Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA      CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS              E EDUCAÇÃO        CAMPUS IV – LITORAL NORTE...
VARIABILIDADE EMABORDAGENS DE LINHAS DE PRODUTOS ORIENTADAS A       SERVIÇOSOrientador: M.Sc José Jorge Lima DiasJrBanca A...
Agenda   Motivação   Objetivos   Questões de Pesquisa   Referencial Teórico    ◦ SOA, SPL e SOPL
Agenda   Representações de Variabilidade;   Tipos de Variabilidade em SOPL;   Abordagens SOPL que tratam de    variabil...
Motivação   SOA não provê suporte à customização e    reuso sistemático (Medeiros et al, 2009).    Por outro lado, SPL é ...
Metodologia   Escolha dos artigos feita a partir de um    Systematic        Mapping          Study    (Kitchenham, 2007) ...
Objetivo Geral   Investigar como variabilidade vem    sendo abordada em Linhas de    Produtos Orientadas a Serviços    (S...
Objetivos Específicos   Identificar como variabilidade vem    sendo representada por abordagens    SOPL;   Analisar como...
Questões de Pesquisa   QP01. Como variabilidade vem sendo    representada em abordagens SOPL?   QP02. Quais os tipos de ...
Arquitetura Orientada a Serviços   Estabelece um modelo arquitetural    que       permite      aumentar     a    eficiênc...
Características   Sistemas Distribuídos. Integração entre    sistemas desenvolvidos em diferentes    plataformas        e...
Linhas de Produto deSoftware   Um conjunto de sistemas que    compartilham um conjunto comum e    gerenciado de features ...
Objetivos   Redução de custos de desenvolvimento.    Componentes não são desenvolvidos do    zero;   Aumento da qualidad...
Variabilidade   Capacidade que um sistema tem de    alterar seu comportamento durante seu    ciclo de vida (CAO et al, 20...
Uma análise sobre variabilidadeem abordagens SOPL
Representações de    Variabilidade                         Trabalhos Representações                             Total     ...
Modelos de Features   Técnica usada para representar e    descrever uma possível configuração    do sistema e suas variaç...
Features obrigatórias, opcionaise alternativas     Figura retirada de Pohl et al, 2005
Variation Points e Variants   Representação utilizada em artefatos    de projeto ou em implementações    onde ocorre vari...
Representações deVariabilidade             3                      Modelos de     2                Feature                 ...
Tipos de Variabilidade              P01   P02   P04   P05   P06   P11  Logic       X     X                 X     XComposit...
Tipos de Variabilidade   Logic. Diferentes implementações para uma    mesma operação;   Composition.     Diferentes     ...
Tipos de Variabilidade Workflow.    Ocorrem     em   fluxos   de  trabalho; Partner.      Serviços pertencentes     a  d...
Como abordagens SOPL lidamcom variabilidade na derivaçãode produtos   Procurou identificar como abordagens    SOPL tratam...
Abordagens Propostas                                    Variabilidade na          Representação deArtigo                  ...
Considerações Finais       Quantidade de Respostas por Questão de                      Pesquisa201510 5 0     Representaçõ...
Considerações Finais   Representações de Variabilidade;   Tipos de Variabilidade      em     um    contexto SOPL;   Abo...
Comentários e Dúdivas
Referências Bibliográficas   (Erl, 2012) Erl, T.. Service-Oriented    Architecture.    Disponível      em:    www.whatiss...
   (Medeiros et al, 2009) Medeiros, F.    M., Almeida, E. S. & Meira, S. R. L.;    Towards an Approach for Service-    Or...
   (Medeiros, 2010) Medeiros, F.        M.;    SOPLE-DE: An Approach to Design    Service-Oriented      Product       Lin...
   (Kim & Doh, 2008) Kim, Y. & Doh, K.;    Adaptable Web Services Modeling    using Variability Analysis. In Third 2008  ...
   (CAO et al, 2009) CAO Bu-Qing, LI Bing    & XIA Qi-Ming; A Process-Driven and    Ontology Based Software Product Line ...
   (Mohabbati         et      al,     2009)    Mohabbati, B., Kaviani, N. & Gašević, D.;    Semantic Variability Modeling...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×
Upcoming SlideShare
Apresentação TCC
Next
Download to read offline and view in fullscreen.

0

Share

Download to read offline

Apresentação tcc

Download to read offline

Apresentação final do meu trabalho de conclusão de curso.

