Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

Inovação na era da colaboratividade

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 32 Ad

Inovação na era da colaboratividade

Muitas empresas ainda encontram dificuldade para atuar em rede e desenvolver projetos de maneira colaborativa com outros agentes do ecossistema de inovação seja com outras empresas, instituições de pesquisa, universidades, startups ou governo.

Muitas empresas ainda encontram dificuldade para atuar em rede e desenvolver projetos de maneira colaborativa com outros agentes do ecossistema de inovação seja com outras empresas, instituições de pesquisa, universidades, startups ou governo.

Advertisement
Advertisement

More Related Content

Similar to Inovação na era da colaboratividade (20)

Recently uploaded (20)

Advertisement

Inovação na era da colaboratividade

  1. 1. Cocriação & Coopetição & Interdependência & Pesquisa Coletiva
  2. 2. Muitas empresas ainda encontram dificuldade para atuar em rede e desenvolver projetos de maneira colaborativa com outros agentes do ecossistema de inovação, seja com outras empresas, instituições de pesquisa, universidades, startups ou governo. A dificuldade começa na definição da estratégia de inovação mais adequada para cada iniciativa e permanece durante a seleção dos parceiros e a formalização das parcerias, bem como no processo de internalização e escalabilidade das soluções.
  3. 3. Principais agentes do ecossistema da inovação Oportunidade de criar soluções inovadoras para os agentes e a sociedade
  4. 4. MAS AFINAL, PORQUE É DIFÍCIL ATUAR EM REDE?
  5. 5. Qual o melhor formato para uma atuação em rede? Como escolher o melhor parceiro? Qual a melhor maneira de formalizar a parceria? Quem será o “dono” da solução cocriada? QUESTÕES CHAVES A r e s p o s t a p a r a t o d a s a s q u e s t õ e s a c i m a é :
  6. 6. É comum percebermos, no contexto de uma empresa a atuação individualista e competitiva entre diversas áreas e unidades que minimizam os resultados da inovação e da atuação efetiva com o ecossistema. A resposta DEPENDE para todas as questões resume bem porque é difícil trabalhar em rede e, DE FATO, executar projetos de maneira colaborativa com base na inovação aberta.
  7. 7. ESTABELEÇA A MEDIDA CERTA PARA A SUA EMPRESA.
  8. 8. Independente do porte ou maturidade da sua empresa, analise as ambições para cada projeto e defina a estratégia de inovação, considerando objetivos de médio e longo prazo, aderentes às estratégias da organização. Integre o ecossistema de inovação selecionando áreas e parceiros para fomentar as necessidades técnicas e de captação de recursos financeiros para iniciar o desenvolvimento da solução. Tenha como objetivo dar escalabilidade as soluções cocriadas e preze por mensurar e compartilhar os resultados tangíveis e ganhos intangíveis de cada experiência. O M I N D S E T Q U E P R E D O M I N A N A S I N I C I A T I V A S D E S U C E S S O É O D A C O L A B O R A T I V I D A D E , C O M R E L A Ç Õ E S G A N H A - G A N H A .
  9. 9. ANALISAR as necessidades e avaliar a estratégia mais adequada bem orquestrados DESENVOLVER a solução de forma ágil com processos MENSURAR os resultados tangíveis e os ganhos intangíveis competências essenciais INTEGRAR com equipes multidisciplinares e parceiros e validadas no mercado ESCALAR as soluções cocriadas Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa
  10. 10. ANALISAR as necessidades e avaliar a estratégia mais adequada Estruturar processos para levantar as necessidades de novas soluções, internas ou externas, considerando tendências tecnológicas. Definir a estratégia e possibilidade de integração com ecossistema para cada iniciativa priorizada. Estabelecer critérios para classificação e seleção dos projetos, a fim de estabelecer um portfolio integrado e alinhado aos desafios da empresa. Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa O desenvolvimento de novas soluções, quando orientado à tendências tecnológicas, nacionais e globais, permite a categorização do portfólio de projetos em uma visão unificada da empresa e facilita a identificação de oportunidades de recursos financeiros.
  11. 11. competências essenciais INTEGRAR com equipes multidisciplinares e parceiros Mapear parceiros, colaboradores e ambientes tecnológicos aderentes à temática do projeto. Avaliar as competências científicas e tecnológicas de cada parceiro. No momento de estabelecer as parcerias é importante avaliar oportunidades de recursos financeiros para pesquisa e desenvolvimento de projetos compartilhados. Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa Identificar os gaps de competências internas e as ferramentas de suporte necessárias
