Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Como Elaborar Projetos Sociais

526,351 views

Published on

Como Elaborar Projetos Sociais

Published in: Technology, Business

Como Elaborar Projetos Sociais

  1. 1. Captação de Recursos Para Projetos Sociais Profa. Dra. Miryam Schuckar Abril de 2005 Universidade do Sagrado Coração/Bauru
  2. 2. “ Para realizar sua missão e atender às necessidades da comunidade, as organizações necessitam de recursos, de origem nacional ou internacional, advindos de fontes governamentais ou privadas.” (Landim, 1999)
  3. 3. <ul><li>Fontes de Financiamento </li></ul><ul><li>Indivíduos </li></ul><ul><li>Empresas </li></ul><ul><li>Fundações e ONGs (nacionais e internacionais) </li></ul><ul><li>Agências Internacionais de Cooperação (USAID, CIDA, GTZ, PNUD) </li></ul><ul><li>Recursos Públicos Governamentais </li></ul><ul><li>Projetos de Geração de Renda </li></ul><ul><li>Bancos </li></ul><ul><li>Eventos </li></ul>
  4. 4. Existem muitos recursos... ... faltam bons projetos.
  5. 5. O que são Projetos Sociais? Projetos são ferramentas de ação que delimitam uma intervenção quanto aos objetivos, metas, formas de atuação, prazos, responsabilidades e avaliação. Projetos sociais são uma forma de organizar ações para transformar determinada realidade social ou alguma instituição.
  6. 6. <ul><li>Requisitos para um Projeto Social </li></ul><ul><li>Pessoas com vocação; </li></ul><ul><li>Boa articulação Social e Política; </li></ul><ul><li>Visibilidade e Sustentabilidade; </li></ul><ul><li>Transparência </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Projetos sociais: </li></ul><ul><li>tendências e desafios </li></ul><ul><li>Ênfase na ação local; </li></ul><ul><li>Articulação entre esferas de governo: união, estados e municípios; </li></ul><ul><li>Gestão em Rede; </li></ul><ul><li>Execução de projetos ou programas. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Perfil do Gestor – Capacidades </li></ul><ul><li>Compreensão dos contextos políticos, sociais e institucionais; </li></ul><ul><li>Comunicação e negociação; </li></ul><ul><li>Definir, delegar e cobrar responsabilidades; </li></ul><ul><li>Agilidade de avaliação; </li></ul><ul><li>Motivar pessoas, administrar conflitos e frustrações e capacidade de gerenciamento; </li></ul><ul><li>Valorizar e promover a visibilidade do projeto e seus resultados. </li></ul>
  9. 9. Apoio e Fomento - Fundações e ONGs; - Financiadores; - Agências de Cooperação; - Bancos; Neste nível o projeto se relaciona com a captação de recursos financeiros e a articulação global de políticas. É importante perceber as condições de possíveis financiadores e as relações políticas decorrentes destes possíveis apoios.
  10. 10. Mediação e Articulação Importante haver um equilíbrio entre captação de recursos financeiros e articulação de parcerias em torno do projeto. Desta forma, as articulações em torno de políticas públicas tem sua importância relacionada com a construção de projetos em comum, o que implica nas definições em torno da missão de cada organização.
  11. 11. Elaboração do Projeto Formato e Etapas
  12. 12. UM BOM PROJETO DEVE : <ul><li>Ter começo, meio e fim; </li></ul><ul><li>Ser claro, objetivo e conciso; </li></ul><ul><li>Ter a participação dos três setores (Público, Privado e 3º Setor); </li></ul><ul><li>Ser auto-sustentável; </li></ul><ul><li>Ter objetivos quantificáveis; </li></ul><ul><li>Ter orçamento real. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Estrutura do Projeto </li></ul><ul><li>Histórico da Instituição; </li></ul><ul><li>Justificativa; </li></ul><ul><li>Objetivo geral; </li></ul><ul><li>Objetivo Específico; </li></ul><ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Indicadores e Formas de Avaliação; </li></ul><ul><li>Cronograma; </li></ul><ul><li>Orçamento; </li></ul><ul><li>Resumo; </li></ul><ul><li>Anexos com fotos. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Quem é responsável pelo projeto? </li></ul><ul><li>Entidade Proponente/Executora </li></ul><ul><li>Dados da Entidade: </li></ul><ul><li>Qualificação </li></ul><ul><li>Identificação </li></ul>
