Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Possibilidades de jogospara o ensino de Ciências                   Thiara Vichiato Breda          http://olharesgeografico...
1. Diferença entre Brincadeira, brinquedo e jogo2. Jogo - definição        - contribuições        - Piaget         - Chate...
BRINCADEIRA BRINQUEDO      JOGO
BRINCADEIRA – Não é necessário a vitória, peças, regras, alternância de jogadores, tabuleiro... (MACEDO p.14)BRINQUEDO – “...
JOGO
DefiniçãoO jogo esta presente na natureza humana, seja ela nainfância ou na fase adultaCaracterísticas fundamentais:- ser ...
Contribuição dos jogos   - Interesse do aluno   - Curiosidade   - “Prova”: exige um esforço da criança para cumprirseus ob...
Piaget   A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e                         representação” - 1978N...
Jogo de exercício-Ocorre no período sensório motor, onde oobjeto é simplesmente assimilado a umesquema anterior já conheci...
Jogo simbólico ou de imaginação e imitação - Ocorre com o desenvolvimento do simbolismo na criança no estágio pré- operaci...
Jogo de regra• Ao invés dos símbolos, agora o que  predomina são as relações sociais ou  interindividuais, uma vez que dep...
Chateau- considera os jogos de exercícios comoverdadeiros jogos – são meros exercíciosdas funções, uma atividade prática q...
Classificação dos jogos segundo as               idades
Jacquin             Trabalho adulto                            Jogo da criança                 Utilitário                 ...
IDADE            NOME                              CARACTERÍSTICAS                                   Criança inventa os pr...
PAPEL DOEDUCADOR
• Mediador do jogo• Direcionar a atividade• Ficar atento aos problemas que podem ocorrer  (valorização da competição entre...
A qualidade do ensino com jogos dependeda maneira como as regras são colocadase executadas, e é sobretudo pelo papel doedu...
EXEMPLOS DE JOGOS
quebra-cabeças          jogo da memória          jogo de tabuleiroduas diferentes versões de dominós
Objetivos dos jogos• Noções Cartográficas • Educação Ambiental
ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA
Objetivos da Geografia no                ensino• ensinar a praticar a leitura do espaço ocupado  pelo educando, objetivand...
• conteúdos de difícil compreensão para a  criança:  – a noção de perspectiva que passa a    conservar a posição dos objet...
• [...] a construção de determinados  conceitos e/ou habilidades pode estar  atrelada a uma estratégia metodológica  difer...
CONSTRUÇÃO DOS JOGO
- Estratégia didática - valorização do lugar- Podem ser usados para iniciar ou finalizarum conteúdo- Confeccionados artesa...
Softwares de desenho - Jogos confeccionados com recursoscomputacionais de desenho a partir de mapase imagens de sensoriame...
Jogos a partir de imagens  de satélite e fotografias    aéreas
Jogo da memória- Imagens captadas pelo satélite do Google  Earth- Localização e identificação das peças
Quebra-cabeça- No momento em que os discentes procuramas peças para encaixar o quebra-cabeça,mesmo que por “diversão”, ele...
Dominó I- Encaixe entre uma pergunta e sua  respectiva representação (imagem vertical  ou oblíqua)- Busca despertar a inte...
Dominó II- Encaixe entre uma imagem de satélite  (visão vertical), e uma foto (visão  horizontal ou oblíqua) do mesmo obje...
Jogo a partir  de mapa
• Jogo de tabuleiro “Conhecendo o Parque  Ecológico”- Mapa no Parque Municipal - as trilhas sãoos caminhos que os jogadore...
Flora e    Cartografia    Informações do   Reciclagem            ConceitosRecursos Hídricos       Fauna                   ...
POSSIBILIDADES DE CONTEÚDO
- Recurso hídrico- Sistema de tratamento de esgoto- Erosão urbana- Área de Proteção Ambiental- Ferrovia ligada à gênese do...
CONCLUSÃO
Educação Ambiental• Jogos que trabalham o espaço vivido  podem contribuir para o processo de  valorização de uma consciênc...
Dominó I                                                Dominó II                                Quebra-Cabeça            ...
http://olharesgeograficos.blogspot.com
BibliografiaALMEIDA, P. N. de. Educação Lúdica: técnicas e jogos pedagógicos. 10 ed. São Paulo. EditoraLoyola, 2000.BREDA,...
