Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

AULA 002 EAE DM - A CRIAÇÃO

1,687 views

Published on

Primeiro degrau da Escola de Aprendizes do Evangelho, esta é a aula que mostra a formação do nosso planeta, qual a nossa origem e para onde caminhamos e introduz sobre os diferentes planos de manifestação e a matéria.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

AULA 002 EAE DM - A CRIAÇÃO

  1. 1. A002 EAE - Escola de Aprendizes do Evangelho – Daniel de Melo – São José dos Campos, SP - 08 de fevereiro de 2017 A Criação
  2. 2. A Criação
  3. 3. A CRIAÇÃO AULA 002 (INICIAÇÃO ESPÍRITA - CAP. 1) O ser humano como Espírito encarnado; parte integrante da criação. O universo material e espiritual, da formação das nebulosas ao aparecimento do homem sobre nosso planeta. A bondade de nosso Pai que nos concede lugares onde possamos crescer como espíritos. A centelha divina existente em nós a demonstrar que também podemos criar algo maravilhoso. A fé raciocinada. Estimular a busca interior a “Deus”, criador de tudo.
  4. 4. Escola de Aprendizes do Evangelho
  5. 5. Início da Escola de Aprendizes do Evangelho - em busca do Homem Novo A batalha que travamos com nós mesmos na transformação do homem velho no homem novo não tem tréguas. Os vícios e as paixões exercem fortes atrativos sobre nossas consciências tolhendo nossa libertação. Ao compreendermos os ensinamentos apostólicos vislumbramos as possibilidades dessa libertação, rompendo com as necessidades primárias que foram importantes no passado, mas não são essenciais para a Evolução do Espírito.
  6. 6. A Criação
  7. 7. Gênese A criação do Universo e da raça humana (Gn 1:1-5) 1No começo Deus criou os céus e a terra. 2A terra era um vazio, sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água. 3Então Deus disse: — Que haja luz! E a luz começou a existir. 4Deus viu que a luz era boa e a separou da escuridão. 5Deus pôs na luz o nome de “dia” e na escuridão pôs o nome de “noite”. A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o primeiro dia.
  8. 8. Gênese A criação do Universo e da raça humana (Gn 1:1-5) 1No começo Deus criou os céus e a terra. 2A terra era um vazio, sem nenhum ser vivente, e estava coberta por um mar profundo. A escuridão cobria o mar, e o Espírito de Deus se movia por cima da água. 3Então Deus disse: — Que haja luz! E a luz começou a existir. 4Deus viu que a luz era boa e a separou da escuridão. 5Deus pôs na luz o nome de “dia” e na escuridão pôs o nome de “noite”. A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o primeiro dia.
  9. 9. Evangelho de João A Palavra da vida (Jo 1:1-5) 1No começo aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. 2Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. 3Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela. 4A Palavra era a fonte da vida, e essa vida trouxe a luz para todas as pessoas. 5A luz.
  10. 10. O Livro dos Espíritos 38. Como criou Deus o universo? — Para me servir de uma expressão corrente: por sua Vontade. Nada exprime melhor essa vontade todo-poderosa do que estas belas palavras do Gênese: “Deus disse: Faça-se a luz., e a luz foi feita”. 38. Como criou Deus o universo? — Tudo o que se pode dizer, e que podeis compreender, é que os mundos se formam pela condensação da matéria espalhada no espaço. (F.U.)
  11. 11. Gênese A criação do firmamento e a separação das águas (Gn 1:6-8) 6Então Deus disse: — Que haja no meio da água uma divisão para separá-la em duas partes! 7E assim aconteceu. Deus fez uma divisão que separou a água em duas partes: uma parte ficou do lado de baixo da divisão, e a outra parte ficou do lado de cima. 8Nessa divisão Deus pôs o nome de “céu”. A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o segundo dia.
  12. 12. Gênese A criação da terra e dos mares (Gn 1:9-13) 9Aí Deus disse: — Que a água que está debaixo do céu se ajunte num só lugar a fim de que apareça a terra seca! E assim aconteceu. 10Deus pôs na parte seca o nome de “terra” e nas águas que se haviam ajuntado ele pôs o nome de “mares”. E Deus viu que o que havia feito era bom.
  13. 13. Gênese A criação da terra e dos mares (Gn 1:9-13) 11Em seguida ele disse: — Que a terra produza todo tipo de vegetais, isto é, plantas que deem sementes e árvores que deem frutas! E assim aconteceu. 12A terra produziu todo tipo de vegetais: plantas que dão sementes e árvores que dão frutas. E Deus viu que o que havia feito era bom. 13A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o terceiro dia.
  14. 14. Gênese O dia e a noite (Gn 1:14-19) 14Então Deus disse: — Que haja luzes no céu para separarem o dia da noite e para marcarem os dias, os anos e as estações! 15Essas luzes brilharão no céu para iluminar a terra.
