Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Global TECNOPUC
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Universidade Inovadora e Empreendedora O  objetivo da PUCRS é atrair...
PUCRS em números <ul><li>Cursos Graduação > 50 </li></ul><ul><li>Pós-graduação Lato sensu  116 </li></ul><ul><li>Pós-gradu...
PUCRS em números <ul><li>Grupos de Pesquisa CNPq 247 </li></ul><ul><li>   17º geral    1º particulares </li></ul><ul><li...
PUCRS em números <ul><li>Projetos de P&D </li></ul>Ano  Projetos Finep Projetos Empresas Totais Qt. Finep Co-Financiador Q...
PUCRS em números Ano  Projetos Finep Projetos Empresas Totais Qt. Finep Co-Financiador Qt. Empresas   1999       9 1.574.8...
PUCRS Inovação degrau a degrau <ul><li>1000 para 2000 </li></ul><ul><li>Porto Alegre Tecnópole </li></ul><ul><li>Lei de in...
Rede que congrega o conjunto de atores, ações e mecanismos relativos ao processo de inovação e empreendedorismo da PUCRS. ...
Sonhar Organizar Empreender Capacitar Consolidar Pesquisar Proteger
Sonhar O Núcleo Empreendedor  tem como missão estimular o empreendedorismo na Universidade através de ações,eventos e proj...
Organizar O Instituto  de Pesquisa e Desenvolvimento – IDÈIA é um ambiente criado para dar suporte técnico a comunidade ci...
Empreender <ul><li>A Incubadora Raiar  acelera o processo de criação de micro e pequenas empresas de base tecnológica. </l...
Capacitar O Centro de Inovação  é resultado da parceria firmada entre PUCRS e a Microsoft. Promove a qualificação de organ...
Consolidar O TECNOPUC é um habitat de inovação, uma área física definida convenientemente urbanizada, destinada a empresas...
Pesquisar Agência de Gestão Tecnológica  – AGT atua como facilitadora do processo de interação Universidade –  Empresa, es...
Proteger O Escritório de Transferência de Tecnologia – ETT realiza a gestão do patrimônio intelectual da Universidade e pr...
TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS O  TECNOPUC
Localização <ul><li>Localizado na área de um antigo quartel; </li></ul><ul><li>Junto ao Campus Central da PUCRS; </li></ul...
<ul><li>67  operações (HP, Dell, Tlantic, Microsoft, Stefanini, ...); </li></ul><ul><li>08  instituições (Assespro/RS, Sof...
Expansão Fase I: Adaptação do terreno pertencente a um antigo quartel junto ao Campus Central -  22.000 m² Fase II: Portal...
<ul><li>Contexto </li></ul><ul><li>Motivação para uma maior proximidade entre a academia e as empresas através do TECNOPUC...
<ul><li>Facilidades e oportunidades </li></ul><ul><li>Biblioteca; </li></ul><ul><li>Centro esportivo; </li></ul><ul><li>Es...
<ul><li>Destaques: </li></ul><ul><li>TECNOPUC está no núcleo da área de pesquisa da Universidade (PRPPG); </li></ul><ul><l...
<ul><li>Parcerias nacionais </li></ul><ul><li>Com as principais universidades e agências de pesquisa no Brasil; </li></ul>...
<ul><li>Valores: de acordo com proposta; </li></ul><ul><li>Projeto de pesquisa: de acordo com projetos de P&D do interesse...
 
 
GLOBAL TECNOPUC Centro de Inovação, Criatividade e Networking do TECNOPUC O  GLOBAL TECNOPUC  será um lócus potencializado...
<ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Motivação para uma maior proximidade entre a academia e as empresas através do TECNOPU...
<ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Seqüência de fases </li></ul><ul><li>Fase 1: 2003, + de 21 mil m2 para abrigo de ser...
<ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Seqüência de fases </li></ul><ul><li>Fase 4: Implantação do GLOBAL TECNOPUC - 4.100 ...
<ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>Dimensão Geral: </li></ul><ul><li>ambientes inovadores em espaços flexíveis para permi...
<ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>1ª Dimensão: Convivência.  </li></ul><ul><li>Hoje as facilidades oferecidas estão no C...
<ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>2ª Dimensão: Networking. </li></ul><ul><li>Espaços para abrigarem ações de diversas na...
<ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>3ª Dimensão tem como foco a Incubação de Projetos e Idéias (Open Innovation). Neste co...
Metodologia <ul><li>4ª Dimensão Complementando e multifacetando esta iniciativa, a abrigará a estratégia de Internacionali...
Metodologia <ul><li>1ª Dimensão: Convivência. Hoje as facilidades oferecidas estão no Campus. Isto inibe a criação de rede...
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)

828 views

Published on

Apresentação da rede INOVAPUC - a rede de inovação e empreendedorismo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.
Apresentação com foco no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
828
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Rede de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS - INOVAPUC (foco TECNOPUC)

  1. 1. Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Global TECNOPUC
  2. 2. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Universidade Inovadora e Empreendedora O objetivo da PUCRS é atrair, manter e formar os melhores estudantes, criando novos laboratórios de pesquisas, gerando capital intelectual, estimulando a interação e parcerias com as empresas e governos, visando criar um círculo virtuoso de pesquisa, inovação e desenvolvimento econômico e social.
  3. 3. PUCRS em números <ul><li>Cursos Graduação > 50 </li></ul><ul><li>Pós-graduação Lato sensu 116 </li></ul><ul><li>Pós-graduação Strictu sensu 40 </li></ul><ul><ul><li>Mestrados 23 </li></ul></ul><ul><ul><li>Doutorados 17 </li></ul></ul><ul><li>Estudantes </li></ul><ul><ul><li>Graduação 26.424 </li></ul></ul><ul><ul><li>Pós-graduação 5.049 </li></ul></ul><ul><li>Colaboradores </li></ul><ul><ul><li>Professores 1.678 </li></ul></ul><ul><ul><li>Pessoal Téc. Adm. 4.245 </li></ul></ul>
  4. 4. PUCRS em números <ul><li>Grupos de Pesquisa CNPq 247 </li></ul><ul><li> 17º geral  1º particulares </li></ul><ul><li>Matriculados </li></ul><ul><ul><li>2004: 1600 ● 2005: 1750 </li></ul></ul><ul><ul><li>2006: 1800 ● 2007: 1970 </li></ul></ul><ul><li>Bolsas de Mestrado/Doutorado </li></ul><ul><ul><li>2004: 634 ● 2005: 736 </li></ul></ul><ul><ul><li>2006: 802 ● 2007: 956 </li></ul></ul><ul><ul><li>2008: 1.116 </li></ul></ul><ul><li>Bolsas Iniciação Científica </li></ul><ul><ul><li>2004: 80 ● 2005: 125 </li></ul></ul><ul><ul><li>2006: 146 ● 2007: 220 </li></ul></ul><ul><li>A PUCRS é a melhor Universidade privada da Região Sul do País e a terceira nessa categoria no Brasil, conforme avaliação do MEC (Índice Geral de Cursos (IGC) 2009) </li></ul>
  5. 5. PUCRS em números <ul><li>Projetos de P&D </li></ul>Ano Projetos Finep Projetos Empresas Totais Qt. Finep Co-Financiador Qt. Empresas   1999       9 1.574.832,29 1.574.832,29 2000       13 1.422.800,07 1.422.800,07 2001       18 4.728.421,00 4.728.421,19 2002 1 335.922,64   49 7.765.733,42 8.101.656,06 2003 2 1.116.750,00 876.000,00 55 8.167.514,13 10.160.264,13 2004 8 4.718.091,00 1.465.510,00 51 6.513.667,76 12.697.268,76 2005 10 7.524.362,63 394.135,39 58 6.164.861,10 14.083.359,12 2006 11 16.045.143,88 4.002.000,00 70 12.755.870,60 32.803.014,48 Totais 32 29.740.270,15 6.737.645,39 323 49.093.700,37 85.571.616,10