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to like this

Apresentação tcc

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO CAMPUS IV – LITORAL NORTE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃOVARIABILIDADE EM ABORDAGENS DE LINHAS DE PRODUTOS ORIENTADAS A SERVIÇOS THIAGO J S OLIVEIRA
  2. 2. VARIABILIDADE EMABORDAGENS DE LINHAS DE PRODUTOS ORIENTADAS A SERVIÇOSOrientador: M.Sc José Jorge Lima DiasJrBanca Avaliadora: M.Sc Rodrigo Rebouças M.Sc Raoni Kulesza
  3. 3. Agenda Motivação Objetivos Questões de Pesquisa Referencial Teórico ◦ SOA, SPL e SOPL
  4. 4. Agenda Representações de Variabilidade; Tipos de Variabilidade em SOPL; Abordagens SOPL que tratam de variabilidade; Considerações finais;
  5. 5. Motivação SOA não provê suporte à customização e reuso sistemático (Medeiros et al, 2009). Por outro lado, SPL é um paradigma emergente para software customizáveis (Almeida, 2010); SOPL surge como união entre SPL e SOA obtendo ganho de produtividade, aplicações customizadas, flexibilidade, entre outros (Cohen & Krut, 2010); Systematic Mapping Study (Kitchenham, 2007) e classificação dos
  6. 6. Metodologia Escolha dos artigos feita a partir de um Systematic Mapping Study (Kitchenham, 2007) feito por Jorge Dias, orientador deste trabalho. Dos 43 artigos iniciais, 38 artigos foram analisados, 23 selecionados e 15 descartados de acordo com os critérios de inclusão e exclusão definidos na pesquisa.
  7. 7. Objetivo Geral Investigar como variabilidade vem sendo abordada em Linhas de Produtos Orientadas a Serviços (SOPL) através da análise de evidências encontradas na literatura.
  8. 8. Objetivos Específicos Identificar como variabilidade vem sendo representada por abordagens SOPL; Analisar como abordagens SOPL vêm tratando variabilidade no desenvolvimento de novos produtos;
  9. 9. Questões de Pesquisa QP01. Como variabilidade vem sendo representada em abordagens SOPL? QP02. Quais os tipos de variabilidade existentes nas abordagens SOPL? QP03. Como variabilidade tem sido resolvida na derivação de produtos em SOPL?
  10. 10. Arquitetura Orientada a Serviços Estabelece um modelo arquitetural que permite aumentar a eficiência, agilidade e produtividade de um negócio a partir da utilização de serviços (Erl, 2012); Por que adotar SOA? ◦ Reusabilidade; ◦ Integração e Interoperabilidade;
  11. 11. Características Sistemas Distribuídos. Integração entre sistemas desenvolvidos em diferentes plataformas e linguagens (Medeiros, 2010); Diversos fornecedores. Diferentes partes do sistema podem pertencer a vários fornecedores (Josuttis, 2007); Heterogeneidade. Sistemas compostos por mainframes, BDs, Aplicações
  12. 12. Linhas de Produto deSoftware Um conjunto de sistemas que compartilham um conjunto comum e gerenciado de features para satisfazer necessidades específicas de um segmento particular de mercado (Clements & Northrop, 2002); Possui três fases: ◦ Engenharia de Domínio, Engenharia de Aplicação e Gerenciamento;
  13. 13. Objetivos Redução de custos de desenvolvimento. Componentes não são desenvolvidos do zero; Aumento da qualidade. Reutilização de componentes; Redução do tempo de entrega. Core assets prontos, tratamento da variabilidade; Borba (2009) apud Pohl et al (2005);
  14. 14. Variabilidade Capacidade que um sistema tem de alterar seu comportamento durante seu ciclo de vida (CAO et al, 2009); Habilidade de implementar modificações em arquiteturas de software (Galster, M., 2010); Geralmente é representada por Variation Points (Kim & Doh, 2008) e por Modelos de Features (Pohl et al, 2005);
  15. 15. Uma análise sobre variabilidadeem abordagens SOPL
  16. 16. Representações de Variabilidade Trabalhos Representações Total Relacionados P09, P10, P12, P14, P15, P16, P17, P18,Modelos de Feature 13 P19, P20, P21, P22 e P23 P01, P02, P11, P17 e Variation Points 5 P20 UML P03, P07, P13 e P18 4Business Process Management P04 e P07 2 Outras P01, P18 e P21 3
  17. 17. Modelos de Features Técnica usada para representar e descrever uma possível configuração do sistema e suas variações em termos de features, que representam funcionalidades do sistema (Mohabbati et al, 2009); Features são organizadas num diagrama hierárquico (Borba, 2010);
  18. 18. Features obrigatórias, opcionaise alternativas Figura retirada de Pohl et al, 2005
  19. 19. Variation Points e Variants Representação utilizada em artefatos de projeto ou em implementações onde ocorre variação, variants são alternativas que podem ser selecionadas para um Variation Point (Sun et al, 2009 apud Bachmann & Bass, 2001);
