Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 04

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 50 Ad
Advertisement

More Related Content

Slideshows for you (20)

Advertisement

Similar to Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 04 (20)

More from ADEP Portugal (20)

Advertisement

Recently uploaded (20)

Curso Básico de Espiritismo - Capítulo 04

  1. 1. 4 DEUS, ESPÍRITO E MATÉRIA 4.1 DEUS 4.1.1 Provas da Sua existência 4.1.2 Atributos da Divindade 4.2 ESPÍRITO E MATÉRIA 4.2.1 Princípio das coisas 4.2.2 Formação dos seres vivos 4.2.2.1 Princípio vital
  2. 2. DEUS
  3. 3. É a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.
  4. 4. PPRROOVVAASS DDAA SSUUAA EEXXIISSTTÊÊNNCCIIAA Não há efeito sem causa. Todo o efeito inteligente tem uma causa inteligente.
  5. 5. EElleemmeennttooss ggeerraaiiss ddoo uunniivveerrssoo (Trindade Universal) DEUS ESPÍRITO MATÉRIA
  6. 6. ATRIBUTOS DA DIVINDADE Eterno; Imutável; Imaterial; Único; Omnipotente; Infinitamente perfeito; Suprema e soberana inteligência; Soberanamente justo e bom…
  7. 7. ESPÍRITO E MATÉRIA
  8. 8. Espírito Princípio inteligente do Universo; Não depende da matéria; Unindo-se a ela intelectualiza-a.
  9. 9. Matéria Laço que prende o espírito; Instrumento do espírito para exercer a sua acção; Intermediária ou agente do espírito.
  10. 10. FFlluuiiddoo CCóóssmmiiccoo UUnniivveerrssaall Intermediário entre oo eessppíírriittoo ee aa mmaattéérriiaa;; OO eessppíírriittoo eemm ccoonnttaaccttoo ccoomm aa mmaattéérriiaa iinntteelleeccttuuaalliizzaa--aa;; SSeemm oo FFCCUU aa mmaattéérriiaa eerraa ddiivviiddiiddaa,, sseemm ffoorrmmaa;;
  11. 11. FFlluuiiddoo CCóóssmmiiccoo UUnniivveerrssaall O FCU dá aa ffoorrmmaa ee aass pprroopprriieeddaaddeess àà mmaattéérriiaa;; ÉÉ aa ffoonnttee ((oorriiggeemm)) ddee ttuuddoo oo qquuee éé mmaatteerriiaall;; ÉÉ iinnvviissíívveell,, iimmppoonnddeerráávveell,, ssuubbttiill,, rraarreeffeeiittoo..
  12. 12. O PRINCÍPIO DAS COISAS Não é possível ao homem ssaabbeerr oo pprriinnccííppiioo ddaass ccooiissaass.. QQuueemm éé oo hhoommeemm nnoo ccoonncceerrttoo ddoo UUnniivveerrssoo?? ÉÉ uumm eessppíírriittoo eennccaarrnnaaddoo eemm eevvoolluuççããoo,, aaiinnddaa lloonnggee ddee aattiinnggiirr aa ppeerrffeeiiççããoo..
  13. 13. FFOORRMMAAÇÇÃÃOO DDOOSS SSEERREESS Orgânicos: seres que têm vida.
  14. 14. FFOORRMMAAÇÇÃÃOO DDOOSS SSEERREESS IInnoorrggâânniiccooss:: sseerreess qquuee nnããoo ttêêmm vviiddaa..
  15. 15. FFOORRMMAAÇÇÃÃOO DDOOSS SSEERREESS OO,, HH,, NN ,,CC ,, ssããoo eelleemmeennttooss mmaatteerriiaaiiss ssiimmpplleess,, mmaass,, mmooddiiffiiccaaççõõeess ddoo FFCCUU.. OO qquuee ooss ddiiffeerreenncciiaa ssee aammbbooss ssããoo ffoorrmmaaddooss ppeellaa mmeessmmaa ffoorrççaa ddee uunniiããoo ee ppeellooss mmeessmmooss eelleemmeennttooss mmaatteerriiaaiiss ??
  16. 16. PRINCÍPIO VITAL ÉÉ aa ppaarrttee mmaaiiss iimmppoorrttaannttee ddoo FFCCUU;; ÉÉ uumm aaggeennttee qquuee ddáá vviiddaa àà mmaattéérriiaa;; AA ssuuaa ffoonnttee éé oo FFCCUU..
  17. 17. PRINCÍPIO VITAL ÉÉ oo mmeessmmoo ppaarraa ttooddooss ooss sseerreess vviivvooss,, ssóó qquuee mmooddiiffiiccaaddoo sseegguunnddoo aass eessppéécciieess;; AA ssuuaa qquuaannttiiddaaddee nnããoo éé iigguuaall eemm ttooddooss ooss sseerreess,, ddeeppeennddee ddaa eessppéécciiee ee ddee ccaaddaa iinnddiivvíídduuoo ddaa mmeessmmaa eessppéécciiee..
  18. 18. PRINCÍPIO VITAL AA ssuuaa aaccttiivviiddaaddee ddáá--ssee aattrraavvééss ddooss óórrggããooss..
  19. 19. PRINCÍPIO VITAL Quando param, este extingue-se e regressa à fonte (FCU);
