Banco de Dados - Conceitos Básicos

14,111 views

Published on

Você sabe o que é ou o que faz um Banco de Dados? Veja essa apresentação e sua continuação (vou postar em breve) e conheça um pouquinho mais sobre tecnologia.

Published in: Technology

Banco de Dados - Conceitos Básicos

  1. 1. Banco de Dados
  2. 2. Adriano Leite da Silva Analista, professor, consultor, colunista de tecnologia, geek e louco assumido. E-mail: contato@adrianosilva.net.br Site: www.adrianosilva.net.br
  3. 3. Você sabe a diferença entre dado e informação?
  4. 4. Dado Algo conhecido, informado, mas sem tratamento sistêmico, ou seja, o DADO, precisa de um processamento básico para se transformar em INFORMAÇÃO.
  5. 5. Informação É o DADO processado! Ou seja, o dado após receber uma tratativa, um processamento ele se torna informação.
  6. 6. Adriano, continuo sem entender!
  7. 7. Exemplo: Imagine um sistema que armazene os seguintes itens a respeito dos funcionários de uma empresa. Número Nome Data de Contratação Endereço Bairro Cidade O que é DADO e o que é INFORMAÇÃO?
  8. 8. Os itens do slide anterior referem-se aos dados de um formulário e a partir deles é possível extrair informações como: • O tempo que o funcionário trabalha na empresa; • O endereço do funcionário(Endereço + bairro + cidade).
  9. 9. Vamos lá, agora que você já sabe a diferença entre DADOS e INFORMAÇÃO, vamos começar a tratar o que é banco de dados em si.
  10. 10. É o nome dado ao conjunto de arquivos integrados que atendem a um conjunto de sistemas. BANCO DE DADOS Conjunto de dados integrados que tem por objetivo atender a uma comunidade de usuários.
  11. 11. Para conseguirmos trabalhar com o Banco de Dados precisaremos de um programa para ajudar na sua Administração. No caso, vamos precisar de um SGBD.
  12. 12. Sistema de Gerência de Banco de Dados SGBD – Software que incorpora as funções de definição, recuperação e alteração de dados em um Banco de Dados.
  13. 13. Como o SGBD funciona? Software que serve para armazenar e acessar dados em um Banco de Dados. APLICAÇÃO SGBD BANCO DE DADOS
  14. 14. SGBD - Vantagens • Independência de Dados – SGBD oferece isolamento das aplicações em relação aos dados, ou seja, alterações no modelo de dados(estrutura) afeta pouco as aplicações. • Abstração de Dados – aplicações não se preocupam com detalhes físicos de implementação(localização no meio de armazenamento, existência de índices, caminhos de acesso...). • Controle de Segurança – que usuário pode fazer o que sobre qual dado. • Tolerância de Falhas – recuperação em caso de falha imperceptível ao usuário. • Controle de Acesso Concorrente – muitos usuários acessando o Banco de Dados ao mesmo tempo.
  15. 15. Projetando um Banco de Dados - Aplicação Mas e daí, onde vou aplicar isto? Quando estudamos as metodologias de desenvolvimento de sistemas, estudamos análise de requisitos e definimos o que é necessário ser executado, quais as rotinas devem ser desenvolvidas para atender as necessidades do cliente, isto é, quais as informações que o cliente necessita para ter sucesso em seu negócio. Porém, para obter estas informações, é preciso definir quais são os dados que devem ser armazenados no banco de dados para que, posteriormente, possamos devolver ao cliente, as informações que satisfaçam as exigências definidas por ele, ou seja, as necessidades de informação do negócio.
  16. 16. Adriano Leite da Silva Analista, professor, consultor, colunista de tecnologia, geek e louco assumido. E-mail: contato@adrianosilva.net.br Site: www.adrianosilva.net.br
  17. 17. Banco de Dados

×