  6. 6. PUCRS em números Ano Projetos Finep Projetos Empresas Totais Qt. Finep Co-Financiador Qt. Empresas   1999       9 1.574.832,29 1.574.832,29 2000       13 1.422.800,07 1.422.800,07 2001       18 4.728.421,00 4.728.421,19 2002 1 335.922,64   49 7.765.733,42 8.101.656,06 2003 2 1.116.750,00 876.000,00 55 8.167.514,13 10.160.264,13 2004 8 4.718.091,00 1.465.510,00 51 6.513.667,76 12.697.268,76 2005 10 7.524.362,63 394.135,39 58 6.164.861,10 14.083.359,12 2006 11 16.045.143,88 4.002.000,00 70 12.755.870,60 32.803.014,48 2007 2009 2010 Totais 32 29.740.270,15 6.737.645,39 323 49.093.700,37 85.571.616,10
  7. 7. PUCRS Inovação degrau a degrau <ul><li>1000 para 2000 </li></ul><ul><li>Porto Alegre Tecnópole </li></ul><ul><li>Lei de informática </li></ul><ul><li>Fundos setoriais de C&T </li></ul><ul><li>Infra-estrutura </li></ul><ul><li>Planejamento estratégico </li></ul><ul><li>AGT e TECNOPUC </li></ul><ul><li>Universidade empreendedora </li></ul><ul><li>INOVAPUC </li></ul><ul><li>AGT criada em dezembro de 1999 </li></ul><ul><li>TECNOPUC inaugurado em agosto de </li></ul><ul><li>2003 </li></ul><ul><li>RAIAR inaugurada em nov. de 2003 </li></ul><ul><li>ETT criado em 2005 </li></ul>
  8. 8. Rede que congrega o conjunto de atores, ações e mecanismos relativos ao processo de inovação e empreendedorismo da PUCRS. Rede INOVAPUC
  9. 9. Sonhar Organizar Empreender Capacitar Consolidar Pesquisar Proteger
  10. 10. Sonhar O Núcleo Empreendedor tem como missão estimular o empreendedorismo na Universidade através de ações,eventos e projetos voltados a divulgação e dinamização da cultura empreendedora.
  11. 11. Organizar O Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento – IDÈIA é um ambiente criado para dar suporte técnico a comunidade cientifica da Universidade.
  12. 12. Empreender <ul><li>A Incubadora Raiar acelera o processo de criação de micro e pequenas empresas de base tecnológica. </li></ul><ul><li>Acolhe empresas nascentes de base tecnológica geradas a partir de projetos de pesquisa da PUCRS; </li></ul><ul><li>Estimula o empreendedorismo da comunidade acadêmica; </li></ul><ul><li>Abriga empreendimentos embrionários ( spin-off ) de empresas constituídas no mercado; </li></ul><ul><li>Favorecer o desenvolvimento de redes de negócios ( networking ). </li></ul>
  13. 13. Capacitar O Centro de Inovação é resultado da parceria firmada entre PUCRS e a Microsoft. Promove a qualificação de organizações e profissionais por meio de mecanismos que fomentam o uso eficiente e inovador da Tecnologia da Informação em produtos e processos.
  14. 14. Consolidar O TECNOPUC é um habitat de inovação, uma área física definida convenientemente urbanizada, destinada a empresas intensivas em tecnologia que apresentam a capacidade científica e técnica dos pesquisadores e laboratórios da Universidade .
  15. 15. Pesquisar Agência de Gestão Tecnológica – AGT atua como facilitadora do processo de interação Universidade – Empresa, estimulando e viabilizando o desenvolvimento de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação cooperados que aliem as necessidades de mercado com o saber e conhecimento existente na Universidade.
  16. 16. Proteger O Escritório de Transferência de Tecnologia – ETT realiza a gestão do patrimônio intelectual da Universidade e promove a transferência dos resultados de pesquisa visando fortalecer e ampliar a inserção da PUCRS na sociedade.
