A BIBLIOTECA ESCOLAR DAESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL       EM MAIO DE 2010                          MEMORANDO             ...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010JUSTIFICAÇÃOO presente documento surge da necessidade...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010Em Abril de 2007, fruto de colaboração com a autarqui...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010SITUAÇÃO ACTUALBreve caracterização da BEA população ...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010A BE dispõe no seu interior de uma área envidraçada q...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010i.                 Situação encontrada:Disponibilizar...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010v.                -No inicio do ano lectivo foi negoc...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTOÀ vista da qualidade d...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010ANEXOS:1    Número de empréstimos domiciliários de li...
A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 20104    Consumíveis adquiridos para a BE (de Janeiro a A...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A BE Marinhas do Sal em Maio de 2010

340 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
340
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A BE Marinhas do Sal em Maio de 2010

  1. 1. A BIBLIOTECA ESCOLAR DAESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010 MEMORANDO Maio de 2010 Escola Básica Marinhas do Sal, Rio Maior
  2. 2. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010JUSTIFICAÇÃOO presente documento surge da necessidade de evidenciar, ao Gabinete da Rede deBibliotecas Escolares, o trabalho que a Biblioteca Escolar da EB Marinhas do Sal temdesenvolvido, bem como a urgência da sua requalificação.HISTORIALAnos lectivos 1999/00 e 2000/01A modernização da Biblioteca da, então, EBI Marinhas do Sal inicia-se no ano lectivo1999/2000, com a aplicação e aprovação pelo CP de um Plano de Actividades que tevecomo objectivos a adequação da Biblioteca aos princípios expressos no Relatório Sín-tese.O trabalho então desenvolvido – substituição dos armários fechados por estantes,organização funcional do espaço, disponibilização do acervo em livre acesso, criaçãode suportes de registo de actividade, reforço e selecção do acervo existente com vistaà sua adequação ao público alvo, criação de normas de funcionamento e aplicação deprincípios de biblioteconomia, etc. – foi reconhecido, tendo a Biblioteca integrado aRede de Bibliotecas Escolares, ainda no ano de 2000, com o apoio de 1500 contos, queforam aplicados na aquisição de fundo documental – 460c., de mobiliário – 350c., dopacote escolar Porbase – 430c., em equipamento de leitura vídeo e criação de redeinformática – 260c..No ano lectivo 2001/02 a Biblioteca foi alvo de reforço por parte da RBE, no valor de2500€, que de acordo com orientações expressas foi aplicado 50% em mobiliário,(criação de uma zona para o 1ºciclo) e 50% na aquisição de fundo documental vídeo e“discman”.Anos lectivos 2001/02 a 2008/09Ao longo deste período a Biblioteca manteve e consolidou as suas actividades nuclea-res – Hora do conto, empréstimo domiciliário1, disponibilização de documentação paraconsulta para aula2 e no local3, apoio aos alunos, feiras do livro, exposições e anima-ções várias. A par deste trabalho manteve-se sempre o tratamento documental/ cata-logação de acordo com os procedimentos estabelecidos, (tendo-se optado por conti-nuar esta tarefa em suporte de papel, quando o software ficou desactualizado).Salienta-se a actividade de animação e a promoção da leitura junto dos alunos do 1ºciclo, - a Hora do Conto - que se realiza ininterruptamente desde 2000, actividade quese encontra plenamente integrada na rotina das turmas. -2-
