Programação

468 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
468
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
22
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Programação

  1. 1. CARAVANA MEKUKRADJÁ e FUNARTE APRESENTAM Literatura Indígena em Movimento Atividades para crianças e jovens (Palestras, contação de histórias, grafismos, literatura) Datas: 24 de março (manhã e tarde) Atividades para educadores, universitários e público em geral. (Rodas de conversas, Mesas redondas, Caxiri Literário) Datas: 24 e 25 de março (noite) CARAVANA MEKUKRADJÁ e FUNARTE APRESENTAM Lei 11.645/08: Modos de Usar. PROGRAMAÇÃO Ementa: Há uma lei que obriga as escolas a incluir nos currículos a Temática da História e Cultura Indígenas. Como isso pode ser realizado de forma a diminuir a visão estigmatizadora que ainda hoje acomete os povos indígenas? De que maneira a literatura escrita por autores indígenas pode ser um instrumento de transformação dos estereótipos e preconceitos? Como, enfim, colocar em prática a lei 11.645/08? Com a palavra os indígenas.19h20min – Palavras de abertura19h30min – A relevância da Lei 11.645/08 para o (re) encontro com as raízes ancestrais brasileiras e aLiteratura Indígena.Expositor: Daniel Munduruku – Graduado em Filosofia e Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo.Escritor reconhecido no Brasil e Exterior. Comendador da Ordem do Mérito Cultural da Presidência daRepública. É um dos principais articuladores da nascente literatura indígena.20h00 – Povos Indígenas e as novas tecnologias da memória: a mídia como aliado.Expositora: Naine Terena – Graduada em Radialismo. Produtora Cultural e Doutoranda em Educação naPUC/SP.20h30min – Práticas pedagógicas em sala de aula: a temática indígena em foco.Expositor: Ely Mukuxi – Graduado em Filosofia. Professor na rede pública de Manaus. Especialista emEducação Indígena e assessor na formação de professores indígena no Amazonas.21h00 – Debate21h30min – Palavras Finais Data: 25 de Março de 2011 Local: Auditório da Escola Estadual Professor Gilberto Mestrinho - Educandos Horário: 19h30 às 22h00 Informações: [92] 3613-6900 - 3614-2247 (11) 8020-2257 Público: Estudantes da Ciências Sociais e Educação, Professores e interessados em geral.
  2. 2. CARAVANA MEKUKRADJÁ e FUNARTE Apresentam Sarau Lítero-Musical sobre Literatura Indígena Um debatepapo sobre a Alma Ancestral Brasileira RODA DE CONVERSA, POESIA, EXPOSIÇÃO DE LIVROS DE AUTORES INDÍGENAS. CONVIDADOSDaniel Munduruku – Indígena Munduruku – Graduado em Filosofia e Doutor em Educação pelaUniversidade de São Paulo. Escritor reconhecido no Brasil e Exterior. Comendador da Ordem doMérito Cultural da Presidência da República. É um dos principais articuladores da nascente literaturaindígena.Ely Mukuxi – Graduado em Filosofia. Professor na rede pública de Manaus. Especialista emEducação Indígena e assessor na formação de professores indígenas no Amazonas. Escritor.Naine Terena – Indígena Terena (MT) – Graduada em Radialismo. Doutoranda em Educação naPUC/SP.Roni Wasiry Guará – Indígena Maraguá (AM) – Professor, poeta, artista plástico, contador dehistórias e escritor.Rosi Whaikon – Indígena Piratapuia (AM) – Escritora, educadora, assessora do Movimento Indígenado Amazonas. Mestranda em Antropologia Social (UFAM) Data: 25 de Março de 2011 Local: Auditório da Escola Estadual Professor Gilberto Mestrinho - Educandos Horário: 19h30 às 22h00 Informações: [92] 3613-6900 e 3614-2247 Público: Interessados em Literatura, estudantes de letras e professores Promoção Realização ApoioApoio: CARAVANA MEKUKRADJÁ e FUNARTE
  3. 3. APRESENTAM Contando Histórias de Índio [Contação de histórias, dança, canto e pintura corporal] PROGRAMAÇÃO – Manhã EmentaCom o objetivo de aproximar as crianças da realidade indígena, esta atividade se propõe a ser um elo formativopara que cresça em nossos estudantes a consciência cidadã, o respeito aos povos indígenas brasileiros e o sensode pertencimento ao planeta gerando comprometimento e ações por sua preservação. Metodologia - Recepção das crianças pelos indígenas convidados - Palavras sobre o projeto Mekukradjá – Literatura Indígena em Movimento - Contação de histórias tradicionais - Pintura corporal - Canto e dança PROGRAMAÇÃO – Tarde EmentaA juventude brasileira desconhece a realidade dos povos indígenas. Suas mentes ainda são atingidas por umavisão romântica ou violenta a respeito desses povos o que reafirma o preconceito, a exclusão e a intolerância àssuas diferenças culturais.Nossa atividade foi pensada para ser um momento de questionamento sobre identidade, ritos de passagem,amadurecimento, respeito às diferenças, escolhas e educação tradicional. Com isso almejamos maiorcompreensão sobre a complexidade da diversidade indígena e o desenvolvimento de uma visão crítica eparticipativa por parte dos jovens, Metodologia -Apresentação inicial da equipe e do projeto Mekukradjá -Pequena fala sobre as sociedades indígenas brasileiras. -Momento de interação com perguntas e respostas -Momento ritual [canto e dança] -Encerramento Data: 25 de Março de 2011 Local: Auditório da Escola Estadual Professor Gilberto Mestrinho - Educandos Horário: 09h00 às 12h00 e 14h00 às 17h00 Informações: [92] 3613-6900 e 3614-2247 Promoção Realização ApoioApoio:

×