
digitação
do
texto
desconsiderando

a
acentuação...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


Teclado
Ysico
N97

.
apenas
um
usuário
obteve
êxito
na
aLvidade
pois
já
possuía

familiaridade
co...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


Teclado
virtual
Nokia
5800

.
seis
parLcipantes
consideraram
como
aspecto
negaLvo
o

tamanho
do
t...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


Teclado
virtual
Nokia
5800

.
para
um
parLcipante
canhoto
a
interface
do
teclado
virtual

descons...
RESULTADOS
E
DISCUSSÃO


.
percebe‐se
uma
maior
eficiência
no
uso
do
teclado
virtual,

referente
tanto
ao
tempo
gasto
na
di...

Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

CONCLUSÃO


.
“efeito
BlackBerry”:
constrangimentos
Ysicos
causados
devido
ao

crescente
hábito
de
digitar
em
pequenos
tec...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Mobile - Pesquisa de teclados fisicos e virtuais

2,700 views

Published on

Mini-seminário de alunos sobre Design de Interação - na Pós em Ergodesign e Usabilidade - PUC-Rio - 2010. Baseado em apresentação do Instituto Nokia.

Published in: Design, Business, Technology
  • Be the first to comment

Mobile - Pesquisa de teclados fisicos e virtuais

  1. 1. INTERAÇÃO
EM
DISPOSITIVOS
MÓVEIS

 POR
MEIO
DE
TECLADO
FÍSICO

 E
DE
TECLADO
VIRTUAL
 Robson
Santos,
Francimar
Maciel,
Ricardo
Sato
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  2. 2. objeLvo
 Análise
das
principais
diferenças
da
Interação
com
teclado
fisico
e
 com
teclado
virtual,
assim
como
constrangimentos
ocorridos
no
 manuseio. entrada
de
textos
em
disposiLvos
móveis:
 .
notas;
 .
pequenas
listas;
 .
calendários;
 .
listas
de
contatos;
 .
mensagens
de
texto;
 .
recuperação
de
informação;
 .
digitação
de
números
de
telefone.
 interação
por
meio
de
teclados
pode
ser
feita:
 .
somente
pelo
teclado;
 .
somente
pela
tela
sensível
ao
toque;
 .
mescla
entre
teclado
Ysico
e
tela
sensível
ao
toque.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  3. 3. QWERTY
Ysico
 .
similar
aos
teclados
de
computadores;
 .
dispõem
de
teclas
únicas
para
cada
letra
do
alfabeto;
 .
pontuações
e
acentuações
são
acessados
através
de
teclas


 únicas
ou
através
de
listas
de
caracteres
especiais;
 .
as
teclas
são
geralmente
dispostas
em
quatro
fileiras
com
dez
 teclas
cada.
 *
o
1º
aparelho
a
uLlizar
este
teclado
foi
o
BlackBerry.
 Figura
1:

 Teclado
QWERTY
do
Nokia
E72
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  4. 4. QWERTY
virtual

 .
o
teclado
virtual
é
presente
em
disposiLvos
com
telas
sensíveis
 ao
toque;
 .
apresenta
configuração
semelhante
ao
teclado
Ysico;
 .
não
apresenta
retorno
táLl
à
pressão
nem
permite
a
localização
 de
teclas
pelo
relevo
da
superYcie;
 .
permite
personalização
do
layout
do
teclado
sem
a
necessidade
 de
alterações
Ysicas
o
que
facilita
a
adaptação
do
teclado
à
 idiomas,
capitalizações
e
acentuações.
 Figura
2:

 Teclado
QWERTY
virtual
do
 Nokia
5800
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  5. 5. QWERTY
compacto

 .
desLnado
aos
usuários
habituados
com
teclados
QWERTY
e

 que
preferem;
 .
disposiLvos
mais
estreitos
em
largura;
 .
o
teclado
numérico
é
disposto
nas
colunas
centrais,
o
que
 permite
que
mantenha
a
mesma
disposição
dos
teclados
 alfanuméricos.
 Figura
3:

 Teclado
QWERTY
compacto
 do
Nokia
E55
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  6. 6. Teclado
alfanumérico
ou
keypads

 .
seguem
um
padrão
internacional,
em
que
as
teclas
numeradas
 de
2
a
9
são
mapeadas
com
três
ou
quatro
letras
cada
uma.

