AGROINDÚSTRIA | BENEFICAMENTO

11,563 views

Published on

Mais uma solução TOTVS com software de gestão para o segmento da agroindústria.

TOTVS. Juntos, fazemos melhor.

Aproveite também para conferir as novidades no site da TOTVS. Acesse: http://www.totvs.com. Ficou interessado? Agende uma visita com um de nossos consultores: https://www.totvs.com/contatos.

Siga a TOTVS nas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/totvs
Twitter: https://twitter.com/TOTVS
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/totvs


Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
11,563
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8,524
Actions
Shares
0
Downloads
138
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

AGROINDÚSTRIA | BENEFICAMENTO

  1. 1. GARANTA: ABRANGÊNCIA, EFICIÊNCIA OPERACIONAL E CONFIABILIDADE NOS RESULTADOS SUBSEGMENTO BENEFICIAMENTO
  2. 2. HOJE FALAREMOS SOBRE 1. MÓDULO DE OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS 2. MÓDULO DE UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO 3. MÓDULO DE UBS – MÓDULO DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  3. 3. 1. MÓDULO DE OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  4. 4. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  5. 5. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS AGROINDÚSTRIA • Gerenciar a negociação e contratos de compra e venda do produto. • Administrar custos para garantir margens lucrativas. • Controlar o Fluxo financeiro das operações. • Atender as exigências fiscais e regulatórias. • Gerenciar os estoques em silos. • Fazer frente a expansão dos concorrentes.
  6. 6. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS SISTEMATIZAR O PROCESSO DE ORIGINAÇÃO DE GRÃOS INTEGRADO AO BACKOFFICE. OBJETIVO
  7. 7. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS ESCOPO • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. • Gerencia o processo de compra dos grãos, efetuando o recebimento da matéria-prima, pagamento e análise técnica. • Rastreabilidade da carga e formação de lote. • Possibilita o cadastro de exames e emissão de laudo. • Gera contrato de armazenamento, calcula quebra técnica e efetua a cobrança da prestação de serviço. • Administra o processo de venda, através da cobrança, estorno, margem e cotação.
  8. 8. PRODUÇÃO RURAL OG - PROCESSOS SECAGEM LIMPEZA FATURAMENTO SEPARAÇÃO POR DENSIDADE TRATAMENTO QUÍMICO - - - - - - - - - - - - - - - TRANSPORTE PESAGEM QUALIFICAÇÃO DESCARREGAMENTO SILO ENSACAMENTOARMAZENAMENTO 62.324 KG QUALIFICAÇÃO SILO MERCADO - - - - - - - - - - - - - - - - - -
  9. 9. OG - SUBPROCESSOS
  10. 10. CONTRATO MP QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS BACKOFFICE • Executa a gestão do contrato de matéria-prima. • Planeja as entregas de matéria-prima. • Executa a liberação dos pagamentos financeiros. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  11. 11. QUALIFICAÇÃO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa análises fisioquímicas das sementes que chegam à UBS. • Executa a classificação das sementes recebidas. • Executa análises fisioquímicas nas sementes beneficiadas gerando amostras representativas de cada lote. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  12. 12. DESCARREGAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • A partir das informações contratuais e das análises preliminares, classifica o produto. • Formação do lote. • O Produto pode ser descarregado diretamente em uma moega que vai para o Silo ou pode ir diretamente para o beneficiamento. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  13. 13. PRÉ-LIMPEZA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa uma pré-limpeza visando a retirada de impurezas. • Essas impurezas devem ser retiradas antes das fases de secagem e limpeza. • Utiliza Máquina de Ventilador e Peneiras (MVP). OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  14. 14. PREPARO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Sementes de algumas espécies, antes de passar para as demais operações, precisam algum preparo específico, como é o caso do algodão, que precisa sofrer a retirada do Línter*. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  15. 