Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Jornal da                                                                                        ANO V - Nº 6          FED...
2                                                                                  JORNAL DA FENALE                       ...
OUTUBRO/2012                                                                    JORNAL DA FENALE                          ...
4                                                                               JORNAL DA FENALE                          ...
OUTUBRO/2012                                                                     JORNAL DA FENALE                         ...
6                                                                                     JORNAL DA FENALE                    ...
OUTUBRO/2012                                                                      JORNAL DA FENALE                        ...
8                                                                       JORNAL DA FENALE                                  ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Jornal da Fenale - Outubro/2012

652 views

Published on

Jornal da Fenale com a programação do XXIX Encontro e XI Congresso da Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduais e do Distrito Federal.

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jornal da Fenale - Outubro/2012

  1. 1. Jornal da ANO V - Nº 6 FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DOS OUTUBRO/2012 PODERES LEGISLATIVOS FEDERAL, ESTADUAIS E DO DISTRITO FEDERAL Gestão “Compromisso e Respeito” Após Encontros em Recife e Natal,Fenale realizará Congresso em S.Paulo Cobertura completa dos Encontros e programação do Congresso nesta edição Recife/PE - novembro de 2011 Natal/RN - maio de 2012 CONVOCAÇÃO Entidades de classe lutam pelo A Diretoria da FENALE – Federação Nacional dos Servidores dos Poderes fim da contribuição previdenciáriaLegislativos Federais, Estaduais e do Distrito Federal CONVOCA, nos termosestatutários, todas as entidades filiadas em condições de votar e serem votadas, dos aposentados e pensionistaspara o Conselho de Representantes que se realizará durante o XXIX Encontro e o XICongresso da FENALE, dia 30 de novembro de 2012, a partir das 9 horas, no Auditó- Página 2rio do Hotel Ninety, sito à alameda Lorena, 521 – Jardim Paulista, São Paulo, SP.CONVOCA, ainda para A Assembleia Geral Ordinária para eleição e posse dos mem-bros da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal para o triênio 2012-1015, que se realiza-rá na mesma data e local, às 14 horas, em primeira convocação, com a presença da Fenale realiza Encontrosmaioria absoluta dos delegados, e às 15 horas, em segunda convocação, com qual-quer número de delegados presentes. Cada entidade filiada, em dia com suas obriga- Regionais, conforme seuções sociais e com a tesouraria, pode indica até 2 (dois) delegados para o Conselho Planejamento Estratégicode Representantes e até 3 (três) delegados para a Assembleia Geral, com direito a voz,voto e a serem votados. Os delegados deverão apresentar, no ato do credenciamento, Página 4a indicação através de ofício timbrado da entidade assinado pelo diretor responsável.A Assembleia Geral Ordinária terá a seguinte Ordem do Dia: Constituição da MesaDiretora dos Trabalhos; 2) Eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal; 3) Posse danova Diretoria. I Encontro dos Agentes São Paulo, 1º de outubro de 2012 Legislativos será realizado GASPAR BISSOLOTTI NETO dia 12 de novembro em Brasília PRESIDENTE (Publicado no Jornal O DIA/SP, em 4/10/2012 - Pág. 7) Página 7
  2. 2. 2 JORNAL DA FENALE OUTUBRO /2012 EDITORIAL EDITORIAL em prol do fortalecimento do Poder Servidores aposentados querem o Legislativo, culminando com os preparati- Esta é a última edição deste jornal na vos para I Encontro Nacional dos Agentes fim de contribuição previdenciáriaGestão “Compromisso e Respeito”, que Legislativos, que ser realizará na sede daestá chegando ao seu final. Com este jor- Interlegis dia 12 de novembro, poucos diasnal podemos fechar o ciclo e relatar os dois antes de nosso Encontro.últimos Encontros que realizamos (Recife Temos atuado também constantemen-e Natal), pois os demais (Belo Horizonte, te com as demais entidades representativasSão Luís e Florianópolis) foram enfocados de servidores públicos, em nível nacional,no jornal anterior. participando ativamente de diversos fóruns, E o nosso relatório final, a ser entre- entre eles demos total apoio à mobilizaçãogue durante o XXIX Encontro, trará dos servidores federais, que culminou comdetalhadamente tudo que foi realizado por a greve deste meio de ano, além daesta Diretoria, que espera assim ter cum- mobilização pela PEC 270/2008, da Deputa-prido sua missão, mesmo com os poucos do Andreia Zito, que depois de aprovadarecursos que tem à disposição, conforme é na Câmara e no Senado foi transformada nade amplo conhecimento de todas as enti- Emenda Constitucional 70, de 2012, com odades filiadas. intuito de dar a integralidade e a paridade Queremos, em primeiro lugar, agra- salarial aos servidores aposentados pordecer o apoio recebido durante toda a Ges- invalidez, tendo sido fundamental para taltão e se mais não fizemos não foi por falta tramitação o ato público realizado pelode vontade. Mosap e pela Frente Nacional SP em Defe- Procuramos cumprir rigorosamente o sa da Previdência Pública, realizado em 31Planejamento Estratégico elaborado duran- de agosto, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, com expressiva participa- Entidades representativas de servido- texto prevê ainda que contribuição não seráte o Congresso de Vitória, momentos antes ção da Fenale e de muitas entidades filiadas. res públicos aposentados e pensionistas de cobrada na hipótese de invalidez perma-de nossa eleição, combinado com o nosso Esse mesmo movimento continua lu- todo o país promoveram , em 7 de agosto, nente do titular do benefício. A PEC estáestatuto, que traz de forma clara as finali- tando pela