Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Normas técnicas para artigos acadêmicos

18,774 views

Published on

Aula da Nathalia Rayol

Normas técnicas para artigos acadêmicos

  1. 1. Normas Técnicas para Artigos Acadêmicos
  2. 2. Estrutura do Texto <ul><li>O padrão geral de artigos acadêmicos é Fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5; parágrafo justificado. </li></ul><ul><li>Estrutura do texto deve conter: </li></ul><ul><li>-Capa </li></ul><ul><li>-Introdução </li></ul><ul><li>-Desenvolvimento </li></ul><ul><li>-Conclusão </li></ul><ul><li>-Referências Bibliográficas </li></ul>
  3. 3. Introdução <ul><li>É uma visão global da pesquisa, apresentando o tema e os pontos a serem desenvolvidos no artigo. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>“ A UE é uma organização intergovernamental que tem suas origens em vários acordos e tratados que surgiram como alternativa à situação caótica da II GM. Neste trabalho será traçado um breve histórico do processo de integração da União Européia, de suas principais instituições e seu funcionamento, porém o foco principal será na questão dos direitos humanos, consolidados pela EU em sua Carta dos Direitos Fundamentais”. </li></ul>
  4. 4. Exemplo: <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>O presente trabalho tem como objetivo a delineação de um quadro geral da OTAN como organização regional militar, evidenciando o contexto histórico de sua formação, as particularidades do seu tratado constituinte, a sua estrutura institucional, seus principais órgãos e as modificações que a mesma sofreu em quase 60 anos de existência. </li></ul><ul><li>Por fim, é importante ressaltar o papel da OTAN no mundo atual, não somente como organização militar mas também incorporando novos objetivos. Além disso, é relevante também analisar algumas peculiaridades e problemas que a OTAN e os EUA representam na configuração da nova sociedade internacional no pós-Guerra Fria, como também questionar as suas novas atuações. </li></ul>
  5. 5. Desenvolvimento <ul><li>O desenvolvimento do texto deve ser dividido em temas para melhor organização. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>1.Fundação da ASEAN </li></ul><ul><li>2.Dados da ASEAN </li></ul><ul><li>3.Principais Documentos </li></ul><ul><li>4.Objetivos </li></ul><ul><li>5.Princípios Fundamentais </li></ul><ul><li>6.Estruturas e Mecanismos </li></ul>
  6. 6. Conclusão <ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>“ Hoje em dia, a OTAN possui forças no Afeganistão que auxiliam as autoridades locais a promover segurança e estabilidade da região; no Kosovo, desde 1999 até depois de sua independência também para garantir a paz e a estabilidade, auxilia a União Africana em sua missão no Sudão, etc3... </li></ul><ul><li>É interessante notar a importância da OTAN para os Estados Unidos, uma vez que podemos perceber a existência de bases americanas em muitos países desta organização. Nessas bases existem militares americanos, armamentos americanos, inclusive armamentos nucleares. Assim, podemos traçar um paralelo com a importância econômica da OTAN para os norte-americanos, uma vez que há a padronização dos armamentos entre seus membros. Os armamentos utilizados são, na maior parte das vezes, americanos. Logo, nota-se a venda de material bélico norte-americano para os países aliados à organização [1] . </li></ul><ul><li>Dessa forma, podemos analisar a OTAN como um instrumento da política externa americana, que busca defender os seus interesses em diversos países do mundo”. </li></ul><ul><li>[1] Hans M. Kristensen </li></ul>
