Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 07

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 55 Ad
Advertisement

More Related Content

Slideshows for you (20)

Similar to Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 07 (20)

Advertisement

More from ADEP Portugal (20)

Recently uploaded (20)

Advertisement

Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 07

  1. 1. 7 PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOS 7.1 INTRODUÇÃO 7.1.2 Estudo histórico 7.2 PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA À DOUTRINA DOS MUNDOS HABITADOS 7.2.1 Encarnação de Deus sobre a Terra 7.2.2 A criação dos astros na génese bíblica 7.2.3 A descendência adâmica 7.2.4 A parada do Sol e da Lua 7.2.5 Salvação da Humanidade pelo sangue de Jesus
  2. 2. 7 PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOS 7.3 HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DO MEU PAI 7.4 TRANSMIGRAÇÕES PROGRESSIVAS 7.5 UNIVERSO INFINITO – Prova racional da existência de outros mundos habitados
  3. 3. INTRODUÇÃO
  4. 4. ESTUDO HISTÓRICO Muitos povos, desde a mmaaiiss rreemmoottaa aannttiigguuiiddaaddee,, aaccrreeddiittaarraamm nnaa pplluurraalliiddaaddee ddooss mmuunnddooss hhaabbiittaaddooss;;
  5. 5. ESTUDO HISTÓRICO Foi divulgada por: Thales, Anaximandro, AAnnaaxxiimmeenneess,, PPiittáággoorraass,, AAlleexxaannddrree MM..,, LLuuccrréécciioo,, PPttoolloommeeuu,, CCooppéérrnniiccoo,, GGaalliilleeuu,, GG.. BBrruunnoo,, VVoollttaaiirree,, KKaanntt,, LLaappllaaccee,, CC.. FFllaammmmaarriioonn,, TTssiioollkkoovvsskkii......
  6. 6. PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA À DOUTRINA DOS MUNDOS HABITADOS
  7. 7. PPoorrqquuee:: CCoollooccaa eemm ddeessccrrééddiittoo aa iinntteerrpprreettaaççããoo lliitteerraall ddooss lliivvrrooss ssaaggrraaddooss ddaa IIggrreejjaa,, ccoonnttrraarriiaannddoo ooss sseeuuss ddooggmmaass..
  8. 8. EENNCCAARRNNAAÇÇÃÃOO DDEE DDEEUUSS SSOOBBRREE AA TTEERRRRAA SSee hháá mmaaiiss ppllaanneettaass hhaabbiittaaddooss,, ppoorrqquuee hhaavveerriiaa ddee eennccaarrnnaarr nnoo nnoossssoo??
  9. 9. AA CCRRIIAAÇÇÃÃOO DDOOSS AASSTTRROOSS NNAA GGÉÉNNEESSEE BBÍÍBBLLIICCAA CCrriiaaççããoo ddooss aassttrrooss nnoo 44..º ddiiaa:: PPaarraa iilluummiinnaarr aa TTeerrrraa!!
  10. 10. AA DDEESSCCEENNDDÊÊNNCCIIAA AADDÂÂMMIICCAA UUmm úúnniiccoo ccaassaall nnoo UUnniivveerrssoo,, eennccaarrnnaaddoo nnaa TTeerrrraa!!
  11. 11. AA PPAARRAADDAA DDOO SSOOLL EE DDAA LLUUAA Não é a Terra que gira à volta do Sol?
  12. 12. SSAALLVVAAÇÇÃÃOO DDAA HHUUMMAANNIIDDAADDEE PPEELLOO SSAANNGGUUEE DDEE JJEESSUUSS CCrriissttoo ddeeuu aa ssuuaa vviiddaa ppaarraa qquuee oo sseeuu ssaanngguuee llaavvaassssee aa aallmmaa ddoo hhoommeemm,, mmaanncchhaaddaa ppeelloo ppeeccaaddoo oorriiggiinnaall!!
  13. 13. HHÁÁ MMUUIITTAASS MMOORRAADDAASS NNAA CCAASSAA DDOO MMEEUU PPAAII
  14. 14. OOss eessppíírriittooss ddiivviiddiirraamm ooss mmuunnddooss eemm cciinnccoo ccaatteeggoorriiaass:: Primitivos; Expiação e provas; Regeneração; Ditosos; Celestes ou divinos.
  15. 15. MMuunnddooss pprriimmiittiivvooss Destinados às primeiras encarnações da alma humana. A força bruta é a sua lei. A sua vida é quase só material.
  16. 16. MMuunnddooss pprriimmiittiivvooss São quase desprovidos de beleza física. Podemos fazer ideia dos seus habitantes, supondo-os na condição dos vestígios das raças selvagens ainda existentes. Domina o mal.
  17. 17. MMuunnddooss ddee eexxppiiaaççããoo ee pprroovvaass SSããoo mmuunnddooss ddee ccoonnttrraasstteess.. OOss sseeuuss hhaabbiittaanntteess jjáá rreeaalliizzaarraamm bbaassttaannttee pprrooggrreessssoo:: mmoorraall ee iinntteelleeccttuuaall.. A Terra é um dos planetas que pertence a esta categoria de mundos.