aprovação da PEC 555/2006, que na Câmara dos Deputados, um ato público pronta para ser votada pelo plenário da Câ-dades e os compromissos de nossa Fede- mara, mas ainda não há acordo para vota- visa acabar com a contribuição em favor da aprovação da Proposta de Emen-ração. ção. Ela precisa ser aprovada em dois tur- previdenciária do servidor aposentado e do da à Constituição (PEC) 555, de 2006, de Infelizmente, não conseguimos fina- autoria do ex-deputado Carlos Mota, que nos e depois seguir para a análise e vota-lizar a reforma estatutária, por motivos alhei- pensionista, uma grande injustiça da Refor- extingue a cobrança da contribuição ção dos senadores.os à nossa vontade, mas temos certeza que ma da Previdência e também do STF, que previdenciária de 11% que incide sobre o O ato público repercutiu de forma si-deixamos o assunto adiantado e que pode- julgou a questão pensando em termos de benefício de inativos que recebem acima o milar ao movimento realizado em 31 de agos-rá ser facilmente resolvido pela nova Dire- fluxo de caixa do Governo e não com base teto do Instituto Nacional do Seguro Social to de 2011, em Brasília, quando mais de miltoria, a ser eleita em 30 de novembro de no direito constitucional, e que reuniu dia 7 (INSS), atualmente em R$ 3.916,00. representantes de todo o país fizeram um2012, em São Paulo. de agosto último um grande número de en- ato no Senado Federal em prol da aprova- Para o presidente do Insituto Mosap Com essa reforma estatutária, desde tidades, inclusive a Fenale e boa parte de ção da PEC 270/2008. De autoria da depu- - Movimento dos Servidores Públicos Apo-que todas as entidades estejam plenamen- suas filiadas, no Auditório Nereu Ramos, sentados e Pensionistas, Edison Guilher- tada Andreia Zito (PSDB/RJ) e promulgadate de acordo, poderemos pleitear finalmen- da Câmara dos Deputados. me Haubert, a ideia é aproveitar o período como Emenda Constitucional nº 70/2012, ate o nosso registro sindical no Ministério Esperamos que a próxima Diretoria dê de eleições para pressionar os deputados medida garante ao servidor público apo-do Trabalho e Emprego, pois já possuímos continuidade a esse tipo de trabalho, pro- a votarem a PEC. sentados por invalidez permanente o direi-pelo menos oito sindicatos registrados curando unir-se a todas as entidades, asso- Pelo texto aprovado na comissão es- to aos reajustes equivalentes dos servido-naquele órgão, sendo que o mínimo exigi- ciações, sindicatos, federações, confedera- pecial que analisou a matéria, apresentado res da ativa.do é de cinco sindicatos. ções e centrais, em busca de dias melhores pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB- A Fenale e diversas entidades filiadas Um passo muito importante que nos para os servidores públicos e também para SP), a contribuição teria um desconto de 20 participaram do ato, que foi organizado peloorgulha é a parceria com a Unale - União toda a sociedade brasileira. pontos percentuais ao ano a partir dos 61 Instituto Mosap e pela Frente Nacional SãoNacional dos Legisladores e Legislativos, A DIRETORIA anos de idade até ser zerada aos 65 anos. O Paulo em Defesa da Previdência Pública. FENALE - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DOS PODERES LEGISLATIVOS FEDERAL, ESTADUAIS E DO DISTRITO FEDERAL (Entidade fundadora e filiada à CONFELEGIS e ao Instituto MOSAP) DIRETORIA: Presidente: – Gaspar Bissolotti Neto (SP); - Vice-presidente: – Hermes Teixeira da Rosa (RS); - Secretário-geral: – José Eduardo Rangel (RJ); - 1º Secretário: – Francisco Iclenor Oliveira (AP); - Tesoureiro-geral: – Jose Carlos Gonçalves (SP); - 1º Tesoureiro: – Henrique Nascimento Lopes (AL) - Regional Sul: – Trajano Ibarra Gusmão (RS)); - Regional Sudeste: – Lincoln Alve Miranda (MG); -Regional Centro-Oeste: – Frederico Márcio Arêa Leão Monteiro (MT); - Regional Norte: – Albele Maria Ferreira Assumpção (PA); - Regional Nordeste: – Joana de Jesus Araújo (MA) ; - Imprensa, Divulgação e Informação: – Nailor Vargas Marcondes de Souza (MS); - Jurídico: - Maurício Moura Maranhão da Fonte (PE); CONSELHO FISCAL: Titulares: Leandro Pereira Machado (ES); Maria das Neves Pereira da Silva (PA); Rocilene de Souza Cordeiro (AC); Suplentes: Alaor Medeiros de Córdova (RS); Emidio Barros Gonzaga (RJ) e Zilneide Oliveira Lages (AL). JORNAL DA FENALE - Diretor Responsável: Jornalista Gaspar Bissolotti Neto (MTb 11454) Fechamento de edição: 15-10-2012 FENALE - Rua Pedro Álvares Cabral, 201 - SS (Afalesp) - Parque do Ibirapuera - SP - CEP: 04097-900 Fone/Fax: (11) 3884-4280 - Cel. (11) 7764-4279 - ID: 121*59665 SITE: www.fenal.org.br e www.fenale.com.br / BLOG: www.fenale.blogspot.com - E-MAILS: fenal@fenal.org.br e fenale.legislativo@gmail.com
  3. 3. OUTUBRO/2012 JORNAL DA FENALE 3 Fenale realiza seu XXVII Encontro no Recife/PE Representantes de servidores dos nel, a economista e professora da Univer- nível dentro do cargo”, explicou. tituição estabelece que os salários devemPoderes Legislativos de todo o País se en- sidade Federal de Pernambuco, Tânia Ba- Acerca dos concursos públicos, o preservar o poder de compra, ou seja, a re-contraram, no Recife, de 23 a 26 de novem- celar, ministrou palestra, onde abordou as palestrante lamentou a substituição do visão deve ser anual por causa das perdasbro de 2011, durante O XXVII Encontro da Mudanças no Brasil e no Nordeste e os atendimento público de qualidade pela geradas pela inflação. Esse é um bom argu-Fenale, organizado pelo Sindicato dos Ser- Desafios para os Servidores Públicos. Na terceirização. “Se não se tem concurso e o mento para negociar as perdas históricas evidores no Poder Legislativo no Estado de explanação, a professora mostrou que o efetivo se aposenta, quem vai substituí-lo? assegurar o aumento real do salário”, expli-Pernambuco (Sisalepe), para discutir ques- Brasil passa por mudanças significativas Um profissional que não possui cou.tões relativas ao Desenvolvimento Brasi- adquirindo uma nova cara. Segundo a capacitação para realizar o trabalho que No fim da tarde, realizou-se