Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

História da Educação em Vila Sansão - Escola Alegria do Saber

318 views

Published on

História da Educação em Vila Sansão - Escola Alegria do Saber

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

História da Educação em Vila Sansão - Escola Alegria do Saber

  1. 1. História da Educação em Vila Sanção (Alegria do Saber) By Adilson Motta, 2012 Segundo relatos de Nilson, um dos primeiros colonizadores no povoado Vila Sanção, a 1ª escola da região foi no Garimpo da Cruz: A Escola Abelardo Barbosa, construída em 1985. A Escola Alegria do Saber, no entanto, tem sua origem respaldada em quatro etapas: I-ESCOLA EM UMA RESIDÊNCIA PARTICULAR Em 5 de março de 1993, a Escola Alegria do Saber foi fundada e localizava-se na Fazenda Serra Azul, vizinho ao senhor Otávio, a 2 quilômetros da atual sede de Vila Sanção. A escola era coberta de palha com apenas 17 alunos. Era ministrado o multiseriado (de 1ª a 4ª série) com a professora.A primeira professora da Escola Alegria do Saber foi Joseane Salazar. A iniciativa para criar a escola foi de Odilon Rocha de Sanção. Em 1995, a Escola Alegria do Saber foi paralisada devido à migração dos pais em busca de trabalho, o difícil acesso e conseqüentemente, a falta de alunos. II- NOVA ESCOLA: O GALPÃO – REVIVENDO A ESCOLA Em 1996, pela iniciativa da comunidade, a escola foi construída em Vila Sanção sob o regime de mutirão, com as seguintes características: *Coberta de palha, *Os bancos eram tocos de palmeiras com tábuas que formavam os assentos. A situação ainda era difícil, quando professoras tinham que fazer matrículas, existiam dois burros a disposição para irem atrás dos alunos, muitos dos quais residiam em localidades distantes. III-COLÉGIO DE MADEIRA Em 1998, a Prefeitura Municipal de Parauapebas tomou a seguinte iniciativa: Considerada a 1ª professora da Escola Alegria do Saber, quando esta era na fazenda Serra Azul em 1993.
  2. 2.  Construiu a Escola Alegria do Saber totalmente de madeira e ampliou mais duas salas.  Um posto de saúde, também de madeira. Vale ressaltar que, nesta etapa, a Prefeitura doou apenas os materiais de construir. A escola; no entanto, foi a com unidade no regime de mutirão que construiu o prédio. A família “Caladinhos” teve intensa participação na construção da escola assim como da igreja. IV – UMA ESCOLA EM ESTILO Apenas em 2003, que a Escola Alegria do Saber foi construída totalmente de tijolos, no estilo em que se encontra atualmente. Um fato que vale lembrar também é que, apenas em 2003 é que a escola Alegria do Saber deu início ao ensino fundamental de 5ª a 8ª série. Ganhando um laboratório de informática em 2004, no governo de Bel Mesquita. Veja a relação de todos os diretores da escola Alegria do Saber: 1º - Diretor Geral (da zona rural): Joaquim. 1ª diretora presente na Escola Alegria do Saber: Januária. Sendo substituída por Vilma, diretora provisória (pois no momento, a diretora Januária se encontrava de licença). 2ª diretora: Ivone Marçal A Escola possui atualmente matriculados 390 alunos entre 1ª a 8ª série e EJA (Educação de Jovens e Adultos). E 42 alunos cursando a Educação Modular de Ensino (entre 1º, 2ª e 3ª série do ensino médio). Desse modo, o total geral de alunos é de 422. Escola Alegria do Saber – Uma escola ligada a uma história. A escola, atualmente dispõe de três ônibus que fazem o transporte dos alunos, que na maioria, moram afastados da escola.
  3. 3. Escola alegria do Saber - após a reforma e ampliação na gestão Darci Lermen. Em 2009. Laboratório de informáticada Escola Alegria do Saber em plena Zona Rural de Parauapebas. A escola dispõede três ônibus que fazem a rota de pegar e levar os alunos, que na maioria moram afastados do povoado Vila Sanção. *A sigla CEUP significa Centro Universitário de Parauapebas. Foi construído e é mantido pela Prefeitura Municipal, que fez (e faz) convênios e contratos com várias Universidades, entre elas: UFPA: Universidade Federal do Pará, UNAMA: Universidade do Amazonas, Cesb, Ufra, Aiec e UVA (Universidade Estadual do Vale do Acaraú), CEFET: (Centro Federal de Educação Tecnológica). Há ainda outras universidades forado espaço do CEUP, como a Unitins, Unisa. Essas universidades oferecem cursos em diferentes áreas técnico-profissionais. Com esse modelo instituído em Parauapebas e tantos recursos que entram, o Município tem tudo para ser uma grande cidade.

×