Thiara Vichiato Bredahttp://olharesgeograficos.blogspot.com           thiarav@gmail.comUNICAMP – Instituto de Geociências ...
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Possibilidades de jogos para o ensino de ciências
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Possibilidades de jogos para o ensino de ciências

11,075 views

Published on

Published in: Education

Possibilidades de jogos para o ensino de ciências

  1. 1. Possibilidades de jogospara o ensino de Ciências Thiara Vichiato Breda http://olharesgeograficos.blogspot.com thiarav@gmail.com UNICAMP – Instituto de Geociências – DGAEPrograma de Ensino e História em Ciências da Terra – EHCT
  2. 2. 1. Diferença entre Brincadeira, brinquedo e jogo2. Jogo - definição - contribuições - Piaget - Chateau - Jacquin3. Papel do educador4. Alfabetização Cartográfica5. Exemplos de jogos6. Construção dos jogos - Jogos a partir de imagens de satélite e fotografias Aéreas - Jogo a partir de mapa7. Possibilidades de conteúdo
  3. 3. BRINCADEIRA BRINQUEDO JOGO
  4. 4. BRINCADEIRA – Não é necessário a vitória, peças, regras, alternância de jogadores, tabuleiro... (MACEDO p.14)BRINQUEDO – “objeto inteiramente particular na atividade da criança...é um objeto simbólico (BRUNELLE p. 65)objeto que representa realidades sendo um substituto dos objetos reais (KISHIMOTO p.7)JOGO - “Jogar é o brincar em um contextocom regras e com um objetivo predefinido” (MACEDO pg14)
  5. 5. JOGO
  6. 6. DefiniçãoO jogo esta presente na natureza humana, seja ela nainfância ou na fase adultaCaracterísticas fundamentais:- ser livre - atividade voluntária, despertando o prazer;- não é vida “corrente” nem vida “real” – distância do cotidiano;- isolamento e imitação - tem seu tempo e espaço fictício;- cria a ordem e é a ordem - existência de regras (explicitas ou não) HUIZINGA –Homo Ludens
  7. 7. Contribuição dos jogos - Interesse do aluno - Curiosidade - “Prova”: exige um esforço da criança para cumprirseus objetivo e vencer desafios, obstáculos edificuldades - Aluno -papel ativo na construção dos novosconhecimentos, pois permite a interação com oobjeto a ser conhecido - Permite ao aluno por meio de regras emétodos construir por si mesmo a descoberta
  8. 8. Piaget A formação do símbolo na criança: imitação, jogo e sonho, imagem e representação” - 1978Nascimento do jogo na criança e sua classificação e evolução a partir do aparecimento da linguagem.Jogo de exercício (prazer funcional)Jogo simbólico (jogo inventado, de “faz de conta”)Jogo de regras (devido a regras, ocorre interação entre os indivíduos o que permite a integração social).
  9. 9. Jogo de exercício-Ocorre no período sensório motor, onde oobjeto é simplesmente assimilado a umesquema anterior já conhecido, mas semocorrer acomodação, ativando apenasmovimentos e percepções, não tendointervenção do pensamento nem da vida social.- A falta da função simbólica ligada arepresentação não permite evocar pessoas ouobjetos nas ausências deles- Ex: arremessar pedrinhas
  10. 10. Jogo simbólico ou de imaginação e imitação - Ocorre com o desenvolvimento do simbolismo na criança no estágio pré- operacional. - A criança busca satisfazer o eu transformando o real em função de seus desejos - Ex: criança imita situações da vida real
  11. 11. Jogo de regra• Ao invés dos símbolos, agora o que predomina são as relações sociais ou interindividuais, uma vez que depois dos 7 anos a criança torna-se capaz de cooperar, pois não confunde mais seu ponto de vista com o do outro. características são essenciais para o jogo de regra, pois é uma atividade mais socializada, onde a regra é uma regularidade imposta pelo grupo
  12. 12. Chateau- considera os jogos de exercícios comoverdadeiros jogos – são meros exercíciosdas funções, uma atividade prática quefica no nível animal.- jogo tem um caráter mais sério, tendoquase sempre regras rígidas, que podelevar ao esgotamento e a fadiga.
