Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
DESENVOLVIMENTO DE FORÇA E POTÊNCIA PROFA MSA VANESSA A F BSQUOLO
Capacidades Biomotoras <ul><li>Movimentos encorporaram vários elementos: </li></ul><ul><ul><li>Força </li></ul></ul><ul><u...
Capacidades Biomotoras <ul><li>A capacidade biomotora depende da esfera quantitativa, na qual a magnitude dos níveis de fo...
FORÇA RESISTÊNCIA VELOCIDADE COORDENAÇÃO FLEXIBILIDADE RM Resistência de velocidade agilidade mobilidade Potência FM Resis...
Treinamento de Força <ul><li>Força: uma característica mecânica e uma capacidade humana. </li></ul><ul><li>A utilização de...
Força como característica mecânica <ul><li>F = m . a </li></ul><ul><ul><li>Onde: m = massa  </li></ul></ul><ul><ul><li>a =...
Força X velocidade Força velocidade Levantamento de peso Arremesso peso Lançamento beisebol
Fisiologia do treinamento de força <ul><li>Definição: capacidade neuromuscular de superar uma resistência externa e intern...
Fisiologia do treinamento de força <ul><li>Hipertrofia: </li></ul><ul><ul><li>Aumento de miofibrilas </li></ul></ul><ul><u...
Magnitude da força <ul><li>Coordenação intramuscular </li></ul><ul><ul><li>Unidades motoras </li></ul></ul><ul><li>Força d...
Tipos de contração muscular <ul><li>Força da gravidade </li></ul><ul><li>Aparelhos isocinéticos </li></ul><ul><li>Resistên...
Força da gravidade <ul><li>Contração dinâmica </li></ul><ul><ul><li>Contra: concêntrica </li></ul></ul><ul><ul><li>Somatór...
Contração Isocinética <ul><li>Movimento igual ou constante </li></ul><ul><ul><li>Mesma resistência em diferentes ângulos <...
Resistência Fixa <ul><li>Aplicar força contra aparelhos ou objetos imóveis. </li></ul><ul><ul><li>Condição estática ou iso...
Estimulação Elétrica <ul><li>Pode-se aplicar até 150ipm  </li></ul><ul><ul><li>Fisiológico até 50ipm </li></ul></ul><ul><l...
Fatores que afetam o desempenho de força <ul><li>Força máxima: </li></ul><ul><ul><li>Potencial muscular </li></ul></ul><ul...
Tipos de força <ul><li>Generalizada: </li></ul><ul><ul><li>A força de todo o sistema muscular </li></ul></ul><ul><li>Força...
Tipos de Força <ul><li>Resistência muscular: </li></ul><ul><ul><li>Capacidade muscular de sustentar trabalho por tempo pro...
Metodologia do treinamento de força <ul><li>Principais fontes de resistência externa: </li></ul><ul><ul><li>Peso corporal;...
Metodologia do treinamento de força <ul><li>Exercícios analíticos: </li></ul><ul><ul><li>Pequenos grupos musculares ou um ...
Considerações: <ul><li>Trabalhar os seguimentos passivos antes dos ativos. </li></ul><ul><li>Combinar pesos livres com out...
Seleção de Exercícios <ul><li>Idade </li></ul><ul><li>Nível de desempenho </li></ul><ul><li>Necessidades do desporto </li>...
Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Elite </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Enfatizar músculos mais utilizados </li></ul></ul><...
Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Necessidades do desporto  </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tipo de sistema utilizado </li>...
Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Fases do treinamento </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Preparatória </li></ul></ul></ul><ul...
Carga de treinamento <ul><li>Massa ou quantidade de peso usada no desenvolvimento de força. </li></ul><ul><ul><li>Supramáx...
Carga de Treinamento <ul><li>Carga máxima </li></ul><ul><ul><li>90 a 100% CVM </li></ul></ul><ul><li>Carga pesada </li></u...
Número de repetições e ritmo de execução <ul><li>O número de repetição e o ritmo de execução são funções da carga. </li></...