  20. 20. Representações deVariabilidade 3 Modelos de 2 Feature Variation Points 13 4 UML BPM Outros 5
  21. 21. Tipos de Variabilidade P01 P02 P04 P05 P06 P11 Logic X X X XCompositio X X n Interface X X X XParameter X Workflow X X X Partner XCardinality X WSLA X
  22. 22. Tipos de Variabilidade Logic. Diferentes implementações para uma mesma operação; Composition. Diferentes interfaces, implementações, atributos de qualidade; Interface. Diferentes interfaces para um mesmo serviço; Parameter. Parâmetros utilizados no serviços;
  23. 23. Tipos de Variabilidade Workflow. Ocorrem em fluxos de trabalho; Partner. Serviços pertencentes a diferentes parceiros de negócio; Cardinality. Várias instâncias para um mesmo service; WSLA. Atributos de qualidade especificados entre parceiros de
  24. 24. Como abordagens SOPL lidamcom variabilidade na derivaçãode produtos Procurou identificar como abordagens SOPL tratam de variabilidade durante o processo de derivação de produtos. Seis trabalhos propuseram alguma abordagem nesse sentido (P03, P04, P08, P10, P17 e P19);
  25. 25. Abordagens Propostas Variabilidade na Representação deArtigo derivação de Variabilidade produtos Variability Specification P03 MetaModel (UML) e Variability Resolution BPM, Feature Modeling, P04 Use Case, Variation Variability Analysis Points Business Process Lines P08 BPM e Process Oriented Development P10 Feature Modeling Service Analysis Feature Modeling, Feature Oriented P17 Variation Points Service Customization Feature-Based P19 Feature Modeling Approach
  26. 26. Considerações Finais Quantidade de Respostas por Questão de Pesquisa201510 5 0 Representações de Tipos de variabilidade Gerenciamento de variabilidade variabilidade Quantidade de Artigos
  27. 27. Considerações Finais Representações de Variabilidade; Tipos de Variabilidade em um contexto SOPL; Abordagens SOPL que tratam de Variabilidade;
  28. 28. Comentários e Dúdivas
  29. 29. Referências Bibliográficas (Erl, 2012) Erl, T.. Service-Oriented Architecture. Disponível em: www.whatissoa.com/p10.php Acessado em: 20/04/2012; (Clements & Northrop, 2002). Clements, P. Northrop, L.. Software Product Lines: Practive and Patterns. 2002; (Almeida, 2010) Almeida, R. B.; Modeling Software Product Line Variability in Use Case Scenarios.
  30. 30.  (Medeiros et al, 2009) Medeiros, F. M., Almeida, E. S. & Meira, S. R. L.; Towards an Approach for Service- Oriented Product Line Architectures. In 3rd Workshop on Service-Oriented Architectures and Software Product Lines (SOAPL), São Francisco, Estados Unidos. 2009. (Cohen & Krut, 2010) Cohen, S. & Krut, R.; Managing Variation in Services in a Software Product Line
  31. 31.  (Medeiros, 2010) Medeiros, F. M.; SOPLE-DE: An Approach to Design Service-Oriented Product Line Architectures. UFPE, Recife, PE. 2010. (Josuttis, 2007) Josuttis, N. M.; SOA in Practice – The Art of Distributed System Design. O’Really. 2007. (Borba, 2009) Borba, C. C.; Uma Abordagem Orientada a Objetivos para as fases de Requisitos para Linhas de Produtos de Software. UFPE, Recife, PE. 2009.
  32. 32.  (Kim & Doh, 2008) Kim, Y. & Doh, K.; Adaptable Web Services Modeling using Variability Analysis. In Third 2008 International Conference on Convergence and Hybrid Information Technology. 2008. (Pohl et al, 2005) Pohl, K., Bockle, G. & Van Der Linder, F.; Software Product Line Engineering Foundations, Principles, and Techniques. Springer. 2005.
  33. 33.  (CAO et al, 2009) CAO Bu-Qing, LI Bing & XIA Qi-Ming; A Process-Driven and Ontology Based Software Product Line Variability Modeling Approach. In Eighth International Conference on Grid and Cooperative Computing. 2009. (Galster, 2010) Galster, M.; Describing Variability in Service-oriented Software Product Lines. Department of Mathematics and Computing Science, University of Groningen ,Groningen, Holanda. 2010.
  34. 34.  (Mohabbati et al, 2009) Mohabbati, B., Kaviani, N. & Gašević, D.; Semantic Variability Modeling for Multi- staged Service Composition. In Workshop on Service-Oriented Architectures and Software Product Lines, Airport Marriott, São Francisco, Califórnia, Estados Unidos. 2009. (Sun et al, 2009) Sun, G., Rossin, R., Sinnema, M. Bulanov, P. & Aiello, M.; Modeling and managing the variability of Web service- based systems. The Journal of Systems

Apresentação final do meu trabalho de conclusão de curso.

Views

Total views

6,890

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

16

Actions

Downloads

42

Shares

0

Comments

0

Likes

0

×