  17. 17. TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS O TECNOPUC
  18. 18. Localização <ul><li>Localizado na área de um antigo quartel; </li></ul><ul><li>Junto ao Campus Central da PUCRS; </li></ul><ul><li>Área total de 5,4 hectares; </li></ul><ul><li>Área construída de 44.000 m². </li></ul>
  19. 19. <ul><li>67 operações (HP, Dell, Tlantic, Microsoft, Stefanini, ...); </li></ul><ul><li>08 instituições (Assespro/RS, Softsul, ABINEE/RS, ...); </li></ul><ul><li>05 operações PUCRS; </li></ul><ul><li>3400 pessoas envolvidas; </li></ul><ul><li>5 Centros de pesquisa da PUCRS </li></ul><ul><ul><li>Centro de Pesquisa em Física, Centro de Pesquisa em Biologia Molecular e Funcional, Centro de Pesquisa em Energia Solar Fotovoltaica, Centro de Excelência em Pesquisa sobre Armazenamento de Carbono, Laboratório Analítico de Insumos Farmacêuticos </li></ul></ul><ul><li>Na Raiar são 13 Incubadas em Porto Alegre, 9 Incubadas em Viamão, 2 Associadas, 2 Pré-incubadas e 58 apoiadas Prime; </li></ul>TECNOPUC em números
  20. 20. Expansão Fase I: Adaptação do terreno pertencente a um antigo quartel junto ao Campus Central - 22.000 m² Fase II: Portal TECNOPUC - 22.300 m² Inaugurado em 10/12/2010 Fase III: Campus Viamão – terreno de 15 hectares e área construída de 32.000 m²
  21. 21. <ul><li>Contexto </li></ul><ul><li>Motivação para uma maior proximidade entre a academia e as empresas através do TECNOPUC; </li></ul><ul><li>O Parque Científico e Tecnológico da PUCRS nasce da colaboração das empresas e governo com a universidade; </li></ul><ul><li>Deste o ponto de partida, cria-se uma comunidade de pesquisa tecnológica transdisciplinar através da colaboração global das empresas, academia e governo. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Facilidades e oportunidades </li></ul><ul><li>Biblioteca; </li></ul><ul><li>Centro esportivo; </li></ul><ul><li>Estacionamento; </li></ul><ul><li>Centro de eventos (auditórios, salão de eventos, …); </li></ul><ul><li>Eventos científicos e de negócios; </li></ul><ul><li>Ensino a distância; </li></ul><ul><li>Projetos conjuntos de pesquisa (fundos do governo). </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Destaques: </li></ul><ul><li>TECNOPUC está no núcleo da área de pesquisa da Universidade (PRPPG); </li></ul><ul><li>Infra-estrutura e localização da PUCRS; </li></ul><ul><li>Autonomia e estabilidade na gestão; </li></ul><ul><li>Agilidade e flexibilidade na ação; </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Parcerias nacionais </li></ul><ul><li>Com as principais universidades e agências de pesquisa no Brasil; </li></ul><ul><li>Com as principais associações e parque tecnológicos (ANPROTEC, SEBRAE, ...); </li></ul><ul><li>TECNOPUC é benchmark para Parques Científicos e Tecnológicos do Brasil e América Latina. </li></ul><ul><li>Parcerias internacionais </li></ul><ul><li>Com Universidades e Agências de Pesquisa (Alemanha, Angola, Argentina, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, França, Israel, Itália, Japão, Portugal e Uruguai). </li></ul><ul><li>Com Associações e Parques Tecnológicos (IASP, AURP, ...). </li></ul>Parcerias:
  25. 25. <ul><li>Valores: de acordo com proposta; </li></ul><ul><li>Projeto de pesquisa: de acordo com projetos de P&D do interesse das partes (universidade-empresa); </li></ul><ul><li>Taxa mensal de condomínio; </li></ul><ul><li>Custos de energia elétrica, telecomunicações, instalações lógicas, e benfeitorias na unidade (pintura, piso, ar-condicionado, etc.) são cobertos. </li></ul>Valores e condições:
  26. 28. GLOBAL TECNOPUC Centro de Inovação, Criatividade e Networking do TECNOPUC O GLOBAL TECNOPUC será um lócus potencializador das ações inovadoras e criativas, integrando em rede, em um mesmo local, iniciativas para vários públicos - internos e externos ao TECNOPUC - como forma de ampliar a sinergia para a incubação de novas idéias e novos projetos baseados em conhecimento e inovação.