o tradici-leiro e as Perspectivas para o Legislativo palestrante , no século XXI seremos uma precisa ser feito?”, questionou. Alguns dos onal Pinga Fogo, onde os servidores com-Autônomo e Democrático. população de pessoas mais maduras, o participantes do evento debateram a ques- partilharam experiências, conquistas e A abertura foi realizada em reunião crescimento chega aos municípios do Inte- tão e relataram situações semelhantes em problemas na negociação nos Estados.solene na Assembleia Legislativa de rior, as desigualdades são reduzidas, o sa- diversos Estados: poucos profissionais LEGISLAÇÃO TRABALHISTA EPernambuco, presidida pelo Deputado Gui- lário cresce e o desemprego é reduzido. No efetivos e muitos cargos comissionados e ORGANIZAÇÃO SINDICAL - Propostaslherme Uchôa, presidente daquele Parla- entanto, ainda não mudamos muito em re- terceirizados. em debate no Congresso Nacional, a legis-mento. Durante a solenidade foram entre- lação à educação, ao sistema tributário e à NEGOCIAÇÃO COLETIVA - O téc- lação trabalhista e a organização sindicalgues placas alusivas à solenidade e golas estrutura fundiária. nico e economista do Dieese, Cid Cordeiro, foram amplamente discutidas, na manhã dede Caboclo de Lança, figura do Maracatu PCCS E CONCURSO PÚBLICO - coordenou palestra sobre Negociação Co- do dia 24, terceiro dia de programação doRural, ao atual presidente da Fenale, Gaspar A necessidade da implantação de um Pla- letiva no Serviço Público, na tarde da quin- evento. Na mesa de debates, participaramBissolotti Neto, e aos ex-presidentes da no de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e ta-feira. Os elementos fundamentais expos- representantes de duas centrais sindicais,Federação, Trajano Ibarra Gusmão (RS), da realização de concursos públicos nas tos por ele para a categoria discutir o as- a União Geral dos Trabalhadores (UGT),João Moreira (MS) e Nelson Menezes Casas Legislativas Estaduais nortearam a sunto são a pauta de reivindicação, a data com Lineu Neves, e da Central Única dosFlorisbal (RS), além de Rita Amadio Ferraro palestra do técnico do Departamento base e a organização sindical. Trabalhadores (CUT), com Pedro Armengol,(SP), representando o ex-presidente Edson Intersindical de Estatística e Estudos O quantitativo de servidores é mais além da Confederação dos Servidores doKusma (in memorian). Também foi home- Socioeconômicos (Dieese), Roberto um aspecto que influi no processo. Essas Poder Legislativo e dos Tribunais de Con-nageado posteriormente o ex-presidente e Sugiyama. Especialista no tema, ele expli- informações são repassadas para o Minis- tas do Brasil (Confelegis), representada porChico Raposo (BA), que não pode compa- cou que a discussão sobre o PCC é assun- tério do Trabalho e Emprego, a partir dos Antônio Carlos Fernandes. Discurso uni-recer à abertura. to central da vida profissional do servidor dados registrados na Relação Anual de In- forme dos debatedores foi a necessidade Usaram da palavra os presidentes do público, o que, para ele, “traz a necessida- formações Sociais (Rais), onde as de se chegar a um consenso com relaçãoSisalepe, Josias Ramos, da Fenale, Gaspar de das entidades representativas dos tra- Assembleias Legislativas têm uma seção às propostas, a fim de unir forças no pro-Bissolotti Neto, e do Legislativo balhadores abrirem espaço para negocia- especial. Contudo, segundo Cordeiro, as cesso de negociação com o Governo.pernambucano, deputado Guilherme Uchôa ção”. informações não refletem a realidade por(PDT), que afirmou que “a relação entre os Na palestra, o técnico alertou: “Se causa de equívocos no preenchimento. “Na CONSELHO DE REPRESENTAN-servidores e parlamentares tem sido “be- não disputarmos esse espaço, a Adminis- Rais de 2010, consta a existência de 63.667 TES - No último dia do 27º Encontro danéfica”. E concluiu: “Os servidores da tração implantará os critérios que mais a servidores em todo o País, enquanto o nú- Fenale, reuniu-se o Conselho de Represen-Alepe, com justiça, têm alcançado avan- interessam e que tenham menor custo”. mero real é de 90 mil. Por isso, é importante tantes , com uma extensa pauta de traba-ços nos últimos anos, como o pagamento Sugiyama explicou que o PCC vem como os Sindicatos cobrarem das Casas lho, iniciando-se com a aprovação da Cartada URV (Unidade Real de Valor) atrasada, a um conjunto de regras e normas que des- Legislativas a atualização dos dados, que do Recife (íntegra na página 6) . Diversasreformulação do Plano de Cargos e Carrei- crevem e classificam atividades e funções, devem ser enviados até o mês de março de Moções que tratam de assuntos em dis-ras e a implementação de auxílios que além de estabelecer o mecanismo de ges- cada ano subsequente. Com o preenchi- cussão na sociedade também receberamprestigiam o trabalho dos funcionários, fa- tão de pessoas no desenvolvimento pro- mento correto, seria possível traçar um per- votação favorável. Entre elas, o apoio aotor essencial para o bom funcionamento das fissional, na evolução salarial, na avalia- fil desses trabalhadores”, informou. Projeto de Lei Ficha Limpa e a distribuiçãoAssembleias Legislativas”. ção de desempenho e na capacitação dos Cid Cordeiro ainda apontou a Lei de dos royalties de pré-sal com Estados não MUDANÇAS NACIONAIS E DESA- servidores da Administração, visando qua- Responsabilidade Fiscal (LRF) como um produtores. Também foram votadas e apro-FIOS PARA O SERVIDOR - No dia 23, lificar o serviço público. “O Plano também instrumento que, por estabelecer limites vadas a prestação de contas e a previsãoquarta-feira, no Hotel Golden Tulip, após a permite que o trabalhador enxergue a car- com o gasto de pessoal, é utilizada como orçamentária da Federação para 2012. Naapresentação de uma dupla de repentistas reira lá na frente. A questão não é uma mu- argumento para impedir as negociações ocasião, o Sisalepe também prestou con-formada por Antônio Lisboa e Luciano Leo- dança de cargo dentro do órgão, mas de salariais. “No entanto, o artigo 37 da Cons- tas.
