Apresentação Crystal Clear

3,757 views

Published on

Trabalho de Crystal Clear apresentado na Pós Graduação de Engenharia de Software Centrada em Métodos Ágeis em 2013.

A Família Crystal é um conjunto de metodologias criada por Alistair Cockburn. A
metodologia possui uma abordagem voltada à gestão de pessoas. Como Crystal Family
é muito sensível a fatores humanos, ela não é, propositalmente, completamente
definida, devendo se adaptar a cada projeto. Para a escolha de qual metodologia usar
deve-se considerar o número de pessoas e a criticidade do projeto. Crystal Clear é
membro da família Crystal, e é voltada para projetos com duas a oito pessoas, sentadas
na mesma sala ou escritórios próximos, de forma que todas as pessoas possam se
comunicar facilmente.

Published in: Technology
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,757
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
186
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação Crystal Clear

  1. 1. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisCrystal ClearPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013Briner Nunes Homem, Carlos Alexandre, Daniel Augusto da Silva e Thiago Sinésio de Araújo Alves.
  2. 2. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisFamília Crystal:Pós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013o  Criada por Alistair Cockburn.o  Voltada para o lado humano do processo ágil.o  Propositalmente pouco definida e muito sensível a fatoreshumanos, focados nas habilidades e talentos das pessoas.
  3. 3. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisFamília Crystal:Pós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Possui valores comuns a outras metodologias ágeis.o  Entrega frequente.o  Comunicação eficaz.o  Equipes com especialistaso  Papeis pré-definidos.
  4. 4. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013
  5. 5. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Jogo cooperativo.o  Desenvolvimento de software é uma “série” de jogos.o  Possui dois objetivos, entrega de software funcional epreparação para a próxima etapa do jogo.o  O jogo nunca se repete.o  O modelo de jogo econômico-cooperativo leva as pessoasa pensarem sobre seu trabalho em um projeto de umaforma muito específica, focada e eficaz Cockburn (2004).
  6. 6. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Prioridades.o  Segurança no resultado do projeto (entrega dosoftware).o  Eficiência no desenvolvimento.o  Habitabilidade das convenções (o time precisa aceitar oprocesso).
  7. 7. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Propriedades.o  Entrega frequente (Frequent Delivery)o  Os desenvolvedores mantem o focoo  A equipe se mantem motivada atraves de realizações.o  O patrocinador recebe feedback constante.o  Melhoria reflexivao  Reverte falhas em sucesso.o  Verifica o que deu certo.o  Reflete as mudanças para a próxima iteração.o  Não deve-se gastar muito tempo nesta propriedade.o Comunicação Cara a Cara (Close Comunication)o  Surge naturalmente entre a equipe.o  A maneira mais barata e rápida de trocar informações.o  Segurança pessoal (Personal Safety)o  Dizer livremente o que está incomodando.o  Descobrir e trabalhar fraquezas.
  8. 8. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Propriedades (Continuação)o  Foco (Focus)o  Saber em que trabalhar.o  Não trabalhar em tarefas incompatíveis.o  Fácil acesso a especialistas (Easy Access to Expert User)o  Permite realizar testes e entregas frequentes.o  Facilita a tomada de decisões.o  Ambiente técnico com testes automatizados, gerenciamento deconfiguração e integração contínua.q       As  três  primeiras  propriedades  devem  estar  presentes  em  todos  os  projetos.  q     O  Crystal  Clear  é  construído  em  torno  das  propriedades  e  não  na  especificação  dos  procedimentos.  
