Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Risco de Crédito
Garanta que as cobranças sejam feitas dentro do prazo
Wagner S. de Moraes
Novembro/ 2015
2
Agenda Prevista
• Currículo resumido
• O Grupo Palma
• Overview macroeconômico
• Risco de Crédito
• Como avaliar crédito...
3
Um pouco sobre mim ...
Graduado em Adm. Empresas pela Anhembi Morumbi, Pós-Graduado em Adm. Contábil
Financeira pela FG...
O Grupo Palma
Um case de sucesso !
5
O Grupo
É uma holding
100% brasileira formada
por Cinco empresas:
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
6
Estrutura Finanças
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
CFO
HC: 92HC: 27 HC: 29 HC: 27
HC: 180
HC: 4
Responsavel por 40% do...
Overview macroeconômico
Pressões atuais .....
8
Capacidade Instalada
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
9
Indústria de Construção
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
10
Confiança – Empresários
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
11
Confiança - Consumidores
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
12
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
13
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
14
Avaliação Governo
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
15
Avaliação Governo
Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
16
Principais pontos
Fonte: CNI
Inflação: continua elevada e fora da meta, previsão para 2016 tb é pessimista;
Juros: prin...
Risco de Crédito
Sustentabilidade e “Fly to quality”.....
18
Famílias
Intenção de Consumo das Familias Nivel de Consumo Atual
Perpectiva de Consumo Momento para Bens Duráveis
Wagne...
19
Políticas de Risco e Crédito
Visam manter uniforme nas decisões;
Padronização dos critérios para tomada de risco;
Ga...
20
O que fazer???
Política de risco e crédito: para quem emprestar (risco-modelos preditivos) e o
quanto emprestar (crédit...
21
O que olhar???
 Controle de rolagem das safras de crédito;
 FPD : first payment default
 EFICC 0-90 e 0-180
 PDD ma...
Como avaliar crédito
23
Como avaliar crédito???
 Caráter do cliente: behaviour, restritivos, alavancagens;
 Capacidade de gestão: análise DF´...
24
Como avaliar crédito???
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
25
Credit Scoring - exemplo
Baixo Risco
Risco Elevado
AAA
AA+
AA
AA-
A
A-
BBB+
BBB
BBB-
BB+
BB
BB-
B
B-
CCC+
CCC
CCC-
DDD
...
Seguro de Recebíveis
27
Seguro de Crédito
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
Alvo:
• Efetuem vendas a crédito.
• Tenham alto nível de exportaçõe...
28
Seguro de Crédito
Wagner S. de Moraes - Novembro-15
Principais modalidades:
• Faturamento ou Exposição: consiste em apó...
29
Obrigado !!!!
Informações adicionais:
Wagner S. de Moraes
CFO
F: 011-3469-2334
wagner.moraes@grupopalma.com.br
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apresentação Risco de Crédito EuroFinance - Novembro 2015 - Wagner S. de Moraes II

278 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Apresentação Risco de Crédito EuroFinance - Novembro 2015 - Wagner S. de Moraes II