Número de séries <ul><li>Número de repetições de um exercício seguido de descanso. </li></ul><ul><li>Relação inversa entre...
Intervalo de descanso <ul><li>Geral: </li></ul><ul><ul><li>Reduzir progressivamente o intervalo de descanso conforme o atl...
Intervalo de descanso <ul><li>Desenvolvimento de FM: 2-5min </li></ul><ul><li>Exercícios máximos: 5 – 10 min </li></ul><ul...
Volume de treinamento de força <ul><li>Necessidades específicas do desporto </li></ul><ul><li>Idade </li></ul><ul><li>Sexo...
Volume de treinamento de força Média a baixa Alta a média alta Intervalo de descanso Média alta Baixa ritmo de execução Ba...
Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Identificar força máxima </li></ul><ul><li>Escolher percentual de ...
Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Testar o número máximo de repetições com a carga selecionada. </li...
Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Calculando a carga a cada microciclo: </li></ul><ul><ul><ul><li>RM...
CD e CP por classificação do atleta 1 2 Jovens e iniciantes 1 1,8 Atletas perspectivos 2 1,5 Nível nacional 2 1,2 Classe d...
Métodos de treinamento de força <ul><li>Força máxima: </li></ul><ul><ul><li>Trabalhar todas ou a maioria das unidades neur...
Métodos de treinamento de força <ul><li>Potência: </li></ul><ul><ul><li>Principal estímulo: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li...
Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistência Muscular </li></ul><ul><ul><li>Acíclica (curta duração) </li></ul></ul...
Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistencia muscular aciclica: </li></ul><ul><ul><li>Repetir parte das rotinas do ...
Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistência muscular cíclica: </li></ul><ul><ul><li>Esportes com mais de 2 minutos...
Considerações finais <ul><li>O treinamento de força é um elemento chave para a melhora de desempenho em qualquer desporto....
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Desenvolvimento de força e potencia

29,076 views

Published on

Desenvolvimento de força e potencia

  1. 1. DESENVOLVIMENTO DE FORÇA E POTÊNCIA PROFA MSA VANESSA A F BSQUOLO
  2. 2. Capacidades Biomotoras <ul><li>Movimentos encorporaram vários elementos: </li></ul><ul><ul><li>Força </li></ul></ul><ul><ul><li>Duração </li></ul></ul><ul><ul><li>Complexidade </li></ul></ul><ul><ul><li>deslocamento </li></ul></ul>
  3. 3. Capacidades Biomotoras <ul><li>A capacidade biomotora depende da esfera quantitativa, na qual a magnitude dos níveis de força, velocidade e resistência limitam o trabalho físico, dadas as demandas qualitativas. </li></ul><ul><ul><li>Cada exercício tem uma capacidade dominante </li></ul></ul>
  4. 4. FORÇA RESISTÊNCIA VELOCIDADE COORDENAÇÃO FLEXIBILIDADE RM Resistência de velocidade agilidade mobilidade Potência FM Resistência anaeróbia Resistência aeróbia Velocidade máxima Coordenação perfeita Amplitude total do movimento
  5. 5. Treinamento de Força <ul><li>Força: uma característica mecânica e uma capacidade humana. </li></ul><ul><li>A utilização de vários métodos de desenvolvimento de força leva à um crescimento cerca de 8 à 12 vezes mais rápido do que quando se utiliza apenas as capacidades disponíveis para determinado desporto. </li></ul>
  6. 6. Força como característica mecânica <ul><li>F = m . a </li></ul><ul><ul><li>Onde: m = massa </li></ul></ul><ul><ul><li>a = aceleração </li></ul></ul><ul><ul><li>F mx = m mx . a </li></ul></ul><ul><ul><li>F mx = m . A mx </li></ul></ul><ul><ul><li>* Há uma correlação inversa entre a força aplicada e a velocidade do movimento </li></ul></ul>
  7. 7. Força X velocidade Força velocidade Levantamento de peso Arremesso peso Lançamento beisebol
  8. 8. Fisiologia do treinamento de força <ul><li>Definição: capacidade neuromuscular de superar uma resistência externa e interna. </li></ul><ul><li>Fatores determinantes: </li></ul><ul><ul><li>Biomecânica </li></ul></ul><ul><ul><li>Massa muscular </li></ul></ul><ul><ul><li>Intensidade de contração </li></ul></ul>