  15. 15. Gênese O dia e a noite (Gn 1:14-19) E assim aconteceu. 16Deus fez as duas grandes luzes: a maior para governar o dia e a menor para governar a noite. E fez também as estrelas. 17Deus pôs essas luzes no céu para iluminarem a terra, 18para governarem o dia e a noite e para separarem a luz da escuridão. E Deus viu que o que havia feito era bom. 19A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o quarto dia.
  16. 16. Gênese A criação dos peixes e das aves (Gn 1:20-23) 20Depois Deus disse: — Que as águas fiquem cheias de todo tipo de seres vivos, e que na terra haja aves que voem no ar! 21Assim Deus criou os grandes monstros do mar, e todas as espécies de seres vivos que em grande quantidade se movem nas águas, e criou também todas as espécies de aves. E Deus viu que o que havia feito era bom.
  17. 17. Gênese A criação dos peixes e das aves (Gn 1:20-23) 22Ele abençoou os seres vivos do mar e disse: — Aumentem muito em número e encham as águas dos mares! E que as aves se multipliquem na terra! 23A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o quinto dia.
  18. 18. Gênese A criação dos animais e da raça humana (Gn 1:24-31) 24Então Deus disse: — Que a terra produza todo tipo de animais: domésticos, selvagens e os que se arrastam pelo chão, cada um de acordo com a sua espécie! E assim aconteceu. 25Deus fez os animais, cada um de acordo com a sua espécie: os animais domésticos, os selvagens e os que se arrastam pelo chão. E Deus viu que o que havia feito era bom.
  19. 19. Gênese A criação dos animais e da raça humana (Gn 1:24-31) 26Aí ele disse: — Agora vamos fazer os seres humanos, que serão como nós, que se parecerão conosco. Eles terão poder sobre os peixes, sobre as aves, sobre os animais domésticos e selvagens e sobre os animais que se arrastam pelo chão.
  20. 20. Gênese A criação dos animais e da raça humana (Gn 1:24-31) 27Assim Deus criou os seres humanos; ele os criou parecidos com Deus. Ele os criou homem e mulher 28e os abençoou, dizendo: — Tenham muitos e muitos filhos; espalhem-se por toda a terra e a dominem. E tenham poder sobre os peixes do mar, sobre as aves que voam no ar e sobre os animais que se arrastam pelo chão.
  21. 21. Gênese A criação dos animais e da raça humana (Gn 1:24-31) 29Para vocês se alimentarem, eu lhes dou todas as plantas que produzem sementes e todas as árvores que dão frutas. 30Mas, para todos os animais selvagens, para as aves e para os animais que se arrastam pelo chão, dou capim e verduras como alimento. E assim aconteceu. 31E Deus viu que tudo o que havia feito era muito bom. A noite passou, e veio a manhã. Esse foi o sexto dia.
  22. 22. Gênese O repouso do Criador (Gn 2:1-4) 1Assim terminou a criação do céu, e da terra, e de tudo o que há neles. 2No sétimo dia Deus acabou de fazer todas as coisas e descansou de todo o trabalho que havia feito. 3Então abençoou o sétimo dia e o separou como um dia sagrado, pois nesse dia ele acabou de fazer todas as coisas e descansou. 4E foi assim que o céu e a terra foram criados.
  23. 23. Os Planos, A Matéria, O Mundo Espiritual
  24. 24. Os Planos Plano não é um lugar ou uma dimensão, mas sim, um estado ou uma condição de manifestação dos seres de determinado teor vibratório. O coeficiente vibratório de determinado estado ou condição coletiva dos seres é que forma o Plano. Em nosso plano material temos três dimensões, mas há planos com quatro ou mais dimensões porque os seres são capazes de perceber tais diferenças.
  25. 25. O Evangelho Segundo o Espiritismo Diversas Categorias de Mundos Habitados Os Espíritos encarnados num mundo não estão ligados a ele indefinidamente, e não passam nesse mundo por todas as fases do progresso que devem realizar, para chegar à perfeição. Quando atingem o grau de adiantamento necessário, passam para outro mundo mais adiantado, e assim sucessivamente, até chegarem ao estado de Espíritos puros. (ESE, Cap. III – Item 5)
  26. 26. Involução e Evolução Segundo a filosofia Espírita nós somos criados como uma Centelha Divina e depois evoluímos pela eternidade para Ele. DEUS
  27. 27. Planos de Manifestação L.E.
  28. 28. NÓS FOMOS CRIADOS POR DEUS E EVOLUÍMOS PARA ELE Somos entidades espirituais emanadas de Deus, tendo como essência Ele próprio, assim, retornamos eternamente para Ele através da EVOLUÇÃO.
  29. 29. Reflexão...
  30. 30. Somos Centelhas Divinas... Então a bondade de Deus está presente em cada um de nós!
  31. 31. Obrigado! Daniel de Melo https://docs.com/danieldemelo http://slideshare.net/accerca/presentations
  32. 32. Bibliografia
  33. 33. • Bíblia Sagrada (NTLH), acessível em: https://www.bible.com/pt/bible/. • Iniciação Espírita, Edgard Armond: Aliança, 2006. • O Evangelho Segundo O Espiritismo, Allan Kardec: BesouroBox, 2012. • O Livro dos Espíritos, Allan Kardec: BesouroBox, 2011. • Ilustrações diversas do Google Imagens acessível em: http://www.google.com/imghp?hl=pt-BR. • Agradecimentos ao “Projeto Imagem” acessível em: http://www.projetoimagem.com.br/. Bibliografia

×