  1. 1. Risco de Crédito Garanta que as cobranças sejam feitas dentro do prazo Wagner S. de Moraes Novembro/ 2015
  2. 2. 2 Agenda Prevista • Currículo resumido • O Grupo Palma • Overview macroeconômico • Risco de Crédito • Como avaliar crédito • Seguro de Recebíveis Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Slides: 38 Tempo Previsto: 30´
  3. 3. 3 Um pouco sobre mim ... Graduado em Adm. Empresas pela Anhembi Morumbi, Pós-Graduado em Adm. Contábil Financeira pela FGV, MBA em Finanças Corporativas pela FGV, especialização em Docência pela FGV; Executivo com mais de 25 anos de experiência em gestão de empresas, tendo sido CEO de empresa química e Diretor Executivo de outras empresas; Membro do CFO Council – EUA / Researcher Retail e Meios de Pagamentos na Coleman Research - EUA Palestrante e escritor de diversos artigos, Professor de Finanças Corporativas , além de Conselheiro em outras empresas, além de criador da maior comunidade de varejo no Linkedin; Especialista em Planejamento Estratégico, reestruturação, turnaround e reposicionamento estratégico de empresas, M&A, implantação e gestão de Shared Service, planejamento orçamentário, BSC, mercado financeiro, de capitais e derivativos. Carreira construída em SP em empresas nacionais e multinacionais; Atualmente é CFO do Grupo Palma, entre os maiores grupos empresariais do país, respondendo pelas áreas Contábil-Financeira, Soluções Corporativas, Jurídico, Controladoria, Soluções Financeiras e Meios de Pagamento, Shared Service e Planejamento Estratégico do Grupo; Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  4. 4. O Grupo Palma Um case de sucesso !
  5. 5. 5 O Grupo É uma holding 100% brasileira formada por Cinco empresas: Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  6. 6. 6 Estrutura Finanças Wagner S. de Moraes - Novembro-15 CFO HC: 92HC: 27 HC: 29 HC: 27 HC: 180 HC: 4 Responsavel por 40% do Budget
  7. 7. Overview macroeconômico Pressões atuais .....
  8. 8. 8 Capacidade Instalada Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  9. 9. 9 Indústria de Construção Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  10. 10. 10 Confiança – Empresários Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  11. 11. 11 Confiança - Consumidores Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  12. 12. 12 Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  13. 13. 13 Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  14. 14. 14 Avaliação Governo Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  15. 15. 15 Avaliação Governo Fonte: CNI Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  16. 16. 16 Principais pontos Fonte: CNI Inflação: continua elevada e fora da meta, previsão para 2016 tb é pessimista; Juros: principal medida de controle a inflação, continua em alta para assegurar meta e desaquece economia; Câmbio: mercado instável, com pressões internas (desequilíbrio político- econômico) e externas (USA, China, Europa – Portugal, Espanha e Italia); Desemprego: continua elevado, com tendencia a atingir 10,8 % em 2016; Demanda interna: continua desaquecida para o próximo ano; Contas públicas: continua gastos elevados e déficit primário crescente, outros downgrades iminentes; Inadimplência: previsão de crescimento em 2016, com forte elevação no primeiro trimestre; Crédito: bancos reduzindo risco (exposure) e foco no qualidade das carteiras (“fly to quality”), o que gerará maior escassez de recursos de mercado; Investimentos : ainda sem previsão de retorno; Ajuste fiscal: Governo sem credibilidade e força política para promover os ajustes necessários (redução de gastos e equilíbrio das contas públicas); Retomada: em 2018 caso “lição de casa” seja feita ao longo dos próximos 2 anos. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  17. 17. Risco de Crédito Sustentabilidade e “Fly to quality”.....
  18. 18. 18 Famílias Intenção de Consumo das Familias Nivel de Consumo Atual Perpectiva de Consumo Momento para Bens Duráveis Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  19. 19. 19 Políticas de Risco e Crédito Visam manter uniforme nas decisões; Padronização dos critérios para tomada de risco; Garantir integridade das ativos de crédito; Elevar qualidade da carteira; Prevenir perdas potenciais; Tratam do retorno ajustado do risco (raroc), dos limites máximos de concentração e percentuais de comprometimento do patrimônio; Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  20. 20. 20 O que fazer??? Política de risco e crédito: para quem emprestar (risco-modelos preditivos) e o quanto emprestar (crédito – behaviour) ; Perdas: o foco maior sai de geração de resultados para prevenção de perdas financeiras (perdas são evitáveis); Carteiras: foco em qualidade do crédito e diluição/venda de risco; “Fly to quality”: fundamental!!!! Controle rígidos com acompanhamentos constante e ajustes rápidos, melhor score; Garantias: buscar proteção com garantias reais; Cobrança: eficiência e readequação da régua de cobrança. Foco em giro mais curtos na carteira para ganhar eficiência. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  21. 21. 21 O que olhar???  Controle de rolagem das safras de crédito;  FPD : first payment default  EFICC 0-90 e 0-180  PDD mais conservadora;  Exposure;  Limites e volumes médios;  PDD;  Custo de carregamento de carteira  RAROC Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  22. 22. Como avaliar crédito
  23. 23. 23 Como avaliar crédito???  Caráter do cliente: behaviour, restritivos, alavancagens;  Capacidade de gestão: análise DF´s, indicadores de liquidez e solvência, rentabilidade e capacidade de geração de caixa;  Valor do patrimônio: bens e disponibilidades de curto e longo prazo, valor de mercado;  Garantias de crédito: capacidade de pagamento, liquidez, valor de mercado, co-garantidores, contratos;  Contexto operacional: avaliar condições de mercado do cliente, quais os imponderáveis, projeções, etc. Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  24. 24. 24 Como avaliar crédito??? Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  25. 25. 25 Credit Scoring - exemplo Baixo Risco Risco Elevado AAA AA+ AA AA- A A- BBB+ BBB BBB- BB+ BB BB- B B- CCC+ CCC CCC- DDD DD D ‘ Wagner S. de Moraes - Novembro-15
  26. 26. Seguro de Recebíveis
  27. 27. 27 Seguro de Crédito Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Alvo: • Efetuem vendas a crédito. • Tenham alto nível de exportações ou recebíveis do exterior. • Concentrem seus recebíveis em poucos clientes. • Busquem financiamentos bancários com base nos seus ativos. • Tenham seus riscos operacionais baseados em gerenciamento financeiro (questões de “compliance”).
  28. 28. 28 Seguro de Crédito Wagner S. de Moraes - Novembro-15 Principais modalidades: • Faturamento ou Exposição: consiste em apólice única, segurando todos os recebíveis da empresa. • Compradores Específicos: o programa é desenhado para cobrir perdas catastróficas em caso de inadimplência dos maiores clientes. • Risco Único: apólices específicas para cobrir apenas um cliente. Principais benefícios: • Proteção contra inadimplência ou débitos comerciais. • Segurança dos recebíveis em negociações de financiamentos com instituições financeiras. • Proteção contra imprevistos financeiros, mitigando seus impactos no resultado. • Análise dos riscos de crédito envolvidos no negócio (compradores). • Possibilidade de expansão dos negócios de uma maneira mais segura Preço médio: de 0,5 % a 3% conforme reembolso , histórico da carteira e direito de regresso.
  29. 29. 29 Obrigado !!!! Informações adicionais: Wagner S. de Moraes CFO F: 011-3469-2334 wagner.moraes@grupopalma.com.br

×