  7. 7. Referências no texto <ul><li>Toda idéia, mesmo que não reproduzida fielmente, deve conter a fonte. Esta deve ser feita com a menção do último sobrenome do autor, acompanhada do ano da publicação e do número da página, quando necessário. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>1) O Tratado do Rio de Janeiro assegura o conceito de segurança coletiva no hemisfério, além de definir uma zona interamericana de segurança (Bennett e Oliver, 2006, p.248). </li></ul><ul><li>OU </li></ul><ul><li>2) Segundo Bennett e Oliver (2006,p.248), o Tratado do Rio de Janeiro assegura o conceito de segurança coletiva no hemisfério, além de definir uma zona interamericana de segurança. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Segundo DARCY, a EU é um “objeto político não-identificado”, já que seu modelo não consta nem no direito internacional nem no direito constitucional. </li></ul><ul><li>ERRADO !!!!!!! </li></ul><ul><li>CERTO: </li></ul><ul><li>Segundo Darcy (2002), a EU é um “objeto político não-identificado”, já que seu modelo não consta nem no direito internacional nem no direito constitucional. </li></ul><ul><li>Quando a fonte já estiver sido explicitada, usar Ibid (que quer dizer “na mesma obra”) </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>Segundo Darcy (2002), a EU é um “objeto político não-identificado”, já que seu modelo não consta nem no direito internacional nem no direito constitucional. O autor explicita ainda que existem quatro tipos de legitimidade das quais emanam os poderes da União Européia ( ibid , p.78). </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Quando a fonte tiver indicado um outro autor no qual se baseou, usar apud . </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>1) A EU é um “objeto político não-identificado”, já que seu modelo não consta nem no direito internacional nem no direito constitucional. (Pempel,1996; Agarwala e Prakash,2002 apud Darcy,2002). </li></ul><ul><li>Ou </li></ul><ul><li>2) Darcy (2002), citando Pempel (1996) e Agarwala e Prakash (1996), afirma que a EU é um “objeto político não-identificado”, já que seu modelo não consta nem no direito internacional nem no direito constitucional . </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Citações de autores de até três linhas devem vir no corpo do texto, entre aspas. Deve-se, ainda, indicar a fonte, ou no corpo do texto, ou através de nota de rodapé. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Apesar de o Compromisso de Luxemburgo ter incluído uma salvaguarda para votação por unanimidade em casos de interesse vital, o escopo das decisões por maioria qualificada tem aumentado progressivamente, “o que significa uma verdadeira diluição da soberania dos Estados-parte, já que as decisões tomadas são obrigatórias” (Herz e Hoffmann, 2004, p.78). </li></ul><ul><li>Ou </li></ul><ul><li>2) Apesar de o Compromisso de Luxemburgo ter incluído uma salvaguarda para votação por unanimidade em casos de interesse vital, o escopo das decisões por maioria qualificada tem aumentado progressivamente, “o que significa uma verdadeira diluição da soberania dos Estados-parte, já que as decisões tomadas são obrigatórias” [1] . </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: Herz e Hoffmann (2004, p.78). </li></ul>[1]
  11. 11. (O FMI) foi estabelecido com o intuito de promover a cooperação monetária internacional, estabilidade mútua, acordos, crescimento econômico e altas taxas de emprego e prover assistência financeira aos países para ajudar a controlar os ajustes da balança de pagamento (Woods,2007). <ul><li>Citações de autores de mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, com tipologia menor, espaçamento simples entre linhas e sem aspas. A referência, quando existir, deve ser incluída logo após a citação e antes do sinal de pontuação; ou em nota de rodapé. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>O Fundo Monetário internacional (FMI) é uma organização internacional cujo objetivo é prestar assistência financeira aos países e promover a cooperação entre os mesmos: </li></ul>
