AcessaSP :: Apresentação Lixo Eletro Eletrônico Campus Party

5,459 views

Published on

Oficina sobre lixo eletro-eletrônico AcessaSP - Campus Party Brasil 2008

Published in: Technology
0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,459
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
304
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • ;)‏
  • AcessaSP :: Apresentação Lixo Eletro Eletrônico Campus Party

    1. 1. <ul><ul><li>Impacto Ambiental do Lixo Eletro-eletrônico </li></ul></ul>
    2. 2. Tópicos <ul><li>O que são eletroeletrônicos? De onde vem? </li></ul><ul><li>Navegando pelo computador </li></ul><ul><li>O que é lixo? </li></ul><ul><li>Estatísticas do lixo digital </li></ul><ul><li>Impactos no meio ambiente </li></ul><ul><li>Impactos na saúde pública </li></ul><ul><li>“ Inclusão Digital promovida por países desenvolvidos para países subdesenvolvidos” </li></ul><ul><li>Ewaste Brasil </li></ul><ul><li>Legislação </li></ul><ul><li>Imagens: Índia / China / Paquistão / Nigéria </li></ul>
    3. 3. Objetivos <ul><li>Socializar o acesso à informação através de interação; </li></ul><ul><li>Sensibilizar para a questão dos resíduos eletroeletrônicos; </li></ul><ul><li>Promoção do uso racional da tecnologia; </li></ul><ul><li>Conscientização sobre riscos na manipulação; </li></ul>
    4. 4. O que são eletroeletrônicos? De onde vem? <ul><li>Equipamentos alimentados por energia elétrica constituídos por circuitos eletrônicos </li></ul><ul><li>Produção de alta escala </li></ul><ul><li>Componentes e circuitos eletrônicos são compostos por diversos tipos de matérias primas e manufaturados </li></ul><ul><li>Matérias primas e manufaturados possuem alto custo ambiental </li></ul>
    5. 5. O que é lixo? http://youtube.com/watch?v=uDNdTL_wrMU <ul><li>Resíduo ou lixo, é qualquer material considerado inútil, supérfluo, e/ou sem valor, gerado pela atividade humana, e a qual precisa ser eliminada. ? </li></ul>
    6. 6. Estatísticas do lixo digital <ul><li>2004 – descarte de 315 milhões de computadores; </li></ul><ul><li>EUA (1998) – *destinação de aprox. 20 milhões de eletrônicos: </li></ul><ul><ul><li>70% canto da casa ou empresa; </li></ul></ul><ul><ul><li>15% aterro sanitário; </li></ul></ul><ul><ul><li>11% reciclagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>3% doações </li></ul></ul><ul><ul><li>* Conselho Nacional de Segurança </li></ul></ul>
    7. 7. Composição Física de um Computador <ul><li>Plástico: 40% </li></ul><ul><li>Metais: 37% </li></ul><ul><li>Dispositivos Eletrônicos: 5% </li></ul><ul><li>Borracha: 1% </li></ul><ul><li>Outros: 17% </li></ul><ul><li>Total de materiais recuperáveis: 94% </li></ul>
    8. 8. Composição Física de um Computador
    9. 9. Composição Química do Computador <ul><li>http://www.slideshare.net/andrebenedito/lixo-eletro-eletronico-no-brasil-159484 </li></ul><ul><li>http://www.ewastecanada.ca/faq.htm </li></ul>
    10. 10. Materiais Tóxicos do Lixo Digital
    11. 11. Impactos no Meio Ambiente (i)
    12. 12. Impactos no Meio Ambiente (ii) <ul><li>Lixo Digital: alta concentração de metais pesados </li></ul>
    13. 13. Impactos no Meio Ambiente (iii) <ul><li>Contaminação de solos, rios e lençóis subterrâneos; </li></ul><ul><li>Efeitos mais sérios: </li></ul><ul><ul><li>Bioacumulação pelos organismos vivos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fauna e flora concentram metais em níveis milhares de vezes maiores que os presentes no ambiente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Atingem todos os níveis tróficos. </li></ul></ul>
    14. 14. Impactos na saúde Pública (i) <ul><li>Contaminação por metais </li></ul><ul><ul><li>Ar </li></ul></ul><ul><ul><li>Água </li></ul></ul><ul><ul><li>Terra Alimento </li></ul></ul><ul><li>Exposição X Doenças </li></ul>