  3. 3. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010Em Abril de 2007, fruto de colaboração com a autarquia, foi instalada uma pequenabiblioteca na Escola do 1º ciclo de Asseiceira, com um acervo de 267 livros, constituídocom base em candidatura a concurso promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian.São evidências do reconhecimento por parte da gestão, da importância da Bibliotecapara a Escola e o para o Agrupamento, e, da consequente afectação de recursos: - a manutenção ininterrupta do seu funcionamento – o horário da BE previu sem- pre a sua aberta ao longo de todo o dia, incluindo a hora de almoço; - a existência, todos os anos, desde 2000, de uma equipa responsável pela Biblio- teca, com a presença do seu coordenador em Conselho Pedagógico, de acordo com os Regulamentos Internos em vigor; - a manutenção, ao longo de todo este tempo, de um funcionário a tempo inteiro e de outro a tempo parcial, de forma a assegurar a presença durante todo o período de funcionamento; - a disponibilidade permanente de impressora (a funcionar), garante da possibili- dade de realização de trabalhos; - a disponibilidade permanente dos consumíveis necessários ao funcionamento - tinteiros, papel, cartolinas e outros suportes, colas, etiquetas, etc.4; - a manutenção ininterrupta de acesso à Internet em livre acesso e gratuitamen- te5; - a aquisição continuada de documentos com vista a garantir actualização e refor- ço do acervo6. -3-
  4. 4. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010SITUAÇÃO ACTUALBreve caracterização da BEA população escolar servida pela BE: Estabelecimentos EB Marinhas do não integrados no Totais Sal Centro Escolar nº 1 Pré- escolar - 98 98 Pré-escolar 1º ano 35 20 2º ano 37 15 3º ano 238 1º Ciclo 45 17 4º ano 47 22 5º ano 111 - 6º ano 225 2º Ciclo 114 - 7º ano 76 - 8º ano 66 - 210 3º Ciclo 9º ano 68 -O acervo:O acervo da BE, atendendo à população que serve, é escasso. No entanto, fruto deuma cuidada selecção, considera-se que é diversificado e adequado ao público utiliza-dor.As monografias, especialmente as mais utilizadas pelos alunos do 1º ciclo, estão bas-tante envelhecidas devido ao uso intenso a que estão sujeitas. Materiais Dossier Mono- Periódi- Cassetes Diaposi- Transpa- CD audio CD-ROM DVD manip./ temáti- grafias cos vídeo * tivos rências Jogos cos 5950 7 208 63 168 88 11 55 71 18* Esta a proceder-se à cópia dos documentos vídeo em suporte analógico para suporte digitalO espaço e o mobiliário:A desadequação e escassez do mobiliário, bem como as cores das paredes e do tecto,condicionam fortemente a BE, quer na agradabilidade que se deseja para este espaço,quer na sua funcionalidade. 4
  5. 5. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010A BE dispõe no seu interior de uma área envidraçada que é utilizada como espaço do1º ciclo, onde decorrem as Horas do Conto. Esta área, se por um lado compartimenta edivide o espaço, tem como aspecto positivo permitir que ocorram em simultâneo dife-rentes actividades sem que se perturbem mutuamente.O mobiliário existente é quase na totalidade, à excepção do adquirido nos anos 2000 e2002, o que aí foi colocado aquando da abertura da escola. Apesar de já se teremmobilizado todas as estantes existentes na escola, estas continuam a ser insuficientespara a documentação existente. O balcão da recepção é improvisado com secretárias,mesas e armários.Os equipamentos:8 computadores de mesa com ligação à internet, (7 deles com mais de 3 anos)1 impressora lazer ligada em rede2 postos de consulta áudio1 posto de consulta vídeo1 projector multimédiaTrabalho em curso no ano 2009/10Face ao diagnóstico da situação, ao assumir funções em Setembro de 2009, a coorde-nação da Biblioteca Escolar decidiu, que a par da continuidade do trabalho que vinha jásendo feito, deveria orientar o seu