Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Estaline a respostadospaisessacrise

1,105 views

Published on

As diferentes respostas à Grande Depressão

Published in: Education
  • Be the first to comment

Estaline a respostadospaisessacrise

  1. 1. O regime estalinista A resposta das democracias à “Grande Depressão” 9.º ano
  2. 2. 4. Conhecer e compreender o regime totalitário estalinista implantado na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) 1. Caracterizar o “regime de terror” instituído por Estaline na URSS entre 1927 e 1953, salientando a adoção de fortes medidas repressivas. 2. Caracterizar a política económica seguida por Estaline, salientando a coletivização dos meios de produção e a planificação da economia. 3. Avaliar a política estalinista em termos de eficácia económica e de custos sociais. 4. Distinguir estalinismo de fascismo, salientando a existência de formas semelhantes de atuação em regimes ideologicamente antagónicos.
  3. 3. O ESTALINISMO NA URSS 1924 – Estaline fica à frente da URSS, após a morte de Lenine. 1928 – Fim da NEP e início da Economia planificada – planos quinquenais. 1936 – Uma nova Constituição ( é consagrada a «ditadura do proletariado», os princípios democráticos consagrados não foram respeitados por Estaline) Ditadura Comunista CARACTERÍSTICAS: • Autoritarismo (o Partido Comunista era o único partido autorizado, Estaline tinha um poder ilimitado) • Repressão (polícia política, depurações, campos de trabalho corretivo - Gulag) – regime de terror (docs. 1 e 2 p.102 do manual) • Culto da personalidade (doc.4 p. 104 do manual) • Propaganda • Nacionalização ou coletivização de todos os meios de produção e planificação económica na indústria e na agricultura. (definições p. 105 do manual) • Em 1940, a URSS era o terceiro país mais industrializado do mundo. Ver quadro comparativo entre o fascismo e o estalinismo, (p.105 do manual) Fonte: http://wikistoriapedrosantarem.pbworks.com/f/1298164422/URSS2.png Fonte: http://www.scielo.br/img/revistas/anaismp/v13n1/a04fig05.gif
  4. 4. 5. Conhecer e compreender as respostas dos regimes demoliberais à “Crise de 1929” e à Grande Depressão da década de 30. 1. Relacionar as fragilidades do capitalismo liberal e o fracasso das primeiras medidas de combate à crise com a adoção de estratégias de intervenção do Estado na economia. 2. Referir as principais medidas de intervenção do Estado na regulação das atividades económicas e nas relações sociolaborais tomadas durante o New Deal. 3. Relacionar os efeitos da “Grande Depressão” e do crescimento do fascismo com as tentativas de formação de governos de unidade nacional (Grã-Bretanha e Suécia) e de Frentes Populares (França e Espanha).
  5. 5. AS CONSEQUÊNCIAS DA “GRANDE DEPRESSÃO” No início da década de 30 do século XX, vivia-se nos EUA uma situação dramática. A «Grande Depressão» arrastou milhões de pessoas para o desemprego, a miséria e a fome alastravam entre a população. A economia liberal capitalista estava em crise. Defesa da intervenção do Estado na economia New Deal (nova distribuição de riqueza) Programa proposto por Franklin Roosevelt em 1932, na eleições presidenciais dos EUA, em 1932 Fonte: http://www.joaoleitao.com/viagens/wp- content/uploads/2012/10/mapa-estados-unidos-da-america.gif Fonte: http://www.cbn.com/CBNNews_Files/images14/generics/RooseveltNewDeal_LG.jpg
