Apresentação expo money 2013

237 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
237
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
24
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação expo money 2013

  1. 1. Expo Money São Paulo Setembro, 2013 1
  2. 2. Perfil da AES Tietê  12 usinas hidrelétricas em São Paulo  Contrato de concessão de 30 anos válido até 2029  Capacidade instalada de 2.658 MW, com garantia física1 de 1.278 MWm  Garantia física contratada com a AES Eletropaulo até o final de 2015  Atuação na geração e comercialização de energia (portfólio de clientes no 2T13 de 455 MWm, sendo 288 MWm pós 2015)  Listada no mercado tradicional da BM&FBovespa  359 colaboradores (Junho/2013)  Rating: Moody’s; National: Aa1 e International: Baa3 1 - Quantidade de energia disponível para contratação de longo prazo 3
  3. 3. Desempenho operacional ■ PLD maior em relação ao 1S12 devido ao maior despacho térmico no 1S13 (6 GW em 1S12 para 12 GW no 1S13) ▬ Expectativa de despacho térmico médio no 2S13 de 10 GW a 12 GW ▬ Compra de 296 GWh a 468 GWh de energia no mercado spot a um custo anual de R$ 123 milhões a R$ 156 milhões ■ CNPE 03/2013 – Efeitos suspensos pela liminar concedida à APINE (∆PLD e ESS por segurança energética) ■ Nova metodologia do cálculo do PLD a partir de setembro/13: incorporará os mecanismos de aversão a risco aos modelos de preço – CVAR Nível Histórico dos Reservatórios Brasileiros (%) Evolução Mensal do PLD¹ (R$/MWh) - SE/CO 414 414 Max Max (%)(%) 100 90 100 80 90 70 80 62 61 63 55 62 70 60 61 63 55 46 60 50 46 38 50 40 38 40 30 30 20 20 10 10 0 0 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jan Fev Mar Abr Mai Jun DadosDados Históricos desde 2001 Históricos desde 2001 340 340 376 376 345 345 280 280 6163 215 196 196 193 215 181 181 193 125 125 48 48 51 26 51 26 29 23 23 29 Jul 260 260 55 Ago Set Out Nov Jul Ago Set Out Nov 2001 2012 2012 20132013 2001 Dez Dez 1 – PLD de abril a agosto de 2013 foi calculado com base nos valores de PLD1 (não inclui o ∆PLD) mar 17 12 12 17 abr mai 208 208 163 121 183 183 118 119 118 121 119 91 91 23 21 20 32 23 20 21 32 jun jul ago set 37 37 46 46 44 44 jan fev jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez 2011 2012 2013 2011 2012 2013 out nov dez 4
  4. 4. Desempenho operacional ■ Redução de 52% nas indisponibilidades não programadas (1,92% no 1S12 para 0,87% no 1S13) ■ Redução em 22,0% da energia gerada em relação ao 1S12 em função de menor despacho da usina de Água Vermelha Indisponibilidade não Programada (%) Energia Gerada (MW médio2) -75,8% 8.38 7.47 125% 125% 124% 124% 127% 127% -22,0% 137% 133% 107% 99% 7.33 -52,0% 7.23 2.03 1.599 1.92 1.38 1.68 1.05 0.24 2011 2010 0.35 2012 EFOF¹ EFOF¹ 1.07 0.31 0.87 1.55 0.37 0.71 0.15 2013 - FYF 2012 YTD 2013 YTD Fator de Manutenção não Planejada Série3 Fator de Parada para Manutenção Não Planejada 1 - Fator Equivalente de Paradas Forçadas 2 - Energia gerada dividida pelo número de horas do período 1.599 2010 2010 1.582 1.582 2011 2011 1.629 1.629 1.742 1.742 1.363 1.363 2012 2012 1S12 1S12 1S13 1S13 Geração - MW médio Geração - MWGeração/Garantia física médio 5
  5. 5. Investimentos Modernização das usinas de Água Vermelha, Nova Avanhandava e Caconde 5 8% 7% 7% 139 4 175 19 6 1 Investimentos 1S13 (%) Histórico de Investimentos (R$ milhões) 213 139 4 135 156 135 41 37 4 37 2011 2012 2012 Investimentos Investimentos 92% 27,8% 41 213 2013 (e) 2013 (e) 1S12 1S12 Novas PCHs¹ Novas 92% 92% 4 53 53 1S13 PCHs¹ 1S13 Modernização e Manutenção Modernização e Manutenção Modernização e Manutenção Modernização e Manutenção Projetos de TI Projetos de TI Projetos de TI de Usinas 1 – Pequenas Centrais Hidrelétricas 6