  12. 13. <ul><li>Quando a fonte for de um link da internet, colocar da seguinte forma: Autor (se houver), Título (se houver), disponível em, acessado em. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>A Organização dos Estados Americanos que existe até hoje é fruto das ações de Simon Bolívar, que, em 1826, organizou o Congresso do Panamá, a fim de “criar uma associação dos Estados do Hemisfério” [1] . </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[1] “Breve Histórico da OEA”. Disponível em http://www.oas.org/key_issues/por/KeyIssue_Detail.asp ? kis_sec =17 . Acessado em 2 de abril de 2008. </li></ul>
  13. 14. Exemplos: <ul><li>O Tribunal de Contas Europeu foi criado em 1975, e tem como função verificar se os fundos da EU, provenientes dos contribuintes, são cobrados de forma adequada e utilizados de acordo com a lei [1 ] . </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[1] http://europa.eu/institutions/jgudhyjd . </li></ul><ul><li>ERRADO !!!!!!!!!!!!!! </li></ul><ul><li>CERTO: </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>“ Tribunal de Contas Europeu”. Disponível em: http://europa.eu/institutions/jgudhyjd . Acessado em 4 de abril de 2008. </li></ul>
  14. 15. Em casos de artigos de jornal: Apontar Autor, título, jornal, cidade, data. <ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Esse é um grande problema. Na questão da democracia, que apesar de afirmada e reafirmada pela União Européia, acaba se esvaziando em decisões como esta (Le Monde Diplomatique – março/ 2008). </li></ul><ul><li>ERRADO !!!!!!!!!! </li></ul><ul><li>CERTO: </li></ul><ul><li>Esse é um grande problema. Na questão da democracia, que apesar de afirmada e reafirmada pela União Européia, acaba se esvaziando em decisões como esta [1 ] . </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[1] VERDIN, Pierre. La Union Européenne. Le Monde, Paris, 23 de fevereiro 2008. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Todos os dados ou informações quantitavivas devem vir com a fonte especificada em nota de rodapé. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>Dados da Asean: </li></ul><ul><li>População: 560 milhões de habitantes [1] </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[1] “ASEAN- An Overview”. Disponível em http://www.aseansec.org/64.htm . Acessado em 8 de abril de 2008. </li></ul>
  16. 17. A Organização do Tratado do Atlântico Norte, OTAN, foi então criada a 4 de abril de 1949, mas só entrou em vigor a partir de agosto do mesmo ano, <ul><li>reafirmando a sua fé nos intuitos e princípios da Carta das Nações Unidas e o desejo de viver em paz com todos os povos e com todos os Governos, decididos a salvaguardar a liberdade dos seus povos, a sua herança comum e a sua civilização, fundadas nos princípios da democracia, das liberdades individuais e do respeito pelo direito, desejosos de favorecer a estabilidade e o bem-estar na área do Atlântico Norte, resolvidos a congregar com seus esforços para a defesa coletiva e para a preservação da paz e da segurança [1] . </li></ul><ul><li>[1] “Tratado do Atlântico Norte”. Disponível em http://www.nato.int/docu/other/po/treaty-po.htm . Acessado em 28 de abril de 2008. </li></ul>
  17. 18. <ul><li>As notas de rodapé também servem para acrescentar informação relevante e adicional. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>- Em 1957, foram assinados os Tratados de Roma [1] , que instituíram a Comunidade Econômica Européia (CEE) e a Comunidade Européia de Energia Atômica (EURATOM). </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[1] Ambos os tratados entraram em vigor em 1958. </li></ul><ul><li>- (...) Sendo a primeira organização internacional regional, inicialmente tinham como objetivo comum a prevenção da criação de um Estado judaico [2] . </li></ul><ul><li>Nota de rodapé: </li></ul><ul><li>[2] Os únicos países da Liga que reconhecem o Estado de Israel são Egito, Jordânia e Mauritânia. </li></ul>