 .
existem
três
métodos
para
entrada
de
texto:

 




 .
mulLpress
 cada
tecla
é
pressionada
uma
ou
mais
vezes
até
que
o
 caracterere
seja
exibido;

 .
two‐key
 combina
o
pressionamento
da
tecla
com
o
conjunto
de
 caracteres
e
uma
segunda
tecla
para
selecionar
o
caractere
 desejado;
 .
texto
prediLvo
 uso
de
pressionamento
de
teclas
e
previsão
baseado
em
 conhecimento
lingüísLco
para
propor
possíveis
palavras.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  7. 7. Figura
4:

 Figura
5:

 Teclado
alfanumérico
do
 Teclado
alfanumérico
virtual
 Nokia
N86
8GB
 do
Nokia
5800
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  8. 8. Escrita
manual

 .
popularizada
pelos
primeiros
PDAs,
como
Palm
Pilot
e
Cassio
 Cassiopéia;

 .
desenho
dos
caracteres
em
tela,
que
é
idenLficado
pelo
 disposiLvo
e
então
o
caractere
é
incluso
na
área
de
texto.
 Figura
6:

 Entrada
de
escrita
virtual
do
Nokia
5800
visualizado
em
 modo
paisagem
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  9. 9. Previsão
de
texto

 .
o
sistema
T9
é
presente
em
grande
maioria
dos
disposiLvos
 móveis
com
teclado
alfanumérico;

 .
funcionam
durante
a
digitação
de
texto,
quando
sugere
ou
auto‐ completa
palavras
a
parLr
dos
caracteres
digitados
pelo
usuário;
 .
sua
principal
funcionalidade
é
permiLr
que
o
usuário
digite
 apenas
uma
vez
a
tecla
que
contém
o
caractere
desejado
e
 através
da
sequência
de
teclas
digitadas,
o
sistema
irá
sugerir
a
 palavra
a
ser
digitada.

 .
ex.:
ao
pressionar
as
teclas
6,
5
e
2
será
sugerida
a
palavra
"Olá".
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  10. 10. Desenvolvimento
do
estudo
piloto
 .
objeLvo
de
verificar
quais
os
problemas
potenciais
e
definição
 da
técnica
a
ser
uLlizada
no
estudo
final.
 .
foi
realizado
com
alunos
de
um
curso
de
pós
graduação
em
 Design
Gráfico,
durante
a
disciplina
Usabilidade.
 Primeira
etapa
 .
análise
do
Lpo
“especialista”
de
um
aparelho
com
teclado
Ysico
 e
de
outro
com
teclado
virtual;
 Segunda
etapa
 .
observação
de
uso,
seguida
de
breve
inquirição,
onde
cada
 parLcipante
deveria
digitar
um
mesmo
texto
(“Alunos
hoje,
 especialistas
no
futuro”)
em
ambos
Lpos
de
teclado.

 .
definiu‐se
que
os
parLcipantes
deveriam
ser
pessoas
sem
 contato
prévio
com
os
aparelhos.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  11. 11. LG KP570
 Nokia E71
 Nokia N95
 Nokia N97
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  12. 12. LG
KP570
 Pontos
posiLvos
 .
o
sincronismo
da
tela
sensível
ao
toque
com
a
resposta
táLl
 proporcionado
pelo
sistema
de
vibração;
 .
o
uso
da
caneta
possibilitou
maior
eficiência
na
aLvidade;
 .
a
similaridade
do
teclado
QWERTY
virtual
com
o
teclado
 QWERTY
Ysico
tornou
mais
efeLva
a
tarefa
de
digitação.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  13. 13. LG
KP570
 Pontos
negaLvos
 .
dificuldade
de
manipulação
do
teclado
QWERTY,
quando
a
tarefa
 foi
realizada
com
o
uso
dos
dedos;

 .
suor
ou
gordura
na
tela
do
aparelho
dificultaram
o
manuseio
da
 tela
sensível
ao
toque
e,
consequentemente,
a
sua
resposta;
 .
dificuldade
para
encontrar
as
teclas
com
caracteres
de
 acentuação
e
espaçamento.
ParLcipantes
relataram
que
tais
 teclas
deveriam
ter
maior
destaque
na
tela.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  14. 14. LG
KP570
 Sugestões
de
melhoria
 .
destaque
para
as
teclas
de
caracteres
especiais,
apagar
caractere
 e
espaçamento
entre
caracteres;
 .
melhorar
a
sensibilidade
da
tela
sensível
ao
toque.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  15. 15. Nokia
E71
 Pontos
posiLvos
 .
o
teclado
QWERTY
Ysico
foi
avaliado
pela
maioria
como
 sendo
o
mais
práLco;