    15. 15. Impactos na saúde Pública (ii) <ul><li>Alumínio: plantas têm suas funções vitais afetadas! </li></ul><ul><ul><li>Ocorrência de mal de Alzheimer. </li></ul></ul><ul><li>Arsênio: Acumula-se no fígado, rins, trato gastrointestinal, baço, pulmões, ossos, unhas </li></ul><ul><ul><li>efeitos crônicos: câncer de pele e dos pulmões, anormalidades cromossômicas e efeitos teratogênicos (deformação fetal) </li></ul></ul><ul><li>Cádmio : Acumula-se nos rins, fígado, pulmões, pâncreas, testículos e coração (possui meia-vida de 30 anos nos rins) </li></ul><ul><ul><li>causa intoxicação crônica </li></ul></ul><ul><ul><li>descalcificação óssea, lesão renal, enfisema pulmonar </li></ul></ul><ul><ul><li>efeitos teratogênicos e carcinogênicos (câncer). </li></ul></ul>
    16. 16. Impactos na saúde Pública (iii) <ul><li>Bário: Não se acumula, efeitos no coração, constrição dos vasos sanguíneos, elevação da pressão arterial e efeitos no sistema nervoso central (SNC). </li></ul><ul><li>Cobre: Intoxicações como lesões no fígado. </li></ul><ul><li>Chumbo: Mais tóxico dos elementos! </li></ul><ul><ul><li>acumula-se nos ossos, cabelos, unhas, cérebro, fígado e rins </li></ul></ul><ul><ul><li>em baixas concentrações causa dores de cabeça e anemia </li></ul></ul><ul><ul><li>exerce ação tóxica na biossíntese do sangue, no sistema nervoso, no sistema renal e no fígado </li></ul></ul><ul><ul><li>constitui-se veneno cumulativo de intoxicações crônicas que provocam alterações gastrointestinais, neuromusculares, hematológicas podendo levar à morte. </li></ul></ul>
    17. 17. Impactos na saúde Pública (iv) <ul><li>Mercúrio: atravessa facilmente as membranas celulares, sendo prontamente absorvido pelos pulmões; </li></ul><ul><ul><li>precipitação proteínas (modifica as configurações das proteínas) sendo grave suficiente para causar um colapso circulatório no paciente, levando a morte </li></ul></ul><ul><ul><li>é altamente tóxico ao homem, sendo que doses de 3g a 30g são fatais </li></ul></ul><ul><ul><li>efeito acumulativo e provoca lesões cerebrais </li></ul></ul><ul><ul><li>efeitos de evenenamento no sistema nervoso central e teratogênicos . </li></ul></ul>
    18. 18. Impactos na saúde Pública (v) <ul><li>Cromo: armazena-se nos pulmões, pele, músculos e tecido adiposo </li></ul><ul><ul><li>pode provocar anemia, alterações hepáticas e renais, além de câncer do pulmão </li></ul></ul><ul><li>Níquel: carcinogênico, atua diretamente na mutação genética </li></ul><ul><li>Zinco: efeito mais tóxico é sobre os peixes e algas (conhecido) </li></ul><ul><li>Prata: </li></ul><ul><ul><li>cumulativo: 10g como Nitrato de Prata é letal ao homem. </li></ul></ul>
    19. 19. “ Inclusão Digital promovida por países desenvolvidos para países subdesenvolvidos” <ul><li>Qual o objetivo? </li></ul><ul><li>O que acontece? </li></ul>
    20. 20. Ewaste Brasil http://ecommunita.com/comunidade/node/924 <ul><li>Objetivo </li></ul><ul><li>Resultados </li></ul>
    21. 21. Legislação (i) <ul><li>1989 – Convenção de Basiléia: </li></ul><ul><ul><li>Foram aprovadas 3 listas conferindo ao lixo eletrônico a categoria de resíduo perigoso, sujeito ao banimento. </li></ul></ul>
    22. 22. Legislação (ii) <ul><li>No Brasil, em 1991, o Congresso Nacional decretou o Projeto Lei 203/91, onde institui a tão esperada Política Nacional de Resíduos Sólidos : </li></ul><ul><ul><li>Ainda aguardando aprovação do Congresso. </li></ul></ul>
    23. 23. Legislação (iii) <ul><li>Objetivos: </li></ul><ul><ul><ul><li>Estabelecer diretrizes que levem a redução da quantidade e nocividade dos resíduos sólidos gerados no país; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Instrumentos: educação ambiental, pesquisa científica, cooperação técnica e financeira, atuação de ONGs, entre outros. </li></ul></ul></ul>
    24. 24. Legislação (iv) <ul><li>Incentivar </li></ul><ul><ul><li>Mercado para produtos reciclados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Promoção da educação ambiental para conscientização do consumidor sobre o potencial do impacto ambiental dos produtos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Incentivar a criação de cooperativas de catadores de materiais recicláveis. </li></ul></ul>
