Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

ADEP - serviço de noticiário

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Upcoming SlideShare
Relatório de Estágio pdf
Relatório de Estágio pdf
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 1 Ad

More Related Content

Similar to ADEP - serviço de noticiário (20)

More from ADEP Portugal (20)

Advertisement

Recently uploaded (20)

ADEP - serviço de noticiário

  1. 1. REFERENCIAS Estar na Internet equivale a disponibilizar informação que deveria ser basicamente útil para pessoas que saibam Português, onde quer que estejam, desde as numerosas comunidades emigrantes aos povos das ex-colónias asiáticas e africanas. AGRADECIMENTOS Agradece-se às associações espíritas e aos assinantes dos comunicados noticiosos que se deram ao trabalho de responder ao inquérito que lhes foi enviado. LUSOFONIA O envio dos comunicados noticiosos desde 2 de novembro de 2015 passou a ser feito através do MailChimp, uma plataforma que permite sem custos enviar as notícias por e-mail e realizar diversas análises. Uma delas consiste em saber quem clica mais vezes na informação enviada e em que dados, bem como quais os países envolvidos. Indica também quantas pessoas abriram o e-mail, quantos clicaram na mensagem enviada, bem como e-mails que não atingem o destino por alguma razão. CONTACTOS adep@adeportugal.org www.adep.pt ADEP Serviço de Noticiário Considera útil receber notícias por e-mail de eventos que vão ocorrer no movimento espírita português? 99,1% 99,1%Sim 105 0,9%Talvez 1 Na sua opinião o envio semanal - atualmente ao domingo - é a melhor periodicidade ou preferiria outra? 84,9%Sim 90 15,1%Não 16 84,9% Se prefere outra periodicidade que não a semanal, ela seria: 68,4%2x semana 13 21,1%Quinzenal 4 10,5%Mensal 2 68,4% Na sua opinião, a ADEP deve incluir todas as notícias ou deve selecioná-las de acordo com a popularidade? 92,5% Deve incluir todas as notícias 98 7,5% Deve selecioná-las pelo critério da sua popularidade 8 92,5% Acredita que uma notícia deve ser repetida numa edição posterior ou deve ser dada só uma vez e não repetir? 68,4% Uma notícia só deve ser dada uma vez É indiferente 84,9%90 10,4%11 4,7%5 Há notícias que devem ser dadas mais do que uma vez até à data em que o evento ocorre Recomendaria este serviço a um conhecido seu que presumisse poder estar interessado em receber as notícias? 94,3%Sim 100 5,7%Talvez 6 94,3% Sabe que a ADEP lhe dá a possibilidade de receber gratuitamente uma vez por semana, por e-mail, notícias sobre o movimento espírita português? 85,7%Sim 18 14,3%Talvez 3 85,7% 71,4%Sim 15 28,6%Não 6 Sabe que a ADEP lhe dá a possibilidade de incluir gratuitamente uma vez por semana, por e-mail, as notícias sobre a vossa associação dentro dos seus critérios editoriais? 71,4% 61,9%Sim 13 38,1%Não 8 Está a receber por e-mail os comunicados noticiosos da ADEP? 61,9% Sabe como enviar à ADEP as notícias da vossa associação? 66,7%Sim 14 33,3%Não 766,7% Considera que este serviço é útil? 95,2%Sim 20 4,8%Talvez 195,2% ASSOCIAÇÕES ESPÍRITAS LEITORES DAS NOTÍCIAS ABERTURA POR PAÍSES 47,7%Portugal 155 45,5%Estados Unidos 148 3,7%Brasil 12 0,9%México 3 0,6%França 2 Comunicado noticioso n.º 1019, de 20-11-2016 20% Open rate; 2.5% Click rate; 253; opened; 32 clicked; 1 unsubscribed; Sucessful deliveries 1264 (100%). INTRODUÇÃO Graças à internet, a Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal (ADEP) envia por e-mail um noticiário a quem se inscreveu na respetiva listagem com vista a receber informações sobre atividades a curto prazo do movimento espírita português. É de salientar que em 11 de julho de 2016 foi ultrapas- sadaametadosmilcomunicadosnoticiososenviados por e-mail para mais de um milhar de pessoas regis- tadas no serviço de noticiário via e-mail da ADEP. Como curiosidade, note que o Comunicado Noti- cioso n.