Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
III Conferência Nacional dos    Direitos das Pessoas com Deficiência        Um olhar através da Convenção da ONU sobre os ...
Eixo de análise 1:Educação (Art.24)
[...] DIREITOS IGUAIS E INALIENÁVEIS DE TODOS OS                MEMBROS      DA    FAMÍLIA    HUMANA      COMO            ...
Pessoas com deficiência sãoaquelas que têm impedimentos   de longo prazo de natureza  física, mental, intelectual ousensor...
[...] A INDEPENDÊNCIA DA PESSOA, INCLUSIVE ALIBERDADE DE FAZER AS PRÓPRIAS ESCOLHAS EAUTONOMIA INDIVIDUAL(Princípios Gerai...
ARTIGO 24 ITEM   1
ITEM 1/OBJETIVOS/ O PLENO DESENVOLVIMENTO DO POTENCIAL HUMANO E DO SENSODE DIGNIDADE E AUTO-ESTIMA[...], LIBERDADES FUNDA...
As pessoas com deficiência não sejam excluídas do sistema educacional geral sob alegação de deficiência e que as crianças ...
b) pessoas com deficiência possam ter acesso ao ensino primário inclusivo, de qualidade e e gratuito, e ensino secundário,...
ITEM   2, /c/; /d/ASSEGURAR PROVIDÊNCIAS PARA AS ADAPTAÇÕES RAZOÁVEISDE ACORDO COM AS NECESSIDADES INDIVIDUAIS (/c/);AS PE...
d) As pessoas com deficiência recebam o apoio necessário, no âmbito do sistema educacional geral, com vistas a facilitar s...
ITEM   3/b/ FACILITAÇÃO DO APRENDIZADO DA LÍNGUA DE SINAIS E PROMOÇÃO DAIDENTIDADE LINGUÍSTICA DA COMUNIDADE SURDA;/c/ GAR...
b) Facilitação do aprendizado da língua de sinais e promoção da identidade lingüística da comunidade surda;c) Garantia de ...
ITEM   5ESTADOS PARTE DEVERÃO ASSEGURAR QUE AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAPOSSAM TER ACESSO À EDUCAÇÃO COMUM NAS MODALIDADES D...
Rosita Edler Carvalhoedler @centroin.com.br
Convenção comentada art.24   por rosita edler
Convenção comentada art.24   por rosita edler
Convenção comentada art.24   por rosita edler
Convenção comentada art.24   por rosita edler
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Convenção comentada art.24 por rosita edler

630 views

Published on

Quero deixar bem clara minha posição em defesa da escola inclusiva, menos como presença física e mais como inclusão na aprendizagem e na participação.

Published in: Education
  • Concordo Valéria. Os 'espaçostempos multirreferenciais' de aprendizagem existem para todos e por isto mesmo, devem ser pensados para e com os diferentes interlocutores. As redes educativas constituem a educação não formal e a educação formal de todos os sujeitos, considerando suas limitações e facilidades. Estar aberto para outras possibilidades de interação, compreensão, expressão é o que torna nosso cotidiano mais complexo e desafiador, pois o 'devir' implica em outras articulações, adaptações e reais transformações em nossa maneira de pensar e viver. Ciberabraços,
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