  15. 15. Dados da Instituição <ul><li>Dados Cadastrais; </li></ul><ul><li>Missão; </li></ul><ul><li>Experiência; </li></ul><ul><li>Parceiros; </li></ul><ul><li>Projetos; </li></ul><ul><li>Certificados; </li></ul><ul><li>Sucesso (resultados práticos). </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Dados de Identificação: </li></ul><ul><li>Nome </li></ul><ul><li>Endereço completo </li></ul><ul><li>Site e correio eletrônico </li></ul><ul><li>Registro jurídico (CNPJ, etc) </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Dados de qualificação </li></ul><ul><li>Pequeno histórico da Instituição </li></ul><ul><li>Projetos que já realizou </li></ul><ul><li>Projetos que realiza </li></ul><ul><li>Entidades das quais recebe apoio </li></ul><ul><li>Entidades parceiras </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Justificativa </li></ul><ul><li>Por que o projeto deve ser implementado? </li></ul><ul><li>Demonstrar relação do projeto com problemas sociais relevantes: importância; </li></ul><ul><li>Destacar os benefícios que trará à população; </li></ul><ul><li>Reforçar a missão da Instituição; </li></ul><ul><li>Destacar o papel estratégico do projeto. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>(O que se quer transformar a partir do projeto) </li></ul><ul><li>Geral (Justificativa) </li></ul><ul><li>Específicos (Metas) </li></ul>
  20. 20. O acordo em torno dos objetivos e divisão de atribuições é essencial para a coesão do grupo que está viabilizando o projeto , pois o projeto será cobrado por seus resultados e realização dos objetivos específicos.
  21. 21. <ul><li>Metodologia : Descrição técnica do “como fazer”; </li></ul><ul><li>Cronograma : Feito sobre cada atividade e não sobre o objetivo específico; </li></ul><ul><li>Orçamento : Também determinado por cada atividade proposta. O custo do projeto será o somatório do custo das atividades. </li></ul><ul><li>Anexos : Plantas, currículos, fotos etc... </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Como este projeto será executado? </li></ul><ul><li>Formas de pesquisa </li></ul><ul><li>Público Alvo </li></ul><ul><li>Parcerias </li></ul><ul><li>Instrumentos de ação </li></ul><ul><li>Materiais de trabalho </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Sua função é provar que o projeto atingiu os objetivos em termos quantitativos e qualitativos. </li></ul>Indicadores e Formas de Avaliação
  24. 24. <ul><li>Avaliação </li></ul><ul><li>- Processo constante de revisão do projeto. </li></ul><ul><li>- Durante a elaboração da proposta. </li></ul><ul><li>Durante a execução do projeto. </li></ul><ul><li>Descrita na metodologia ou à parte. </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Avaliação e Monitoramento </li></ul><ul><li>Objetivo Geral - Impactos a longo prazo </li></ul><ul><li>Objetivos Específicos - Resultados concretos a curto prazo </li></ul><ul><li>Monitoramento </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Ações e resultados </li></ul><ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Equipes e parcerias </li></ul><ul><li>Recursos </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Orçamento </li></ul><ul><li>Deve ser objetivo em relação aos gastos; </li></ul><ul><li>Indicar contrapartidas; </li></ul><ul><li>Fontes de contribuição local são importantes; </li></ul><ul><li>Quando possível, indicar possibilidades de sustentação própria; </li></ul><ul><li>Citar outros apoios recebidos e outras fontes em negociação. </li></ul>
  27. 27. <ul><li>Resumo </li></ul><ul><li>A primeira imagem do projeto </li></ul><ul><li>Síntese </li></ul><ul><li>Uma página, no começo da proposta. </li></ul><ul><li>A problemática social </li></ul><ul><li>A relevância da ação </li></ul><ul><li>A credibilidade da organização </li></ul><ul><li>Os objetivos do projeto </li></ul><ul><li>Os recursos da contrapartida </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Anexos </li></ul><ul><li>São materiais de apoio ao projeto </li></ul><ul><li>Folder da Instituição </li></ul><ul><li>Cartas de apoio </li></ul><ul><li>Mapas, Fotos, Tabelas, Gráficos... </li></ul><ul><li>Dados estatísticos </li></ul><ul><li>Breve currículo dos responsáveis </li></ul><ul><li>Documentação legal </li></ul>
  29. 29. Desenvolvimento dos Projetos Etapa 1 – Idéia Etapa 2 – Elaboração Etapa 3 – Realização Etapa 4 – Conclusão Etapa 5 – Avaliação dos Resultados Um bom projeto se retroalimenta, prevendo continuidade
  30. 30. Importante <ul><ul><li>Projeto é planejamento e planejamento é atividade coletiva; </li></ul></ul><ul><ul><li>É preciso uma boa relação custo/beneficio; </li></ul></ul><ul><ul><li>Financiador não é banco e sim PARCEIRO; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não estamos vendendo projetos, mas conquistando parceiros; </li></ul></ul><ul><ul><li>Conquistar parceiros é ter SUCESSO. </li></ul></ul>
  31. 31. “ Sucessos sem sucessivos sucessores bem sucedidos é fracasso”. Robert A Orr
  32. 32. <ul><li>“ Distribuir dinheiro é algo fácil e quase todos os homens têm este poder. Porém decidir a quem dar, quanto, quando, para que objetivo e como, não está dentro do poder de muitos e nem tampouco é tarefa fácil.” </li></ul>ARISTÓTELES 384 a 322 a.C .
  33. 33. A captação de recursos é captação de pessoas para pessoas.

×