Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Case de Design Thinking - SulAmérica

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad

Check these out next

1 of 61 Ad

Case de Design Thinking - SulAmérica

Download to read offline

Projeto realizado pela equipe de designers estratégicos da ADDTECH para a SulAmérica Saúde em SP, com foco na definição de um produto de TI a partir de de processos e rotinas de áreas internas da SulAmérica. O foco do projeto era identificar e definir os requisitos do sistema de sourcing saúde, que faz toda a gestão da autorização de procedimentos e materiais cirúrgicos, partindo da solicitação de procedimentos e concluindo na fase de pagamento e reembolso. Este foi um projeto com direcionamento para aplicação de ferramentas de service design, modelagem de processos e business design e estabeleceu uma nova forma de pensar projetos de TI na SulAmérica SP. Para mais informações acesse: www.facebook.com/addtechnologies. :)

Projeto realizado pela equipe de designers estratégicos da ADDTECH para a SulAmérica Saúde em SP, com foco na definição de um produto de TI a partir de de processos e rotinas de áreas internas da SulAmérica. O foco do projeto era identificar e definir os requisitos do sistema de sourcing saúde, que faz toda a gestão da autorização de procedimentos e materiais cirúrgicos, partindo da solicitação de procedimentos e concluindo na fase de pagamento e reembolso. Este foi um projeto com direcionamento para aplicação de ferramentas de service design, modelagem de processos e business design e estabeleceu uma nova forma de pensar projetos de TI na SulAmérica SP. Para mais informações acesse: www.facebook.com/addtechnologies. :)

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Slideshows for you (20)

Viewers also liked (20)

Advertisement

Similar to Case de Design Thinking - SulAmérica (20)

More from .add (20)

Advertisement

Recently uploaded (20)