    25. 25. Legislação (v) <ul><li>1992 – Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento da Agenda 21: </li></ul><ul><ul><li>Compromisso para um desenvolvimento sustentável; </li></ul></ul><ul><ul><li>Questão retratada em diversos capítulos </li></ul></ul><ul><ul><li>Propõe mudanças nos padrões de consumo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Grande abrangência acerca dos 3 R’s </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.mma.gov.br/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=18&idConteudo=575 </li></ul></ul>
    26. 26. Legislação (vi) <ul><li>Propostas da Agenda 21 até o ano 2000: </li></ul><ul><ul><li>Redução do lixo: impactos na produção e consumo </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso repetido e reciclagem: incentivos mercadológicos, econômicos e legais para o aumento de programas de reciclagem e uso repetitivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Tratamento e despejo ambientalmente saudável - estabelecimento de normas internacionais </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampliação dos serviços de lixo: planejamento nacional, internacional e financiamentos </li></ul></ul>
    27. 27. Legislação (vii) <ul><li>No Brasil, em 2002, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) institui resolução 257/02: </li></ul><ul><ul><li>atribui-se às empresas a responsabilidade sobre o material tóxico que produzem </li></ul></ul><ul><ul><li>devem informar a toxicidade dos produtos nas embalagens </li></ul></ul><ul><ul><li>obrigatoriedade de implantação de postos de coletas do material, para posterior acondicionamento em aterros especiais ou reciclagem. </li></ul></ul>
    28. 28. Imagens de lixo eletro-eletrônico pelo mundo Índia / China / Paquistão / Nigéria
    29. 58. Links <ul><li>http://www.tierramerica.net/2005/0402/pgrandesplumas.shtml </li></ul><ul><li>http://www.greenpeace.org.br/toxicos/?conteudo_id=818&sub_campanha=0&img=15 </li></ul><ul><li>http://www.greenpeace.org.br/toxicos/areascontaminadas/mapa.php </li></ul><ul><li>http://youtube.com/watch?v=uDNdTL_wrMU </li></ul><ul><li>http://www.thefutureschannel.com/dockets/hands-on_math/recycling_computers/ </li></ul><ul><li>http://www.cempre.org.br/serv_eletroeletronicos.php </li></ul><ul><li>http://www.idhea.com.br/ </li></ul><ul><li>www.metareciclagem.org </li></ul><ul><li>www.ecommunita.com </li></ul><ul><li>http://metaprojeto.blogspot.com/ </li></ul><ul><li>http ://www. slideshare .net/ andrebenedito /impacto-ambiental-do-lixo- eletroeletrnico </li></ul>
    30. 59. Contato <ul><li>Flávia Cremonesi </li></ul><ul><ul><li>[email_address] </li></ul></ul><ul><ul><li>http://www.penacultura.blogspot.com </li></ul></ul><ul><li>Informações: www.metareciclagem.org </li></ul><ul><li>www.ecommunita.com </li></ul>
    31. 60. fonte: MCC (Microeletronics and Computer Technology Corporation) <ul><li>Alumínio – 80% - estrutura, conexões (14,1720); Chumbo – 5% - circuito integrado, soldas, bateria (6,2980); Germânio – 0% - semicondutor (0,0010); </li></ul><ul><li>Gálio – 0% - semicondutor (0,0010); Ferro – 80% - estruturas, encaixes (20,4710); </li></ul><ul><li>Estanho – 70% - circuito integrado (1,0070); Cobre – 90% - condutivo (6,9280); Bário – 0% - válvula eletrônica (0,0310); </li></ul><ul><li>Níquel – 80% - esrtutura, encaixes (0,8500; Zinco – 60% - bateria (2,2040); Tântalo – 0% - condensador (0,0150); </li></ul><ul><li>Índio – 60% - transistor, retificador (0,0010); Vanádio – 0% - Emissor de fósforo vermelho (0,00020); </li></ul><ul><li>Berílio – 0% - Condutivo térmico, conectores (0,0150); Ouro – 98% - conexão, condutivo (0,0016); </li></ul><ul><li>Titânio – 0% - pigmentos (0,0150); Cobalto – 85% - estrutura (0,0150); Manganês – 0% - estrutura, encaixes (0,0310); </li></ul><ul><li>Prata – 98% - condutivo (0,0180); Cromo – 0% - decoração, proteção contra corrosão (0,0060); </li></ul><ul><li>Cádmio – 0% - bateria, chip, semicondutor, estabilizadores (0,0090); Mercúrio – 0% - bateria, ligamentos, termostatos, sensores (0,0020); Sílica – 0% - vidro (24,8800). </li></ul>

    ×