  20. 20. PPRRIINNCCÍÍPPIIOO VVIITTAALL Pode esgotar-se ou ser insuficiente, mas também pode transmitir-se (passe).
  21. 21. MMaattéérriiaa sseemm pprriinnccííppiioo vviittaall == SSEERREESS IINNOORRGGÂÂNNIICCOOSS
  22. 22. MMaattéérriiaa ccoomm pprriinnccííppiioo vviittaall == SSEERREESS OORRGGÂÂNNIICCOOSS
  23. 23. CONCLUSÃO Deus não se mostra, revela-se pela evidência dos factos; O FCU é a origem de toda a matéria; A criação do espírito é anterior à matéria; A existência do princípio vital divide os seres em orgânicos e inorgânicos.
  24. 24. TESTE
  25. 25. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.1 – Um dos princípios que prova a existência de Deus é: ( ) a. O Universo origina-se das propriedades íntimas da matéria; a criação é produto do acaso; ( ) b. Há certos efeitos sem causa; Deus não se mostra; ( ) c. Não há efeito sem causa; Deus revela-se pelas suas obras; ( ) d. Existem inúmeras religiões; todas acreditam em Deus.
  26. 26. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.1 – Um dos princípios que prova a existência de Deus é: ( ) a. O Universo origina-se das propriedades íntimas da matéria; a criação é produto do acaso; ( ) b. Há certos efeitos sem causa; Deus não se mostra; (x) c. Não há efeito sem causa; Deus revela-se pelas suas obras; ( ) d. Existem inúmeras religiões; todas acreditam em Deus.
  27. 27. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.2 – O homem terreno não pode ver Deus, porque: ( ) a. Os órgãos materiais não percebem a essência espiritual e somos almas demasiado depuradas para ter tal visão; ( ) b. Não assemelha a Sua imagem à da criatura; ( ) c. A Sua luz nos causaria total cegueira; ( ) d. Os órgãos materiais não percebem a essência espiritual e as imperfeições da alma obscurecem a visão.
  28. 28. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.2 – O homem terreno não pode ver Deus, porque: ( ) a. Os órgãos materiais não percebem a essência espiritual e somos almas demasiado depuradas para ter tal visão; ( ) b. Não assemelha a Sua imagem à da criatura; ( ) c. A Sua luz nos causaria total cegueira; (x) d. Os órgãos materiais não percebem a essência espiritual e as imperfeições da alma obscurecem a visão.
  29. 29. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.3 – A matéria é: ( ) a. A causa da nossa existência; ( ) b. O instrumento do espírito; ( ) c. O laço que prende o espírito; ( ) d. O princípio inteligente do Universo.
  30. 30. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.3 – A matéria é: ( ) a. A causa da nossa existência; (x) b. O instrumento do espírito; ( ) c. O laço que prende o espírito; ( ) d. O princípio inteligente do Universo.
  31. 31. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.4 – O espírito é: ( ) a. Um atributo essencial da inteligência; ( ) b. Um atributo essencial da moral; ( ) c. O princípio inteligente do Universo; ( ) d. O princípio ético/moral do Universo.
  32. 32. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.4 – O espírito é: ( ) a. Um atributo essencial da inteligência; ( ) b. Um atributo essencial da moral; (x) c. O princípio inteligente do Universo; ( ) d. O princípio ético/moral do Universo.
  33. 33. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.5 – O conhecimento do princípio das coisas não é dado ao homem, porque: ( ) a. Há mistérios que são dogmas religiosos; ( ) b. Deus não permite que tudo lhe seja revelado, por falta de faculdades que lhe permitam perceber determinadas coisas; ( ) c. Ainda não chegou o tempo determinado para isso; ( ) d. Há mistérios que nunca poderão ser revelados.
