Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Negros, estrangeiros os escravos libertos e sua volta à áfrica - parte 2

1,748 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Negros, estrangeiros os escravos libertos e sua volta à áfrica - parte 2

  1. 1. 10/03/2013
  2. 2. Formação étnica da População do Brasil, a totalidade e oconjunto como tema central do SURGIMENTO DE UMASOCIEDADE.A CONSTITUIÇÃO da época não se referiu diretamente aEscravidão, mas sim sobre a LIBERDADE DOS NEGROS, nãohouve um tratado jurídico, e sim TRATADO PRÁTICO.Na analise “Freiriniana” diminui-se um pouco o impacto doconflito, porque o Escravo Domestico tinha tratamento diferentedos Escravos Do Canavial. 10/03/2013
  3. 3. Uma escravidão, que impregna toda a sociedade, com seusVALORES POLÍTICOS, ECONÔMICOS E CULTURAIS, apesar deexistir como um sistema de produção, se infiltra por toda asociedade.Foi um evento que existiu como Caracterista de um AspectoCultural de nossa sociedade Brasileira. Como tal, podemos dizerque a sociedade introjetou uma VIOLÊNCIA no seucomportamento para com o negro. 10/03/2013
  4. 4. Pg. 34Negros Livres e “não libertos”(ex escravo), o “INGÊNUO”nunca foi escravo, surgiramapós 1851 depois da lei daproibição do trafico, quedepois de reconhecidos foramtodos tutorados pelo Impériodo Brasil durante a espera daextradição e RETORNO PARAA ÁFRICA. http://www.debatesculturais.com.br/cenas-da-escravidao-africana-no-reconcavo-do-rio-de-janeiro/ 10/03/2013
  5. 5. Pg. 34 Esse retorno não ocorria de fato, e por isso eram chamados “ESCRAVOS DA NAÇÃO”. Estes negro ficavam sob a responsabilidade do Estado Imperial Brasileiro, que os designava aos municípios para realizarem tarefas das mais variadas, enquanto esperavam o momento de voltarem para a África.Fonte: Escravos urbanos. (Foto no formato de cartes de visite feitas por Christiano Jr, c. 1860).http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/1980410:BlogPost:44383 10/03/2013
  6. 6. Alforria, libertação de escravos.Exemplo do uso da palavraManumissão: Você é vendido aalguém, mais para você ter sualiberdade de volta essa pessoatem que alforria-la. De dar suacarta, seu recibo.Fonte:http://www.dicionarioinformal.com.br/significado/manumiss%C3%A3o/321/ 10/03/2013 Fonte: http://www.historiabrasileira.com/escravidao-no-brasil/lei-dos-sexagenarios/
  7. 7. Fonte:Vista da fazenda Stª Isabel, (Museu Imperial/IBRAM/MinC – Pag. 35 10/03/2013
  8. 8. A autora pergunta COMO APOPULAÇÃO LIVRE DE MULATOS EDE NEGROS DENTRO DE UMSISTEMA INTEIRAMENTEESCRAVISTA, se formou e coexistedentro desse sistema?Como ela é incorporada, seu espaço,qual espaço específico tenta ocupar,suas alianças e lealdades? Qual omecanismo de acesso a liberdade eque compromissos supõe? Fonte: Família de negros, Autor desconhecido, 1915-1925. Http://beatriziozzi.blogspot.com.br/2011/06/as-imagens-de- 10/03/2013 escravos-e-negros-livres.html
  9. 9. A POPULAÇÃO LIVRE DE COR (PG. 34)Seu crescimento (século XVIII e XIX), Em1798: 12,4% da população de negros epardos eram livres (dados duvidosos),Porem no Brasil, do século XIX, até aabolição, a POPULAÇÃO LIVRE EXCEDIA APOPULAÇÃO ESCRAVA, mas a populaçãonegra e parda sempre excedeu apopulação branca.Isso Significa e Demonstra a grande forçaque detinha essas populações não brancaslivres na balança decisiva das políticas. 10/03/2013
  10. 10. Pg. 38 1º § 10/03/2013
  11. 11. Pg. 38 1º § 10/03/2013
  12. 12. Pg. 38 1º § 10/03/2013
  13. 13. Pg. 38 1º § 10/03/2013
  14. 14. Pg. 38 1º § 10/03/2013
  15. 15. Pg. 38 nota 3 10/03/2013
  16. 16. Pg. 38 nota 3 10/03/2013
  17. 17. Pg. 38 nota 3 10/03/2013
  18. 18. Pg. 38 nota 3 POLÍTICA DE SEPARAÇÃO DAS ETNIAS – porém não havia por parte dos LIBERTOS E LIVRES interesses antiescravagistas, a ponto dos deles terem também escravos 10/03/2013
  19. 19. Pg. 38 nota 3 POLÍTICA DE SEPARAÇÃO DAS ETNIAS – porém não havia por parte dos LIBERTOS E LIVRES interesses antiescravagistas, a ponto dos deles terem também escravos 10/03/2013
  20. 20. 10/03/2013
  21. 21. 10/03/2013

×