  6. 6. Desempenho Financeiro ■ Reajuste anual do contrato bilateral de R$ 173,68/MWh para R$ 182,61/MWh em 04/jul/12 (R$ 194,19/MWh em 04/jul/2013) ■ Menor volume de energia faturada no acumulado do ano em função da redução do volume de vendas no spot e no MRE compensado parcialmente pela maior venda de energia por meio de bilaterais Energia Faturada (GWh) 554 16.72 615 8 15.1 22 1.141 16.728 1.519 14.729 1.942 1.340 Receita Líquida (R$ milhões) 301 1.980 15.122 3.834554 1.519 615 1.141 -9,9% 9,8% 3.834 1.942 9.06 2 297 9.062 8.16 1.141 2.182 11.108 11.108 2973 971 8.163 1.143 911 158 1.143 11.138 11.108 2.182 11.138 5.672 2011 2010 AES Eletropaulo AES Eletropaulo 2012 2011 971 158 2012 1S12 5.890 5.672 1S13 1S13 MRE¹ MRE¹ Mercado SpotSpot Outros contratos bilaterais Mercado Outros contratos bilaterais 1 – Mecanismo de Realocação de Energia 11886 . .886 2.112 2.112 1.075 1.075 5.890 1S12 1.754 1.754 2010 2010 2011 2011 2012 1.181 1.181 1S12 1S12 1S13 1S13 Receita Líquida Receita Líquida 7
  7. 7. Desempenho Financeiro Destaques 1S12 x 1S13 Ebitda (R$ milhões) ■ Maior volume de compra no mercado spot devido ao rebaixamento da garantia física -8,8% 1.320 1.466 1.542 827 2010 75% 755 2011 2012 1S12 1S13 78% 73% 77% 64% ■ Maior receita devido aos aumentos no volume e preço do contrato bilateral com a AES Eletropaulo ■ Redução de R$ 13 milhões nas despesas operacionais Margem Ebitda 8
  8. 8. Desempenho Financeiro Lucro Líquido (R$ milhões) Destaques 1S12 x 1S13 ■ 109% 108% 11% 11% 10% 100% Efeito negativo de R$ 122 milhões com compra de energia devido ao rebaixamento da garantia física ■ 117% Elevação da receita líquida por meio do contrato bilateral com a AES Eletropaulo 100% 6% 6% -10,4% Proventos 737 845 901 ■ 476 426 Distribuição de dividendos intermediários no valor de R$ 258 milhões ▬ R$ 0,64/ação ON 2010 2011 2012 Lucro Líquido 1S12 Yield PN 1S13 Payout ▬ R$ 0,71/ação PN ▬ Data para pagamento: 25/09/2013 9
  9. 9. Mercado de Capitais ■ Market Cap1: R$ 7,7 bilhões ■ ADRs negociadas no US OTC Market: AESAY (ordinárias) e AESYY (preferenciais) AES Tietê X Ibovespa X IEE 12 Meses2 120 120 100 100 Ibovespa A -5% 80 -18% -19% -26% -26% 80 60 60 GETI3 IEE TSR GETI4 40 ago-12 dez-12 abr-13 ago-13 out-12 fev-13 jun-13 nov-12 mar-13 jul-13 40 set-12 out-12 nov-12 jan-13 fev-13 mar-13 mai-13 jun-13 jul-13 set-13 Ibovespa A Medida Provisória 579 publicada para definição dasIEE condições para renovação de contratos de concessão e redução dos GETI4 TSR impostos do setor de energia. 1 – Data Base: 06/09/2013 GETI3 2 – Base 100: de 05/09/2012 a 06/09/2013 IEE – Índice de Energia Elétrica TSR – Total Shareholder’s Return 10
  10. 10. Perfil da AES Eletropaulo  Maior distribuidora de energia do Brasil em energia distribuída  Presente em 24 municípios na área metropolitana de São Paulo  Contrato de concessão válido até 2028  Área de concessão com o maior PIB do Brasil (16.8% do PIB¹ do Brasil)  46 mil km de rede e 6,5 milhões de unidades consumidoras em sua área de concessão de 4.526 km2  46 TWh distribuídos em 2012  6.258 colaboradores (Junho/2013)  Ratings: S&P Moody’s National AA AA- Aa1 International 1 – Fonte: IBGE, 2010. Fitch BBB- BB Baa3 12
  11. 11. Desempenho Operacional ■ Redução de 6,6% no DEC e 1,7% no FEC, para 4,22 horas e 2,30 vezes no período entre janeiro e junho de 2013 ■ Melhoria dos indicadores é reflexo do continuo investimento na expansão do sistema, na confiabilidade operacional e nos serviços aos cliente DEC – Duração das Interrupções (horas) FEC – Frequência das Interrupções (vezes) 7,39 9,32 8,68 6,93 6,87 8,67 - 6,6% - 1,7% 10,60 10,36 8,35 5,43 4,52 2010 2011 DEC (horas) 2012 1S13 4,65 4,22 1S12 5,45 Referência Aneel 1 – Fontes: ANEEL, AES Eletropaulo e ABRADEE. Exclui consumo próprio. 2,34 2010 2011 FEC (vezes) 2012 2,30 1S12 1S13 Referência Aneel 13
  12. 12. Evolução do Consumo Distribuição do Consumo por classe (%) – 1S13 Mercado Total1 (GWh) 15% 45.102 45.557 7.911 8.284 18% 7.987 30% 40% 43.345 9% 23% 1,3% 2010 36.817 37.570 2011 Mercado Cativo 1 – Não inclui consumo próprio. 2012 23.003 4.346 18.788 35.434 22.708 3.920 18.657 27% 1S12 1S13 Brasil Clientes Livres Residencial 38% AES Eletropaulo Industrial Comercial Outros 14