  9. 9. Fisiologia do treinamento de força <ul><li>Hipertrofia: </li></ul><ul><ul><li>Aumento de miofibrilas </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da densidade capilar por fibra muscular </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da quantidade de proteína </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento do número de fibras musculares </li></ul></ul>
  10. 10. Magnitude da força <ul><li>Coordenação intramuscular </li></ul><ul><ul><li>Unidades motoras </li></ul></ul><ul><li>Força de reação muscular </li></ul><ul><ul><li>impulsos </li></ul></ul><ul><li>Coordenação intermuscular: </li></ul><ul><ul><li>interação de vários grupos musculares </li></ul></ul>
  11. 11. Tipos de contração muscular <ul><li>Força da gravidade </li></ul><ul><li>Aparelhos isocinéticos </li></ul><ul><li>Resistência fixa </li></ul><ul><li>Estimulação elétrica </li></ul>
  12. 12. Força da gravidade <ul><li>Contração dinâmica </li></ul><ul><ul><li>Contra: concêntrica </li></ul></ul><ul><ul><li>Somatória : excêntrica </li></ul></ul>
  13. 13. Contração Isocinética <ul><li>Movimento igual ou constante </li></ul><ul><ul><li>Mesma resistência em diferentes ângulos </li></ul></ul><ul><ul><li>O aparelho oferece uma resistência igual à força oferecida felo atleta nas fases concêntrica e excêntrica. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Nattilus; Mini Gym; Cybex </li></ul></ul></ul>
  14. 14. Resistência Fixa <ul><li>Aplicar força contra aparelhos ou objetos imóveis. </li></ul><ul><ul><li>Condição estática ou isométrica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Desenvolve tensão sem alterar comprimento. </li></ul></ul>
  15. 15. Estimulação Elétrica <ul><li>Pode-se aplicar até 150ipm </li></ul><ul><ul><li>Fisiológico até 50ipm </li></ul></ul><ul><li>Aumento de força </li></ul><ul><ul><li>30% + CVM </li></ul></ul><ul><li>Aumento de resistência </li></ul>
  16. 16. Fatores que afetam o desempenho de força <ul><li>Força máxima: </li></ul><ul><ul><li>Potencial muscular </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Soma da força de todos os músculos envolvidos no movimento. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Uso do potencial </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Capacidade de empregar fibras musculares simultaneamente. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>técnica </li></ul></ul>
  17. 17. Tipos de força <ul><li>Generalizada: </li></ul><ul><ul><li>A força de todo o sistema muscular </li></ul></ul><ul><li>Força específica: </li></ul><ul><ul><li>Músculos particulares do desporto </li></ul></ul><ul><li>Força máxima: </li></ul><ul><ul><li>Maior força na CVM </li></ul></ul>
  18. 18. Tipos de Força <ul><li>Resistência muscular: </li></ul><ul><ul><li>Capacidade muscular de sustentar trabalho por tempo prolongado. </li></ul></ul><ul><li>Força absoluta: </li></ul><ul><ul><li>Capacidade de exercer força independentemente do peso corporal. </li></ul></ul><ul><li>Força Relativa: </li></ul><ul><ul><li>Razão entre a força absoluta e o peso corporal. </li></ul></ul>
  19. 19. Metodologia do treinamento de força <ul><li>Principais fontes de resistência externa: </li></ul><ul><ul><li>Peso corporal; </li></ul></ul><ul><ul><li>Medicine balls; </li></ul></ul><ul><ul><li>Tiras elásticas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Halteres; </li></ul></ul><ul><ul><li>Barras; </li></ul></ul><ul><ul><li>Resistência fixa. </li></ul></ul>
  20. 20. Metodologia do treinamento de força <ul><li>Exercícios analíticos: </li></ul><ul><ul><li>Pequenos grupos musculares ou um segmento corporal. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Resistência local </li></ul></ul></ul><ul><li>Exercícios sintéticos: </li></ul><ul><ul><li>Vários grupos musculares </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Resistência geral </li></ul></ul></ul>
  21. 21. Considerações: <ul><li>Trabalhar os seguimentos passivos antes dos ativos. </li></ul><ul><li>Combinar pesos livres com outros tipos de treinamento. </li></ul><ul><li>Desenvolver boa flexibilidade antes da força. </li></ul><ul><li>Fazer exercícios de flexibilidade antes do trabalho de força facilita a recuperação. </li></ul>
  22. 22. Seleção de Exercícios <ul><li>Idade </li></ul><ul><li>Nível de desempenho </li></ul><ul><li>Necessidades do desporto </li></ul><ul><li>Fase de treinamento </li></ul>