 .
no
primeiro
contato
com
este
modelo
de
teclado,
 considerou‐se
que
a
disposição
Ysica
das
teclas
possibilita
 rápida
adaptação.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  16. 16. Nokia
E71
 Pontos
negaLvos
 .
dificuldade
para
idenLficar
a
tecla
de
apagar
caractere;
 .
o
tamanho
das
teclas
foi
considerado
pequeno
para
 manipulação
e
digitação;
 .
múlLplas
funções
em
uma
única
tecla
gerou
erros
e
 dúvidas
durante
a
digitação;
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  17. 17. Nokia
E71
 Sugestões
de
melhoria
 .
maior
clareza
e
destaque
para
teclas
que
habilitam
o
uso
 das
funções
de
acentuação,
apagar
caractere,
 espaçamento
entre
caracteres
e
inserção
de
símbolos;
 .
aumentar
a
dimensão
das
teclas
e
consequentemente
do
 teclado.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  18. 18. Desenvolvimento
do
estudo
final
 .
foram
avaliados
dois
teclados
mini
QWERTY:
 



.
Nokia
N97
(teclado
QWERTY
Ysico);
 



.
Nokia
5800
(teclado
QWERTY
virtual).
 .
21
parLcipantes
digitaram
textos
curtos,
de
16
a
43
caracteres
 cada,
em
cada
um
dos
dois
teclados.;
 .
para
digitação,
foi
uLlizado
o
aplicaLvo
de
notas
naLvo
dos
 aparelhos;
 .
o
so{ware
Remote
Professional
v2.96
foi
uLlizado
para
a
captura
 automáLca
das
telas
e
 geração
de
vídeos
de
cada
sessão
experimento;
 .
cada
sessão
durou
20
minutos,
sendo
precedida
de
um
período
 de
aquecimento,
quando
os
parLcipantes
digitavam
sequencias
 “abcd
efgh
ijkl
mnop”,
tendo
sido
instruídos
a
uLlizarem
somente
 os
polegares.
A
digitação
deveria
ser
o
mais
rápida
e
precisa
 possível.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  19. 19. ParLcipantes
 .
12
pessoas
entre
20
e
36
anos,
estudantes
universitários
e
 profissionais
com
formação
superior
em
ciência
da
computação,
 comunicação
social,
turismo,
administração
e
design;

 .
conhecimento
avançado
na
língua
inglesa;
 .
usuários
de
aparelhos
celulares
das
marcas
Nokia,
Sony
Ericsson
 e
Apple;
 .
são
usuários
de
tecnologia
e
serviços
online
tais
como
comércio
 eletrônico,
mensagens
instantâneas
e
publicação
digital
através
 de
disposiLvos
fixos
e
portáteis;
 .
todos
parLciparam
do
experimento
de
maneira
voluntária
a
 convite
dos
pesquisadores.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  20. 20. 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  21. 21. Tarefas
 .
digitar
duas
adaptações
de
trechos
de
autoria
de
Luis
Fernando
 Veríssimo,
um
com
40
caracteres
e
outro
com
46
caracteres;

 .
cada
parLcipante
uLlizou
os
dois
Lpos
de
teclado;

