23 erros do pregador

814 views

Published on

Formação para os pregadores...

Published in: Spiritual

23 erros do pregador

  1. 1. Apêndice: os 23 erros do pregador1. Não buscar uma vida espiritualprofunda, através da oração pessoal eda participação constante no SantoSacrifício da Missa e no Sacramento daConfissão;2. Não buscar aprofundar o seuconhecimento da doutrina da nossaSanta Mãe Igreja e da SagradaEscritura;
  2. 2. 3. Pregar com roupas escandalosas ouinadequadas, como, no caso doshomens, bermudas curtas ou camisasregatas, ou no caso das mulheres, roupascurtas, decotadas, transparentes, coladasou blusas de alcinha; em ambos oscasos, camisetas que de alguma formaexaltem idéias anti-cristãs ou que nãosejam adequadas para o momento dapregação (por exemplo, camisetas detimes de futebol ou partidos políticos)
  3. 3. 4. Não se preocupar com a boa aparênciadurante a pregação5. Não se preocupar com a postura do corpodurante a pregação6. Pregar com um papel na mão7. Pregar em grupos de oração abertos ouretiros de evangelização sem ter em menteque muitas pessoas ali não tiveram umencontro pessoal com Nosso Senhor, neminiciaram o processo de conversão
  4. 4. 8. Pregar utilizando uma linguagem que opúblico não compreende9. Não pregar, quando há necessidade, arespeito de certas verdadescomprometedoras do Santo Evangelho(como pecado, demônio, inferno), comreceio de desagradar algumas pessoas10. Pregar algo de forma desnecessariamenteforte ou agressiva; isso gera uma reaçãonegativa desnecessária por parte dopúblico
  5. 5. 11. Exortar a público a coisas que ele não temcondições de realizar (como exortarpessoas que estão em uma casa dedetenção à participarem da Santa Missadominical, se eles não tiverem essapossibilidade)12. Pregar o puritanismo ao invés de pregar amoral católica (o puritanismo, tendênciagnóstica presente noprotestantismo, considera moralmente máscoisas que são moralmente neutras)
  6. 6. 13. Pregar de forma demasiadamente técnica,sem ilustrar a pregação com exemplos,testemunho e analogias14. Não se preocupar em corrigir os vícios delinguagem (como "né,", "tá", e assim pordiante) durante a pregação15. Falar coisas que lhe tirem a credibilidade(como "eu acho que" ou "eu não sou apessoa mais apta para estar falando isso")
  7. 7. 16. Fazer críticas imprudentes dirigidas apessoas (principalmente autoridades daIgreja) ou grupos (por mais que tais críticassejam verdadeiras)17. Anunciar, explicitamente, datas ou épocaspara a concretização de fatos proféticos,com base em revelações particulares ouestudos de profecias bíblicas, econseqüentemente, gerar polêmicasdesnecessárias e deixar o pregadordesacreditado caso o fato não se concretize
  8. 8. 18. Escandalizar partilhando publicamentepecados graves que tenha cometidorecentemente19. Não corrigir (com caridade) se alguém dopúblico falar algo equivocado durante apregação que não esteja de acordo com oensinamento de nossa Santa Mãe Igreja20. Cantar no microfone se não tiver vozsuficientemente afinada para isso
  9. 9. 21. Não ter a abertura para adaptar aomomento aquilo que preparou para apregação e para as inspirações e moçõesque o Espírito Santo talvez concedadurante a pregação22. Pregar ultrapassando o tempo que lhe foiconcedido23. No momento da oração, continuar falandoao invés de conduzir a oração

×