15. SECAGEM QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Sementes podem apresentar um grau de umidade acima do ideal (>13%). • Nesses casos, há a necessidade de realizar a secagem dessas sementes, visando atingir níveis seguros de umidade para o seu armazenamento. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  16. 16. LIMPEZA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Assemelha-se à operação de pré-limpeza, porém muito mais precisa e rigorosa. • Retira sementes de outras espécies, sementes mal formadas, sementes imaturas e impurezas em geral. • Utiliza a MVP. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  17. 17. SELEÇÃO POR FORMA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Algumas sementes, como a soja, precisam ser separadas quanto a sua forma. • É utilizado um Separador em Espiral. • São separadas as sementes arredondadas das achatadas. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  18. 18. CLASSIFICAÇÃO POR TAMANHO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • A separação por tamanho cria um lote para cada grupo separado. • São utilizados peneirões, peneiras cilíndricas e cilindros alveolados, dependendo da espécie da semente. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  19. 19. SEPARAÇÃO POR DENSIDADE QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a separação das sementes pelo seu peso. • É utilizado o equipamento chamado Mesa Densimétrica, que separa as sementes através da vibração e de correntes de ar. • São gerados lotes diferentes por grupo selecionado. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  20. 20. SEPARAÇÃO POR COR QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a separação das sementes pela sua colocação. • Pode ser utilizado Selecionador Eletrônico, que utiliza uma célula fotoelétrica. • São gerados lotes diferentes por grupo selecionado. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  21. 21. TRATAMENTO QUÍMICO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a aplicação de fungicidas e/ou inseticidas, dependendo da espécie da semente e das pragas que as atacam. • O tratamento por máquinas específicas para cada tipo de tratamento. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  22. 22. ENSACAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • As sementes são encaminhadas para as embaladoras. • São colocadas em embalagens recomendadas e autorizadas para cada espécie. • São armazenadas conforme regulamentação vigente. • Seu lote final é registrado. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS
  23. 23. OG – ORIGINAÇÃO DE GRÃOS • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. OFERTA • Gestão de Contratos de Matéria-Prima • Recepção de Matéria-Prima • Gestão de Estoques e Silos • Análises Laboratoriais • Controle de Amostras • Pré-Limpeza • Secagem • Limpeza • Separação por Forma • Classificação por Tamanho • Separação por Densidade • Tratamento Químico • Ensacamento MÓDULO NATIVO AO ERP TOTVS LINHA PROTHEUS
  24. 24. 2. MÓDULO DE UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  25. 25. MÓDULO DE UBA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  26. 26. MÓDULO DE UBA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO AGROINDÚSTRIA • Fazer a gestão dos contratos de compras de matéria-prima junto aos produtores rurais. • Planejar a colheita da produção de algodão. • Controlar a produção dos fardões. • Planejar e executar o recebimento dos fardões na UBA. • Garantir a qualidade da matéria-prima recebida. • Garantir níveis de qualidade no beneficiamento e ensacamento do produto. • Garantir a rastreabilidade.
  27. 27. MÓDULO DE UBA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO SISTEMATIZAR O PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ALGODÃO INTEGRADO AO BACKOFFICE. OBJETIVO
  28. 28. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. ESCOPO • Gestão de contratos de matéria-prima. • Planejamento e programação de entrega de matéria-prima. • Recebimento, pesagem e qualificação dos fardões. • Gestão do beneficiamento do algodão bruto, separando pluma do caroço. • Processo de prensagem. • Armazenagem da fibra e destinação da torta de algodão. • Gestão estratégica do estoque de fibra.
