Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A Espanha e a América nos séculos XVI e XVII - Elliott J. H.

10,342 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

A Espanha e a América nos séculos XVI e XVII - Elliott J. H.

  1. 1. Durante o quase todo período colonial chama-se de as Índias Ocidentais, as Índias Espanholas, pra seidentificar a ideia de América Portuguesa e ou Espanhola, que só será utilizada no século XIX.
  2. 2. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. FBA (nascido em 23 de junho de 1930), que normalmente publica como JH Elliott , é um eminente historiador , Regius Professor Emérito da Universidade de Oxford e membro honorário do Oriel College, Oxford e do Trinity College, em Cambridge . Nascido em Reading, Berkshire. Elliott foi educado em Eton College e Trinity College, em Cambridge . Professor de História na Universidade de Cambridge, 1957-1967, e posteriormente, professor de História na Faculdade do rei, Londres , entre 1968 e 1973. Um eminente Hispanist , ele foi agraciado com o Premio Príncipe das Astúrias em 1996 por suas contribuições para as Ciências Sociais. Seus estudos da Península Ibérica e do Império espanhol ajudou a compreensão dos problemas enfrentados 16 e 17 do século Espanha, e as tentativas de seus líderes para evitar seus declínio. Ele é considerado, juntamente com Raymond Carr e Mackay Angus , uma figura importante no desenvolvimento de historiografia espanhola. Como linha de argumentação combina História social e econômica, fazendo relações com História da política como centro de sua perspectiva historiográfica.
  3. 3. DESCRIÇÃO Inglês: Um mapa do domínio dos Habsburgos após a Batalha de Mühlberg (1547) Dados 1912 Origem A Cambridge Atlas História Moderna, editado por Sir Adolphus William Ward, Prothero GW, Leathes Sir Stanley Mordaunt, e Benians EA. Cambridge University Press: London, 1912. Editores estavam Sir Adolphus William Ward ( † 1924 ), a GW Prothero ( † 1922 ), e Sir Stanley Mordaunt Leathes ( † 1938 ). Autores individuais de obras que compõem o atlas não são identificados, nem o vir a ser, depois de investigação razoável. Autor editado por Sir Adolphus William Ward, GW Prothero, Sir Stanley Mordaunt LeathesRetirada do The Cambridge Modern History Atlas (1912); as terras dos Habsburgos se destacam, sombreadas a verde; sem sombreado, asterras do Sacro-Império Romano-Germânico, presidido pelos Habsburgos, sem incluir as possessões espanholas do Novo Mundo.
  4. 4. O autor, situando-se entre os séculosXVI e XVII, destaca a conquista daAmérica pela Espanha, durante oreinado de Carlos V, a importânciadesse acontecimento e como seugoverno adquiriu de maneiraprogressiva um vasto territóriosimbolizando seu império global,conquistando o “Novo Mundo”,identificando especialmente no séculoXVII de “IMPÉRIO DE LAS ÍNDIAS”.Pag.285. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Fonte:http://www.pedrocolmenero.es/home/historia-depa%C3%B1a-1/la- monarquia-hispanica/mapas-sobre-la-monarquia hispanica
  5. 5. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Apesar de pertencer a CoroaEspanhola, as Índias, (...)“ostentavam uma RELAÇÃOESPECIAL com Castela” (...). Pag.285, ou seja, havia de forma nãooficial, porem uma clarapredominância do “Reino de Castela”aos benefícios da conquista sobre aregião a ser explorada, muito pelomérito devido aos castelhanos, queno século XVI obtiveram um efetivomonopólio sobre os cargos e ocomercio do Novo Mundo. Fonte:http://www.pedrocolmenero.es/home/historia-depa%C3%B1a-1/la-monarquia- hispanica/mapas-sobre-la-monarquia hispanica
  6. 6. Espanha e América no século XVI e XVII:O emblema de Carlos V, “Coluna deHércules” significa limites que depois seampliam, justo espaço americano quevai dar a Espanha essa noção de EspaçoGlobal.Com a América surge também umproblema, o de se governar esta regiãogeograficamente enorme e nova emtodos seus aspectos naturais e com umapopulação de nativos ali Palácio de Carlos V – O imperador, impressionado pela beleza doestabelecidos, Grupos humanos Palácio de Alhambra, mandou construir, em 1526, duplas colunasexóticos, pondo em cheque o próprio estriadas e pedestais, com belos baixos-relevos: os do centro simbolizam a Paz, as colunas de Hércules e os símbolos imperiaispoder enquanto reconhecer a forma dedomina-los.
