Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20171109

567 views

Published on

O que é reencarnação? E carma?
Como se dá a evolução do Espírito?
A matéria também evolui?

São questionamentos que vamos responder além de introduzir os conceitos de Espírito, Perispírito e Alma.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

A12 CBE DM - AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO - 20171109

  1. 1. A12 CBE - CURSO BÁSICO DE ESPIRITISMO – Daniel de Melo – São José dos Campos, SP - 09 de novembro de 2017 AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO
  2. 2. AS LEIS DA REENCARNAÇÃO E DO CARMA - A EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO O que é reencarnação? Como se dá a evolução do Espírito?
  3. 3. As Leis da Reencarnação e do Carma
  4. 4. A reencarnação
  5. 5. Todo Espírito é criado simples e ignorante, pois Deus atua incessantemente para que todos evoluam rumo à perfeição.
  6. 6. Após a criação são as experiências que o Espírito experimenta que irão formar a personalidade e direcionar esta evolução.
  7. 7. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. 166. Como pode a alma, que não alcançou a perfeição durante a vida corpórea, acabar de depurar-se?
  8. 8. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. “Sofrendo a prova de uma nova existência.”
  9. 9. Então a experiência no corpo físico, material, torna-se instrumento da nossa evolução e explica porque a reencarnação é o mecanismo da Justiça Divina que nos permite resgatar nossos erros, erros estes muitas vezes cometidos em momentos de desequilíbrio ou fraqueza, permitindo-nos reescrever as nossas histórias.
  10. 10. Caso não pudéssemos contar com tal benevolência o que seriam daqueles nascidos sem sorte aparente?
  11. 11. Como poderia Deus permitir uma única vida aos miseráveis, aos deficientes, aos ignorantes?
  12. 12. Porque privilegiaria os ricos, saudáveis, inteligentes?
  13. 13. Não fosse a lógica da reencarnação como permitiria a misericórdia Divina que aqueles que nasceram padecendo nunca houvessem de conhecer a felicidade ou àqueles que cometem crimes de nunca haverem como reparar suas transgressões?
  14. 14. Ilógico torna-se então pensar que animamos um corpo físico uma única vez, de um único instante que é a vida quando defrontada com a eternidade.
  15. 15. Lei da Causa e Efeito
  16. 16. Além da Justiça Divida que sozinha já justificaria muito bem a reencarnação, temos também o reforço da Lei de Causa e Efeito, ou Lei de Ação e Reação que assemelha-se à Terceira lei de Newton, na qual "a toda ação corresponde uma reação de igual intensidade e direção, mas em sentido contrário".
  17. 17. Pelo entendimento espiritualista podemos considerar tal Lei como enunciado no Evangelho: “a semeadura é livre, porém a colheita é obrigatória".
  18. 18. No contexto de Causa e Efeito podemos nomear as consequências dos nossos atos presentes e pretéritos como nosso Carma, isto é, tudo que fizermos de bom ou de mal irá nos levar no futuro ao encontro de boas ou más consequências.
  19. 19. Levando em consideração a agremiação da tolerância Divina, das nossas cargas de culpa adquiridas e dos benefícios que colhemos pela boa conduta, resolvemos que não há castigo ou privilégio, mas sim resgate e merecimento.
  20. 20. Ora nascemos ricos, saudáveis, inteligentes, fortes; ora temos a companhia da pobreza, doença, ignorância, aflição. E nesta alternância de condições de vida desenvolvemos nossa moral.
  21. 21. Resignação
  22. 22. Mas então o sofrimento é o suficiente para o pagamento das nossas dívidas?
  23. 23. Não se acompanhado da revolta, neste caso temos nossos débitos aumentados.
  24. 24. A conscientização do bem é o que nos dirige às próximas encarnações em condições melhores que as anteriores, até que não precisemos mais padecer pela dor, apegando-nos somente ao que o amor pode nos oferecer e a reencarnação sempre nos trará a oportunidade de reparação.
  25. 25. Caso no meio da jornada desistamos, hesitemos ou revoltemo-nos, deixamos de concluir a tarefa que acertamos antes de encarnar, então teremos que recomeçar novamente de onde paramos, então a regra é sempre seguir em frente.
  26. 26. Devemos nos preocupar menos se conseguiremos cumprir os acertos pré-encarnatórios e mais em dedicarmo-nos à sua execução, pois como sintetiza o dito popular, "Deus dá o frio conforme o seu cobertor"!
  27. 27. A partir do momento que iniciamos esta travessia de descobrimento dos nossos horizontes pessoais somos aturdidos por nossos próprios fantasmas e nossas descobertas íntimas nem sempre são gloriosas, portanto não é incomum o abatimento diante das dificuldades, dos acometimentos da sublime Justiça Divina em ação.
  28. 28. O amor, o perdão e a caridade ensinados por Jesus é que serão nossos instrumentos de redenção.
  29. 29. As lições do Divino Mestre devem ser encaradas como aplicação das Leis de Deus e colocadas em prática se quisermos concluir nossas missões de refazimento e graduação moral, que podemos resumir como Ele o fez quando citou o mais sublime dos mandamentos: "Ama a Deus sobre todas as coisas; e ao próximo como a ti mesmo".
  30. 30. A Evolução do Espírito