  27. 29. <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Motivação para uma maior proximidade entre a academia e as empresas através do TECNOPUC; </li></ul><ul><li>Estimular a atuação transdisciplinar e o empreendedorismo; </li></ul><ul><li>Criar ambiente que propicie maior sinergia entre os múltiplos atores ao Parque; </li></ul><ul><li>Gerar novas oportunidades e novos negócios; </li></ul><ul><li>Ampliar os vínculos da academia com a sociedade; </li></ul><ul><li>Consolidar o TECNOPUC como vetor de desenvolvimento baseado na pesquisa e na inovação; </li></ul><ul><li>Potencializar a captação de novos stakeholders para investimento em projetos de P,D&I; </li></ul><ul><li>Fomentar a constituição de redes emular novas propostas inovadoras; </li></ul><ul><li>Fomentar ações inovadoras, com múltiplos stakeholders, para a ampliação das oportunidades de projetos inovadores. </li></ul>
  28. 30. <ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Seqüência de fases </li></ul><ul><li>Fase 1: 2003, + de 21 mil m2 para abrigo de serviços de apoio, suporte, infra-estrutura e empresas e incubadas. Sintetizada pela Rede INOVAPUC. Mais de 60 empresas instaladas envolvendo mais de 3.300 (três mil e trezentos) postos de trabalho. </li></ul><ul><li>Fase 2: 2008. Construção do Portal TECNOPUC, prédio com 21 mil m2 oferecendo possibilidade de ampliação de área para as empresas. O número de empresas e postos de trabalho serão ampliados, alcançando 5.500 postos de trabalhos, ampliando projetos de pesquisa. </li></ul><ul><li>Fase 3: Integração do Campus Viamão de 15 ha, com área construída de 33 mil m2. Espaços serão utilizados para o desenvolvimento de iniciativas de inovação e empreendedorismo focadas em processos produtivos associados a atividades de P,D&I. </li></ul>
  29. 31. <ul><li>Metodologia </li></ul><ul><li>Seqüência de fases </li></ul><ul><li>Fase 4: Implantação do GLOBAL TECNOPUC - 4.100 m2 de ambientes que serão preenchidos com a visão de futuro de oferecer condimento e sustentabilidade à inovação, à criatividade e à construção de novas redes de relacionamento (networking). Espaços únicos para a promoção de ações colaborativas entre pessoas com diversidade de conhecimento e interesses. </li></ul>
  30. 32. <ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>Dimensão Geral: </li></ul><ul><li>ambientes inovadores em espaços flexíveis para permitir rápida reconfiguração de espaços e maior interação e oportunidades para novos projetos. A espacialidade da edificação apresentará áreas que induzirão a integração, oferecendo aos usuários a percepção de novos horizontes a partir da riqueza do capital intelectual circundante no TECNOPUC, quer pela sinergia entre os atores quer pela umbilical relação com toda a sociedade que o envolve. </li></ul><ul><li>. </li></ul>
  31. 33. <ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>1ª Dimensão: Convivência. </li></ul><ul><li>Hoje as facilidades oferecidas estão no Campus. Isto inibe a criação de redes múltiplas dentro do Parque. No novo espaço serão implementados: </li></ul><ul><ul><li>Átrio de recepção um convite permanente à interatividade, apostando na permeabilidade visual para seu entorno externo, com sua densa vegetação existente, com a ambientação de um deck solarium externo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cafeteria em ambiente aberto e flexível, incorporada a espaços de exposições e espaços de estar e lazer com vistas a trocas de experiências e idéias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades culturais: livraria e revistaria; </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades de serviços: farmácia, correio, caixas de bancos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Auditório reconfigurável para 200 pessoas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Arena para 200 pessoas, </li></ul></ul><ul><ul><li>Equipamentos de interatividade virtual de dados, gráficos, imagens e sons relativos a projetos em andamento no Centro. </li></ul></ul>