  4. 4. 4 JORNAL DA FENALE OUTUBRO /2012 Fenale realiza Encontros Regionais, conforme seu Planejamento Estratégico de, aconteceu a Oficina Gestão e Administração Sindical. Em conversa com os servidores, Véras falou sobre a Formação da Sociedade Brasileira. Para o sociólogo, a pre- sença de várias raças e miscigenações na constituição do nosso povo colaborou para a estudiosa Marilena Chauí concluir que fomos inventados. "A autoimagem do povo brasileiro é um mito, marcada pela sagração da natureza, da história e dos governantes. Nossa história é herdada. Por isso, no cenário político não pensamos em nós como agentes, mas em pessoas que representam o Estado para nós. O resultado é uma cultura senhorial com estrutura hierarquizada onde sempre há os que mandam e outros que obedecem", explicou. SUL, SUDESTE E CENTRO-OESTE - Em 11 de abril NORTE E NORDESTE - Parte da programação do de 2012, a Fenale realizou em Porto Alegre (RS), o I Encon- Após a palestra, os participantes do encontro foramXXVII Encontro da Fenale no Recife, o II Encontro Norte/ tro Regional Sul, Sudeste e Centro Oeste, com represen- recebidos pelo presidente do Parlamento gaúcho, deputa-Nordeste (o primeiro foi realizado em São Luís, em 2010), tantes dos estados de Santa Catarina, São Paulo, Minas do Alexandre Postal (PMDB), que assim se pronunciou:reuniu no dia 23 de novembro de 2011 as entidades repre- Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul “Precisamos fazer concurso público, pois temos hoje 1.600sentativas dos servidores dos estados do Pará, e o estado anfitrião. servidores comissionados e apenas 400 efetivos, sendoPernambuco, Maranhão, Paraíba, Alagoas e Bahia.. No período da manhã, após a abertura oficial, acon- que até o ano que vem cerca de 100 destes servidores Na abertura no Hotel Golden Tulip, a Fenale foi re- teceu a palestra do Dr. Paulo Olympio, presidente da As- efetivos devem pedir aposentadoria. Além disso, faz-sepresentada pela diretora regional do Nordeste, Joana de sociação dos Funcionários da Justiça do RS (ASJ), que urgente iniciar um plano de cargos e salários para os nos-Jesus Araújo, e pelo secretário-geral, José Eduardo Rangel, abordou os projetos em tramitação de interesse dos servi- sos servidores”, destacou. No período da tarde os repre-que frisou que o evento, assim como os demais, é mais um dores públicos brasileiros. sentantes das delegações trocaram experiências a respei-momento para a categoria refletir sobre os desafios. "Vie- Paulo Olympio destacou o Projeto de Lei 1992/2007, to do cenário político que envolve os Estados da Federa-mos de todos as partes do País, mas as questões relativas referente à Previdência Complementar para os servidores ção que participaram do Encontro.ao servidor Legislativo são únicas em qualquer públicos e membros de Poder. Segundo o palestrante, o “Estes encontros regionais estão dentro do nossoAssembleia", lembrou. governo ao tratar o tema, tenta passar a impressão à soci- planejamento. Além do Rio Grande do Sul, já realizamos O Encontro Norte/Nordeste contou com palestra do edade de que os servidores são os culpados pelo “rombo” encontros no Maranhão e em Pernambuco, disseprofessor e sociólogo, Roberto Véras, pela manhã. À tar- da previdência. Bissolotti". Moções aprovadas durante o XXVII Encontro da FENALE, em Recife/PE Durante o XXVII Encontro, em Re- dades filiadas à Fenale e dores da ALE/AL na luta pela implantação colocar o Brasil em posição de destaquecife, foram apresentadas e aprovadas as oportunizando-nos com palestras de financeira do PCCS (Plano de Cargos, Car- nos índices de desenvolvimento huma-seguintes Moções: alto nível. reira e Salários) Justificativa: A Mesa Dire- no, desde que utilizados de forma correta01 – MOÇÃO DE AGRADECIMENTO - 05 – VOTO DE CONGRATULAÇÕES tora até a presente data não cumpriu a Lei e não em benefícios de localidades espe-Apresentada pelo Sindsalem/MA – apro- pela brilhante realização do evento Justi- nº 7.112/2009, aprovada por unanimidade cíficas e privados.vada por unanimidade – Agradecimento ficativa: Transmitir aos colegas de pelos Deputados, que institui o PCCS. 11 – MOÇÃO DE APOIO – Apresenta-à Diretoria da Fenale pela presença de seu Pernambuco o respeito e admiração da 08 –MOÇÃO DE REPÚDIO - Apresenta- da pelo Sisalepe – com o apoio dopresidente durante o III Consalem, em bancada Gaúcha pelo nível estrutural, di- da pelo Sisalepe e apoiada pela Asalerj e Sindsalem e do Stplal – aprovada poroutubro de 2011, quando proferiu pales- dático e receptivo e a toda a comissão pelo Sindsalem – aprovada por unanimi- unanimidade – O Governo Federal portra aos participantes e também pela parti- organizadora e demais trabalhadores en- dade – empresa Chevron provocou um meio da Presidência da República, vemcipação da entidade nos movimentos em volvidos na execução de tão nobre ativi- grande vazamento de óleo na costa brasi- combatendo os casos de corrupção den-defesa dos trabalhadores. dade. Subemenda de Plenário – Encami- leira, causando imensos prejuízos ao meio tro do Executivo, fato positivo para o02 – MOÇÃO DE APOIO -Apresentada nhamento de ofício ao Sisalepe, à Mesa ambiente. Justificativa: A preservação do Brasil e sua população. Justificativa:pela Aspal – aprovada por unanimidade Diretora, à Prefeitura, à Secretaria de Tu- meio ambiente deve ser uma luta de todos, Combater a corrupção é dever de todos.– Apoio à campanha das centrais Sindi- rismo do Estado e à Stampa. pela sua importância para a humanidade. As entidades do Movimento Social ecais contra a terceirização de pessoal, prin- 06 – MOÇÃO DE AGRADECIMENTO – Além disso, é preciso punir, severamente, Sindical devem participar deste momen-cipalmente no serviço público. Apresentada pela Afalesp, Aspal e os causadores (responsáveis) por fatos to, apoiando essa luta.03 – MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES Sindalesp – aprovada por unanimidade – dessa natureza. 12 – MOÇÃO DE APOIO – Apresentada– Apresentada pelo Sisalms – Aprovada As entidades do Legislativo de São Pau- 09 – MOÇÃO DE APOIO – Apresentada pelo Sisalepe – aprovada por unanimida-por unanimidade – Congratulações com lo agradecem aos servidores Maria pelo Sisalepe – aprovada por unanimida- de –Conselho Nacional de Justiça (CNJ)a Mesa Diretora da 9ª Legislatura da Eugênia Netto de Andrade e Silva Sahd e de –O Projeto Ficha Limpa está em discus- tem causado um grande avanço na JustiçaAssembleia Legislativa do Estado do Aparecido Manoel Pereira dos Santos são e pode ser aprovado com mudanças brasileira, combatendo a lentidão, aMato Grosso do Sul, pela aprovação da pelo trabalho desenvolvido junto à São que desvirtuam e prejudicam sua aplica- corrupção e outros males do Poder Judici-reforma do PCCV – Plano de Cargos, Car- Paulo Previdência – SPPrev, como mem- ção, principalmente em relação aos crimes ário. Mas o STF quer limitar a competên-reiras e Vencimentos no mês de setembro bros do Conselho Administrativo e Fis- cometidos. Justificativa: O Ficha Limpa cia do CNJ, o que seria danoso para osde 2011, reivindicado pelo Sisalms. cal, respectivamente. Justificativa: A significa um avanço na política brasileira e avanços que vem ocorrendo. Justificati-04 E 05 – MOÇÃO DE CONGRATU- SPPrev – São Paulo Previdência é muito deve ser apoiado. va: É preciso apoiar instituições e entida-LAÇÕES – Apresentada pelo Sisalms importante para o servidor, principalmen- 10 – MOÇÃO DE APOIO – Apresentada des que moralizam o estado brasileiro.com apoio do Sindsalem (04) e pela Afial te para o aposentado e também para os pelo Sisalepe com o apoio da Asalerj – 13 – MOÇÃO DE REPÚDIO – Apresen-e Sinfeeal (05) – aprovadas por unani- pensionistas, e é preciso que tenhamos aprovada por maioria. A proposta que tada pelo Sinpol/PB – aprovada por una-midade– Congratulações aos compa- sempre bons representantes para garan- destina os recursos do Pré-Sal para 3 pri- nimidade. - Contra a apropriação e reten-nheiros do Sisalepe pela grandiosa or- tir o bom desempenho do órgão. oridades do Brasil: Educação, Inovação ção indevida do duodécimo da AL/PB.ganização do XXVII Encontro da 07 – MOÇÃO DE APOIO – Apresentada Tecnológica e Saúde. A questão está em Justificativa: Devido à retenção foi impos-Fenale, parabenizando-os pelo carinho pelo Stplal –apoiada pelo Sisalepe - apro- discussão no Congresso Nacional. Justi- sibilitado o reajuste da data-base do Po-e atenção aos companheiros das enti- vada por unanimidade –Apoio aos servi- ficativa: Os recursos do Pré-Sal podem der Legislativo.
