Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan

54,994 views

Published on

Slides utilizados na palestra sobre sexualidade Humana, proferida por Sandra Vasques coordenadora de Projetos do Instituto Kaplan

Published in: Education
  • Be the first to comment

Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan

  1. 1. INSTITUTO KAPLAN
  2. 2. MISSÃO <ul><li>Disseminar o conhecimento sobre o exercício dos direitos e da responsabilidade sexual , por meio da educação, visando a melhoria da qualidade de vida da população brasileira. </li></ul>
  3. 3. HISTÓRICO 1993 2006 EDUCACIONAL TERAPIA 90 % 10 % 10 % 90 % 1991 SOSex 1992 FUNDAÇÃO
  4. 4. ATUAÇÃO SOSex Internet E-mail MSN Educacional Projetos Sociais Jogos Cursos Oficinas Palestras Material Didático Consultoria Escolas Empresas Instituições Imprensa
  5. 5. Sexo e Sexualidade
  6. 6. <ul><li>Função </li></ul>Sexo Reprodutiva <ul><li>Atributo do ser humano </li></ul>
  7. 7. Sexo Instintivo
  8. 8. <ul><li>Atributo do ser humano </li></ul><ul><li>Função </li></ul>Sexo Reprodutiva Sexual (divertimento/prazer )
  9. 9. Sexo Fisiológico - CIO
  10. 10. <ul><li>Atributo do ser humano </li></ul><ul><li>Função </li></ul>Sexo Reprodutiva Sexual (divertimento/prazer) Relacional
  11. 11. Sexo erótico Rituais Símbolos
  12. 12. Sexo Capacidade psico-emocional <ul><li>Atributo do ser humano </li></ul><ul><li>Função </li></ul><ul><li>Construção </li></ul>Reprodutiva Potencial biológico Processo de sociabilização Sexual (divertimento/prazer ) Relacional
  13. 13. Sexualidade Sexualidade Expressão Cultural Mudanças sócio-culturais, econômicas e científicas
  14. 14. Sexualidade Sexualidade Expressão Cultural Diversidade de valores sociais Liberdade sexual Herança cultural dos papéis Gravidez não planejada DST/Aids Mudanças sócio-culturais, econômicas e científicas
  15. 15. Dinâmica Sexual Mecanismo Biológico e Fisiológico
  16. 16. Resposta Sexual Humana Orgasmo Excitação Desejo Resolução Homens e Mulheres são diferentes 
  17. 17. Dinâmica Sexual Mecanismo Biológico e Fisiológico Cultura e Normas Sociais
  18. 18. Dinâmica Sexual Motivação Mecanismo Biológico e Fisiológico Cultura e Normas Sociais Estruturas Mentais Capac. Cognitiva Capac. Adaptativa
  19. 19. Prevenção DST/AIDS Educação em Saber adquirido saúde Motivação SEXO SEGURO
  20. 20. Motivação <ul><li>Principais causas : </li></ul><ul><li>Biológico – responsáveis pela sobrevivência: </li></ul><ul><ul><li>Comer – se alimentar </li></ul></ul><ul><ul><li>Dormir – economizar energia </li></ul></ul><ul><ul><li>Sexo – sobrevivência da espécie </li></ul></ul><ul><li>Prazer (pensamento simples) </li></ul><ul><ul><li>Busca do prazer – evitar o sofrimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Tudo o que dá prazer se repete </li></ul></ul><ul><li>Intelectual (Pensamento mais elaborado) - Responsável por capacidades: </li></ul><ul><ul><li>Estudar </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalhar </li></ul></ul><ul><ul><li>Elaborar planos </li></ul></ul><ul><ul><li>Realizar sonhos e Construir coisas </li></ul></ul>Precisa ser mais forte que o biológico e o prazer
  21. 21. Educação sexual se faz a cada dia
  22. 22. <ul><li>Conceito </li></ul><ul><li>• Valores e crenças transmitidos por meio de um processo </li></ul><ul><li>informal e contínuo desde o nascimento da criança . </li></ul><ul><li>Informações sobre normas de conduta </li></ul><ul><li>Relação estabelecida entre o adulto e a criança </li></ul><ul><li>Proibir x Permitir </li></ul><ul><li>Reforçar x Desencorajar </li></ul><ul><li>Atitudes e comportamentos do adulto </li></ul><ul><li>Responsáveis </li></ul><ul><li>• Pais e pessoas que tenham um papel significativo </li></ul>Educação Sexual
  23. 23. Processo informal e contínuo Relações sociais Meios de comunicação Escola Educação Sexual Família cuidado, gestos, expressões, proibições
  24. 24. <ul><li>Conceito </li></ul><ul><li>• Intervenção planejada no processo de educação sexual </li></ul><ul><li>Caráter preventivo, intencional e sistemático </li></ul><ul><li>Informações e reflexões sobre fatos e experiências </li></ul><ul><li>ligados à sexualidade </li></ul><ul><li>Responsáveis </li></ul><ul><li>• Educadores capacitados </li></ul><ul><li>Orientador sexual (especialista) </li></ul><ul><li>Multiplicador </li></ul><ul><li>Agente de prevenção </li></ul>Orientação Sexual
  25. 25. <ul><li>Finalidade </li></ul><ul><li>• A identificação dos direitos e responsabilidades sexuais </li></ul><ul><li>• O desenvolvimento do pensamento crítico </li></ul><ul><li>• A tomada de consciência do próprio comportamento e do outro </li></ul><ul><li>• A obtenção de conhecimentos pessoais e gerais que contribuam para </li></ul><ul><li>a tomada de decisões assertivas. </li></ul>Orientação Sexual
  26. 26. <ul><li>Posição filosófica </li></ul><ul><li>Planejamento </li></ul><ul><li>• Diagnóstico da situação </li></ul><ul><li>• Identificar as necessidades dos alunos </li></ul><ul><li>• Estratégia de intervenção </li></ul><ul><li>Objetivo claro </li></ul><ul><li>Metodologia participativa </li></ul><ul><li>Capacitação profissional </li></ul><ul><li>Monitoramento e avaliação </li></ul><ul><li>Resultado esperado </li></ul>Orientação Sexual
  27. 27. Orientação Sexual <ul><li>Para a realização da oficina, observar: </li></ul><ul><li>• Público alvo </li></ul><ul><li>• Local </li></ul><ul><li>• Recursos audiovisuais </li></ul><ul><li>• Recursos materiais e pedagógicos </li></ul>
  28. 28. Elementos básicos do orientador sexual <ul><li>Ética </li></ul><ul><li>Disponibilidade interna </li></ul><ul><li>Ousadia </li></ul><ul><li>Escuta ativa </li></ul><ul><li>Conhecimento em sexualidade e prevenção </li></ul><ul><li>Manejo das oficinas </li></ul><ul><li>Supervisão </li></ul><ul><li>Sustentabilidade das oficinas </li></ul>

×