  31. 31. Espírito, Alma, Perispírito e Corpo Físico
  32. 32. Há múltiplos “corpos” que compõem nosso Ser, mas segmentamos aqui didaticamente em Espírito, Alma, Perispírito e Corpo Físico.
  33. 33. “ LéonDenis,DepoisdaMorte. O homem (…) é um ser complexo. Nele se combinam três elementos para formar uma unidade viva, a saber:
  34. 34. “ LéonDenis,DepoisdaMorte. O corpo, envoltório material temporário, que abandonamos na morte, como vestuário usado;
  35. 35. “ LéonDenis,DepoisdaMorte. O perispírito, invólucro fluídico permanente, invisível aos nossos sentidos naturais, que acompanha a alma em sua evolução infinita, e com ela se melhora e purifica;
  36. 36. “ LéonDenis,DepoisdaMorte. A alma, princípio inteligente, centro da força, foco da consciência e da personalidade.
  37. 37. “ LéonDenis,DepoisdaMorte. A alma, desprendida do corpo material e revestida do seu invólucro sutil, constitui o Espírito, ser fluídico, de forma humana, liberto das necessidades terrestres, invisível e impalpável em seu estado normal.
  38. 38. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. 540. Os Espíritos que exercem ação nos fenômenos da Natureza operam com conhecimento de causa, usando do livre-arbítrio, ou por efeito de instintivo ou irrefletido impulso?
  39. 39. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. “Uns sim, outros não. Estabeleçamos uma comparação. Considera essas miríades de animais que, pouco a pouco, fazem emergir do mar ilhas e arquipélagos. Julgas que não há aí um fim providencial e que essa transformação da superfície do globo não seja necessária à harmonia geral? Entretanto, são animais de ínfima ordem que executam essas obras, provendo às suas necessidades e sem suspeitarem de que são instrumentos de Deus.
  40. 40. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. Pois bem, do mesmo modo, os Espíritos mais atrasados oferecem utilidade ao conjunto. Enquanto se ensaiam para a vida, antes que tenham plena consciência de seus atos e estejam no gozo pleno do livre-arbítrio, atuam em certos fenômenos, de que inconscientemente se constituem os agentes. Primeiramente, executam. Mais tarde, quando suas inteligências já houverem alcançado um certo desenvolvimento, ordenarão e dirigirão as coisas do mundo material.
  41. 41. “ AllanKardec,OLivrodosEspíritos. Depois, poderão dirigir as do mundo moral. É assim que tudo serve, que tudo se encadeia na Natureza, desde o átomo primitivo até o arcanjo, que também começou por ser átomo. (...)
  42. 42. Desta forma, (...) o princípio inteligente passa por três níveis de evolução, a saber: nível de adaptação biológica, nível de relação psíquica e nível espiritual.
  43. 43. Assim, encarnação após encarnação, nós evoluímos, sucessivamente, fazendo longas experiências nos reinos mineral, vegetal e animal. Depois, recebemos nossa individualidade humana e então agimos livremente, acumulamos experiências e recebemos reações que nos ensinam o caminho da perfeição, neste e em outros mundos conquistamos o aprendizado até conquistarmos a purificação espiritual, quando não mais necessitaremos reencarnar.
  44. 44. Quando estamos caminhando na estrada evolutiva reencontramos os feridos e algozes que deixamos em existências anteriores, que teremos de enfrentar novamente para que os acertos sejam cumpridos, e isto se dá pelas provações, sejam elas individuais ou coletivas, que ocorrem com grupos que contraíram um mesmo tipo de débito e são compelidos a reencarnarem juntos ou encontrarem-se nas mesmas condições quando chegada a hora do resgate.
  45. 45. O acaso não existe, tão pouco há ocaso das nossas faltas. Tudo evolui, Espírito, Matéria, mesmo nosso Planeta assim como os Universos.
  46. 46. Regra também é que o Espírito reencarnado pode até estagnar, mas não involui, sempre segue em frente, sendo que as novas existências são sempre na condição humana.
  47. 47. Novos estudos vem sendo desenvolvidos e aproxima-se o tempo em que a ciência, bem como as religiões tradicionais, devam começar a aceitar a reencarnação e a pluralidade das existências.
  48. 48. As descobertas mais recentes e as teorias modernas de física quântica revelam que a informação quântica pode "transcender de um mundo para outro", não deixando de existir quando do encerramento da atividade corporal nos seres vivos. Isto vem corroborar com os ensinamentos há 150 anos elucidados pela Doutrina dos Espíritos.
  49. 49. Evoluamos!
  50. 50. Reflexão...
  51. 51. Como conseguiremos evoluir? O que temos feito para esta evolução?
  52. 52. Obrigado! Daniel de Melo https://sites.google.com/accerca.com/danieldemelo/ http://slideshare.net/accerca/presentations
  53. 53. Bibliografia • Entendendo o Espiritismo (Curso Básico), Edgard Armond – Aliança, 2001. • Obra Completa, Allan Kardec - eBook Kindle / dC, 2015. • Perispirito, Zalmino Zimmermann - Ed. Allan Kardec, 2015. • Evolução, Zoé Mary e Saraiva Paim - Fergs, 2013. • Depois da Morte, Léon Denis - FEB, 1994. • Life After Death?, acessível em: https://goo.gl/YTEt3N . • Ilustrações diversas do Google Imagens, acessível em: http://www.google.com/imghp?hl=pt-BR/. Capa: Vlamir Bastos Fotografia / Vetores: Freepik / Printables: myhomeschoolprintables.net / Agradecimentos: Projeto Imagem

×