  29. 29. UBA - PROCESSOS PLUMA TORTA LIMPEZA ARMAZENAMENTO DA TORTA - - - - - - - - - - - - - - - TRANSPORTE PESAGEM QUALIFICAÇÃO DESCARREGAMENTO ARMAZENAMENTO 62.324 KG - - - - - - - - - - - - - - - - - - DESCAROÇAMENTOPRENSAGEM ENFARDAMENTO ARMAZENAMENTO DA FIBRA MERCADO MERCADO COLHEITA
  30. 30. UBA – SUBPROCESSOS
  31. 31. CONTRATO MP QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS BACKOFFICE • Executa a gestão do contrato de matéria-prima. • Planeja as entregas de matéria-prima. • Executa a liberação dos pagamentos financeiros. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  32. 32. PESAGEM QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS BACKOFFICE • Afere o peso líquido da carga de algodão bruto recebido da lavoura. • Integração com balança rodoviária. • Possibilita pesagem automática ou manual. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  33. 33. QUALIFICAÇÃO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa análises fisioquímicas dos fardões que chegam à UBA. • Executa a qualificação e classificação do algodão recebido. • Executa análises fisioquímicas nas diversas fases do processamento. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  34. 34. DESCARREGAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • A partir das informações contratuais e do processo de qualificação, classifica o produto. • Formação do lote. • O fardão é descarregado em armazém temporário. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  35. 35. LIMPEZA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa uma limpeza visando a retirada de impurezas. • Essas impurezas devem ser retiradas antes das próximas fases. • Utiliza Maquinário próprio para a limpeza e início do descaroçamento. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  36. 36. DESCAROÇAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Processo responsável pela separação do caroço da pluma do algodão. • Esse processo gera 2 subprodutos, a torta e a pluma. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  37. 37. PRENSAGEM QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Utiliza a pluma como matéria-prima. • Nesses casos, há a necessidade de realizar a secagem dessas sementes, visando atingir níveis seguros de umidade para o seu armazenamento. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  38. 38. ENFARDAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Após o tratamento, as plumas são prensadas em fardos menores, chamados fardinhos. • Neste processo é acertado o nível de umidade do produto. • Os fardinhos são identificados. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  39. 39. ARMAZENAMENTO DA FIBRA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Os fardinhos gerados no processo de prensagem são armazenados em armazéns especiais. • É atualizada a posição do estoque de produto acabado. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO
  40. 40. UBA – VANTAGENS AGREGADAS
  41. 41. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO 1 - VANTAGENS AGREGADAS • Fechamento da carga relacionando um ou vários módulos. • Controle de saldos em estoque do produto. • Controle dos percentuais de separação dos subprodutos no desmanche do Fardão. • Controle dos módulos (fardões) colhidos no campo. • Previsão de entrada dos Módulos na UBA. • Integração com a balança rodoviária. • Pesagem automática ou manual do caminhão.
  42. 42. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO 2 - VANTAGENS AGREGADAS • Atualização do rendimento do módulo (fardão) a cada fardo (fardinho) beneficiado. • Atualização dos saldos em estoque dos produtos originados através do beneficiamento. • Adequado à nova composição do código de barras de 20 dígitos estipulado pelo S.A.I. (Sistema ABRAPA de Identificação) para identificação dos fardos beneficiados. • Integração automática ou manual com a balança responsável pela pesagem dos fardos.
  43. 43. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO 3 - VANTAGENS AGREGADAS • Importação dos resultados de HVI. • Classificação comercial do bloco. • Agrupamento dos fardos de um mesmo produtor e fazendas diferentes. • Reclassificação comercial. • Controle da mala de amostras dos fardos para classificação Visual e HVI através do Romaneio de Classificação. • Leitura de etiqueta de código de barras no lançamento da classificação visual. • Classificação comercial.
  44. 44. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO 4 - VANTAGENS AGREGADAS • Contrato de venda. • Programação de Embarque. • Reservas. • Instrução de embarque. • Romaneio de Saída/Expedição.