  5. 5. OUTUBRO/2012 JORNAL DA FENALE 5 Em Natal/RN, Fenale realiza seu XXVIII Encontro O XXVIII Encontro Nacional na da e precisamos mudar este pensamento entidades visando ao fortalecimento dos realização do XXIX Congresso da Fenale,Assembleia Legislativa do Estado do Rio de que o parlamento não tem valor”, disse. Legislativos através do aprimoramento de a ser realizado nos dias 28 a 30 de novem-Grande do Norte, em 29 de maio de 2012, a INTEGRAÇÃO ENTRE PARLA- seus servidores. Imediatamente os depu- bro de 2012, quando acontecerá a eleiçãoFenale abriu os encontros simultâneos abri- MENTARES E SERVIDORES - Joares tados José Luís Tchê e Joares Ponticelli se para os próximos três anos da entidade.gados pela XVI Conferência Nacional dos Ponticelli, então candidato a presidente da prontificaram a realizar ainda neste ano um À noite foi reservada para a cerimô-Legisladores e Legislativos Estaduais. Par- Unale, ressaltou a necessidade de evento em conjunto com a FENALE e de- nia de abertura da XVI Congresso da Unale,ticiparam da abertura, os representantes integração entre os parlamentares e os ser- mais entidades interessadas em prol do for- e na quinta-feira, 31, os participantes dadas entidades filiadas, o presidente da vidores. “Servidores são pilares do parla- talecimento do Legislativo. Fenale participaram das palestras desen-ALRN, Ricardo Motta, além do presidente mentarismo, por isso é importante o inves- Após a cerimônia de abertura ocor- volvidas pela Unale.e do primeiro secretário da União Nacional timento nesta categoria. O parlamentaris- reu o tradicional “pinga fogo”, quando os MANIFESTO DAS ENTIDADES -dos Legisladores e Legislativos Estaduais mo tem que ser fortalecido para salvaguar- representantes das entidades falam aos Na quinta-feira, quando pela primeira vez(Unale), José Luis Tchê (PDT/AC) e Joares dar a democracia, pois no tiranismo a pri- seus pares sobre as conquistas e derrotas as entidades representadas na Conferên-Ponticelli (PP/SC), Antonio Carlos meira ação sempre foi enfraquecer e desti- das entidades. cia da Unale puderam falar aos presentesFernandes, presidente da Confelegis - Con- tuir o parlamento, que é a voz da socieda- No período da tarde a Fenale se reu- num encontro dos Legislativos, Gasparfederação Nacional dos Servidores dos de. Então investir no parlamento é investir niu no Centro de Convenções de Natal com Bissolotti Neto, presidente da Fenale, agra-Poderes Legislativos e dos Tribunais de na democracia, o que torna a sociedade uma palestra de Sandro Pimentel, dirigenteContas do Brasil, e Haroldo Tajra, presi- do Sindicato Estadual dos Trabalhadores deceu a oportunidade, mas lamentou o ho- também mais forte e mais presente nestasdente da Interlegis. instituições”, disse. Presidente da Escola em Educação do Ensino Superior do Rio rário estabelecido pela organização, tendo CRISE ECONÔMICA MUNDIAL - do Legislativo de Santa Catarina, Ponticelli Grande do Norte (Sintest/RN), Graduado em vista o inexpressivo público presente.O presidente da Fenale, Gaspar Bissolotti lembrou ainda que o poder legislativo é o em Gestão Pública e pós-graduado em Qua- “Solicitamos que a Unale destine outroNeto, enfatizou que os servidores precisam poder com maior autofiscalização perma- lidade de Vida e Saúde no Trabalho, momento no próximo Congresso para nos-se fortalecer para enfrentar a crise econô- nentemente o que o torna mais transparen- Pimentel abordou o tema “Perspectivas no sa fala, principalmente, quando os parla-mica mundial que também os prejudica. te. “É o poder síntese do pensamento da funcionalismo para o presente ano mentares estiverem presentes”, desabafou.“Sempre que há crises econômicas umas sociedade”, enfatizou. legislativo”. Encerrando os trabalhos do dia Em seguida Gaspar leu a “Carta de Natal”das primeiras ações dos governos é corte O presidente da Assembleia aconteceu a reunião da Diretoria e do Con- expondo os anseios e as aflições dos ser-na contratação, salários e benefícios dos Legislativa do Rio Grande do Norte, Ricardo selho Fiscal da Fenale. vidores do Legislativo. A Carta foi assina-servidores públicos, como se fôssemos o Motta, agradeceu a realização do encontro CONSELHO DE REPRESENTAN-mal provocador da crise. Nossa tônica sem- TES - No segundo dia do Encontro, reali- da por 24 entidades afiliadas da entidade. da Fenale na Casa e endossou as palavraspre é fortalecer os legislativos, fortalecen- do deputado Ponticelli quanto à necessi- zou-se o Conselho de Representantes quan- Em seguida os representantes dasdo, portanto os servidores das casas em dade de valorização dos servidores. “Tere- do os participantes discutiram, no período entidades da Fenale continuaram suas ati-todo país. O parlamento depende destes mos uma grande convenção e sabemos da da manhã, as ações preconizadas na Carta vidades inerentes a programação da cate-servidores para alcançar a excelência na importância deste encontro para o parla- de Recife e analisaram e aprovaram a reda- goria no que se refere à criação da Comis-prestação de serviços à sociedade”, lem- mentarismo. É um orgulho para no povo ção da Carta de Natal, a ser entregue e lida são Eleitoral, tendo em vista o Congressobrou. “Não somos a causa dos problemas, potiguar receber um evento desta grande- no espaço destinado a Fenale durante a Eleitoral que será realizado em São Paulo,mas sim os gastos supérfluos e os za”, afirmou. XVI Conferência Nacional dos Legislado- de 28 de novembro a 1 de dezembro de 2012.desmandos dos gestores públicos”, ressal- FORTALECIMENTO DO PODER res e Legislativos Estaduais, realizado pela Foram escolhidos para a Comissão Eleito-tou. LEGISLATIVO - Em seu pronunciamento, União Nacional dos Legislativos (Unale). ral: João Elísio da Fonseca (Aspal/SP), Ge- IMAGEM ARRANHADA - O depu- o presidente da Fenale, Bissolotti Neto, No período da tarde foram analisa-tado José Luis Tchê, presidente da Unale, das a prestação de contas; relatório das raldo Edilberto Fernandes (Sindalemg/MG) apresentou aos dirigentes da Unale um ofí-parabenizou a Fenale pelo apoio nas con- cio datado de maio de 1997, durante a I Con- atividades; moções e assuntos diversos de e Josias Ramos (Sisalepe/PE) como efeti-ferências realizadas e conclamou os pre- ferência da Unale, realizada em Brasília, em interesse da categoria. vos; Nelson Florisbal (Cefal/RS), Severinosentes a fortalecer o poder legislativo. “A que o ex-presidente da então Fenal, Edson Outro tema discutido foi a escolha e da Silva (Sisalms/MS) e Marcos Aurélioimagem dos deputados está muito arranha- Kusma, propôs uma parceria entre as duas aprovação da cidade de São Paulo para a Gungel (Sindalesc/SC) como suplentes.