  9. 9. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Princípios.o  Diferentes projetos precisam de metodologias distintas.o  Dois fatores influenciam na escolha: Número de Pessoas na equipe ecriticidade do projeto.o  Equipes maiores precisam de mais modos de comunicaçãoo  No Crystal Clear a equipe deve estar na mesma sala ou no escritórioao lado.o  Quanto mais crítico o projeto, maior deve ser a cerimôniao  No Crystal Clear não há definição de elementos críticos ficando acargo da equipe adicioná-los de acordo com a necessidadeo  Excesso de metodologia é custoo  Evitar burocracia desnecessáriao  Redução de custo com o tempo, ferramentas, etc.o  Formalidade, processo e documentação não substituem habilidade,disciplina e entendimentoo  Formalidade não é habilidade. Um processo formal não significa queo individuo vai ser bom.
  10. 10. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Princípios.o  Interatividade e comunicação cara a carao  A maneira mais fácil e rápida de trocar informaçãoo  Mais feedback reduz a necessidade de entregas intermediáriaso  Considera-se feedback entrega de software funcionandoo  Desenvolvimento simultâneo e em série reduz custos e promove aumentode velocidade e flexibilidadeo  Pode exigir salário maior, porém o desenvolvimento em série podesair mais caro, uma vez que erros podem causar o efeito cascata.o  Exige boa comunicaçãoo  A eficiência é dispensável em atividades que não possuem gargaloo  Não adianta otimizar o que não há gargalo.  
  11. 11. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Estratégias e Técnicas.
  12. 12. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisO que é Crystal Clear?Pós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013o  É membro da Família Crystal.o  Voltada para equipe entre 2 e 8 pessoaso  A equipe deve estar na mesma salao  A metodologia não é complemente especificadao  Para defini-la precisa-se descobrir os pontos fortes e fracos daorganizaçãoo  Não é feita para empresas que querem coisas padronizadas.
  13. 13. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  ProcessosO ciclo do projeto possui três partes:o  Parte 1: Mapeamento de atividadeso  Construir o núcleo da equipeo  A equipe é composta por:o  Executive Sponsor (Patrocinador)o  Lead Designer (Especialista que conversa com opatrocinador e treina os menos experientes)o  Ambassador User (Desenvolvedor especialistadisponível para consulta)o  Outros Papeis : Designer-Programmer, BusinessExpert, Coordinator, Tester.o  Realizar a estratégia Exploratória 360°o  Definir como a metodologia será aplicadao  Construir plano inicia do projeto
  14. 14. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  ProcessosO ciclo do projeto possui três partes:o  Parte 2: Serie de 2 a mais ciclos de entregao  Reavaliação do plano de entregaso  Uma ou mais interações com o código testado eintegradoo  Entrega real para os usuárioso  Realizar o ritual de conclusão, reflexão sobre oprocesso e produto
  15. 15. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  Processoso  Parte 3: Conclusão do Ritual, Reflexão sobre a entregao  Refletir sobre o processo como um todo;o  Refletir sobre o que funcionou bem e malo  Momento feliz para equipeDemonstração do processo completo.
  16. 16. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013ü  Pontos positivoso  Entregas frequentes das etapas do projeto, reduzindo oretrabalho.o  Reduz possíveis falhas de entrega pois o usuário estádiretamente envolvido no projeto.o  Maior controle por parte da gestão, que conhece o queestá sendo construído durante a fase de desenvolvimentoe não somente ao final.o  Proporciona menos especulação e mais visibilidade dastarefas que vão sendo executadas.o  Possibilita ser muito adaptada de acordo com o projeto.ü  Pontos negativoso  A metodologia não foi desenvolvida para trabalhar comprojetos longos.v  Conclusão
  17. 17. Centro Universitário UNA Seminário de metodologias ágeisPós-Graduação:Eng. Software Centrada em Métodos Ágeis.2013v  ReferenciasAgile Manifesto. (2001) Manifesto for Agile Software Development.Disponível em: < http://agilemanifesto.org >. Acesso em: 15 de abril de2013.Cockburn, A. (2004) Crystal Clear: a Human Powered Methodology forSmall Teams. Addison Wesley.Filho, H. F. B. P. (2011) Um estudo analítico entre as abordagens deEngenharia de Requisitos nas Metodologias Ágeis XP, SCRUM e Crystal.Recife: Centro de Informática, Universidade Federal de Pernambuco. Pós-Graduação.

×