  45. 45. UBA – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. OFERTA • Gestão de contratos de matéria-prima. • Planejamento e programação de entrega de matéria-prima. • Recebimento, pesagem e qualificação dos fardões. • Gestão do beneficiamento do algodão bruto, separando pluma do caroço. • Processo de prensagem. • Armazenagem da fibra e destinação da torta de algodão. • Gestão estratégica do estoque de fibra. MÓDULO NATIVO AO ERP TOTVS LINHA PROTHEUS
  46. 46. 3. MÓDULO DE UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  47. 47. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  48. 48. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES • Fazer a gestão dos contratos de compras de matéria-prima juntos aos produtores rurais. • Planejar o recebimento da matéria-prima de acordo com a estratégia da CIA. • Garantir a qualidade da matéria-prima recebida. • Executar o armazenamento correto da matéria-prima. • Garantir níveis de qualidade no beneficiamento e ensacamento do produto. • Garantir a rastreabilidade. AGROINDÚSTRIA
  49. 49. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES SISTEMATIZAR O PROCESSO DE PRODUÇÃO DE SEMENTES COMERCIAIS DE GRÃOS E CEREAIS. OBJETIVO
  50. 50. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. ESCOPO • Gestão de Contratos de Matéria-Prima • Recepção de Matéria-Prima • Gestão de Estoques e Silos • Análises Laboratoriais • Controle de Amostras • Pré-Limpeza • Secagem • Limpeza • Separação por Forma • Classificação por Tamanho • Separação por Densidade • Tratamento Químico • Ensacamento
  51. 51. UBS - PROCESSOS PRODUÇÃO RURAL PRÉ-LIMPEZA CLASSIFICAÇÃO TAMANHO SEPARAÇÃO POR DENSIDADE TRATAMENTO QUÍMICO - - - - - - - - - - - - - - - TRANSPORTE PESAGEM QUALIFICAÇÃO DESCARREGAMENTO SILO ENSACAMENTOARMAZENAMENTO 62.324 KG MERCADO - - - - - - - - - - - - - - - - - - SECAGEM SEPARAÇÃO POR FORMA LIMPEZA
  52. 52. UBS – SUBPROCESSOS
  53. 53. CONTRATO MP QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS BACKOFFICE • Executa a gestão do contrato de matéria-prima. • Planeja as entregas de matéria-prima. • Executa a liberação dos pagamentos financeiros. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  54. 54. QUALIFICAÇÃO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa análises fisioquímicas das sementes que chegam à UBS. • Executa a classificação das sementes recebidas. • Executa análises fisioquímicas nas sementes beneficiadas gerando amostras representativas de cada lote. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  55. 55. DESCARREGAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • A partir das informações contratuais e das análises preliminares, classifica o produto. • Formação do lote. • O Produto pode ser descarregado diretamente em uma moega que vai para o Silo ou pode ir diretamente para o beneficiamento. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  56. 56. PRÉ-LIMPEZA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Executa uma pré-limpeza visando a retirada de impurezas. • Essas impurezas devem ser retiradas antes das fases de secagem e limpeza. • Utiliza Máquina de Ventilador e Peneiras (MVP). UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  57. 57. PREPARO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Sementes de algumas espécies, antes de passar para as demais operações, precisam algum preparo específico, como é o caso do algodão, que precisa sofrer a retirada do Línter*. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES * Línter – protege o caroço e retém a água, agindo como isolante.