  13. 13. Classificação dos jogos segundo as idades
  14. 14. Jacquin Trabalho adulto Jogo da criança Utilitário Não utilitário Trabalha-se em vista de um resultado Não advém nenhum resultado palpável desejado Interesseiro GratuitoFinalidade externa (subsistência da família) Sem fim exterior, finalidade é a alegria Imposto de fora Livremente escolhido Aprazível ou interessante Sempre proporciona prazer
  15. 15. IDADE NOME CARACTERÍSTICAS Criança inventa os próprios jogos, estabelece um objetivo3-5 anos Jogo de proezas como lançar uma pedra no galho. Jogo de imitações5-6 anos Pegar uma vassoura e começar a imitar a mãe a varrer. exatas Jogo de imitação6-7 anos Imita o animal ou a máquina (avião, automóvel). fictícia Criança descobre que pode exercer um domínio sobre os Jogo coletivo6-7-8 anos menores, impondo jogos (ressuscitam os jogos de proezas, que descendente tinha realizados anteriormente sozinhos). A criança assiste aos jogos dos maiores, admira, julga, critica e Jogo coletivo aplaude. Tenta participar, mas muitas vezes não acompanha.8-9 anos ascendente Algumas vezes tenta reproduzir para grupos da sua idade e dos mais novos, mas a duração é curta. A criança nesta idade tem o domínio de si, e a regressão do 10-11 Jogo coletivo egocentrismo, o que permite o jogo verdadeiramente anos cooperativo. 11-12 A competência, o talento para organizar, a força física dão-lhe Jogo social anos a autoridade de dirigente de jogos. O pré-adolescente está farto das brincadeiras infantis e volta a 13-14 Jogo de evasão olhar para os mais velhos. Brincará de trabalhar, uma vez que anos não querem que ele trabalhe. 14-15 Esportes de Inicio no trabalho. O trabalho agora é o seu jogo, assim sendo, anos competição o jogo torna-se inútil em sua função primitiva.
  16. 16. PAPEL DOEDUCADOR
  17. 17. • Mediador do jogo• Direcionar a atividade• Ficar atento aos problemas que podem ocorrer (valorização da competição entre os alunos)• Criar oportunidades para que todas as crianças participem• Estimular os inibidos e frear os excessos dos mais inquietos ANTUNES – O jogo e a educação infantil RODRIGUES – O desenvolvimento do pré-escolar e o jogo
  18. 18. A qualidade do ensino com jogos dependeda maneira como as regras são colocadase executadas, e é sobretudo pelo papel doeducador que o jogo pode se tornar “umaferramenta de reflexão e uma experiênciavivenciada” ANTUNES, 2003 p.55
  19. 19. EXEMPLOS DE JOGOS
  20. 20. quebra-cabeças jogo da memória jogo de tabuleiroduas diferentes versões de dominós
  21. 21. Objetivos dos jogos• Noções Cartográficas • Educação Ambiental
  22. 22. ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA
  23. 23. Objetivos da Geografia no ensino• ensinar a praticar a leitura do espaço ocupado pelo educando, objetivando contribuir para uma real análise geográfica e melhoria da sua investigação (CASTELLAR, 2005)• alfabetização cartográfica - as“noções e conceitos de lateralidades e localização do espaço não se constroem espontaneamente”
  24. 24. • conteúdos de difícil compreensão para a criança: – a noção de perspectiva que passa a conservar a posição dos objetos permitindo fazer uma relação topológica, – noção de escala (exige um grau de compreensão e abstração maior da criança)
  25. 25. • [...] a construção de determinados conceitos e/ou habilidades pode estar atrelada a uma estratégia metodológica diferenciada, mais atuante, mais critica e reflexiva, permitindo uma aprendizagem significativa próxima da realidade do aluno e adequada à sua faixa etária. (SILVA, 2006 p. 143)
  26. 26. CONSTRUÇÃO DOS JOGO
  27. 27. - Estratégia didática - valorização do lugar- Podem ser usados para iniciar ou finalizarum conteúdo- Confeccionados artesanalmente com fotos aéreas e imagens de satélite (Google Earth©), sendo exemplos para outras regiões.
  28. 28. Softwares de desenho - Jogos confeccionados com recursoscomputacionais de desenho a partir de mapase imagens de sensoriamento remoto - Permitem ao professor construir jogoscom a finalidade de se trabalhar oconteúdo escolar que contribua para oensino
  29. 29. Jogos a partir de imagens de satélite e fotografias aéreas
  30. 30. Jogo da memória- Imagens captadas pelo satélite do Google Earth- Localização e identificação das peças
  31. 31. Quebra-cabeça- No momento em que os discentes procuramas peças para encaixar o quebra-cabeça,mesmo que por “diversão”, eles estarãofazendo uma análise visual minuciosa dapeça.