  32. 34. <ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>2ª Dimensão: Networking. </li></ul><ul><li>Espaços para abrigarem ações de diversas naturezas, quer de pessoas ou de organizações, criando e demandando ao novo espaço a funcionalidade de convergência de atores múltiplos. Fluxo que apresenta entrada, permanência e saída de olhares distintos sobre os objetos inovadores de ações disponíveis nos diversos ambientes próximos, procurando oferecer instrumentos para a externalização do conhecimento dos diversos atores. Neste contexto, os espaços para Networking deverão abranger: </li></ul><ul><ul><li>Salas de Comunicação (2), incorporando as tecnologias de multimídia mais atuais disponíveis, comportando 15 pessoas cada uma; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sala de Reuniões multiuso e multifuncionais (4), com ferramentas colaborativas de multimídia para melhor instrumentalizar atividades de grupo, comportando 30 pessoas cada uma, permitindo igualmente sua flexibilização em espaços menores conforme a demanda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Espaços para as sedes de entidades associativas (empresariais, como Assespro e Abinee, ou profissionais, como PMI) sediadas no TECNOPUC (em um total de oito), hoje ocupando espaços segmentados, potencializando a sinergia e ações conjuntas em campos reconhecidamente aceitos como complementares, ampliando em 100% os espaços atualmente destinados para esta finalidade, além de permitir concentrá-los em um mesmo ambiente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Segmento da Incubadora RAIAR, vocacionado à gestão das empresas incubadas de caráter associado, não residentes no TECNOPUC, comportando instrumental tecnológico de gestão e conexão de suporte a estas novas empresas start ups, além de permitir a efetiva ampliação deste segmento de incubação, para muito além do limite físico de dispor de espaços internos ao TECNOPUC, potencializando a ocorrência de processos de inovação. </li></ul></ul><ul><ul><li>A sede da administração do novo complexo, configurando dinamismo de oferecimento e uso dos espaços disponíveis dentro da proposição almejada. </li></ul></ul>
  33. 35. <ul><li>Dimensões </li></ul><ul><li>3ª Dimensão tem como foco a Incubação de Projetos e Idéias (Open Innovation). Neste contexto a intenção é de disponibilizar espaços de uso temporário, com possibilidade de renovação para a extensão de suas atividades: </li></ul><ul><ul><li>Incubação de Projetos e Idéias inovadoras. Espaços flexíveis, equipados com toda a infra-estrutura e ajustados a demandas que oportunizem o teste inicial de idéias inovadoras que estejam ainda na infância e possam ser objeto de novos projetos permitindo a atuação de novos stakeholders em colaboração. A partir de novas idéias, novas equipes poderão ser formadas com maior facilidade e rapidez. </li></ul></ul><ul><ul><li>Salas de Criatividade. Espaços dedicados ao trabalho em grupo, despojado das amarras tradicionais, ancorados em ambientes virtuais, plataformas colaborativas, trabalho em colaboração a partir de novos paradigmas da tecnologia (pads, monitores touch, servidores, computadores, etc.) e das novas relações organizacionais de trabalho, transcendendo aspectos de local e hora para que possam ser realizados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação (NAGI) da PUCRS, oferecendo capacitação, plano de gestão da inovação, diagnóstico e assessoria empresarial, avaliações de desempenho relacionadas à inovação, além de apoio aos projetos e idéias inovadoras e nascentes. </li></ul></ul>
  34. 36. Metodologia <ul><li>4ª Dimensão Complementando e multifacetando esta iniciativa, a abrigará a estratégia de Internacionalização com vistas a sediar empresas que tenham por objeto o desenvolvimento de produtos e serviços para o mercado global. Para tanto poderão participar empresas nacionais, já estabelecidas ou nascentes, assim como empresas internacionais que queiram aqui se estabelecer, com o mesmo foco, ampliando as oportunidades ao capital intelectual disponível no TECNOPUC, na PUCRS e em seu entorno. Os espaços disponíveis terão a característica da flexibilidade, se adequando à demanda e racionalizando sua utilização. </li></ul><ul><li>A indução e motivação ao uso do complexo do GLOBAL TECNOPUC - Centro de Inovação, Criatividade e Networking - do TECNOPUC deverão permear as atitudes dos seus gestores, com vistas a garantir a implantação de equipamento inovador e adicional ao atualmente disponível pelo TECNOPUC. Agregando valor