  7. 7. Espanha e América no século XVI e XVII:“Casa de La Contratación”, comparável a, “ Casa da Índia”,responsável por administrar as relações entre a Espanha e aAmérica, inicialmente designada a responsabilidade doscastelhanos (Deviam vassalagem a Coroa Espanhola), queobviamente reclamavam direitos exclusivos sobre as terrasrecém descobertas. Pag. 185 e 186. que perdurará por umperíodo pequeno, a conquista de Henan Cortes do continenteprovoca uma nova reorganização, pois o tesouro de Montezumaé muito relevante.
  8. 8. Espanha e América no século XVI e XVII:“Conselho das Índias”, (Pag. 286.), em 1.523 foi criado um novoconselho independente do de Costela, que passou a formar coma Casa de Lá Contratación, uma organização conciliar comomelhor meio de combinar interesses plurais, sob a tutela final doMonarca de Espanha que representassem nominalmente apessoa do Rei Carlos V (Habsburgo).
  9. 9. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha)Rei era absoluto, ele decidia aconselhado, foi o melhor meio de combinarinteresses plurais, porém essa forma não respondia de uma maneiraefetiva aos seus objetivos, muito pela distancia geográfica dos conselheirosda América, pois todos se encontravam em Espanha e assim, da realidadelocal existente, provocando decisões demoradas (4 meses) e umaburocratização elevada. Nesse momento a Casa de La Contratación passa ater um papel mais alfandegário e de controle.
  10. 10. “Para tanto em 1503 eracriada em Sevilha, a “CASA DE LA CONTRATACIÓN”instituição responsávelpor administrar asrelações entre a Espanhae a América, quefora, inicialmente, designada a responsabilidadedos Castelhanos, queobviamente reclamavam “CASA DE LA CONTRATACIÓN”direitos exclusivos sobreas terras recémdescobertas, porem, em1.523 criou-se um novoconselho independentedo de Costela, o“Conselho das Índias” Fonte:http://www.pedrocolmenero.es/home/historia-depa%C3%B1a-1/la-monarquia-hispanica/mapas-sobre-la-monarquia hispanica
  11. 11. Fonte:http://www.pedrocolmenero.es/home/historia-depa%C3%B1a-1/la-monarquia-hispanica/mapas-sobre-la-monarquia hispanica
  12. 12. Nos 1ºs anos os principais representantes da Coroa nas Índias foram os“Gobernadores”, dado aos vários dos Conquistadores, com o direito dedispor dos índios e terras, mas foram a propósito pensadas, nomeaçõestemporárias e não hereditárias, precavendo-se, a Coroa, contra osurgimento de castas de senhores feudais nas Índias. Pag. 288.Já no período Pós Conquista, substituíram-se os conquistadores porAdministradores com funções tanto judiciais, quanto administrativas emilitares.O conselho Real era absoluto, a de se destacar que o Rei sempre decidifinalmente sobre todas as questões surgidas, as soluções eram atravésdo Conselho das Índias enviados aos governadores das províncias, sejamelas Castelhanas, Aragonesas e ou Ultramares (Coroa) mas a respostaseria controlada através do conselho das Índias.
  13. 13. INTERNA - Conselhos EXTERNA – 1ª Etapa Pós Conquista: Governadorias por meio de seus Governadores. EXTERNA – 2ª Etapa Pós Conquista: Os Vice-Reinados através de seus Vice- Reis.Na 2ª Etapa Pós Conquista, não são os Governadores que serão osresponsáveis pela administração geral, pois eram por essênciaconquistadores, desta forma o Conselho de Índias, entãonomeará, substituindo estes Governadores, nobres que virão com afunção de ocupar o cargo, agora denominado “Vice-Rei”.