Case de Design Thinking - SulAmérica

  1. 1. Consultoria em Design Estratégico CASE SULAMÉRICA SAÚDE
  2. 2. QUEM SOMOS?
  3. 3. Missão Prover resultados que facilitem o dia-a-dia do cliente, sendo referência na geração de valor, excelência, desenvolvimento de soluções e práticas inovadoras. Visão Ser referência como empresa inovadora de consultoria em negócios e TI, lançando e consolidando produtos e soluções, no mercado nacional e global. BusinessColaboração | Agilidade | Excelência | Inovação
  4. 4. 18 anos de mercado atuando em: Tecnologia Inovação em Negócios Design Estratégico REFERÊNCIA EM DESIGN ESTRATÉGICO! CRIOU O FAN 
 (Framework de Análise de Negócios) PRÊMIOS DE INOVAÇÃO E SUBVENÇÃO FAPERJ, SEBRAE e SOFTEX EXCELÊNCIA EM PROJETOS DE TI
  5. 5. São Paulo Rio de Janeiro 200 profissionais
  6. 6. SOLUÇÕES CONSULTORIA LICENÇAS Desenvolvimento de Produtos (TI) Documentação de Produto Seguro de vida do Produto Microsoft Oracle Software AG Magic XPI Gestão Ágil e Lean Desenvolvimento de Produtos (além TI) Desenho de Serviços Desenho de Processos Planejamento Estratégico Gestão da Produção
  7. 7. O QUE FAZEMOS?
  8. 8. NOSSO TRABALHO ESTÁ FOCADO EM PESSOAS E RESULTADOS
  9. 9. entender criar reinventar FGCFRAMEWORK } DesignThinking VisualThinking ValueThinking DesignThinking LeanThinking Método Ágil projetos = negócios
  10. 10. validar prototipar mudar } empatia Respiramos e fazemos o que você faz
  11. 11. } co-criação soluções resultados inovação VALOR
  12. 12. COMO FAZEMOS?
  13. 13. É aqui onde entra o Design Estratégico
  14. 14. “Você conhece seus clientes, e o significado de valor para eles?”
  15. 15. “Você já se perguntou por que sua empresa faz o que faz?"
  16. 16. "E já questionou a maneira como é feito?"
  17. 17. Simon Sinek | Start with Why!
  18. 18. O QUE? COMO? POR QUE? As pessoas não compram O QUE você faz! As pessoas compram PORQUE você o faz!
  19. 19. Victor Gonçalves
  20. 20. é um fator estratégico que explora elevados graus de competências intelectuais e culturais centralizado em um único objeto de interesse: Necessidade Usabilidade Desejo Design O SER HUMANO
  21. 21. Rentável para o Negócio Tecnicamente possível Economicamente Viável Necessidade Usabilidade Desejo agrega valor através da aplicação de ferramentas deDesign Estratégico DESIGN THINKING
  22. 22. DOUBLE DIAMOND, focado na expansão de possibilidades e viabilidade de soluções. DESCOBRIR DEFINIR DESENVOLVER ENTREGAR PROCESSO CONTÍNUO E INTERATIVO
  23. 23. ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES
  24. 24. E O QUE ACONTECEU NA SULAMÉRICA?
  25. 25. SITUAÇÃO PROBLEMA Durante a implementação do sistema SOURCING SAÚDE verificaram-se algumas situações fora do escopo do projeto, com impacto significativo na operação e geralmente ligadas a compras de insumos fora da cadeia prevista pelo sistema.
  26. 26. Gerar um novo escopo de projeto e validar seus itens contemplando a incorporação dos casos especiais não previstos anteriormente no sistema SOURCING SAÚDE. FOMOS CHAMADOS ENTÃO PARA:
  27. 27. Linha de visibilidade Inconsistência em métodos e processos Priorização inadequada Expectativas não atendidas Diferentes entendimentos da demanda Baixo engajamento do time na solução Muito tempo em reuniões ENCONTR AMOS UM AMBIENTE COM Retrabalho Estresse nas relações entre áreas Ruídos na Comunicação
  28. 28. Co-Criação Engajamento Colaboração DEMOS INÍCIO AO TRABALHO SOBRE OS SEGUINTES PILARES
  29. 29. 1. KickOff 2. Imersão 3. Planejamento da estrutura de negócio 4. Ideação 5. Priorização (Backlog) 5.1. Programação de Releases + MVP 6. ProtoIpação de MVP 7. Planejamento do Projeto (Prog. de Sprints) 8. Entregas 8.1. DEF 8.2. Plano de Desenvolvimento 8.3. Relatório de Projeto ANALISAMOS TUDO E ORGANIZAMOS AS SEGUINTES ETAPAS
  30. 30. GRUPO 1 Mirles Saraiva* Andrea Matsushita Rogerio Cardoso* Juliana Rosa Maria Silvia Edimar Andrade Caroline Paula Alcione Lima GRUPO 2 Emi Gushi* A definir Evandro Xavier GenIl Jorge CrisIano Calejon Karla Mariana Rosemeire Ishiguro* GRUPO 3 Fabiano Carraro Elizabete Medeiros* Alexandra Sandez Marcia Ribeiro Marcelo Lima* Claudia Moraes A definir TIME DE PROJETO Regina Mello Paolo Marini Patricia Castellon Claudia Cardoso Alexandre MaIas Denys Peres Rita Cardoso Silvia Mineiro ORGANIZAMOS GRUPOS DE TRABALHO…
  31. 31. INICIAMOS O TRABALHO, CORRIA TUDO BEM ATÉ QUE…
  32. 32. ENCONTRAMOS UM OBSTÁCULO NO CAMINHO…
  33. 33. NEA De onde vêm? O que fazem? O que comem? Onde vivem?
  34. 34. "Como lidar com uma variável tão importante e estratégica em um projeto já organizado?"
  35. 35. 1.Kick Off 2.Imersão 3.DEFINIÇÃO NEA 4.PROCESSO NEA 5.Plan. Estrutura de Negócio 6.Ideação 7.Priorização 8.Detalhamento de histórias 9.Plano de Desenvolvimento ASSUMIR RISCOS E REDEFINIR ETAPAS PARA SEGUIR EM FRENTE!
  36. 36. O QUE TÍNHAMOS QUE FAZER NA PRÁTICA? • Identificar os processos que sustentam o sistema Sourcing Saúde; • Entender a inserção de casos especiais neste sistema; • Definir e integrar ao sistema os insumos classificados como NEA; • Identificar macro etapas de novos processos para a melhoria do sistema; • Levantar os requisitos necessários para o redesenho do sistema; • Entregar um plano de desenvolvimento para a execução deste redesenho.
  37. 37. EM QUANTO TEMPO? 2 SEMANAS 4 a 15 de janeiro
  38. 38. E OS RESULTADOS?
  39. 39. + de 300 horas de projeto + de 3000 post-its utilizados + de 100 histórias escritas + de 40 histórias selecionadas 
 Tudo isso gerando requisitos e funcionalidades!
  40. 40. E COMO SE CHEGOU ATÉ AÍ?
  41. 41. EMPATIA DEFINIÇÃO IDEAÇÃO PROTOTIPAÇÃO TESTE SEGUIMOS AS ETAPAS DO DESIGN THINKING
  42. 42. DESIGN THINKING A SERVIÇO DO DESIGN ESTRATÉGICO EMPATIA Kick off Imersão Apresentação Canvas de Desenho de Processos Canvas de Proposta deValor IDEAÇÃO Insight Cards Canvas de Priorização de Requisitos Histórias/Requisitos Priorização PROTOTIPAÇÃO Detalhamento de Funcionalidades Plano de Desenvolvimento Flip Chart Project Model Canvas TESTE A cargo da Equipe de TI/SAS DEFINIÇÃO Insumos NEA Processo NEA Sistema Sourcing Canvas de Definição de Produto Canvas de Desenho de Processos Business Model Canvas
  43. 43. DESENHO DE PROCESSO
  44. 44. DESENHO DE PROCESSO
  45. 45. DESENHO DE PROCESSO
  46. 46. PROPOSTA DE VALOR
  47. 47. PROPOSTA DE VALOR
  48. 48. PROPOSTA DE VALOR
  49. 49. DEFINIÇÃO NEA
  50. 50. DEFINIÇÃO NEA
  51. 51. PROCESSO NEA
  52. 52. PROCESSO NEA
  53. 53. BMC DO SISTEMA
  54. 54. BMC DO SISTEMA
  55. 55. BMC DO SISTEMA
  56. 56. REQUISITOS + PRIORIZAÇÃO
  57. 57. HISTÓRIAS DETALHAMENTO
  58. 58. E ACABA AÍ?
  59. 59. ROI ROE Retorno sobre o investimento Retorno sobre a experiência VALOR CONSEGUIMOS ALCANÇAR
  60. 60. E AINDA VAMOS ATUAR COM: Validação Gestão
  61. 61. OBRIGADO! RICARDO CEREJA ricardocereja@addtech.com.br VICTOR GONÇALVES victorgoncalves@addtech.com.br

×