a esta liberdade de uso por parte da comunidade, algumas atividades deverão sofrer processo prévio de seleção, como forma de garantir a utilização do espaço à precípua finalidade a que este se destina. Neste contexto, prioritariamente os espaços destinados à Incubação de Projetos e Idéias, Salas de Criatividade e Internacionalização deverão atender requisitos com vistas à utilização deste espaço, sintetizados a seguir: </li></ul><ul><li>- Análise do potencial de agregação de valor às empresas e entidades envolvidas, em termos de geração de novas oportunidades de emprego e renda; </li></ul><ul><li>- Identificação do foco de interesse e sua área científica, alinhadas com as áreas de atuação do TECNOPUC; </li></ul><ul><li>- Avaliação das demandas com as facilidades e estrutura oferecida pelo GLOBAL TECNOPUC; </li></ul><ul><li>- Estabelecimento de Plano de Ação, discriminando objetivos, metodologia, recursos necessários, indicadores de avaliação e resultados esperados. </li></ul><ul><li>Todas estas experiências de atuação no GLOBAL TECNOPUC deverão ser posteriormente objeto de documento sumário com vistas ao refinamento e à melhoria destas atividades, devendo integrar um repositório de conhecimento a ser disponibilizado à comunidade, sendo assim retroalimentado de forma continua e sistêmica. </li></ul>
  35. 37. Metodologia <ul><li>1ª Dimensão: Convivência. Hoje as facilidades oferecidas estão no Campus. Isto inibe a criação de redes múltiplas dentro do Parque. No novo espaço serão implementados: </li></ul><ul><ul><li>Átrio de recepção junto aos acessos à nova edificação, caracterizando convite à permanente interatividade, apostando na permeabilidade visual para seu entorno externo, com sua densa vegetação existente, com a ambientação de um deck solarium externo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cafeteria em ambiente aberto e flexível, incorporada a espaços de exposições e espaços de estar e lazer com vistas a trocas de experiências e idéias; </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades culturais: livraria e revistaria; </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades de serviços: farmácia, correio, caixas de bancos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Auditório para 200 pessoas, aproximadamente, podendo ter múltiplas funções a partir da rápida reconfiguração de seus espaços em salas menores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Arena para 200 pessoas, para comportar atividades de caráter aberto e inovadoras - Road Show, Venture Capital, Seed Money, etc., assim como equipamentos de interatividade virtual de dados, gráficos, imagens e sons relativos a projetos em andamento no Centro como acesso geral ao ambiente global da WWW. </li></ul></ul><ul><li>2ª Dimensão Os vários e diversos ambientes dedicados à Networking configuram a de abrangência desta proposta. Espaços para abrigarem ações de diversas naturezas, quer de pessoas ou de organizações, criando e demandando ao novo espaço a funcionalidade de convergência de atores múltiplos. Fluxo que apresenta entrada, permanência e saída de olhares distintos sobre os objetos inovadores de ações disponíveis nos diversos ambientes próximos, procurando oferecer instrumentos para a externalização do conhecimento dos diversos atores. Neste contexto, os espaços para Networking deverão abranger: </li></ul><ul><ul><li>Salas de Comunicação (2), incorporando as tecnologias de multimídia mais atuais disponíveis, comportando 15 pessoas cada uma; </li></ul></ul><ul><ul><li>Sala de Reuniões multiuso e multifuncionais (4), com ferramentas colaborativas de multimídia para melhor instrumentalizar atividades de grupo, comportando 30 pessoas cada uma, permitindo igualmente sua flexibilização em espaços menores conforme a demanda; </li></ul></ul><ul><ul><li>Espaços para as sedes de entidades associativas (empresariais, como Assespro e Abinee, ou profissionais, como PMI) sediadas no TECNOPUC (em um total de oito), hoje ocupando espaços segmentados, potencializando a sinergia e ações conjuntas em campos reconhecidamente aceitos como complementares, ampliando em 100% os espaços atualmente destinados para esta finalidade, além de permitir concentrá-los em um mesmo ambiente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Segmento