Efeito da prática sistemática no tempo de reação de crianças

948 views

Published on

Trabalho apresentado no IV Congresso Brasileiro de Comportamento Motor em 2008.

O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da prática sistemática no tempo de reação de crianças. O TR foi medido utilizando-se uma plataforma ligada a um microcomputador contendo seis recipientes enumerados 1, 2 e 3 na parte superior e 1, 2 e 3 na parte inferior. A tarefa consistia em transportar bolas de tênis da parte inferior da plataforma para a parte superior em uma ordem pré-determinada (1-1/2-2/3-3) na maior velocidade possível. Interpretou-se como TR o período entre a apresentação do estímulo e o momento em que o sujeito tirou a mão da chave de respostas para iniciar a tarefa. A amostra era composta por 30 indivíduos, de ambos os sexos, divididos em três grupos (n=10): crianças, crianças com prática sistemática e adultos, todos inexperientes na tarefa. A análise estatística foi feita utilizando o teste Anova one-way (3 grupos), que determinou que o grupo de crianças teve maior TR em relação aos adultos [F(2,27)=11,889; p=0,002]. Com o pos-hoc tukey verifica-se que o TR de crianças foi superior ao das crianças com prática sistemática (p=0,028) e não encontrou diferença significativa entre os grupos de crianças com prática sistemática e adultos (p=0,11). Os resultados indicam que a prática sistemática interfere positivamente no TR e que não há diferença significativa entre crianças com prática sistemática e adultos.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
948
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Efeito da prática sistemática no tempo de reação de crianças

  1. 1. Efeito da prática sistemática notempo de reação de criançasThiago SINESIOMárcio Mário VIEIRANECOM – Núcleo de Estudos em Comportamento MotorUni-BH – Centro Universitário de Belo Horizonte
  2. 2. IntroduçãoPráticaMotor e cognitivoPrática à ato de execução e repetição demovimentos.Prática Sistemática à Processo ativo, regular,planificado e orientado para a melhoria doaproveitamento e desempenho esportivo.(HIRTZ ,1971; MARTIN, 1977)(CARL, 1989)(TANI, 2005)
  3. 3. Tempo de reação (TR)—  TR à capacidade de responder rápida eobjetiva a um estímulo.—  Intervalo de tempo entre apresentação de umestímulo e o início da resposta motora a ele.(GRECO, BENDA, 1998)(MAGILL, 2000; SCHMIDT, 1988)
  4. 4. Função do TR—  Verifica-se a capacidade de percepção,atenção, a velocidade de condução deestímulo e a rapidez de programação deresposta.(COLLARDEAU et al., 2001; POWELL et al., 1999)
  5. 5. —  O menor intervalo de TR é encontradoem TR simples.Tempo de reação (TR)(MAGILL, 2000; SCHMIDT, 1988)TRTR SimplesTR EscolhaTR Discriminação(MACHADO-PINHEIRO et al, 1998)
  6. 6. Fatores de influência—  Diversos fatores influenciam TR;à Tipos de estímulo;à Complexidade da tarefa;à Prática;à Idade.(TEIXEIRA, 2006; HENRY e ROGERS, 1960; SCHMIDT; WRISBERG, 2001)
  7. 7. Fatores de influência no TR—  Especificidade e Quantidade da prática.—  Especificidade à o mesmo estímulosempre leva a mesma resposta.(SCHMIDT; WRISBERG, 2001)
  8. 8. Fatores de influência no TR—  Quantidade à auxilia o indivíduo a discernir oque é relevante no estímulo.—  Diminui o número de incertezas no estágio deseleção de respostas.—  Reduz o intervalo de tempo no estágio deprogramação do movimento.—  Aumentando a eficiência do desempenho.(ABERNETHY, 1990; LIDOR et al, 1998)
  9. 9. TR vs idade—  O TR reduz em função do aumento daidade até a idade adulta.—  O menor TR é encontrado em adultos.(WEINECK, 1999; THOMAS; NELSON, 2000)
  10. 10. Tempo de Reação—  Por que estudar o TR em crianças?—  Importante em diversos esportes.◦  à Natação◦  à Atletismo◦  à Lutas—  Crianças estão envolvidas no esporte.
  11. 11. Justificativa—  O estudo se justifica para que hajamaior entendimento da práticasistemática sobre o TR de crianças.
  12. 12. Objetivo—  O objetivo do presente estudo foiavaliar o efeito da prática sistemáticano tempo de reação de crianças.
  13. 13. Método e MateriaisAmostraà 30 Indivíduos◦  10 crianças normais 9 e 11 anos.◦  10 crianças com prática sistemática◦  10 adultos normais Universitários entre 18e 32 anosà Ambos os sexos;à Inexperientes na tarefa;Foi assinado um termo de consentimento livree esclarecido.
  14. 14. Método e MateriaisInstrumento e tarefa
  15. 15. Delineamento e procedimentoexperimental—  Procedimentos foram informadosverbalmente;—  Teste foi constituído de 15 tentativas.
  16. 16. Resultados—  Para a análise estatística foi realizada umaAnova one-way (3 grupos), a qual encontroudiferença significativa entre os grupos[F(2,27)=11,889; p=0,002].—  O teste post-hoc Tukey não encontroudiferença significativa entre os grupos deCPS e AN (p=0,11).—  Os resultados indicam que a práticasistemática diminui o TR.
  17. 17. Resultados0,0100,0200,0300,0400,0500,0600,0700,0CN CPS ANCNCPSANGrupos  Tempo (ms)Grupos Média (TR) DPCN 615,1 (±180,8)CPS 458,7 (±112,5)AN 339,0 (±51,8)
  18. 18. Conclusão—  A prática sistemática interferediminuindo o TR e não houve diferençaestatisticamente significativa entrecrianças com prática sistemática eadultos normais.
  19. 19. NECOMNúcleo de Estudos em Comportamento Motor

×