Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Análise de sensibilidade po

401 views

Published on

Este material complementa as explicações dadas em sala de aula, sobre a Análise de Sensibilidade possíveis de realizar sobre a solução de um problema de Programação Linear,

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Análise de sensibilidade po

  1. 1. Pesquisa Operacional Análise de sensibilidade com Solver Prof. Valter Mello Universidade Braz Cubas
  2. 2. Uma merendeira precisa alimentar os alunos de sua escola, e tem em sua despensa um estoque de 24 xícaras de mistura pronta, 18 xícaras de leite, e 20 ovos. Ela sabe que com 3 xícaras de mistura pronta, 1 xícara de leite e 2 ovos, conseguirá preparar uma porção de panquecas que alimentará 6 alunos. Mas com 2 xícaras de cada ingrediente conseguirá fazer uma porção de wafles, capaz de alimentar 5 alunos. A questão, portanto, é saber qual o máximo de alunos que poderão ser alimentadas com as “panquecas” e “wafles” possíveis de serem produzidas com os ingredientes da despensa? Vamos desenvolver as explicações sobre a Análise de Sensibilidade sobre um problema de Programação Linear, resolvido através do Solver, utilizando como exemplo o problema abaixo:
  3. 3. Trata-se de um problema de otimização, que deve ser modelado da seguinte forma: Otimizar: A = 6p + 5w Sujeito às restrições: 3𝑝 + 2𝑤 ≤ 24 𝑝 + 2𝑤 ≤ 18 2𝑝 + 2𝑤 ≤ 20 𝑝; 𝑤 ≥ 0 A representa o total de alunos alimentados p e w são as nossas variáveis de decisão, visto que através da alteração da quantidade produzida de cada uma delas é que alimentaremos mais ou menos alunos.
  4. 4. Primeiramente, introduza o modelo no Excel, de forma a poder solucioná-lo
  5. 5. Usando o gerenciador de nomes, dê nomes para cada uma das células que serão utilizadas para resolver o problema. Para isso, vá até o campo de referência da célula, digite o nome desejado, clique ENTER
  6. 6. Os nomes das células poderão ser vistos e gerenciados através do Gerenciador de Nomes.
  7. 7. Crie a(s) fórmula(s) nas células correspondentes. Veja que o uso de nomes nas células melhora o entendimento do conteúdo e facilitará as análises posteriores.
  8. 8. Você não precisa escrever nome por nome. A metodologia para inserir fórmulas continua a mesma. Ao clicar na célula, o Excel assume o nome automaticamente.
  9. 9. Eu sugiro sempre que se coloque 1 nas células correspondentes às variáveis de decisão, porque assim, ao se colocar a fórmula nas células calculadas, se poderá fazer uma checagem imediata
  10. 10. O próximo passo é introduzir no Solver, as variáveis e as restrições, selecionando LP Simplex como método de solução. Clique em resolver
  11. 11. Antes de clicar em OK, selecione o relatório desejado
  12. 12. Mostra que foi especificada a Maximização Valor otimizado Valor final das variáveis de decisão Sobra de material
  13. 13. Mostra que, ainda que cada porção alimentasse mais ou menos alunos, ainda assim, a quantidade ótima de porções permaneceria a mesma para os ingredientes disponíveis
  14. 14. Mostra quantos alunos poderiam ser alimentados diferentemente, caso houvesse disponibilidade de uma unidade a maior / menor do material correspondente Até os limites mostrados aqui
  15. 15. Do relatório apresentado, ficamos sabendo que com 6 xícaras adicionais de mix, alimentaríamos mais seis alunos, sem que houvesse falta de nenhum outro ingrediente. Nesse caso, a solução ótima seria fazer 10 porções de panquecas, ao invés da solução original para o problema. Portanto, uma análise do relatório de sensibilidade permitirá a você, decidir a oportunidade de gerenciar o seu estoque de matérias primas, uma vez que o relatório lhe mostra qual a influência que cada um dos materiais disponíveis provoca em seu resultado.
  16. 16. Mostra quantos alunos poderão ser alimentados, caso optemos por produzir apenas um dos produtos
  17. 17. Atenção: Este material complementa as aulas presenciais e não deve ser entendido como completo em si mesmo. Prof. Valter Mello

×