  6. 6. 6 JORNAL DA FENALE OUTUBRO /2012 CARTA DO RECIFE Reunidas no Recife, Pernambuco, Terra do Frevo e do Maracatu, as entidades representativas filiadas à FENALE – Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduaise do Distrito Federal participantes do II Encontro Regional Norte/Nordeste e do XXVII Encontro e da Fenale, realizado de 22 a 25 de novembro de 2011, quando foi debatido o tema geral:Desenvolvimento Brasileiro e os desafios para o Legislativo autônomo e Democrático, após os debates e palestras, deliberaram e tornam público a todos os Poderes constituídos, às entidades da nossasociedade civil e ao povo brasileiro os compromissos de ratificar as decisões tomadas em todos os congressos passados e no Encontro de Pernambuco, no sentido de: · Participar e influir no debate sobre o novo papel do Estado na vida social brasileira; · Exigir a redução dos cargos comissionados e a ampliação do espaço de servidores efetivos e estáveis com forte investimento em qualificação e negar práticas patrimonialistas; · Aperfeiçoar e fortalecer a organização dos servidores públicos, consolidando os espaços de negociação conquistados; · Fortalecer as entidades representativas na elaboração e implementação dos Planos de Cargos, Carreiras e Vencimentos nas Assembleias Legislativas de todos os Estados Brasileiros, com legislaçãoespecífica no portal da Fenale; · Lutar pela regulamentação e aplicação da convenção 151 da OIT, com políticas que garantam o direito a negociação coletiva, de greve e de representação sindical para os servidores públicos emtodos os níveis; · Atuar para aplicar a convenção 98 da OIT que garante o direito à negociação coletiva; · Consolidar esforços para a criação e implementação do Conselho Nacional de Relações do Trabalho; · Reivindicar a aplicação da convenção 135 da OIT sobre representação sindical no local de trabalho, desenvolvendo políticas que garantam a democratização das relações, a partir do local detrabalho, com direito à livre organização dos trabalhadores(as); · Acompanhar e atuar para a aprovação da convenção 87 da OIT que trata da autonomia e liberdade sindical; · Lutar pela capacitação incentivando a promoção de cursos de formação e especialização em áreas específicas das carreiras dos servidores públicos das Assembleias Legislativas, visando aprimorare aperfeiçoar os serviços prestados pelos servidores nas áreas administrativas e parlamentar; · Combater a terceirização, fenômeno cada vez mais presente no serviço público; · Reiterar a defesa do cumprimento do preceito constitucional do acesso aos cargos do Poder Legislativo somente por concurso público, possibilitando a manutenção do quadro funcional efetivo,garantindo assim a capacidade técnica dos seus servidores; · Combater a prática do assédio moral no serviço público em todas as esferas; · Manter a luta contra a aprovação do PLP nº 549/09, que “fixa limites às despesas com pessoal e encargos sociais da União e com obras, instalações e projetos de construção de novas sedes,ampliações ou reformas da Administração Pública”; · Estimular a criação de entidades representativas nas Assembleias Legislativas onde não existem e suas filiações à FENALE; · Promover ações de aproximação com a sociedade em busca de uma maior interação entre os servidores das Assembleias Legislativas e o cidadão; · Atuar junto aos parlamentares de cada Estado no sentido de incluir na elaboração e discussão dos projetos de lei que tratam do Plano Plurianual de Ação governamental, diretrizes orçamentáriase do próprio orçamento anual, recursos financeiros que assegurem a implantação dos Planos de Cargos e Vencimentos, reposição das perdas salariais acumuladas, reajustes salariais e a adequação doquadro de Pessoal com a realização de concurso público; Para finalizar decidimos que no próximo Encontro Nacional da FENALE, esta carta será objeto de avaliação e balanço das ações realizadas e não realizadas. Recife, 25 de novembro de 2011 FENALE - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DOS PODERES LEGISLATIVOS FEDERAL, ESTADUAIS E DO DISTRITO FEDERAL AFALESP/SP, AFIAL/RS, ASALP/PA, ASALERJ/RJ, ASPAL/SP, ASSALEM/MA, ASSALA/AL, ASSPOL/PE, SINDAL/MT, SINDALEMG/MG, SINDALESC/SC, SINDALESP/SP, SINFEEAL/RS, SINDSALBA/BA, SINDSALEM/MA, SINPOL/PB, SISALEPE/PE, SISALMS/MS e STPLAL/AL. CARTA DE NATAL Reunidas em Natal, “Cidade do Sol”, às margens do Rio Potengi e do Forte dos Reis Magos, no Estado do Rio Grande do Norte, terra do povo potiguar, as entidades representativas filiadas à Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduais e do Distrito Federal participantes do XXVIII Encontro da FENALE, realizado de 29 de Maio a 01 de Junho de 2012, após os debates e palestras, deliberaram e tornam público a todos os Poderes constituídos, às entidades da nossa sociedade civil e ao povo brasileiro, os compromissos de ratificar as decisões tomadas em todos os congressos passados e no Encontro de Natal, no sentido de: Reafirmar os propósitos do ofício da Fenal (FENALE), datado de 12 de maio de 1997, encaminhado ao então Presidente da Unale – União Nacional dos Legislativos Estaduais, Deputado Geraldo Magela, propondo parceria entre as entidades objetivando o fortalecimento do Poder Legislativo junto a opinião pública e reconhecimento pela sociedade; Apoiar os preceitos do Decreto nº 7.724 de 2012, que regulamenta a Lei nº 12.527 de 2011, Lei de Acesso à Informação, para publicação dos gastos do Poder Legislativo