  23. 23. Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Elite </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Enfatizar músculos mais utilizados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Poucos exercícios </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>iniciantes: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>9 a 12 exercícios </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Principais grupos musculares </li></ul></ul></ul>
  24. 24. Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Necessidades do desporto </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tipo de sistema utilizado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Musculatura utilizada </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ex: saltador em altura poucos exercícios (3-4) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Lutador (5-8) </li></ul></ul></ul></ul>
  25. 25. Seleção de Exercícios <ul><ul><li>Fases do treinamento </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Preparatória </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Desenvolvimento de força geral </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Grande número de exercícios </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transição </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Enfatizar a musculatura mais utilizada no desporto </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Reduzir o número de exercícios </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>O número de exercícios deve ser reduzido e mais especializado com a progressão do treinamento físico. </li></ul></ul></ul></ul>
  26. 26. Carga de treinamento <ul><li>Massa ou quantidade de peso usada no desenvolvimento de força. </li></ul><ul><ul><li>Supramáxima: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>(100 à 175%) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Excêntrico ou negativo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Atletas que já tenham histórico desse tipo de treinamento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>auxilio </li></ul></ul></ul>
  27. 27. Carga de Treinamento <ul><li>Carga máxima </li></ul><ul><ul><li>90 a 100% CVM </li></ul></ul><ul><li>Carga pesada </li></ul><ul><ul><li>80 a 90% </li></ul></ul><ul><li>Carga média </li></ul><ul><ul><li>50 a 80% </li></ul></ul><ul><li>Carga leve </li></ul><ul><ul><li>Abaixo de 50% </li></ul></ul>
  28. 28. Número de repetições e ritmo de execução <ul><li>O número de repetição e o ritmo de execução são funções da carga. </li></ul><ul><li>FM (90-175%) – 1/3rep – lento </li></ul><ul><li>Potencia (30-80%) – 5/10rep – moderado </li></ul><ul><li>RM - + 250 (até limite) - médio </li></ul>
  29. 29. Número de séries <ul><li>Número de repetições de um exercício seguido de descanso. </li></ul><ul><li>Relação inversa entre esforço e número de séries. </li></ul><ul><ul><li>Fatores: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Capacidade do atleta </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Potencial de treinamento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Número de grupos musculares </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Número de exercícios </li></ul></ul></ul>
  30. 30. Intervalo de descanso <ul><li>Geral: </li></ul><ul><ul><li>Reduzir progressivamente o intervalo de descanso conforme o atleta se adapta. </li></ul></ul><ul><ul><li>Prolongar conforme a carga aumenta. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fatores: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Estado de treino </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Número de músculos envolvidos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tipo de força </li></ul></ul></ul>
  31. 31. Intervalo de descanso <ul><li>Desenvolvimento de FM: 2-5min </li></ul><ul><li>Exercícios máximos: 5 – 10 min </li></ul><ul><li>Resistência muscular: 1 – 2 min </li></ul><ul><li>Circuito : quando FC voltar a 120bpm </li></ul><ul><ul><li>Considerar taxa de recuperação individual. </li></ul></ul><ul><ul><li>Exercícios de relaxamento </li></ul></ul>
