Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Princípios físicos da água

4,414 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Princípios físicos da água

  1. 1. Princípios e propriedades da água Densidade relativa Flutuação Resistência do fluido Pressão hidrostática
  2. 2. Densidade relativa (gravidade específica) É a propriedade que determina se um objeto irá flutuar. É a relação entre a massa do objeto e a igual massa de volume de água deslocado. < 1 o objeto irá flutuar > 1 o objeto irá afundar = 1 o objeto flutuará logo abaixo da superfície da água
  3. 3. Densidade relativa A gravidade específica também indica a porção do volume de um objeto que irá flutuar sob a água. Exemplo: Se uma pessoa em flutuação tem gravidade específica de 0,96 como será seu comportamento na água? Densidade da gordura, ossos e massa magra: 0,8 /1,5/ 1,0 4% do corpo estará sobre a superfície da água e 96% abaixo.
  4. 4. Densidade relativa Diferenças entre massa corporal Pessoa magra X pessoa obesa Diferenças entre sexo Diferenças entre idades Adultos X idosos Diferença entre membro sadio X lesionado?
  5. 5. Flutuação Princípio de Archimedes: Quando um corpo esta total ou parcialmente imerso em um fluido em repouso, ele experimenta um empuxo de baixo para cima igual ao volume de fluido deslocado.
  6. 6. Flutuação A força de flutuação é igual ao volume de água deslocado pelo nadador (força de gravidade).
  7. 7. Flutuação Assistência (assistiva) Resistência (resistiva) Apoio (suporte) Podem ser aumentados com o uso de equipamentos de flutuação.
  8. 8. Flutuação
  9. 9. Centro de flutuação É o ponto pelo qual a força de flutuação atua. É um empuxo de baixo para cima que atua na direção oposta à força da gravidade. Um corpo na água esta sujeito a duas forças opostas: Gravidade atuando através do centro de gravidade Flutuação atuando no centro de flutuação
  10. 10. Centro de flutuação/Centro de gravidade
  11. 11. Flutuação como momento de força Quando é considerado a quantidade de assistência ou resistência que um equipamento produz. É definido como efeito rotatório da força em torno de um ponto.
  12. 12. Alavanca longa Alavanca curta Equipamento de flutuação
  13. 13. Os efeitos da flutuação na sustentação do peso A redução das forças na sustentação do peso é uma das principais vantagens dos exercícios aquáticos terapêuticos. Pacientes se sentem mais “leves”, os movimentos são facilitados e sentem menos peso nas articulações graças à flutuação.
  14. 14. Sustentação do peso na água C7 Apêndice xifóide Crista ilíaca Porcentagem do peso corporal suportado pelos MMII.
  15. 15. Resistência do fluido Coesão Força de atração entre as moléculas vizinhas do mesmo tipo de matéria. Adesão Força de atração entre as moléculas vizinhas de diferentes tipos de matéria. Tensão superficial Força de atração entre as moléculas da superfície de um fluido.
  16. 16. Movimento através da água O fluxo turbulento absorve energia a uma taxa muito maior do que o fluxo em correnteza (linha reta). Taxa de absorção de energia é determinada pelo atrito interno do líquido.
  17. 17. Pressão Hidrostática Lei de Pascal A pressão do fluido é exercida igualmente sobre todas as áreas de um corpo imerso a uma dada profundidade. A pressão é diretamente proporcional a profundidade e a densidade do fluido. Vantagem: Redução do edema Estabilização de articulações instáveis Desvantagem: DPOC (85% imersão)

×