  58. 58. SECAGEM QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Sementes podem apresentar um grau de umidade acima do ideal (>13%). • Nesses casos, há a necessidade de realizar a secagem dessas sementes, visando atingir níveis seguros de umidade para o seu armazenamento. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  59. 59. LIMPEZA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Assemelha-se à operação de pré-limpeza, porém muito mais precisa e rigorosa. • Retira sementes de outras espécies, sementes mal formadas, sementes imaturas e impurezas em geral. • Utiliza a MVP. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  60. 60. SELEÇÃO POR FORMA QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Algumas sementes, como a soja, precisam ser separadas quanto a sua forma. • É utilizado um Separador em Espiral. • São separadas as sementes arredondadas das achatadas. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  61. 61. CLASSIFICAÇÃO POR TAMANHO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • A separação por tamanho cria um lote para cada grupo separado. • São utilizados peneirões, peneiras cilíndricas e cilindros alveolados, dependendo da espécie da semente. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  62. 62. SEPARAÇÃO POR DENSIDADE QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a separação das sementes pelo seu peso. • É utilizado o equipamento chamado Mesa Densimétrica, que separa as sementes através da vibração e de correntes de ar. • São gerados lotes diferentes por grupo selecionado. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  63. 63. SEPARAÇÃO POR COR QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a separação das sementes pela sua colocação. • Pode ser utilizado Selecionador Eletrônico, que utiliza uma célula fotoelétrica. • São gerados lotes diferentes por grupo selecionado. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  64. 64. TRATAMENTO QUÍMICO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • Faz a aplicação de fungicidas e/ou inseticidas, dependendo da espécie da semente e das pragas que as atacam. • O tratamento por máquinas específicas para cada tipo de tratamento. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  65. 65. ENSACAMENTO QUEM ATENDE: ERP TOTVS LINHA PROTHEUS MÓDULO VERTICAL • As sementes são encaminhadas para as embaladoras. • São colocadas em embalagens recomendadas e autorizadas para cada espécie. • São armazenadas conforme regulamentação vigente. • Seu lote final é registrado. UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  66. 66. OFERTA UBS – UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES • Compras, Suprimentos, Vendas, Estoque, Faturamento, Fiscal, Contábil, Capital Humano e todos os demais. • Gestão de Contratos de Matéria-Prima • Recepção de Matéria-Prima • Gestão de Estoques e Silos • Análises Laboratoriais • Controle de Amostras • Pré-Limpeza • Secagem MÓDULO NATIVO AO ERP TOTVS LINHA PROTHEUS • Limpeza • Separação por Forma • Classificação por Tamanho • Separação por Densidade • Tratamento Químico • Ensacamento
  67. 67. A TOTVS NA AGROINDÚSTRIA 22 anos de experiência no setor agroindustrial. Líder em sistemas de gestão agroindustrial canavieira no Brasil. FATOS Experiência Internacional em 8 países: Colômbia, México, Peru, Guatemala, Nicarágua, Holanda e Angola.
  68. 68. A TOTVS NA AGROINDÚSTRIA Mais de 230 clientes atendidos que processam 60% da produção brasileira. Das 10 maiores unidades processadoras na safra 2012/2013, 8 utilizam soluções da TOTVS. 120 clientes atendidos que plantam mais de 1,5 milhões de hectares. GRÃOS E CULTURAS ANUAIS CANA-DE-AÇÚCAR FATOS
  69. 69. PROPOSTA DE VALOR • Flexibilidade e agilidade operacional • Menor custo de produção • Aumento da produtividade TOTVS AGROINDÚSTRIA • Em conformidade com as exigências legais • Sincronização da Cadeia de Insumos • Rastreabilidade integral • Atendimento às questões ambientais • Redução das perdas na produção rural • Eficiência na utilização de insumos químicos