  32. 32. Volume de treinamento de força <ul><li>Necessidades específicas do desporto </li></ul><ul><li>Idade </li></ul><ul><li>Sexo </li></ul><ul><li>Classificação desportiva </li></ul><ul><li>Fase do treinamento </li></ul>
  33. 33. Volume de treinamento de força Média a baixa Alta a média alta Intervalo de descanso Média alta Baixa ritmo de execução Baixa Média Alta Séries Alta média Baixa Repetições De média a baixa Média a baixa Alta Carga RM Potência FM
  34. 34. Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Identificar força máxima </li></ul><ul><li>Escolher percentual de força </li></ul><ul><li>Escolher número de repetições </li></ul><ul><ul><li>Considerar </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Necessidades do atleta </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tipo de força visada </li></ul></ul></ul>
  35. 35. Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Testar o número máximo de repetições com a carga selecionada. </li></ul><ul><ul><li>calcular número de repetições: </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>RM (%) =NR 12 (75%)=9 </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>100 100 </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Reavaliar a cada macrociclo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  36. 36. Metodologia do programa de treinamento de força <ul><li>Calculando a carga a cada microciclo: </li></ul><ul><ul><ul><li>RM </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>CD </li></ul></ul></ul>+ CP = NR Onde o numerador é o número de repetições máximas CD é a constante divisão CP é a constante progressão 12 1,5 + 2 = 10
  37. 37. CD e CP por classificação do atleta 1 2 Jovens e iniciantes 1 1,8 Atletas perspectivos 2 1,5 Nível nacional 2 1,2 Classe de elite CP CD Classificação do atleta
  38. 38. Métodos de treinamento de força <ul><li>Força máxima: </li></ul><ul><ul><li>Trabalhar todas ou a maioria das unidades neuromusculares. </li></ul></ul><ul><ul><li>Empregar estímulos máximos e supramáximos </li></ul></ul><ul><ul><li>Alternar grupos musculares </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desportos:ex.levantamento de peso, arremesso de martelo. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desportos em que prevaleçam outro tipo de força podem ser beneficiados pelo desenvolvimento de FM. </li></ul></ul></ul>
  39. 39. Métodos de treinamento de força <ul><li>Potência: </li></ul><ul><ul><li>Principal estímulo: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Executar movimentos dinamicamente ligados à magnitude da força empregada. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Força de aceleração </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Desportos ex. saltos, corridas de curta distância. </li></ul></ul></ul></ul>
  40. 40. Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistência Muscular </li></ul><ul><ul><li>Acíclica (curta duração) </li></ul></ul><ul><ul><li>Cíclica (longa duração) </li></ul></ul>
  41. 41. Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistencia muscular aciclica: </li></ul><ul><ul><li>Repetir parte das rotinas do desporto com intensidade levemente mais alta que na competição. </li></ul></ul><ul><ul><li>Treinamento com peso </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>50 a 80% CM – 10 a 30 rep </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desportos: ginástica, artes marciais... </li></ul></ul></ul>
  42. 42. Métodos de treinamento de força <ul><li>Resistência muscular cíclica: </li></ul><ul><ul><li>Esportes com mais de 2 minutos de duração. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Curta duração: 40 a 50% CM – 30 a 100 rep. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Longa duração: carga levemente mais baixas repetições até a exaustão. </li></ul></ul></ul>
  43. 43. Considerações finais <ul><li>O treinamento de força é um elemento chave para a melhora de desempenho em qualquer desporto. </li></ul><ul><li>Para que se obtenha um desempenho ótimo utilizando o treinamento de força é necessário que se aplique o treinamento adequado ao desporto em questão. </li></ul>

×