  18. 18. MMuunnddooss ddee rreeggeenneerraaççããoo NNããoo eexxiisstteemm ccoonnttrraasstteess EEssppíírriittooss aaiinnddaa eemm eexxppiiaaççããoo,, mmaass ppeellaa vviiaa ddoo aammoorr;; SSeerrvveemm ddee ttrraammppoolliimm ppaarraa ooss mmuunnddooss ddiittoossooss;; AAiinnddaa nnããoo eexxiissttee aa ffeelliicciiddaaddee ttoottaall,, mmaass jjáá aa aanntteevvêêeemm..
  19. 19. MMuunnddooss ddiittoossooss DDoommiinnaa oo bbeemm.. ÉÉ ddiiffíícciill,, sseennããoo iimmppoossssíívveell,, aaooss tteerrrreennooss,, iimmaaggiinnaarr oo ttiippoo ddee vviiddaa ddeesstteess mmuunnddooss.. OO oobbjjeeccttiivvoo ddooss sseeuuss hhaabbiittaanntteess éé cchheeggaarreemm aa eessppíírriittooss ppuurrooss
  20. 20. MMuunnddooss cceelleesstteess oouu ddiivviinnooss RReeiinnaa eexxcclluussiivvaammeennttee oo bbeemm;; HHaabbiittaaççõõeess ddee eessppíírriittooss ppuurrooss;; ÉÉ--nnooss ccoommpplleettaammeennttee iimmppoossssíívveell ddeessccrreevvêê--llooss..
  21. 21. TRANSMIGRAÇÕES PROGRESSIVAS
  22. 22. O que são? Existências corpóreas cada vez mais evoluídas: Moral; Intelectual.
  23. 23. Condições dos seres As condições de existência dos seres de cada mundo são adequadas ao meio desse mesmo mundo.
  24. 24. CCoonnddiiççõõeess ddooss sseerreess Na Terra: O peixe vive na água
  25. 25. CCoonnddiiççõõeess ddooss sseerreess Na Terra: A ave vive no ar
  26. 26. CCoonnddiiççõõeess ddooss sseerreess Na Terra: O mamífero vive no solo
  27. 27. CCoonnssiiddeerraaççõõeess ggeerraaiiss Mesmo que o proceder da vida actual seja impecável, o espírito não se torna puro, sem passar por outras vidas; O que não se consegue numa, poderá tentar-se e conseguir-se na outra reencarnação; Na Terra não é possível a perfeição absoluta: moral e intelectual; As categorias sociais variam, não raro, na razão inversa das qualidades morais: Herodes era rei e Jesus carpinteiro.
  28. 28. UNIVERSO INFINITO Evidência racional da existência de outros mundos habitados
  29. 29. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall Haverá, além da Terra, outros planetas habitados?
  30. 30. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall A razão não permite aceitar que só a TTEERRRRAA goze do privilégio de ser habitada, já que no nosso sistema solar é só um dos muitos da Via Láctea...
  31. 31. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall O UUNNIIVVEERRSSOO é infinito: Há milhões de NNEEBBUULLOOSSAASS;
  32. 32. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall Há cerca de 100 biliões de GGAALLÁÁXXIIAASS; (A nossa é a VVIIAA LLÁÁCCTTEEAA e tem centenas de biliões de sóis.)
  33. 33. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall Há triliões de SSÓÓIISS;; Os PPLLAANNEETTAASS são incontáveis; (O nosso é a TTEERRRRAA.)
  34. 34. EEvviiddêênncciiaa rraacciioonnaall Os SSAATTÉÉLLIITTEESS são incalculáveis. (O nosso é a LLUUAA).
  35. 35. CONCLUSÃO Desde sempre os povos acreditaram na pluralidade dos mundos habitados; A Igreja sempre condenou e perseguiu esta doutrina; Existem cinco categorias de mundos em estágios evolutivos diferentes; A Terra não é o único mundo habitado.
  36. 36. TTEESSTTEE
  37. 37. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.1 – O Espiritismo afirma que existe vida em outros mundos, porque: ( ) a. Os espíritas assim o crêem; ( ) b. Quando transmigramos, é necessário haver alguém que nos receba; ( ) c. Nos foi revelado e a lógica assim o determina, já que Deus nada cria sem um objectivo útil; ( ) d. Olhando para o firmamento, vemos estrelas com brilho diferente.