Convenção comentada art.24 por rosita edler

  1. 1. III Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência Um olhar através da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência: Novas perspectivas e desafios Rosita Edler Carvalhoedler @centroin.com.br
  2. 2. Eixo de análise 1:Educação (Art.24)
  3. 3. [...] DIREITOS IGUAIS E INALIENÁVEIS DE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA HUMANA COMO FUNDAMENTO DA LIBERDADE, DA JUSTIÇA E DA PAZ NO MUNDO (/a/)RECONHECIMENTO DA NECESSIDADE [...] DE APOIO MAIS INTENSIVO,PARA ALGUMAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (/J/).
  4. 4. Pessoas com deficiência sãoaquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ousensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podemobstruir sua participação plena e efetiva na sociedade emigualdades de condições com as demais pessoas (Artigo 1- Propósito).
  5. 5. [...] A INDEPENDÊNCIA DA PESSOA, INCLUSIVE ALIBERDADE DE FAZER AS PRÓPRIAS ESCOLHAS EAUTONOMIA INDIVIDUAL(Princípios Gerais /a/), eA PLENA E EFETIVA PARTICIPAÇÃO E INCLUSÃONA SOCIEDADE (Princípios Gerais /c/).
  6. 6. ARTIGO 24 ITEM 1
  7. 7. ITEM 1/OBJETIVOS/ O PLENO DESENVOLVIMENTO DO POTENCIAL HUMANO E DO SENSODE DIGNIDADE E AUTO-ESTIMA[...], LIBERDADES FUNDAMENTAIS...; O DESENVOLVIMENTO MÁXIMO POSSÍVEL DA PERSONALIDADE E DOSTALENTOS E CRIATIVIDADE.....; A PARTICIPAÇÃO EFETIVA DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM UMASOCIEDADE LIVRE.
  8. 8. As pessoas com deficiência não sejam excluídas do sistema educacional geral sob alegação de deficiência e que as crianças com deficiência não sejam excluída ITEM 2, /a/ AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NÃO SEJAM EXCLUÍDAS DO SISTEMA EDUCACIONAL GERAL SOB ALEGAÇÃO DE DEFICIÊNCIA E QUE AS CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA NÃO SEJAM EXCLUÍDAS DO ENSINO PRIMÁRIO GRATUITO E COMPULSÓRIO OU DO ENSINO SECUNDÁRIO, SOB ALEGAÇÃO DE DEFICIÊNCIA.
  9. 9. b) pessoas com deficiência possam ter acesso ao ensino primário inclusivo, de qualidade e e gratuito, e ensino secundário, em igualdade de condições com asAsAs pessoas com deficiência possam ter acesso ao ensino primário inclusivo, de qualidadegratuito, e ao ao ensino secundário, em igualdade de condições com a ITEM 2, /b/ AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA POSSAM TER ACESSO AO ENSINO FUNDAMENTAL INCLUSIVO, DE QUALIDADE E GRATUITO, E AO ENSINO SECUNDÁRIO, EM IGUALDADE DE CONDIÇÕES COM AS DEMAIS PESSOAS NA COMUNIDADE EM QUE VIVEM;
  10. 10. ITEM 2, /c/; /d/ASSEGURAR PROVIDÊNCIAS PARA AS ADAPTAÇÕES RAZOÁVEISDE ACORDO COM AS NECESSIDADES INDIVIDUAIS (/c/);AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA RECEBAM O APOIO NECESSÁRIO,NO ÂMBITO DO SISTEMA EDUCACIONAL GERAL, COM VISTAS AFACILITAR SUA EFETIVA EDUCAÇÃO (/d/);
  11. 11. d) As pessoas com deficiência recebam o apoio necessário, no âmbito do sistema educacional geral, com vistas a facilitar sua efetiva educação;e) Medidas de apoio individualizadas e efetivas sejam adotadas em ambientes que maximizem o desenvolvimento acadêmico e social, de acordo com a meta de ITEM 2, /e/ MEDIDAS DE APOIO INDIVIDUALIZADAS E EFETIVAS SEJAM ADOTADAS EM AMBIENTES QUE MAXIMIZEM O DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO E SOCIAL, DE ACORDO COM A META DE INCLUSÃO PLENA.
  12. 12. ITEM 3/b/ FACILITAÇÃO DO APRENDIZADO DA LÍNGUA DE SINAIS E PROMOÇÃO DAIDENTIDADE LINGUÍSTICA DA COMUNIDADE SURDA;/c/ GARANTIA DE QUE A EDUCAÇÃO DE PESSOAS, EM PARTICULAR CRIANÇAS CEGAS,SURDOCEGAS E SURDAS, SEJA MINISTRADA NAS LÍNGUAS E NOS MODOS E MEIOS DECOMUNICAÇÃO MAIS ADEQUADOS AO INDIVÍDUO E EM AMBIENTES QUE FAVOREÇAMAO MÁXIMO SEU DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO E SOCIAL.
  13. 13. b) Facilitação do aprendizado da língua de sinais e promoção da identidade lingüística da comunidade surda;c) Garantia de que a educação de pessoas, em particular crianças cegas, surdocegas e surdas, seja ministrada nas línguas e nos modos e meios de comunicaçã ITEM 4 DIZ RESPEITO ÀS MEDIDAS APROPRIADAS QUE OS ESTADOS PARTE DEVERÃO TOMAR, PARA EMPREGAR PROFESSORES, INCLUSIVE PROFESSORES COM DEFICIÊNCIA, HABILITADOS PARA O ENSINO DA LÍNGUA DE SINAIS E/OU DO BRAILE, E PARA CAPACITAR PROFISSIONAIS E EQUIPES ATUANTES EM TODOS OS NÍVEIS DE ENSINO. ESTA CAPACITAÇÃO DEVERÁ INCORPORAR A CONSCIENTIZAÇÃO DA DEFICIÊNCIA E A UTILIZAÇÃO DOS APROPRIADOS MODOS MEIOS E FORMATOS DE COMUNICAÇÃO AUMENTATIVA E ALTERNATIVA, E TÉCNICAS E MATERIAIS PEDAGÓGICOS, COMO APOIOS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA.
  14. 14. ITEM 5ESTADOS PARTE DEVERÃO ASSEGURAR QUE AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAPOSSAM TER ACESSO À EDUCAÇÃO COMUM NAS MODALIDADES DE ENSINOSUPERIOR, TREINAMENTO PROFISSIONAL, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, EAPRENDIZADO CONTINUADO, SEM DISCRIMINAÇÃO E EM IGUALDADE DECONDIÇÕES COM AS DEMAIS PESSOAS. PARA TANTO OS ESTADOS PARTE DEVERÃOASSEGURAR A PROVISÃO DE ADAPTAÇÕES RAZOÁVEIS PARA PESSOAS COMDEFICIÊNCIA.
  15. 15. Rosita Edler Carvalhoedler @centroin.com.br

×