 .
a
cada
parLcipante
foram
alternados
os
textos
e
os
aparelhos.
 Texto
01
 No
futebol
de
rua
qualquer
pelada
é
luxo
e
qualquer
terreno
 baldio
é
o
Maracanã
em
jogo
noturno.
Se
você
é
homem,
 brasileiro,
sabe
do
que
eu
estou
falando.
Futebol
de
rua
é
tão
 humilde
que
chama
pelada
de
senhora.
 Texto
02
 Tomar
um
Yakult
pelos
lactobacilos,
ajuda
a
digestão.
Uma
taça
 de
vinho
estabiliza
o
sistema
nervoso.
Um
copo
de
cerveja,
não
 lembro
bem
para
o
que,
faz
bem.
O
adicional
é
que
se
você
tomar
 tudo
ao
mesmo
tempo
e
Hver
um
derrame,
nem
vai
perceber.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  22. 22. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 Teclado
Ysico
N97
 .
cinco
usuários
consideraram
o
tamanho,
espaçamento
e
 disposição
das
teclas
saLsfatório;
 .
para
quatro
usuários
a
possibilidade
de
uLlizar
as
duas
mãos
 tornou
a
tarefa
mais
fácil
e
rápida;
 .
a
pressão
exercida
no
teclado
durante
a
digitação
foi
descrita
por
 um
parLcipante
como
suave
e
por
outro
parLcipante
como
rígido
 e
tenso;
 .
a
quanLdade
de
teclas
também
foi
citada
por
um
parLcipante
 como
um
item
que
aumenta
a
saLsfação
e
facilidade
de
uso;
 .
por
não
conseguir
idenLficar
a
tecla
de
função
de
acentuação,
10
 parLcipantes
apresentaram
insaLsfação
durante
a
digitação.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  23. 23. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 Teclado
Ysico
N97
 .
todos
optaram
por
efetuar
a
digitação
do
texto
desconsiderando
 a
acentuação
gráfica.

 .
“Eu
não
gostei
disso”;

 .
“Eu
não
entendo
como
inserir
acentos
corretamente”;

 .
“Eu
não
consigo
encontrar
a
tecla
de
função”.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  24. 24. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 Teclado
Ysico
N97
 .
apenas
um
usuário
obteve
êxito
na
aLvidade
pois
já
possuía
 familiaridade
com
o
disposiLvo;
 .
ainda
assim
apresentou
dificuldade
de
acentuação
pois
 selecionou
em
mais
de
um
momento
o
caractere
incorreto.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  25. 25. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 Teclado
virtual
Nokia
5800
 .
seis
parLcipantes
consideraram
como
aspecto
negaLvo
o
 tamanho
do
teclado
e
das
teclas
virtuais.

 





.“Se
não
têm
unha
fica
diYcil”.

 .
a
ausência
de
um
atalho
para
acentos
e
a
alternância
entre
 teclados
e
comandos
para
execução
da
aLvidade
aumentaram
a
 insaLsfação.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  26. 26. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 Teclado
virtual
Nokia
5800
 .
para
um
parLcipante
canhoto
a
interface
do
teclado
virtual
 desconsidera
usuários
com
menor
habilidade
na
mão
direita,
pois
 as
principais
funções
estão
dispostas
no
lado
direito
da
interface
 sem
opção
de
mudança
para
o
lado
esquerdo.

 





.
“Prefiro
alfanumérico.
Para
canhotos
é
diYcil.
Se
os
botões
 








fossem
centralizados
seria
melhor”.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  27. 27. RESULTADOS
E
DISCUSSÃO
 .
percebe‐se
uma
maior
eficiência
no
uso
do
teclado
virtual,
 referente
tanto
ao
tempo
gasto
na
digitação
quanto
no
índice
de
 erros
ocorridos.
 .
teclado
Ysico:
 




.
tempo
médio
para
realização
da
aLvidade
foi
de
cinco
 minutos
com
uma
média
de
onze
erros
por
parLcipante.
 .
teclado
virtual:
 




.
a
média
de
tempo
gasto
durante
a
digitação
foi
de
quatro
 minutos
e
meio
com
uma
quanLdade
média
de
nove
erros
por
 parLcipante.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  28. 28. 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães

  29. 29. CONCLUSÃO
 .
“efeito
BlackBerry”:
constrangimentos
Ysicos
causados
devido
ao
 crescente
hábito
de
digitar
em
pequenos
teclado,
a
maioria
das
 vezes
uLlizando
somente
polegares.
 .
cada
vez
mais
os
disposiLvos
móveis
são
uLlizados
para
tarefas
 de
trabalho,
como
edição
de
documentos
e
redação
de
e‐mails,
 quando
fora
do
escritório.
 .
o
resultado
aponta
que
o
teclado
virtual
oferece
redução
de
 tempo
na
digitação
de
textos
curtos,
onde
pequenos
textos
 podem
ser
digitados
em
curtos
períodos.
 .
outro
uso
efeLvo
para
este
resultado
é
no
uso
de
teclados
 vistuais
em
aparelhos
com
sistema
dual‐screen,
como

console
 portáLl
Nintendo
DS
o
leitores
de
livros
digitais.
 
Design
de
interação
|
Isadora
Abreu
.
Sheila
Manhães


×