  38. 38. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.1 – O Espiritismo afirma que existe vida em outros mundos, porque: ( ) a. Os espíritas assim o crêem; ( ) b. Quando transmigramos, é necessário haver alguém que nos receba; (X) c. Nos foi revelado e a lógica assim o determina, já que Deus nada cria sem um objectivo útil; ( ) d. Olhando para o firmamento, vemos estrelas com brilho diferente.
  39. 39. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.2 – As condições de existência dos seres que habitam os diferentes mundos hão-de ser: ( ) a. Muito melhores do que as nossas, nos planetas maiores; muito piores, nos planetas menores; ( ) b. Como as nossas, ou seja, pouco adequadas ao meio em que lhes cumpre viver; ( ) c. Adequadas ao meio em que lhes cumpre viver; ( ) d. Piores do que as nossas, visto que há planetas inferiores à Terra.
  40. 40. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.2 – As condições de existência dos seres que habitam os diferentes mundos hão-de ser: ( ) a. Muito melhores do que as nossas, nos planetas maiores; muito piores, nos planetas menores; ( ) b. Como as nossas, ou seja, pouco adequadas ao meio em que lhes cumpre viver; (X) c. Adequadas ao meio em que lhes cumpre viver; ( ) d. Piores do que as nossas, visto que há planetas inferiores à Terra.
  41. 41. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.3 – Desde a antiguidade, reconheceram a doutrina da pluralidade dos mundos habitados: ( ) a. Os romanos, que pensavam que os espíritos mortos em combate transmigravam para mundos melhores; ( ) b. Todos os povos, principalmente os hindus, chineses e árabes; ( ) c. Todos os povos, excepto os hindus, chineses e árabes; ( ) d. Os orientais, porque também aceitavam a reencarnação.
  42. 42. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.3 – Desde a antiguidade, reconheceram a doutrina da pluralidade dos mundos habitados: ( ) a. Os romanos, que pensavam que os espíritos mortos em combate transmigravam para mundos melhores; (X) b. Todos os povos, principalmente os hindus, chineses e árabes; ( ) c. Todos os povos, excepto os hindus, chineses e árabes; ( ) d. Os orientais, porque também aceitavam a reencarnação.
  43. 43. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.4 – A doutrina da pluralidade dos mundos habitados contrariava a religião dogmática porque: ( ) a. Colocava em descrédito a interpretação dos livros sagrados, segundo a letra; ( ) b. Era uma doutrina fantasiosa para enganar os crentes; ( ) c. Vinha reforçar a letra dos livros sagrados; ( ) d. Contrariava a criação da Terra no 4.º dia da Génese Bíblica.
  44. 44. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.4 – A doutrina da pluralidade dos mundos habitados contrariava a religião dogmática porque: (X) a. Colocava em descrédito a interpretação dos livros sagrados, segundo a letra; ( ) b. Era uma doutrina fantasiosa para enganar os crentes; ( ) c. Vinha reforçar a letra dos livros sagrados; ( ) d. Contrariava a criação da Terra no 4.º dia da Génese Bíblica.
  45. 45. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.5 – Os espíritos ensinam que os mundos são classificados, de acordo com o seu grau evolutivo, em: ( ) a. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, ditosos e maravilhosos; ( ) b. Primitivos, de expiação e provas, de recreio e descanso, celestes ou divinos; ( ) c. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, de purgação, celestes ou divinos; ( ) d. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, ditosos, celestes ou divinos.
  46. 46. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.5 – Os espíritos ensinam que os mundos são classificados, de acordo com o seu grau evolutivo, em: ( ) a. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, ditosos e maravilhosos; ( ) b. Primitivos, de expiação e provas, de recreio e descanso, celestes ou divinos; ( ) c. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, de purgação, celestes ou divinos; (X) d. Primitivos, de expiação e provas, de regeneração, ditosos, celestes ou divinos.
