ApresentaçãO Tcc Jussara

17,247 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
17,247
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
233
Actions
Shares
0
Downloads
90
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

ApresentaçãO Tcc Jussara

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL – FACED PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO – ESCOLA DE GESTORES Nome do aluno: JUSSARA RANGEL PIVA Nome do orientador : Profª. Marilda de Oliveira Costa Construção De Uma Escola Inovadora, Democrática E Comprometida Como Desafio Para Gestores E Comunidade Escolar - O Caso Da Escola Estadual Técnica Caxias Do Sul - Rs
  2. 2. TEMA <ul><li>O tema do Projeto Intervenção da Escola Estadual Técnica Caxias do Sul, a partir da gestão – 2007/2009, é mostrar que em meio a tanta diversidade a iniciativa de promover a transformação na educação é importante, precisa-se construir uma relação entre os indivíduos e, destes, com os grupos, sejam eles formais ou informais para atender as expectativas do mundo moderno. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Na busca de uma educação que possibilite ao sujeito superar os desafios do momento, aumentando a auto-estima e a confiança necessária para operar sobre a restrição do que lhe é negado, observa-se que vários educadores procuram respostas que levem em consideração o problema de desenvolvimento econômico e a participação da comunidade, iniciando, assim, a busca da inserção crítica do cidadão brasileiro no processo de democratização da escola. </li></ul>
  4. 4. PROBLEMATIZAÇÃO <ul><li>A gestão democrática ainda se encontra muito em aberto à construção do conhecimento e à aprendizagem, dada a dificuldade que se tem de mudanças de paradigmas . </li></ul><ul><li>A partir da problematização é que se levantou a seguinte hipótese. </li></ul>
  5. 5. HIPÓTESE <ul><li>“ A gestão democrática é um vetor de mudanças” e tem como objetivo demonstrar que através dela é possível, sim, mudar paradigmas. </li></ul>
  6. 6. OBJETIVO <ul><li>Destacar a relevância do direito à educação que deve ser dirigida para o desenvolvimento pleno da pessoa, reforçando o respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais. </li></ul>.
  7. 7. GESTÃO DEMOCRÁTICA <ul><li>Gestão é um termo que provém do latim e significa: levar sobre si, carregar, chamar a si, executar, exercer, gerar. Trata-se de algo que implica o sujeito e um dos substantivos derivado deste verbo nos é muito conhecido. Trata-se de gestatio, ou seja, gestação isto é: o ato pelo qual se traz dentro de si algo novo e diferente: um novo ente. Ora, o termo gestão tem sua raiz etimológica em ger que significa fazer brotar, germinar, fazer nascer. Da mesma raiz provêm os termos genitora, genitor, germen. </li></ul>
  8. 8. GESTÃO DEMOCRÁTICA <ul><li>A gestão, neste sentido, pode, por analogia, ser comparável àquela pela qual a mulher se faz mãe ao dar a luz a uma nova pessoa humana. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A gestão democrática da educação é, ao mesmo tempo, por injunção da nossa Constituição (art. 37): transparência e impessoalidade, autonomia e participação, liderança e trabalho coletivo, representatividade e competência. Voltada para um processo de decisão baseado na participação e na deliberação pública, a gestão democrática expressa um anseio de crescimentos dos indivíduos como cidadãos e do crescimento da sociedade enquanto sociedade democrática. Por isso a gestão democrática é a gestão de uma administração concreta. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>A Gestão Democrática é formada por alguns componentes básicos: Constituição do Conselho escolar ; Elaboração do Projeto Político Pedagógico de maneira coletiva e participativa; definição e fiscalização da verba da escola pela comunidade escolar; divulgação e transparência na prestação de contas; avaliação institucional da escola, professores, dirigentes, estudantes, equipe técnica; eleição direta para diretor; </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A gestão democrática tem se tornado um dos motivos mais freqüentes, na área educacional, de debates, reflexões e iniciativas públicas, a fim de dar seqüência a um princípio posto constitucionalmente e reposto na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. </li></ul>
  12. 12. METODOLOGIA <ul><li>Fez-se um estudo bibliográfico visando à contextualização do tema e uma análise, em especial, específica para o direito à educação através das obras: Legislação educacional brasileira ; Gestão democrática da escola pública; Parâmetros Curriculares Nacionais, entre outras . </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Também foi-se a campo para conhecer o pensamento da Comunidade escolar aplicando um questionário sobre gestão democrática, através de questões direcionadas a gestão atual. O questionário teve questões de indução, comparação, relação, interpretação e análise para identificar se a gestão atual está dento dos parâmetros de uma gestão democrática. </li></ul>
  14. 14. CONSIDERAÇÕES FINAIS <ul><li>“ Essa mudança de paradigma tão necessária nas escolas deve perpassar pela implantação de novas práticas voltadas para interação, participação, envolvimento e buscas de parcerias para solução de problemas e ampliação de novos olhares no contexto educativo. A educação é um processo que se deve ligar ao mundo do trabalho e à prática social, portanto, é necessária a participação para se construir projetos voltados aos anseios da coletividade. E também se fazer política no sentido de modificar a sociedade e ser modificado por ela, para tanto é necessária visão política. (LUCK, 2000, p. 12). </li></ul>
  15. 15. <ul><li>O Direito à educação, é uma exigência contemporânea ligada aos processos produtivos e de inserção profissional que responde a valores da cidadania social e política. Portanto, cabe ao gestor adotar mecanismos e postura para que aconteça em sua escola a superação de comportamentos tradicionais, estimular a criatividade, fortalecer vínculos com a comunidade e ter como referência a realidade na qual ela vive. </li></ul>

×