  13. 13. Investimentos Histórico de Investimentos (R$ milhões) Investimentos 1S13 (R$ milhões) 831 35 739 73 674 22 73 83 53 83 32 32 717 354 796 340 15 621 14 32 113 339 2011 2012 2013(e) Recursos Próprios 1S12 Financiados pelo cliente 1 – Modernização da rede e melhoria da qualidade do serviço. 14 13 113 308 1S13 13 13 13 Serviço ao Consumidor Expansão do Sistema Serviço ao Consumidor Expansão do Sistema Confiabilidade Operacional¹ Financiado pelo cliente Financiado pelo cliente TI Confiabilidade Operacional¹ Recuperação de Perdas TI Recuperação de Perdas Outros Outros 15
  14. 14. Desempenho Financeiro ■ Redução de 10% na Receita Operacional Líquida vs. 1S12: efeito da revisão e reajuste e Lei nº. 12.783/2013 ■ Ebitda 22% maior em relação ao 1S12 principalmente em função do repasse de recursos da CDE e redução do PMSO Receita Líquida (R$ milhões) 9.697 9.836 Ebitda (R$ milhões) 9.959 2.848 2.413 - 9,9% 4.924 22,3% 4.438 656 2010 2011 1 – Exclui consumo próprio. 2012 1S12 1S13 2010 2011 2012 522 1S12 638 1S13 16
  15. 15. Desempenho Financeiro Destaques 1S12 x 1S13 Lucro Líquido (R$ milhões) ■ Impacto positivo de R$ 324 milhões com ativos e passivos regulatórios ■ Impacto negativo de R$ 313 milhões referente ao efeito da revisão e reajuste tarifários sobre a Parcela B (negativo em R$ 288 milhões), parcialmente compensado pelo maior volume do mercado total (R$ 25 milhões) ■ Efeito positivo da redução de despesas com PMSO totalizando R$ 33 milhões ■ Resultado financeiro R$ 23 milhões superior 1.572 1.348 74,1% 244 55 2010 2011 140 2012 1S12 1S13 17
  16. 16. Mercado de Capitais ■ Market Cap1: R$ 1,5 bilhão ■ ADRs negociadas no US OTC Market: EPUMY (preferenciais) AES Eletropaulo X Ibovespa X IEE 12 Meses2 130 130 110 110 90 70 IEE -49% -51% 50 30 1 – Data base: 06/09/2013 Ibovespa -19% 70 50 10 set-12 -5% TSR 90 30 out-12 nov-12 jan-13 Ibovespa fev-13 IEE 10 mar-13 mai-13 jun-13 jul-13 set-12 nov-12 fev-13 mai-13 jul-13 out-12 jan-13mar-13jun-13 set-13 2 – Base 100: de 05/09/2012 a 06/09/2013 ELPL4 TSR ELPL4 set-13 IEE – Índice de Energia Elétrica TSR – Retorno total ao Acionista 18
  17. 17. Compromisso com a sustentabilidade Atuamos como agente transformador entendendo, atendendo e antecipando as necessidades de energia elétrica dos nossos clientes com soluções seguras e inovadoras para o desenvolvimento econômico, ambiental e social das comunidades onde estamos presentes. TEMAS TRANSVERSAIS Comunicação, conhecimento e informação TEMAS ESTRATÉGICOS Educação para a sustentabilidade Engajamento dos Públicos de Relacionamento 19
  18. 18. Modelo de Governança Conselho de Administração AES Sul Conselho de Administração AES Eletropaulo Conselho de Administração AES Tietê Conselho de Administração AES Uruguaiana Reuniões Presidência semestrais Comitê de Sustentabilidade trimestrais Reuniões Vice-presidência de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade DESTAQUE SEGURANÇA, DESENVOLVIMENTO E VALORIZAÇÃODA COMUNIDADE e EFICIÊNCIA NO USO DOS RECURSOS ENERGÉTICOS Transformação de Consumidores em Clientes AES Eletropaulo Reuniões mensais GT 1 GT 2 GT 3 Programa de Manejo Pesqueiro AES Tietê GT 4 GT 5 GT 6 DESTAQUE DESENVOLVIMENTO E VALORIZAÇÃO DA COMUNIDADE e PROMOÇÃO DO USO ADEQUADO DOS RESERVATÓRIOS 20
  19. 19. Contatos: ri.aeseletropaulo@aes.com ri.aestiete@aes.com + 55 11 2195 7048 The statements contained in this document with regard to the business prospects, projected operating and financial results, and growth potential are merely forecasts based on the expectations of the Company’s Management in relation to its future performance. Such estimates are highly dependent on market behavior and on the conditions affecting Brazil’s macroeconomic performance as well as the electric sector and international market, and they are therefore subject to changes. .

×