  70. 70. BENEFÍCIOS Redução de custos na alocação de máquinas e insumos Aumento da produtividade através da racionalização das operações agrícolas Efetividade comprovada em grandes produtos agrícolas! SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA
  71. 71. BENEFÍCIOS Controla os progressos da sua propriedade rural, de forma simples e eficaz Controle de Compras, Suprimentos, Estoque, Custos e Financeiro, garantindo a governança do seu negócio Gestão eficiente para garantir sua rentabilidade! SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA
  72. 72. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA 29% Melhorias no Giro do Estoque 42% Dos funcionários excedem na performance QUEM USAALCANÇA... 14% Melhorias nas entregas on-time Fonte: Aberdeen Group, 2012
  73. 73. SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA 13% Redução de custos administrativos 12% Melhorias dos custos operacionais QUEM USAALCANÇA... Fonte: Aberdeen Group, 2012
  74. 74. ONDE ATUAMOS... SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA PRODUÇÃO RURAL MULTICULTURA ORIGINAÇÃO DE GRÃOS UBS BENEFICIAMENTO DE SEMENTES GESTÃO AGRÍCOLA UBA BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO COOPERATIVAS AGRÍCOLAS SUCROENERGÉTICO PRODUÇÃO DE CANA-DE- AÇÚCAR PRODUÇÃO DE AÇÚCAR E ETANOL MANUTENÇÃO DE FROTA AGROINDUSTRIAL MANUTENÇÃO ATIVOS AGROINDUSTRIAIS CUSTO DE PRODUÇÃO ERP BACKOFFICE
  75. 75. GESTÃO COMPLETA SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA PLANTAR COLHERTRATAR ENTREGARPLANEJAR BENEFICIAR Dimensionamento do Consumo de Recursos Acompanhamento e Controle da Execução de Operações Monitoramento dos Níveis de Utilização de Recursos Garantir os Níveis de Conformidade de Processos e de Produtos Administrar Custos de Produção
  76. 76. GESTÃO COMPLETA SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA • Sistema de Informação Gerencial dos Processos Agrícolas (Ferramenta de Gestão). • PIMS® proporciona integração com os principais sistemas ERP. • Suporte a todas as etapas do processo agrícola, do preparo do solo à colheita da matéria-prima. • Gerenciamento do relacionamento entre as várias plantas com total transparência.
  77. 77. PIMS Multicultura ONDE PODEMOS AJUDAR? SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA ERP Linha Protheus Originação de Grãos ARMAZÉNS, COOPERATIVAS E CEREALISTAS ERP Linha Datasul Originação de Grãos ARMAZÉNS, COOPERATIVAS E CEREALISTAS ERP Linha Protheus UBA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO ERP Linha Protheus UBS UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES ERP Linha Protheus PIMS Multicultura PRODUÇÃO RURALAGRÍCOLA ERP Linha Datasul PRODUÇÃO RURALAGRÍCOLA ERP Linha Protheus PIMS CS AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICO ERP Linha Protheus Eficaz – Somente BackOffice PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA SMB ERP Linha Datasul PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA GRANDE PORTE ERP Linha Datasul PIMS CS AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICO ERP Linha Protheus PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA GRANDE PORTE ERP Série 3 – Somente BackOffice de Partida PRODUTORES RURAIS E AGROINDÚSTRIA PEQUENO PORTE 1 2 4 6 8 10 12 3 5 7 9 11
  78. 78. PROCESSOS SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA DEMANDA PRODUÇÃO AGRÍCOLA COMERCIALIZAÇÃO DISTRIBUIÇÃO INDUSTRIALIZAÇÃO DISTRIBUIÇÃO PRODUÇÃO AGRÍCOLA PRODUÇÃO INDUSTRIAL GESTÃO DE CONTRATOS COMERCIALIZAÇÃO CORE BUSINESS AGROINDÚSTRIA ORIGINAÇÃO DE GRÃOS UBA – BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO UBS – BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
  79. 79. PROCESSOS SOLUÇÕES TOTVS PARA A AGROINDÚSTRIA DEMANDA PLANTIO, TRATOS CULTURAIS E COLHEITAPLANEJAMENTO MANUTENÇÃO DE FROTA E ATIVOS ARMAZENAMENTO PRODUÇÃO BACKOFFICE COMPRAS VENDAS FATURAMENTO FINANCEIRO CONTÁBIL/FISCAL CUSTOS RHATIVO FLUIG – FLOWING PRODUCTIVITY WORKFLOW DM BPM ESB SOCIAL IDENTITY WCM ANALYTICS MALL
  80. 80. Obrigado ;) 0800 70 98 100 www.totvs.com

×