Estrutura de dados - Introdução a linguagem C

7,155 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,155
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
193
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estrutura de dados - Introdução a linguagem C

  1. 1. Prof. Adriano Teixeira de Souza
  2. 2.  Ex-acadêmico da Fasul Especialista em Desenvolvimento de Software e Novas Tecnologias - Unioeste Analista de Sistemas na C.Vale Agroindústria Desenvolvedor nas plataformas Java e .Net Prof. Adriano Teixeira de Souza
  3. 3.  Nome Cidade Em que área trabalha Que tecnologias utiliza no dia-a-dia Expectativas para a disciplina Prof. Adriano Teixeira de Souza
  4. 4.  Ementa ◦ Estrutura de dados primitivas:  Pilhas, listas, árvores ◦ Algoritmos de manipulação de estrutura de dados:  Inserção, eliminação, busca e percurso ◦ Algoritmos de ordenação de dados  Quick sort, Bouble sort, Merge sort e Heap sort ◦ Algoritmos de pesquisa  Busca binária e busca linear ◦ Medidas de complexidade algorítmicas ◦ Desenvolvimento com utilização de estrutura de dados Prof. Adriano Teixeira de Souza
  5. 5.  Utilização da linguagem C Aulas práticas Listas de exercícios Discussão do conteúdo Trabalhos Avaliação bimestral Nota ◦ Avaliação bimestral (Peso de 50%) ◦ Trabalhos e listas de exercícios (peso de 35% ) ◦ Participação e envolvimento em sala (peso 15%) Prof. Adriano Teixeira de Souza
  6. 6.  Portabilidade entre máquinas e sistemas operacionais Total iteração com o sistema operacional Código compacto e rápido Linguagem compilada C é “case sensitive” Prof. Adriano Teixeira de Souza
  7. 7. /* Primeiro Programa em C */ comentários#include <stdio.h> biblioteca de E/Smain() função principal/inicio{ marca início da função printf(“Meu primeiro programa em Cn”); função para escrever na tela} marca fim da função Prof. Adriano Teixeira de Souza
  8. 8.  Variável: “objeto” que pode assumir diversos valores Espaço de memória de um certo tipo de dado associado a um nome para referenciar seu conteúdomain ( ) { int idade; idade = 30; printf (“ A idade é : %d”, idade); } Prof. Adriano Teixeira de Souza
  9. 9.  Quantos caracteres quiser (32) Comece com letras ou sublinhado: ◦ Seguidos de letras, números ou sublinhados C é sensível ao caso: ◦ Peso <> peso <> pEso Não podemos definir um identificador com o mesmo nome que uma palavra chave ◦ auto static extern int long if while do Prof. Adriano Teixeira de Souza
  10. 10.  Determina um conjunto de valores e as possíveis operações realizadas sobre os mesmos Informa a quantidade de memória (bytes) tipo bytes escala char 1 -128 a 127 int 2 -32.768 a 32.767 float 4 3.4e-38 a 3.4e+38 double 8 1.7e-308 a 1.7e+308 Prof. Adriano Teixeira de Souza
  11. 11. #include <stdio.h>main( ){ int soma=10; float money=2.21; char letra= ´A´; double pi=2.01E6; printf (“valor da soma = %dn”, soma); printf (“Valor de Money = %fn”, money); printf(“Valor de Letra = %cn”, letra); printf(“Valor de Pi = %en”, pi);} Prof. Adriano Teixeira de Souza
  12. 12. Saída de Entrada Processamento de Dadosde Dados dados Instruções de E/S Prof. Adriano Teixeira de Souza
  13. 13.  Apresentação de dados no monitor printf(“string de controle”, lista de argumentos);Exemplo:printf (“Digite a sua idade:n”);scanf (“%d”, &idade);printf(“Sua idade é: %d”, idade); Prof. Adriano Teixeira de Souza
  14. 14. %c -> caracter%d -> inteiro%e -> número ou notação científica%f -> ponto flutuante%o -> octal%x -> hexadecimal%s -> string (cadeia de caracteres)%lf -> double Prof. Adriano Teixeira de Souza
  15. 15.  Um endereço de memória é o nome que o computador usa para identificar uma variável Toda variável ocupa uma área de memória e seu endereço é o primeiro byte por ela ocupadoEx : inteiro -> 2 bytes float -> 4 bytes char -> 1 byte Prof. Adriano Teixeira de Souza
  16. 16.  Quando usamos & precedendo uma variável estamos falando do endereço desta variável na memória Saída: valor = 2, endereço = 1230 Varia conforme memória da máquinaEx:main ( ){ int num; num = 2; printf (“valor = %d, endereço = %Iu”, num,&num);} Prof. Adriano Teixeira de Souza
  17. 17. Operador Ação + Adição * Multiplicação / Divisão % Resto da divisão inteira - Subtração (unário) -- Decremento ++ Incremento Prof. Adriano Teixeira de Souza
  18. 18. Operador Ação > Maior que >= Maior ou igual que < Menor que <= Menor ou igual que == Igual a != Diferente de && Condição “E” || Condição “OU” ! Não Prof. Adriano Teixeira de Souza
  19. 19.  Em C o resultado da comparação será ZERO se resultar em FALSO e DIFERENTE DE ZERO no caso de obtermos VERDADEIRO num teste qualquer. Prof. Adriano Teixeira de Souza
  20. 20. #include <stdio.h>main ( ) Saída: Verd.=1 Falso = 0{ int verdadeiro, falso; verdadeiro = (15 < 20); falso = (15 == 20); printf(“Verd.= %d,Falso= %d”, verdadeiro, falso);} Prof. Adriano Teixeira de Souza
  21. 21.  Observemos antes de mais nada que ++x é diferente de x++!Se porém Se x = 10; x = 10; y = ++x; y = x++; /* x=x+1; y=x; */ /* y=x; x=x+1 */ entãoentão x = 11 e x = 11 e y = 10 y = 11 Prof. Adriano Teixeira de Souza
  22. 22.  1) Faça um programa para ler e escrever na tela o seu nome e a sua idade. 2) Faça um programa para ler e escrever na tela os seguintes dados: ◦ Nome ◦ Endereço ◦ Telefone ◦ Cidade ◦ Cep Prof. Adriano Teixeira de Souza
  23. 23.  3) Entre com 3 números, verifique qual o maior dentre os valores informados e imprima na tela a frase “o maior número é X” ◦ Onde X é a variável contendo o maior valor 4) Entre com 2 números e apresente-os de forma ordenada Prof. Adriano Teixeira de Souza

×