referente à pessoal com especificação da quantidade de servidores, cargos e tabelas, porém sem a individualização por invadir a privacidade das pessoas; Continuar a luta junto ao Congresso Nacional pela aprovação da PEC nº 555/2006, que trata do fim da contribuição previdenciária dos servidores aposentados e pensionistas do serviço público; Reiterar a defesa do cumprimento do preceito constitucional do acesso aos cargos do Poder Legislativo somente por concurso público, possibilitando a manutenção do quadro funcional efetivo, garantindo assim a capacidade técnica dos seus servidores; Combater a terceirização, fenômeno cada vez mais presente no serviço público; Manter a luta contra a aprovação do PLP nº 549/09, que “fixa limites às despesas com pessoal e encargos sociais da União e com obras, instalações e projetos de construção de novas sedes, ampliações ou reformas da Administração Pública”; Lutar pela capacitação, incentivando a promoção de cursos de formação e especialização em áreas específicas das carreiras dos servidores públicos das Assembleias Legislativas, visando aprimorar e aperfeiçoar os serviços prestados pelos servidores nas áreas administrativa e parlamentar. Natal, 30 de maio de 2012 FENALE - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES DOS PODERES LEGISLATIVOS FEDERAL, ESTADUAIS E DO DISTRITO FEDERAL AFALESP/SP, AFIAL/RS, ASALERJ/RJ, ASALEM/MA ASPAL/SP, ASPOL/RN ASSALA/AL, ASSALBA/BA, CEFAL/RS, SINDAL/MT, SINDALEMG/MG, SINDALERN/RN, SINDALESC/SC, SINDALESE/SE, SINDLER/RO, SINFEEAL/RS, SINDSALBA/BA, SINDSALEM/MA, SINDSPLAC/AC, SINPOL/PB, SISALEPE/PE, SISALMS/MS, SINDILEGIS/ES e STPLAL/AL.
  7. 7. OUTUBRO/2012 JORNAL DA FENALE 7Moções apresentadas durante o XXVIII Encontro da FENALE, em Natal/RN Durante o XXVIII Encontro, em Na- pagamento do adicional de férias. Justifi-tal/RN, foram apresentadas e aprovadas as cativa: : Há mais de 14 nos que os servido-seguintes Moções: res da Assembleia Legislativa do Estado 01 – APOIO - Apoio ao Deputado de Alagoas não recebem o adicional de 1/3José Carlos da Caixa (PT), por apresentar de seus subsídios, referente ao abono deProjeto de Lei de Ficha Limpa para servido- férias (unanimidade).res públicos em tramitação no Poder 10 – APOIO - Aspal/SP e Sinfeeal/Legislativo Maranhense (unanimidade); RS: Apoio à popular Lei de Transparência, 02 – AGRADECIMENTO - ressalvando-se a publicação individual deSindsalm/MA - A FENALE e todas entida- nomes e salários dos servidores. Justifica-des que congregam a mesma pelo senti- tiva : Fere a privacidade das pessoas (una-mento das perdas dos companheiros nimidade).Bernardo Rilton Gomes de Brito, José 11 – REPÚDIO - Sindsalba - MoçãoRaimundo do Rosário e Sívia Bogéa, mem- de repúdio ao Presidente da ALBA, Dep.bros da Diretoria do Sindsalem/MA, faleci- Marcelo Nilo, por descumprir a Lei Estadu-dos no início deste ano (Unanimidade); al do Plano de Cargos e Salários n 8971/ 03 – REPÚDIO – Asalerj - Repúdio 2004, ao não honrar com as obrigações fi-ao Governador do Estado do Rio de Janei- nanceiras dos servidores efetivos de Car-ro, que pretende eliminar o direito do servi- aprovação das PEC 555/2006 e 170/2012. 07 – PESAR - Aspal e Afalesp - Voto reira. (unanimidade).dor público estadual à gratificação adicio- Justificativa: A PEC 555, que extingue a con- de pesar pelo falecimento de Nélio Mazzutti, 12 – LOUVOR E AGRADECIMEN-nal por tempo de serviço. Justificativa: O tribuição previdenciária paga pelo servidor ex-presidente da ASPAL, e de Etelvino TO -Afial/RS - Votos de louvor e agradeci-Governador do Estado do RJ ajuizou Ação aposentado, bem como a PEC 170/2012, que Garcia de Souza, ex-diretor da Afalesp. Co- mento à Unale pela acolhida a todas as En-Direta de Inconstitucionalidade (ADIN aprimora itens da PEC 270 (EC 70/2012), em munique-se à Mesa da Assembleia tidades filiadas à Fenale durante a XVI Con-4782), no STF, onde requer liminar para sus- sendo aprovadas só trarão benefícios aos Legislativa de SP e às diretorias da Aspal/ ferência Nacional (maioria – 4 votos con-pender os efeitos do ar. 83, Inc. IX da Cons- servidores aposentados (unanimidade); SP e da Afalesp (unanimidade). trários e duas abstenções).tituição Estadual, que assegura esse direi- 06 – AGRADECIMENTO E CON- 08 – REPÚDIO - Stplal/AL e Assala/ 13 – APLAUSO E CONGRATULA-to aos servidores públicos estaduais (una- GRATULAÇÕES - Sisalms/MS e Sindal/ AL - : Repúdio ao Procurador Geral da ALE/ ÇÕES - Sindilegis-ES - Moção de aplausonimidade); MT- Parabeniza aos companheiros do Rio AL, Dr. Marcos Guerra, pela orientação ju- e congratulações ao Presidente da 04 – CONGRATULAÇÕES - Grande do Sul pela qualidade do Encontro rídica ao Projeto que instituiu o subteto sa- Assembleia Legislativa do Espírito Santo,Sisalms- Congratulações com a Mesa Di- Regional realizado dia 11/4, com excelentes larial dos servidores da Assembleiaretora da Assembleia Legislativa do Esta- pela concessão do auxílio- saúde aos ser- palestras produtivas e temas interessantes, Legislativa de Alagoas. Que seja extensivodo do Mato Grosso do Sul pela implanta- aos parlamentares que aprovaram esse vidores daquele Poder. Justificativa: Luta como PEC´s, reforma da Previdência etc.