esforço no sentido de: i- Disponibilizar o catálogo electrónico da Biblioteca, (para o que importava adqui- rir/actualizar o software e concluir o tratamento digital do fundo documental); ii- Implementar a utilização de Guiões de Pesquisa com vista ao desenvolvimento de competências no domínio da Literacia da Informação, (temática até aí ainda não abordada pelos órgãos da escola); iii- Criar meio electrónico de difusão de informação; iv- Actualizar dos normativos reguladores do funcionamento da Biblioteca; v- Requalificar o espaço da Biblioteca e reforçar o seu fundo documental; vi- Promover a aplicação do modelo de autoavaliação das Bibliotecas Escolares.Trabalho que se tem desenvolvido conforme o quadro seguinte: 5
  6. 6. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010i. Situação encontrada:Disponibilizar o O software estava desactualizado, pelo que desde o anocatálogo elec- 2005 que não eram realizados registos informáticos.trónico da Situação actual:Biblioteca O software foi adquirido em Outubro de 2009. Com o apoio técnico da Biblioteca Municipal foram recuperados 4500 registos e estão a ser introduzidos os restantes. Evolução expectável: -O acervo estará todo introduzido até ao final do ano DOMÍNIO 3.4 -O catálogo estará disponível para pesquisa no inicio do próximo ano lectivo -Espera-se iniciar ainda este ano a gestão informática de empréstimos domiciliáriosii. Situação encontrada:Implementar a Esta temática ainda nunca tinha sido abordada pelosutilização de órgãos da escola;Guiões de Pes- Situação actual:quisa -O CP reconhece a importância da adopção de Guião de pesquisa para todo o Agrupamento; -Foi realizada sessão de formação para Directores de Turma, e profs. das Áreas Curriculares Não Disciplinares; DOMÍNIO A 2.4 Evolução expectável: -No próximo ano lectivo prevê-se a adopção do guião pelo CP e o trabalho piloto com turmas; -Foi solicitada ao Centro de Formação formação nesta área.iii. Situação encontrada:Criar meio elec- Não existia anteriormentetrónico de difu- Situação actual:são de informa- -Iniciou-se a publicação de uma newsletter “Folha dação; Biblioteca”que é difundida por correio electrónico e dis- ponibilizada na secção da BE na página do Agrupamento DOMÍNIO D 3.5 (a); Evolução expectável: -A secção da BE na página do Agrupamento, de acordo com as necessidades, tenderá a autonomizar-se em rela- ção a esta.iv. -Foram elaborados e aprovados nos órgão próprios o DOMÍNIO D 1.1Actualizar dos Regimento da Biblioteca (b), o Plano de Actividades (c) enormativos o Plano de Acção (d).reguladores do -A elaboração de Guia de Procedimentos; que estão defi-funcionamento nidos e fixados, aguarda a evolução do trabalho do SABEda Biblioteca; 6
  7. 7. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010v. -No inicio do ano lectivo foi negociado com a Direcção doReforçar o fun- Agrupamento um orçamento mensal, para fundo docu- DOMÍNIO D 3.5 / D1.2do documental mental, de 60€/mês, que tem sido aplicado; - A Biblioteca tem promovido actividades como feiras do Livro e Montra de Novidades cujos lucros revertem para aquisição de documentação; -Iniciaram-se os contactos, com várias entidades empre- sariais, com vista a um possível apoio ao abrigo da lei do mecenato;v. -Iniciaram-se os contactos, com várias entidades empre- DOMÍNIO C 2Requalificar o sariais da região, com vista a um possível apoio ao abrigoespaço da da lei do mecenato;Biblioteca -Aguarda-se intervenção de fundo por parte das entida- des públicas, (RBE, DRELVT, CMRM).vi. -Têm sido recolhidas evidências das actividades desen-Promover a volvidas com vista à aplicação do MABE e à divulgação de DOMÍNIO D 1.4aplicação do resultados junto de potenciais patrocinadores.modelo de -O coordenador da BE realizou formação no MABEautoavaliaçãodas BibliotecasEscolaresParalelamente a este