da Incubadora RAIAR, vocacionado à gestão das empresas incubadas de caráter associado, não residentes no TECNOPUC, comportando instrumental tecnológico de gestão e conexão de suporte a estas novas empresas start ups, além de permitir a efetiva ampliação deste segmento de incubação, para muito além do limite físico de dispor de espaços internos ao TECNOPUC, potencializando a ocorrência de processos de inovação. </li></ul></ul><ul><ul><li>A sede da administração do novo complexo, configurando dinamismo de oferecimento e uso dos espaços disponíveis dentro da proposição almejada. </li></ul></ul><ul><li>3ª Dimensão tem como foco a Incubação de Projetos e Idéias (Open Innovation). Neste contexto a intenção é de disponibilizar espaços de uso temporário, com possibilidade de renovação para a extensão de suas atividades: </li></ul><ul><ul><li>Incubação de Projetos e Idéias inovadoras. Espaços flexíveis, equipados com toda a infra-estrutura e ajustados a demandas que oportunizem o teste inicial de idéias inovadoras que estejam ainda na infância e possam ser objeto de novos projetos permitindo a atuação de novos stakeholders em colaboração. A partir de novas idéias, novas equipes poderão ser formadas com maior facilidade e rapidez. </li></ul></ul><ul><ul><li>Salas de Criatividade. Espaços dedicados ao trabalho em grupo, despojado das amarras tradicionais, ancorados em ambientes virtuais, plataformas colaborativas, trabalho em colaboração a partir de novos paradigmas da tecnologia (pads, monitores touch, servidores, computadores, etc.) e das novas relações organizacionais de trabalho, transcendendo aspectos de local e hora para que possam ser realizados; </li></ul></ul><ul><ul><li>Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação (NAGI) da PUCRS, oferecendo capacitação, plano de gestão da inovação, diagnóstico e assessoria empresarial, avaliações de desempenho relacionadas à inovação, além de apoio aos projetos e idéias inovadoras e nascentes. </li></ul></ul><ul><li>4ª Dimensão Complementando e multifacetando esta iniciativa, a abrigará a estratégia de Internacionalização com vistas a sediar empresas que tenham por objeto o desenvolvimento de produtos e serviços para o mercado global. Para tanto poderão participar empresas nacionais, já estabelecidas ou nascentes, assim como empresas internacionais que queiram aqui se estabelecer, com o mesmo foco, ampliando as oportunidades ao capital intelectual disponível no TECNOPUC, na PUCRS e em seu entorno. Os espaços disponíveis terão a característica da flexibilidade, se adequando à demanda e racionalizando sua utilização. </li></ul><ul><li>A indução e motivação ao uso do complexo do GLOBAL TECNOPUC - Centro de Inovação, Criatividade e Networking - do TECNOPUC deverão permear as atitudes dos seus gestores, com vistas a garantir a implantação de equipamento inovador e adicional ao atualmente disponível pelo TECNOPUC. Agregando valor a esta liberdade de uso por parte da comunidade, algumas atividades deverão sofrer processo prévio de seleção, como forma de garantir a utilização do espaço à precípua finalidade a que este se destina. Neste contexto, prioritariamente os espaços destinados à Incubação de Projetos e Idéias, Salas de Criatividade e Internacionalização deverão atender requisitos com vistas à utilização deste espaço, sintetizados a seguir: </li></ul><ul><li>- Análise do potencial de agregação de valor às empresas e entidades envolvidas, em termos de geração de novas oportunidades de emprego e renda; </li></ul><ul><li>- Identificação do foco de interesse e sua área científica, alinhadas com as áreas de atuação do TECNOPUC; </li></ul><ul><li>- Avaliação das demandas com as facilidades e estrutura oferecida pelo GLOBAL TECNOPUC; </li></ul><ul><li>- Estabelecimento de Plano de Ação, discriminando objetivos, metodologia, recursos necessários, indicadores de avaliação e resultados esperados. </li></ul><ul><li>Todas estas experiências de atuação no GLOBAL TECNOPUC deverão ser posteriormente objeto de documento sumário com vistas ao refinamento e à melhoria destas atividades, devendo integrar um repositório de conhecimento a ser disponibilizado à comunidade, sendo assim retroalimentado de forma continua e sistêmica. </li></ul>

×