ção do Plano de Cargos, Carreiras e Venci- subteto. Justificativa: O teto salarial dos encaminhada pelo Sindilegis-ES há mais de Comunique-se à Afial/RS, ao Cefal/RS e aomentos (PCCV) aos servidores do Poder servidores da ALE/AL passou a ser o ven- 10 anos agora vitoriosa (unanimidade). Sinfeeal/RS. Justificativa: O Encontro Re-Legislativo do MS. Justificativa:: Após 18 gional Sul, Sudeste e Centro-Oeste, realiza- cimento do Diretor Geral e não dos Deputa- 14 – APOIO - Afalesp e Aspal/SP -anos aguardando a reforma do plano de do pela Diretoria Regional Sul da Fenale, dos (unanimidade). Moção de Apoio À Mesa Diretora dacargos, a categoria conseguiu sensibilizar com a participação a grande maioria das 09 – REPÚDIO - Assala/AL e Stplal ALESP pela extensão do Auxílio Saúde aosa Mesa Diretora (unanimidade); entidades das regiões representadas (una- - Repúdio à Mesa Diretora da Assembleia servidores aposentados daquela Casa (una- 05 - APOIO - Aspal/SP - Apoio à nimidade). Legislativa do Estado de Alagoas pelo não nimidade). Unale, Fenale, Abel e Interlegis realizarão em Brasília o I Encontro dos Agentes Legislativos reiro geral da Fenale, respectivamente José Eduardo Rangel e José Carlos Gonçalves, além do presidente da Interlegis, Haroldo Tajra. Na ocasião, o presidente da Unale deixou claro que a iniciativa foi da Fenale durante a XVI Conferência da Unale em Natal, sendo que o objetivo é o fortalecimento do Poder Legislativo. Todos os parceiros da Unale serão convidados para o Encontro. Além de palestras, haverá um debate de repre- sentantes dos servidores públicos para propor ações que fortaleçam os legislativos. As entidades poderão enviar até dez representantes e terão prazo até 5 de novembro A Unale (legisladores), a Fenale (servidores), a para confirmar a inscrição deles. tos do Interlegis, Francisco Etelvino Biondo e Dalva Dutra,Abel (Escolas do Legislativo) e a Interlegis (Senado) A pauta do encontro foi definida em 28 de agosto, respectivamente; do presidente da Confederação dos Ser-promovem no dia 12 de novembro, na sede do Interlegis, o em reunião na Unale, com a participação do diretor geral e vidores do Poder Legislativo e Tribunais de Contas doI Encontro dos Agentes Legislativos. coordenador do Conselho Gestor, Lauri Gisch; do secretá- Brasil (Confelegis), Antônio Carlos Fernandes Jr; da coor- As conversações foram iniciadas em reunião reali- rio, do tesoureiro e do presidente da Fenale, José Eduardo denadora de Eventos da Assembleia Legislativa de Santazada em 17 de julho, quando o deputado Joares Ponticelli, Rangel, José Carlos Gonçalves e Gaspar Bissolotti Neto, Catarina , Rosana Brasca Cajuela,e da coordenadora depresidente da Unale, recebeu o secretário geral e o tesou- respectivamente; do diretor e da coordenadora de even- Comunicação da Unale, jornalista Sirlene Rodrigues.
  8. 8. 8 JORNAL DA FENALE OUTUBRO /2012 PROGRAMAÇÃO DO XXIX ENCONTRO E XI CONGRESSO DA FENALE DIA 28 DE NOVEMBRO – QUARTA- fessor, Presidente da CAPESP, Tesoureiro da Respeito”, avaliação da gestão pelos delegados;FEIRA AUDITÓRIO TEOTÔNIO VILELA FESPESP; Moções);DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTA- 16h00 – Pausa para o Café 10h30 – Pausa para o café;DO DE SÃO PAULO 16h15 – Conclusão do Planejamento Estraté- 10h45 – Continuação do Conselho de Repre- 08h30 – Credenciamento dos Participantes; gico sentantes; 09h00 – Abertura Solene - Auditório Teotônio 17h30 – Encerramento. 12h30 – Almoço;Vilela da ALESP; 14h00 - Eleição e Posse da Diretoria da 10h30 – Pausa para o café; 30/11 – SEXTA-FEIRA – AUDITÓRIO FENALE e do Conselho Fiscal para a Gestão 2012/ 10h45 - Pinga-Fogo; DO HOTEL NINETY 2015; 12h20 – Formação da Comissão da “Carta da 9h00 – Conselho de Representantes (Carta 17h00 – Encerramento, entrega de Certifica-Cidade de São Paulo”; da Cidade de São Paulo, Prestação de Contas da dos; 12h30 – Almoço no restaurante da ALESP ou Diretoria, Relatório Final da Gestão “Compromisso e 20h00 – Jantar de Encerramento.nas suas proximidades; (Programação sujeita a alteração) 14h00 – Início do “Curso de formação Sindi-cal – “Orçamento Público e Reivindicação Salarial,Previdência e Comunicação para Entidades de Ser-vidores Legislativos” - Módulo 1: ”Os servidorespúblicos e o orçamento do Estado” Palestrante: Dr. Antonio Tuccilio – Especialis-ta em Orçamento Público, servidor aposentado daALESP e presidente da CNSP – Confederação Na-cional dos Servidores Públicos; Mediadores: Nelson Moreira (SINDALESC) eJosé Carlos Gonçalves (FENALE); 16h30 – Pausa para o café; 16h45 – Visita às dependências da ALESP /Encerramento; 17h30 – Reunião da Diretoria e Conselho Fis-cal. 29/11 – QUINTA-FEIRA_ - AUDITÓRIODO HOTEL NINETY 09h00 - “Curso de formação Sindical – “Or-çamento Público e Reivindicação Salarial, Previdên-cia e Comunicação para Entidades de ServidoresLegislativos” - Módulo 2 – “A Previdência do Servi-dor Público: atual situação e perspectivas para o fu-turo”; Palestrante: Dr. Julio Bonafonte – Membro doConselho de Administração da SPPREV e Diretorda FESPESP, da CNSP, da ASSETJ e da FENASJ. Mediadores: José Eduardo Rangel (FENALE)e João Elísio Fonseca (ASPAL) 10h45 – Pausa para o café 11h00 – “Curso de formação Sindical – “Or-çamento Público e reivindicação salarial, Previdên-cia e Comunicação para entidades de servidoreslegislativos” - Módulo 3: “Redes Sociais e Comuni-cação nas Entidades de Classe”; Palestrante: Jornalista Sylvio Micelli, presiden-te da CCM/IAMSPE , diretor da CNSP, da ASSETJ,da ANSJ, da FENASJ, da FESPESP e membro doConselho Fiscal do Sindicato dos Jornalistas; Mediadores: Márcio Leão (SINDAL/MT) eMarconi Glauco (SISALEPE/PE); 12h30 – Almoço; 14h00 – Planejamento Estratégico; Orientador: Prof. Guilherme Nascimento – Pro-

×