  12. 12. Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa bem orquestrados DESENVOLVER a solução de forma ágil com processos Elaborar MVPs (produto mínimo viável), para garantir o desenvolvimento constante e de baixo custo. Planejar a execução de testes e definir parâmetros e condições mínimas para validação; Avançar para o desenvolvimento de protótipo e POC Realizar testes e implementar melhorias decorrentes dos resultados de performance do protótipo. No momento do desenvolvimento é importante avaliar, a cada estágio do projeto e maturidade da tecnologia (TRL), as oportunidades de fomento, que diferem em fase de pesquisa, desenvolvimento e de testes.
  13. 13. MENSURAR os resultados tangíveis e os ganhos intangíveis Estruturar os resultados em dashboard online, permitindo o fácil compartilhamento na organização. Definir e acompanhar os indicadores dos projetos. Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa Incluir no planejamento orçamentário as despesas de infraestrutura e recursos humanos para viabilizar a escala desejada para solução com viabilidade técnica e financeira. Registrar lições aprendidas e desafios superados de maneira estruturada, garantindo a gestão do conhecimento.
  14. 14. e validadas no mercado ESCALAR as soluções cocriadas Escalar as soluções que foram aprovadas em fase de protótipo e piloto. Avaliar a capacidade de escalonamento das soluções internamente e nos parceiros. No momento de escalar uma solução testada, avaliar oportunidades de recursos financeiros internos e externos, considerando os dispêndios específicos desta etapa do projeto. Como a ABGI enxerga a atuação de forma colaborativa
  15. 15. Para cada fase de um projeto, desde a concepção da solução até a produção, existem oportunidades para captação de recursos financeiros externos. Uma boa gestão aumenta o potencial de identificar e captar recurso externo, o que minimiza o risco do desenvolvimento e otimiza a capacidade do orçamento interno.
  16. 16. EXPLORE E INSPIRE-SE COM ALGUMAS INICIATIVAS DE SUCESSO.
  17. 17. GO | PR | MT | SP | > HUBS EM TODO O BRASIL PARA APOIAR PEQUENAS EMPRESAS DO SETOR AGRO:
  18. 18. “The Rainforest model explains the largely invisible mechanisms that underlie innovation ecosystems like Silicon Valley. It is not creative destruction alone that is sufficient. Far more important is creative reassembly, the ability of humans to combine, recirculate, and recombine into ever-increasing patterns of efficiency.” The Rainforest Book, 2012 Concluímos esta reflexão inspirados na experiência de sucesso do Vale do Silício, onde a habilidade humana de colaborar se demonstrou eficiente e indispensável. Rule #1: Break rules and dream. Rule #2: Open doors and listen. Rule #3: Trust and be trusted. Rule #4: Experiment and iterate together. Rule #5: Seek fairness, not advantage. Rule #6: Err, fail, and persist. Rule #7: Pay it forward. regras para um ambiente colaborativo 7
  19. 19. COMO A ABGI PODE TE AJUDAR?
  20. 20. (1) etapas de diagnóstico rápidas e interativas; (2) desenho dos processos por meio de abordagens colaborativas, incluindo as áreas envolvidas e/ou impactadas; (3) elaboração de ferramentas simples e de baixo custo para automatizar a análise dos projetos, facilitar a priorização do portfolio e estruturar os resultados em dashboards online. (4) identificação e orientação para captar recursos financeiros externos, que podem ser um importante meio para viabilizar o portfólio de inovação. EM TEMPOS DE METODOLOGIAS ÁGEIS, NOSSA ATUAÇÃO VISA: Temos como missão facilitar o ciclo da colaboratividade em cada empresa parceira, considerando limitações de porte, disponibilidade de recursos financeiros e maturidade para inovar. Atuamos desde a definição de processos, ferramentas e instrumentos de fomento para apoiar sua empresa na estratégia e gestão de projetos de inovação até a mensuração dos processos implementados.
  21. 21. BELO HORIZONTE – MG + 55 31 3337.7418 // SÃO PAULO – SP + 55 11 2657.7441 BRASIL – CANADÁ – EUA – FRANÇA – REINO UNIDO abgi-brasil.com twitter.com/ABGIBrasil linkedin.com/company/abgi-brasil facebook.com/abgibrasil instagram.com/abgibrasil Conte conosco para superar os desafios de inovar e a colaborar mais com resultados significativos!

×