Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Summers Alunos

13,556 views

Published on

Published in: Entertainment & Humor, Travel
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (Unlimited) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... ACCESS WEBSITE for All Ebooks ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://tinyurl.com/yyxo9sk7 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Summers Alunos

  1. 1. TÉCNICA DOS OSTEÓTOMOS ROBERT SUMMERS
  2. 2. Lei de Wolf <ul><li>Estabelece que os ossos vão se remodelando em função das forças que atuam sobre o mesmo. </li></ul><ul><li>O osso necessita de estímulos para manter sua forma e densidade. </li></ul>
  3. 3. Osteótomos de Summers
  4. 4. Osteótomos de Summers
  5. 5. Técnicas de Utlização dos Osteótomos de Summers <ul><li>Cristas Largas em Osso Tipo 4. </li></ul><ul><li>Cristas Muito Estreitas. </li></ul><ul><li>Cristas Irregulares. </li></ul><ul><li>Elevação Atraumática do Seio Maxilar. </li></ul><ul><li>Implantes na Tuberosidade. </li></ul><ul><li>Preparação de Áreas Futuras com Elevação Atraumática do Seio Maxilar. </li></ul>
  6. 6. Cristas Largas em Osso Tipo 4 <ul><li>Necessitamos expansão e compactação </li></ul>
  7. 7. Cristas Largas em Osso Tipo 4
  8. 8. Cristas Largas em Osso Tipo 4
  9. 9. Cristas Muito Estreitas <ul><li>Osso tipo 2 ou 3 </li></ul><ul><li>Necessitamos expansão e não compactação </li></ul>
  10. 10. Cristas Muito Estreitas
  11. 11. Cristas Muito Estreitas
  12. 12. Cristas Muito Estreitas
  13. 13. Cristas Muito Estreitas
  14. 14. Cristas Muito Estreitas
  15. 15. Cristas Muito Estreitas
  16. 16. Cristas Muito Estreitas <ul><li>Com uso de cinzéis </li></ul>
  17. 17. Cristas Irregulares <ul><li>Alargar a crista aonde seja necessário e fresar aonde ha suficiente largura para obter a máxima profundidade e da forma menos traumática. </li></ul><ul><li>Quando os osteótomos entrarem com excessiva pressão, devemos esperar de 30 a 40 segundos para que o osso vá produzindo micro-fraturas que aumentem sua elasticidade. </li></ul>
  18. 18. Cristas Irregulares
  19. 19. Cristas Irregulares
  20. 20. Cristas Irregulares
  21. 21. Cristas Irregulares
  22. 22. Cristas Irregulares
  23. 23. Elevação Atraumática do Seio Maxilar <ul><li>Elevação Atraumática sem Enxerto </li></ul><ul><li>(elevação de 1 a 2 mm) </li></ul><ul><li>Elevação Atraumática com Enxerto </li></ul><ul><li>(elevação de 4 a 5 mm) </li></ul>
  24. 24. Elevação Atraumática do Seio Maxilar <ul><li>Sem enxerto : </li></ul><ul><li>Opção muito menos traumática do que a Caldwell-Luc. </li></ul><ul><li>Compactar o osso de tal forma que incrementaremos a densidade óssea ao redor do implante estabilizando o implante. </li></ul><ul><li>Conseguimos uma elevação de 1 a 2 mm , utilizando o próprio osso do local permitindo que as micro-fraturas se ossifiquem cobrindo o ápice do implante com possibilidades minímas de risco de perfuração da membrana. </li></ul>
  25. 25. Elevação Atraumática do Seio Maxilar <ul><li>Sem enxerto : </li></ul>
  26. 26. Elevação Atraumática do Seio Maxilar Com enxerto
  27. 27. Classificação Óssea do Seio Maxilar Aldecoa(1996) <ul><li>Grau I </li></ul><ul><li>Indicações: Osso tipo 3 e 4 . </li></ul><ul><li>Diâmetro do implante: O máximo que se permita a anatomia. </li></ul><ul><li>Comprimento do implante: O máximo até o assoalho do seio. </li></ul><ul><li>Técnica: Elevação do seio sem enxerto </li></ul>
  28. 28. Classificação Óssea do Seio Maxilar Aldecoa(1996) <ul><li>Grau II </li></ul><ul><li>Indicações: Osso tipo 3 e 4 . </li></ul><ul><li>Diâmetro do implante: O máximo que se permita a anatomia. </li></ul><ul><li>Comprimento do implante: </li></ul><ul><li>-10mm penetrando no seio 2 ou 3mm. </li></ul><ul><li>-13 mm elevando 4 a 5mm do assoalho </li></ul><ul><li>do seio </li></ul><ul><li>Técnica: Elevação do seio sem enxerto </li></ul><ul><li>Elevação do seio com enxerto </li></ul>
  29. 29. Classificação Óssea do Seio Maxilar Aldecoa(1996) <ul><li>Grau III </li></ul><ul><li>Indicações: Osso tipo 3 e 4 . </li></ul><ul><li>Diâmetro do implante: O máximo que se permita a anatomia. </li></ul><ul><li>Comprimento do implante: </li></ul><ul><li>-10mm ou 13mm penetrando 5 ou </li></ul><ul><li>5,5mm no seio . Na parede mesial </li></ul><ul><li>do seio elevaremos até 7 ou 8mm </li></ul><ul><li>Técnica: Elevação do seio com enxerto </li></ul>
  30. 30. Classificação Óssea do Seio Maxilar Aldecoa(1996) <ul><li>Grau IV </li></ul><ul><li>Indicações: Osso tipo 3 e 4 . </li></ul><ul><li>Diâmetro do implante: O máximo que se </li></ul><ul><li>permita a anatomia. </li></ul><ul><li>Comprimento do implante: </li></ul><ul><li>-15mm penetrando no seio grande parte do seu comprimento. </li></ul><ul><li>Técnica: Elevação do seio com enxerto </li></ul><ul><li>sub-antral ( Caldwell-Luc) </li></ul>
  31. 31. Classificação Óssea do Seio Maxilar Aldecoa(1996) <ul><li>Grau V </li></ul><ul><li>Indicações: Osso tipo 3 e 4 . </li></ul><ul><li>Diâmetro do implante: O máximo que se </li></ul><ul><li>permita a anatomia. </li></ul><ul><li>Comprimento do implante: 15mm </li></ul><ul><li>Técnica: Elevação do seio com enxerto </li></ul><ul><li>sub-antral (Caldwell-Luc) em dois tempos. Elevação do seio atraumática com enxerto em dois tempos. Os se instalarão os implantes em um segundo tempo após 4 meses. </li></ul>
  32. 32. Implantes na Tuberosidade
  33. 33. Preparação de Áreas Futuras com Elevação Atraumática do Seio Maxilar

×