trabalho, deu-se continuidade ao que já se vinha desenvolvendo,nomeadamente: a animação de leitura, para o 1º ciclo, - a Hora do Conto - (iniciada emOutubro) (e) , tem-se realizado uma sessão mensal com cada turma, animadas pelaequipa da Biblioteca e pontualmente por alunos do 2º ou 3º ciclos; a Semana da Leitu-ra, cujas múltiplas actividades foram oportunamente reportadas; a animações e expo-sições várias, integradas ou não no PNL; o empréstimo domiciliário com índices deempréstimos significativos; as Feiras do livro e Montra de Novidades; o apoio aos alu-nos na pesquisa e tratamento da informação; a selecção, preparação e disponibilizaçãode documentação para apoio a projectos, para o que foram criados os necessáriossuportes.A BE, como biblioteca da Escola sede do Agrupamento, tem, ainda, prestado o neces-sário apoio aos estabelecimentos isolados, através do empréstimo rotativo de conjun-tos de obras a escolas do 1º ciclo, no âmbito do PNL, e da transferência de parte dofundo documental para os Jardins de Infância, realizada no inicio do ano, - cerca de140 títulos.A BE tem promovido actividades regulares de animação de leitura na Biblioteca daEscola da Asseiceira, onde faz deslocar um elemento da sua equipa. 7
  8. 8. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTOÀ vista da qualidade das intervenções realizadas nas Bibliotecas Escolares que nosúltimos anos integraram a Rede de Bibliotecas, considera-se que esse nível de excelên-cia só pode ser atingido através de uma intervenção de fundo que passe por: -equacionar a possibilidade de solução para divisória em alvenaria existente na BE; -substituir os materiais de revestimento do chão e tecto; -dotar as paredes de cores mais agradáveis; -adquirir mobiliário adequado; -reforçar o fundo documental.Na impossibilidade de se realizar esta requalificação, considera-se como intervençãomínima necessária: - aquisição de mobiliário – 18 estantes, balcão e cadeira para a área de recepção e 2 armários; -reforço do fundo documental de forma a aproximar o acervo existente dos quan- titativos estabelecidos para a dimensão da população que serve; -pintura das paredes – tarefa assumida pela Direcção e que será executada durante a interrupção das actividades lectivas de verão. Rio Maior, 6 de Maio de 2010 Adelino Madeira Prof. Bibliotecário 8
  9. 9. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 2010ANEXOS:1 Número de empréstimos domiciliários de livros (meses de Novembro de 2000 a 2010) 2000 528 2001 342 2002 277 2003 289 2004 224 2005 221 2006 344 2007 283 2008 342 2009 3722 Número de empréstimo de livros para consulta nas aulas (meses de Janeiro de 2000 a2010,) 2000 199 2001 440 2002 402 2003 578 2004 576 2005 425 2006 245 2007 379 2008 269 2009 447 2010 5103 Número de consultas de livros na BE (meses de Outubro de 2000 a 2010) 2000 371 2001 766 2002 561 2003 459 2004 398 2005 629 2006 713 2007 266 2008 389 2009 289 9
  10. 10. A BIBLIOTECA ESCOLAR DA ESCOLA BÁSICA MARINHAS DO SAL EM MAIO DE 20104 Consumíveis adquiridos para a BE (de Janeiro a Abril de 2010)5 Número de utilizações de equipamento informático (meses de Maio de 2000 a 2009,e mês Abril de 2010) Utilização de Utilização de Multimédia Internet 2000 318 128 2001 625 210 2002 820 511 2003 183 440 2004 113 374 2005 205 354 2006 524 713 2007 890 882 2008 318 313 2009 528 2010 (Abril) 6446 Número de documentos aquiridos (de 2000 a Abril de 2010) Materiais Dossier Mono- Cassetes Diaposi- Transpa- CD audio CD-ROM DVD manip/ Temáti- grafias video tivos rências Jogos cos2000 1005 113 5 26 - - 41 42 182001 419 37 - 12 - - 7 8 -2002 317 7 16 4 - - 2 - -2003 130 44 - 12 - - 5 - -2004 134 3 1 14 5 - - 3 -2005 340 8 - 4 - - - 7 -2006 372 - 12 2 26 - - 1 -2007 497 - 9 8 12 - - - -2008 655 30 10 17 - - - - -2009 493 7 10 6 27 - - 4 -2010 100 - - 4 18 11 - 6 - 10

×