º 0 foi emitido no século passado, em 1 de setembro de 1999. Hoje em dia com periodicidade semanal, criado desde o surgimento da própria ADEP, cada comuni- cado noticioso consiste num sistema não profis- sional de passar a palavra de acontecimentos que podem ser do interesse dos assinantes, tais como conferências, seminários, etc. Quisemos fazer o ponto da situação com vista a melhorar o serviço. Para esse efeito, criámos dois questionários: um dirigiu-se às associações espíri- tas portuguesas; o outro tinha o foco nos leitores desses comunicados noticiosos. Nessa altura contavam-se 1264 destinatários inscritos. OBJETIVO Este serviço oferecido pela ADEP situa de um lado as associações espíritas que querem divulgar as suas atividades e, de outro, os leitores dos comuni- cados noticiosos. Importa saber se as associações estarão consci- entes da existência deste serviço, se o usam, se o recomendam e, entre outros elementos, o que pensam os próprios leitores do serviço prestado pela ADEP. MÉTODO Elaboraram-seemoutubrode2016doisquestionários, ambos estruturados em formulários on-line. Um deles foi enviado a 100 associações espíritas por- tuguesas, através de uma mensagem de correio eletrónico que explicava o assunto e facultava o acesso às perguntas. Estes destinatários foram extraídos da listagem da ADEP em vigor em julho de 2016. Asperguntasforamenviadasparaasassociaçõesem 23 de outubro. O questionário dirigido aos leitores dos comunicados noticiosos em 26 do mesmo mês. O prazo, num e noutro caso, estendeu-se até dia 14 de novembro de 2016, inclusive: quase três semanas. As perguntas podem ser vistas junto dos respetivos gráficos. RESULTADOS Responderam 21 associações. Os gráficos ao lado descrevem as perguntas e as respostas. Nota: 8 e-mails vieram devolvidos com a infor- mação de que não tinha sido possível entregar ao destinatário. Na lista de contactos não tinham correio eletrónico 18 das associações da lista- gem. As associações enquadradas nestes dois itens não foram consideradas neste trabalho. Entre leitores dos comunicados noticiosos, respon- deram 106. Embora a maioria não tenha reagido, os que o fiz- eram deixaram várias sugestões e palavras de es- tímulo. CONCLUSÕES Entre as críticas destaca-se o desejo de que as notí- cias sejam ilustradas com mais imagens. Para atender esse pedido, a equipa de colabora- dores teria de aumentar. Como é um trabalho que não é pago e exige alguma competência técnica torna-se difícil resolver rapidamente esse ponto. Contudo, o facto é que foram muitas as respostas a aprovarem o resultado desta tarefa. Além disso, a esmagadora maioria dos leitores está contente com a periodicidade semanal do envio das notícias. Considerámos importante indagar sobre a pre- terição de notícias menos mediáticas: as respostas foram interessantes e vêm ao encontro dos nossos critérios - todas as notícias, quer envolvam pessoas menos conhecidas quer as mais conhecidas, devem todas elas ser incluídas no noticiário. No entanto, deve sublinhar-se que a ADEP dá notí- cia da maior parte das notícias que recebe em tempo útil, e normalmente quando não dá notícia de certas regiões ou mais elementos sobre um evento é porque não lhe foram fornecidos. Emerge uma limitação difícil de evitar: o tempo necessário para se ir buscar esses dados com a certeza de que são corretos não é possível numa atividade que será sempre de tempos livres, sendo estes ainda ocupados com muitas outras tarefas, seja nas iniciativas da ADEP ou de outras associações sem fins lucrativos. Contudo, nestes inquéritos verifica-se ser certo que quer os estímulos quer os reparos são impor- tante material de reflexão para quem, dentro dos recursos disponíveis, deseja sempre servir melhor.

×