Proteina - Hemoglobina Glicada

2,866 views

Published on

Tiago Leme e Felipe Heidrich

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,866
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
50
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Proteina - Hemoglobina Glicada

  1. 1. HEMOGLOBINA GLICADA Felipe Heidrich - R.A.: 11048509 Tiago Ferreira Leme - R.A.: 11022110
  2. 2. JUSTIFICATIVA DE INTERESSE Aprofundar conhecimentos em relação a importância da hemoglobina glicada no diagnóstico, prevenção e controle de altas taxas de glicemia que levam a casos de diabetes.
  3. 3. O QUE É A HEMOGLOBINA GLICADA?(GLICOHEMOGLOBINA) Hemoglobina Glicada ou Glicosilada, também abreviada como HbA1c e até A1c é uma forma de hemoglobina presente naturalmente nos eritrócitos humanos que é útil na identificação de altos níveis de glicemia durante períodos prolongados. Este tipo de hemoglobina é formada a partir de reações não enzimáticas entre a hemoglobina e a glicose.
  4. 4. O QUE É A HEMOGLOBINA GLICADA?(GLICOHEMOGLOBINA) Em casos normais, o tempo médio de vida de um glóbulo vermelho é de cerca 90 dias. Durante este período, a hemoglobina presente dentro dos glóbulos vermelhos fica exposta a certos elementos como a glucose plasmática. Desta forma e dependendo da concentração de glucose plasmática, a glucose vai reagir com a hemoglobina de forma espontânea e não enzimática, formando-se assim a hemoglobina glicada. Esta reação é irreversível. Este fenômeno é mais marcante em indivíduos com diabetes não controlados, pois os seus níveis de glucose plasmática são mais elevados que o normal.
  5. 5. ESTRUTURA E REAÇÃO Figura 1 – Reação entre hemoglobina e glicose com geração de hemoglobina glicada.
  6. 6. ESTRUTURA E REAÇÃO Figura 2 – Estágios da glicação não enzimática das proteínas
  7. 7. RELAÇÃO DA ESTRUTURA COM O PAPELBIOLÓGICO A hemoglobina glicada é formada pela reação entre um açúcar redutor, como a glicose, e o grupo amino terminal do aminoácido valina de uma ou das duas cadeias beta. É necessário destacar que a hemoglobina pode ser glicada em outros aminoácidos que não estão localizados na cadeia beta, porém esse tipo de reação não modifica a carga da molécula da hemoglobina e, portanto, não é detectada nos métodos que se baseiam na diferença de carga da hemoglobina, que são os mais utilizados.
  8. 8. QUAL A UTILIDADE DA HB GLICADA? É o teste adequado para o monitoramento de pacientes DIABÉTICOS. O exame de hemoglobina glicada (HbA1C ou A1C), é o mais importante na avaliação do controle do diabetes. Ele resume, para o médico e para o paciente, como a doença esteve controlada nos últimos 60 a 90 dias. Durante os 90 dias de sua vida, a hemoglobina (hemácia ou glóbulo vermelho) vai incorporando glicose, em função da concentração que existe no sangue. Se as taxas de glicose estiverem altas (ou baixas) durante esse período, haverá um aumento (ou diminuição) da hemoglobina glicada. É por esta razão que, ao analisarmos o quanto a hemoglobina incorporou glicose durante o seu tempo de vida, podemos ter uma excelente idéia da média das taxas de glicose no período.
  9. 9. REFERÊNCIAS http://diabetes90.blogspot.com.br/2009/11/hiperglicemia-e-glicosilacao- de.html acessado em 12/11/2012 http://www.diabetes.org.br/attachments/posicionamento/posicionamentos_ sbd_3_jan09.pdf acessado em 12/11/2012 http://www2.ucg.br/cbb/downloads/LABIC/HemoglobinaGlicada.pdf acessado em 12/11/2012

×