  32. 32. Dominó I- Encaixe entre uma pergunta e sua respectiva representação (imagem vertical ou oblíqua)- Busca despertar a interpretação depaisagens e relacioná-las em um contexto
  33. 33. Dominó II- Encaixe entre uma imagem de satélite (visão vertical), e uma foto (visão horizontal ou oblíqua) do mesmo objeto.- Observar imagens por diversos ângulos –contribui para a compreensão de mapas
  34. 34. Jogo a partir de mapa
  35. 35. • Jogo de tabuleiro “Conhecendo o Parque Ecológico”- Mapa no Parque Municipal - as trilhas sãoos caminhos que os jogadores devempercorrer- Cartas - temas do parque, conceitos enoções de cartografia, reciclagem.
  36. 36. Flora e Cartografia Informações do Reciclagem ConceitosRecursos Hídricos Fauna ParqueO nome do Córrego que Qual é o Quais são os Qual a função Qual material não é O que épassa pelo Parque? bioma do Pontos do Parque? reciclável? APP? Parque? Cardeais?
  37. 37. POSSIBILIDADES DE CONTEÚDO
  38. 38. - Recurso hídrico- Sistema de tratamento de esgoto- Erosão urbana- Área de Proteção Ambiental- Ferrovia ligada à gênese do município- Desmatamento da vegetação nativa;- Aterro sanitário- Análise das transformações do espaço- Noções cartográficas (legenda, escala)
  39. 39. CONCLUSÃO
  40. 40. Educação Ambiental• Jogos que trabalham o espaço vivido podem contribuir para o processo de valorização de uma consciência ambiental nos alunos e para a transformação de seus comportamentos
  41. 41. Dominó I Dominó II Quebra-Cabeça Jogo da Memória Materiais didáticosConhecendo o Parque Ecológico visão oblíqua eX X X X X a visão vertical imagem tridimensional e a imagemX X X X X bidimensional alfabeto cartográfico (ponto, linha e área) construção da noçãoX X X X de legenda proporção e Noções básicas na alfabetização cartográficaX X escala lateralidade, referênciasX X X e orientação espacial Alfabetização Cartográfica
  42. 42. http://olharesgeograficos.blogspot.com
  43. 43. BibliografiaALMEIDA, P. N. de. Educação Lúdica: técnicas e jogos pedagógicos. 10 ed. São Paulo. EditoraLoyola, 2000.BREDA, T. V; O olhar espacial e geográfico na leitura e percepção da paisagem municipal :contribuições das representações cartográficas e do trabalho de campo no estudo do lugar.Ourinhos 2010, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Geografia (Trabalho de Conclusãode Curso).BRUNELLE, L. LEIF, J. O jogo pelo jogo, Rio de Janeiro: Zahar, 1978, p.179CASTELLAR, M. V. S. Educação geográfica: a psicogenética e o conhecimento escolar. Cad.Cedes, Campinas, vol. 25, n. 66, 2005, 209-225 p. Disponível em http://www.cedes.unicamp.br.CHATEAU, J. O jogo e a criança. Trad. Guido de Almeida. São Paulo: Summus Editorial, 1987.139 p.CUNHA, M.V. Piaget – Psicologia Genética e Educação. In: Psicologia da Educação. DP&A: RJ,2003.PIAGET, J. A formação do símbolo na criança - Imitação, jogo e Sonho Imagem e Representação.3 ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 341, 1964p.PIAGET, J. INHLEDER, B. A psicologia da criança. Rio de Janeiro: Difel, p.137RODRIGUES, M. O desenvolvimento do pré-escola e o jogo. São Paulo: Ícone, 1992, p. 70SILVA, L. G. Jogos e situações-problema na construção das noções de lateraridade, referências elocalização espacial. In: CASTELLAR, S. Educação geográfica: teorias e práticas docentes. SãoPaulo: Editora Contexto, 2006.
  44. 44. Thiara Vichiato Bredahttp://olharesgeograficos.blogspot.com thiarav@gmail.comUNICAMP – Instituto de Geociências – DGAE Programa de Ensino e História em Ciências da Terra – EHCT

×