  47. 47. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.6 – A vida do espírito é composta por: ( ) a. Uma única existência corporal, se conseguir não errar; ( ) b. Uma série de existências corporais, com avanços e retrocessos; ( ) c. Poucas existências corporais, se forem muito inteligentes ( ) d. Uma série de existências corporais, cada vez mais evoluídas.
  48. 48. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.6 – A vida do espírito é composta por: ( ) a. Uma única existência corporal, se conseguir não errar; ( ) b. Uma série de existências corporais, com avanços e retrocessos; ( ) c. Poucas existências corporais, se forem muito inteligentes (X) d. Uma série de existências corporais, cada vez mais evoluídas.
  49. 49. 2 –– AASSSSIINNAALLEE CCOOMM ““VV””,, SSEE VVEERRDDAADDEEIIRROO,, OOUU ““FF””,, SSEE FFAALLSSOO.. a. Quando Jesus disse que havia muitas moradas na casa do seu Pai, referia-se também a algumas habitações. b. Deus criou planetas mais para nosso deleite visual do que para que tenham um objectivo similar ao da Terra – albergar a humanidade. c. “Há muitas moradas na casa de meu Pai” significa os múltiplos planetas onde os espíritos podem encarnar, bem como os múltiplos lugares no mundo espiritual, onde os seres se encontram e vivem em comunidade. d. A Terra é insignificante na vastidão do Universo. F F V V
  50. 50. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. ( ) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. ( ) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. ( ) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. ( ) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. ( ) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas forças.
  51. 51. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. (3) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. ( ) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. ( ) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. ( ) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. ( ) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas
  52. 52. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. (3) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. (1) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. ( ) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. ( ) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. ( ) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas forças.
  53. 53. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. (3) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. (1) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. (4) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. ( ) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. ( ) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas forças.
  54. 54. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. (3) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. (1) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. (4) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. (5) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. ( ) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas forças.
  55. 55. 3 – NUMERE A 1.ª COLUNA, DDEE AACCOORRDDOO CCOOMM AA 2..ª.. (3) Mundos primitivos, (1) onde o bem se sobrepõe ao mal. (1) Mundos ditosos, (2) habitações dos espíritos depurados. (4) Mundos de expiação e provas, (3) destinados às primeiras encarnações. (5) Mundos de regeneração, (4) onde domina o mal. (2) Mundos celestes ou divinos são (5) onde as almas em expiação vão aurir novas forças.

×