  6. 6. Este programa propunha um conjunto de medidas, inspiradas no economista John Keynes, que visavam reerguer a economia, garantir emprego para todos, aumentando o poder de compra dos trabalhadores. New Deal Indemnização aos agricultores que reduzissem as áreas cultivadas; Estabelecimento dos níveis de produção industrial Controlar a produção Financiamento de grandes obras públicas (ex: barragens, estradas, pontes e edifícios públicos) Semana de trabalho passou para 40 horas Diminuir o desemprego Salário mínimo nacional Criação da Segurança Social Subsídios de desemprego Crédito agrícola para pagamento de dívidas Aumentar o poder de compra Fonte: https://www.ssa.gov/policy/docs/ssb/ v70n3/1939-Amendments-poster.jpg Fonte: https://encrypted- tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9 GcStpJKcLPJ7dWuSjh6IFGZACUGxB5he gDlS2X05TZ1naVtzUu9g
  7. 7. FRANÇA: AS TENTATIVAS DA FRENTE POPULAR 1936 – Os partidos socialista, radical e comunista formam a Frente Popular, que vence as eleições. O governo chefiado por Léon Blum toma uma série de medidas reformistas (ver definição p. 109 do manual) que não agradam aos grupos privilegiados: semana de trabalho de 40 horas; direito a 15 dias de férias pagas; nacionalização das indústrias de armamento e dos caminhos de ferro. 1937 – Dissolve-se a Frente Popular. A França passa a ser governada pelos radicais com o apoio da direita, anulam-se muitas das medidas do governo anterior. Fonte: http://www.jl-paris.com/wp-content/uploads/2015/08/photo-2- cong%C3%A9s-pay%C3%A9s.jpg Fonte: http://image.slidesharecdn.com/la-crise-conomique-et-le-front- populaire-17702/95/la-crise-conomique-et-le-front-populaire-16- 728.jpg?cb=1171894725 Fonte: http://st2.depositphotos.com/2465 573/5367/v/950/depositphotos_53 676905-France-Political-Map.jpg
  8. 8. O CASO DA GRÃ-BRETANHA Para fazer face às consequências da “Grande Depressão, surge um governo de coligação formado por Conservadores, Liberais e alguns Trabalhistas (National Government). Medidas:  Desvalorização da libra,  Aumento das taxas alfandegárias,  Combate ao desemprego, através da concessão de pensões de velhice, viuvez e a órfãos. Fonte: http://www.stepmap.de/landkarte/gros sbritannien-1104076.png Fonte: http://shop.actionposters.co.uk/ekmps/sho ps/scott67/images/vintage-1930-s-national- government-unemployment-election- poster-a3-print-291586248508-23416-p.jpg Fonte: http://theday.co.uk/slidesh ow/2015-03-20/5.jpg
  9. 9. O CASO DA SUÉCIA  O governo sueco financiou obras públicas para manter a produção e o emprego.  Foram criados programas de assistência social : as pensões de velhice , seguro desemprego, habitação subsidiada e subsídios de maternidade .  Foram aumentados os impostos para pagar por este sistema. Fonte: http://skonsberg.ylm.se/sidor/KARTOR-hus-personer/Glesens-BLE/bildsidor/6- GlesenArbetskamrat-BLE.jpg Fonte: http://www.mapasyfotos.com/europa/SUECIA.jpg
  10. 10. O CASO DE ESPANHA 1923-1930 – Ditadura militar de Primo de Rivera. 1931 – Proclamação da República, depois do rei Afonso XIII ter abdicado. 1936 – a Frente Popular (socialistas, comunistas e outros republicanos) vence as eleições. São tomadas várias medidas: separação da Igreja do Estado, lei do divórcio, aumentos salariais direto à greve. Os camponeses ocupam terras não cultivadas. Em Julho de 1936, uma revolta militar das forças conservadoras, chefiadas por Franco, provocou a Guerra Civil (1936-1939). Republicanos Nacionalistas Apoio: - Brigadas Internacionais -URSS Apoio: - Alemanha Itália Vitória dos nacionalistas Franco toma o poder e impõe uma ditadura fascista. Fonte: http://www.saberia.com/wp- content/themes/saberia/images/recursos/europa/espana/03- espana_autonomias_nombres_colores.jpg Fonte: http://2.bp.blogspot.com/- 2BkFiYZhdus/TgDHX0TQleI/AAAAAAA ACQo/nXIYy24O- qg/s1600/fransisco_franco_y_adolf_h itler.jpg Fonte: https://upload.wikimedia.org/wiki pedia/commons/8/8f/%C2%A1No_ pasar%C3%A1n!_Madrid.jpg
  11. 11. DIFERENTES SOLUÇÕES PARA A CRISE Abandono do liberalismo económico Intervenção do Estado na economia Moderada Mantendo os regimes democráticos França, Inglaterra, EUA Forte Estabelecendo regimes ditatoriais Itália, Alemanha, Espanha, Portugal,

×