  18. 19. Bibliografia <ul><li>Todas as fontes apontadas no corpo do texto devem estar contidas das referências bibliográficas!! </li></ul><ul><li>Para livro </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor (em maiúscula), nome do autor, título do livro (em itálico), número da edição (se não for a primeira), local da publicação, nome da editora, ano da publicação. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>FORSYTHE, D.P. Human Rights and World Politics . Londres: University of Nebraska, 1989. </li></ul><ul><li>GADDIS, John Lewis. História da Guerra Fria . Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>Para artigo acadêmico </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor (em maiúscula), nome do autor, título do artigo entre aspas, nome do periódico em itálico, volume do periódico, número do periódico, número das páginas,ano. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>HELD, David, McGREW, Anthony. “Globalization”. Global Governance, vol. 5,n.4, pp.483-496, oct-dec.1999. </li></ul><ul><li>BOVARNICK, Silvie. “Universal human rights and non-Western normative systems: a comparative analysis of violence against women in Mexico and Pakistan”. Review of International Studies ,33, n°1, 2007, pp.456-478,2007. </li></ul><ul><li>HERZ, Mônica. “A dimensão cultural das Relações Internacionais e os atores não-governamentais”. Contexto Internacional , ano 4, n. 8, p. 69-82, 1988. </li></ul>
  20. 21. <ul><li>Para capítulo de livro </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor do capítulo (em maiúscula), nome do autor do capítulo, título do capítulo, In:, sobrenome do autor geral do livro (seguido de vírgula e iniciais do nome do autor geral do livro), função do autor geral do livro entre parênteses e abreviado, título geral do livro em itálico, local de publicação, nome da editora, ano da publicação (opcional:intervalo das páginas do capítulo). </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>KECK, Margaret, SIKKINK, Kathryn. “Historical Precursors to Modern Transnational Advocacy Networks”. In: KECK, Margaret, SIKKINK, Kathryn (ed.) Activist Beyond Borders: Advocacy Networks in International Politics . NY: Cornell University Press, 1998. </li></ul><ul><li>PUTNAM, Robert D. “Diplomacy and domestic politics: the logic of Two-Level Games”. In: EVANS, P. B.; JACOBSON, H. K.; Putnam, R. D. (Ed.). Double-edged diplomacy: international bargaining and domestic politics . Berkeley: University of California Press, 1988-1993. p. 431-468. </li></ul>
  21. 22. <ul><li>Para artigo de jornal </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor (em maiúscula), nome do autor, título do artigo, nome do jornal (em itálico), cidade, dia, mês e ano da publicação. </li></ul><ul><li>Exemplos: </li></ul><ul><li>PACHECO, Lenilde. Subestimar o eleitor é um erro, diz psicóloga. A Tarde, São Paulo, 25 de agosto de 2002. </li></ul><ul><li>MORALES-SOLÁ, Joaquín. La Argentina frente el nuevo orden mundial. La Nación , Buenos Aires, 23 fev. 2003. </li></ul>
  22. 23. <ul><li>Para dissertação ou tese </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor (em maiúscula), nome do autor, título da dissertação ou tese, ano da defesa, número de folhas, tipo de documento (tese ou dissertação), vinculação acadêmica, local e data da defesa (se houver na folha de aprovação). </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>SANTANA, Helton R. P. “ Área de Livre Comércio das Américas (ALCA): determinantes domésticos e política externa brasileira”. Dissertação de Mestrado, IRI/PUC-Rio, Rio de Janeiro, 2000. </li></ul><ul><li>MENDES, Gabriel Gutiérrez. “Da Frente Brasil Popular à Aliança Capital Trabalho: Análise do discurso das campanhas de Lula a presidente”. Dissertação de Mestrado, Iuperj, Rio de Janeiro, 2002. </li></ul>
  23. 24. <ul><li>Para documento da Internet </li></ul><ul><li>Sobrenome do autor (em maiúscula), nome do autor, título do documento, nome da fonte do texto em negrito, dia, mês e ano do documento, endereço URL, data de acesso ao documento. </li></ul><ul><li>Exemplo: </li></ul><ul><li>KHALIL, Ashraf. “Iraq’s women see victory in constitution”. Middle East Online , 4 de março de 2004. Disponível em: http://www.middle- east-online.com/English/?id+9089. Acessado em 10 de março de 2004. </li></ul>

×