  34. 34. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.5 – O conhecimento do princípio das coisas não é dado ao homem, porque: ( ) a. Há mistérios que são dogmas religiosos; (x) b. Deus não permite que tudo lhe seja revelado, por falta de faculdades que lhe permitam perceber determinadas coisas; ( ) c. Ainda não chegou o tempo determinado para isso; ( ) d. Há mistérios que nunca poderão ser revelados.
  35. 35. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.6 – O princípio vital: ( ) a. Tem por fonte o FCU e dá vida aos seres que o absorvem e assimilam; ( ) b. Tem por fonte o FCU e dá vida aos seres orgânicos e inorgânicos; ( ) c. É a matéria que compõe só os seres orgânicos; ( ) d. É a matéria que compõe só os seres inorgânicos.
  36. 36. 1 – MARQUE A ALTERNATIVA CCOORRRREECCTTAA CCOOMM UUMM ““XX””.. 1.6 – O princípio vital: (x) a. Tem por fonte o FCU e dá vida aos seres que o absorvem e assimilam; ( ) b. Tem por fonte o FCU e dá vida aos seres orgânicos e inorgânicos; ( ) c. É a matéria que compõe só os seres orgânicos; ( ) d. É a matéria que compõe só os seres inorgânicos.
  37. 37. 22 –– AASSSSIINNAALLEE CCOOMM ““VV””,, SSEE VVEERRDDAADDEEIIRROO,, OOUU ““FF””,, SSEE FFAALLSSOO.. a. Quanto mais o homem desenvolve o senso moral, menos compreende Deus. b. O conhecimento possível ao homem é adquirido, essencialmente, através da descoberta e da revelação. c. Deus, Espírito e Matéria constituem o princípio de tudo o que existe. d. O fluido cósmico universal desempenha o papel de intermediário entre o espírito e a matéria. e. Quanto à quantidade, o Princípio Vital é igual em todas as espécies, constante e sempre suficiente nos indivíduos, não podendo ser transmitido. F V V V F
  38. 38. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. II 02. NN 03. TT 04. EE 05. LL 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  39. 39. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. NN 03. TT 04. EE 05. LL 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  40. 40. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. TT 04. EE 05. LL 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  41. 41. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. EE 05. LL 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  42. 42. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. LL 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  43. 43. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. II 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  44. 44. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. GG 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  45. 45. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. ÊÊ 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  46. 46. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. I M A T EE R I A L 09. NN 10. CC 11. II 12. AA
  47. 47. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. I M A T EE R I A L 09. I N F I NN I T O 10. CC 11. II 12. AA
  48. 48. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. I M A T EE R I A L 09. I N F I NN I T O 10. CC O I S A S 11. II 12. AA
  49. 49. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. I M A T EE R I A L 09. I N F I NN I T O 10. CC O I S A S 11. O M N II P O T E N T E 12. AA
  50. 50. 3 – JOGO DA PALAVRA CHAVE –– IINNTTEELLIIGGÊÊNNCCIIAA.. 01. Ú N II C O 02. E T E R NN O 03. I M U TT Á V E L 04. D EE U S 05. I N F A LL Í V E L 06. P E R F E II T O 07. I N T E L I GG Ê N C I A 08. I M A T EE R I A L 09. I N F I NN I T O 10. CC O I S A S 11. O M N II P O T E N T E 12. B O N D AA D E

×