Artigo Sistemas Distribuidos

1,838 views

Published on

Artigo Sistemas Distribuidos

Published in: Technology
2 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,838
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
68
Comments
2
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Artigo Sistemas Distribuidos

  1. 1. Sistemas distribuídos baseados em objetos Adilmar Coelho Dantas1; Diogo Andrade²;1,2 Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro – IFTM –Uberlândia– Brasil ¹adilmarcoelho@hotmail.com, ²diogo.andradesilva@gmail.comResumo A tecnologia Web pode ser utilizada para prover portabilidade para a aplicação. Existe,com efeito, um novo paradigma em computação, cujo foco é a interoperabilidade de objetos(Wallnau, 1998), entendendo-se por interoperabilidade a possibilidade de um programa, em umsistema, acessar programas e dados em outros sistemas (Bernstein, 1996). A tecnologia dedistribuição de sistemas baseados em objetos dá a oportunidade de distribuir e globalizar, deforma transparente, uma aplicação.Abstract A tecnologia Web pode ser utilizada para prover portabilidade para a aplicação. Existe,com efeito, um novo paradigma em computação, cujo foco é a interoperabilidade de objetos(Wallnau, 1998), entendendo-se por interoperabilidade a possibilidade de um programa, em umsistema, acessar programas e dados em outros sistemas (Bernstein, 1996). A tecnologia dedistribuição de sistemas baseados em objetos dá a oportunidade de distribuir e globalizar, deforma transparente, uma aplicação.Palavras-chave: Sistemas Distribuídos, Tecnologia web, objetos computacionais distribuídos.1. Introdução Sistemas Distribuídos em objetos podem ser entendidos como a agregação de trêstecnologias sinergicamente acopladas, a saber: Tecnologia de Objetos, Tecnologia de Distribuição eTecnologia Web. A combinação do uso destas tecnologias mudou, de maneira fundamental, a formacomo esses sistemas são construídos. Objetos são adicionados nas redes e representam unidades dedistribuição, movimento e comunicação. Nos sistemas distribuídos baseados em objetos tudo é tratado como objeto até mesmo osserviços e recursos são objetos que serão invocados quando necessário.
  2. 2. 2. Vantagens • Facilita de forma eficiente a transparência e oculta os aspectos da distribuição. • Facilidade na migração da implementação de um objeto de uma plataforma a outra. Isto é possível, pois os objetos, mesmo remotos, podem parecer como sendo locais aos seus clientes. O cliente não sabe onde e em que tipo de máquina realmente reside a implementação de um objeto utilizado por ele. • Recursos de hardware e software disponíveis em plataformas heterogêneas podem ser utilizados por uma aplicação. Tem-se a imagem de um sistema único que, na realidade, é formado por uma aplicação construída por objetos distribuídos.3. Desvantagens De forma geral, a distribuição de objetos permite um avanço que objetiva tornar ainformação distribuída mais eficiente, mais flexível e menos complexa. Entretanto, deve-se ressaltaralgumas dificuldades para construir aplicações distribuídas orientadas a objetos, por exemplo,(Eastman, 1997).Dentre elas temos: • Como estas aplicações devem ser implementadas; • Como esses sistemas irão se comunicar; • Como manter estas informações em um estado consistente; • Como manter a segurança.4. Desempenho
  3. 3. O custo da invocação de um objeto distribuído, isto é, de um pedido de execução de um dosseus métodos, é medido em milissegundos, assim, para um objeto distribuído, não se pode ignoraro custo da invocação de métodos na determinação do desempenho, devendo esse custo sercuidadosamente considerado na análise do desempenho geral de um sistema.5. Complexidade Sistemas distribuídos baseados em objeto são usualmente complexos, mas essacomplexidade é invisível ao cliente.6. Localização e conconrrência Localização: Objetos distribuídos geralmente não estão localizados no mesmo espaço deendereçamento dos seus clientes. Concorrência: Objetos distribuídos são utilizados por um grande número de clientes,necessitando, com isto, um gerenciamento muito complexo de problemas de concorrência.7. Caracteristicas Um sistema distribuído orientado a objeto permite que os objetos sejam instanciados numambiente distribuído (Andleigh, Gretzinger, 1992; Manola, 1999; Taylor, 1993). Esses sistemas,assim como qualquer sistema distribuído, possuem as seguintes características (Chin, Chanson,1991): • Distribuição: O sistema executa numa rede de computadores independentes heterogêneos. • Transparência: O sistema esconde o ambiente distribuído e outros detalhes desnecessários ao usuário. Por exemplo, um sistema pode prover a característica de transparência de localização e, com isso, o usuário não precisa se preocupar com a localização física de um objeto para fazer uma invocação.
  4. 4. • Tolerância a falhas: A falha de um computador, ou de um objeto, representa apenas uma falha parcial do sistema; sendo a perda restrita ao computador ou ao objeto. O restante do sistema continua processando. • Disponibilidade: O sistema assegura a disponibilidade dos objetos, independente de falhas nos computadores. • Autonomia dos objetos: O sistema permite ao criador do objeto especificar os clientes autorizados a operar sobre ele. Criando assim mecanismos de proteção para os objetos. • Concorrência no processamento: O sistema permite que objetos de um programa possam ser atribuídos a múltiplos processadores, para que eles possam ser executados concorrentemente. • Concorrência nos objetos: Um objeto pode atender a múltiplas invocações de clientes concorrentemente.8. Gerenciamento Os objetos são os recursos fundamentais de qualquer sistema orientado a objeto; portanto, ogerenciamento de objetos é uma função essencial destes sistemas. Assim como em qualquer sistemadistribuído, os mecanismos de gerenciamento de objetos envolvem: • Gerenciamento de transações: Tem a função de gerenciar transações, onde uma transação é uma coleção de operações que executa uma única função lógica numa aplicação. • Serialização: Transações concorrentes são escalonadas de forma a serem executadas sequencialmente em alguma ordem.
  5. 5. • Atomicidade: Uma transação é completada de forma total ou é abortada. • Sincronização: Tem a função de garantir que atividades de múltiplas transações, invocando o mesmo objeto, não conflitem ou interfiram entre si. • Segurança de acesso: Tem a função de atribuir diferentes níveis de segurança aos usuários para operar sobre diferentes conjuntos de objetos. • Balanceamento de carga: O principal objetivo do balanceamento de carga é maximizar a taxa de resposta do sistema.9. Conclusão Este trabalho possibilitou aumentar os conhecimentos a respeito dos aspectos ecaracteristicas dos sistemas distribuidos em geral, além disso, como manipular e compartilharobjetos presentes nestes sistemas distribuidos. Conhecendo bem as caracteristicas desses sistemas esuas particularidades torna possivel a implementação e o gerenciamento deste tipo de aplicação.Provando asssim que estas ferramentas quando usadas em conjunto sobre total controle podem serexcelentes para a solução de problemas no processamento de informações.9. Bibliografia[1] <http://pt.scribd.com/doc/41974803/Sistemas-Distribuidos-Baseados-em-Objetos> Acessado em08 de Nov 2011.[2] <http://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_distribu%C3%ADda> Acessadoem 09 de Nov de 2011.[3]< http://www.tlc-networks.polito.it/anapaula/Aula_Cap02.pdf> Acessado em 10 de Nov de 2011.

×