  14. 14. ArtistaJakob Seisenegger Retrato de King Charles V with his English WaterTítulo Dog (1500-1558)Data 1532Técnica Óleo sobre tela Deutsch: 203,5 x 123 cm Rahmenmaße: 231 xDimensões 149 x 7 cmLocalizaçãoactual [Expandir]Kunsthistorisches Museum
  15. 15. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reino – Nova EspanhaVice Reinos Vice Reino - PeruAudiências
  16. 16. Conselho de Castela
  17. 17. Conselho de CastelaConselho des Aragão
  18. 18. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha)
  19. 19. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias (1523 EmEspanha)
  20. 20. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei
  21. 21. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Oidores
  22. 22. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Audiências Oidores Oidores (Ouvidores): Designados pela Coroa
  23. 23. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Oidores
  24. 24. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Audiências Oidores
  25. 25. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Oidores
  26. 26. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela Coroa (+ Importantes)
  27. 27. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela CoroaAlcaide: Designados Alcaidías Mayores (+ Importantes)pela Coroa ou Corregimientos (em Nova Espanha) Corregidores eCorregimentos: Alcades MayoresDesignados pela Coroa
  28. 28. Conselho de CastelaConselho des AragãoConselho das Índias(1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela Coroa (+ Importantes) Alcaidías Mayores ou Corregimientos (em Nova Espanha) Corregidores e Alcades Mayores
  29. 29. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela Coroa (+ Importantes) Alcaidías Mayores ou CorregimientosCidades (em Nova Espanha)ou Vilas Corregidores e Alcades Mayores
  30. 30. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela CoroaVecinos - Cidadãos (+ Importantes) Alcaidías Mayores ou Corregimientos Cidades (em Nova Espanha) ou Vilas Corregidores e Alcades Mayores
  31. 31. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei AudiênciasCalbidos – Conselhos Sob Subdivididas em Oidores Unidades MenoresAutoridade das Designados pela Coroa (+ Importantes) . Alcaidías Mayores ou Corregimientos Cidades (em Nova Espanha) Cabildos – ou Vilas Corregidores e Conselho Próprio Alcades Mayores da Vila
  32. 32. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela CoroaVecinos - Cidadãos (+ Importantes) Alcaidías Mayores ou Corregimientos Cidades (em Nova Espanha) Cabildos – ou Vilas Corregidores eConselho Próprio Alcades Mayores da Vila
  33. 33. Conselho de Castela Conselho des Aragão Conselho das Índias (1523 Em Espanha) Vice Reinos Vice Rei Audiências Subdivididas em Oidores Unidades Menores Designados pela Coroa Vecinos - Cidadãos (+ Importantes) Alcaidías Mayores ou Corregimientos Cidades Funcionários (em Nova Espanha) Cabildos – ou Vilasjudiciais, Regidores Corregidores e Conselho Próprio e Conselheiros da Alcades Mayores da Vila Cidade
  34. 34. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Primitivamente, a audiência era um tribunal; o decreto de 15 deoutubro de 1511 criou a primeira audiência do Novo Mundo;em 1527, uma outra audiência foi instalada no México; em 1535,no Panamá, em 1542, em Lima, em 1550 estavam emfuncionamento seis audiências. Outras foram criadas mais tarde Descrição Español: "Buen gobierno. Presidente, oidores, alcaldes, fiscal y alguacil mayor deparalelamente à penetração em profundidade da colonização este reino" (Audiencia Real). Facsímil de unespanhola: Charcas, Quito, Buenos Aires(1661), Cusco (1717). grabado (representando a los oidores de una Real Audiencia) en la colección de laUma audiência era formada por um presidente — o Vice-Rei, Biblioteca de la Corte Suprema de Chile.quando a sede coincidia com a do Vice-Reino, o capitão- Data 1615general quando não era o caso — e um número variávelde oidores ricamente remunerados. A audiência, na América, foi, Origem "Nueva Coronica y Buen Gobierno"a princípio, aquilo que ela era na Espanha: um tribunal quejulgava em recurso os casos julgados na primeira instância pelas Autor Felipe Huamán Poma de Ayalacortes inferiores dos corrigimientos e alcaldes mayores. Essetribunal supremo só tinha acima de si o Conselho das Índias.Mas a audiência acumulava os poderes administrativos e ospoderes judiciários. Era administração feita pelos tribunais.As audiências exerciam apertada vigilância sobre todosos funcionários. A audiência do México foi, na Nova Espanha,ressalvadas a proporções, o que o Conselho de Castela foiem Castela. Em caso de vacância da autoridade do vice-rei,a audiência assegurava a interinidade. Grabado-Huaman-Poma-de-Ayala.
  35. 35. AudiênciasOidores (Ouvidores):Designados pela CoroaAlcaide: Designadospela CoroaCorregimentos:Designados pela CoroaCalbidos - Conselhosnas vilas e cidades.
  36. 36. Oidores (Ouvidores): Responsáveis por assegurar a adequada observância dasDesignados pela Coroa leis nas Índias.Alcaide: Designados pela Responsáveis pelo abastecimento e administração doCoroa municípioCorregidores: Designados Responsáveispela Coroa Conselhos existentes nas vilas e cidades que regulava aCalbidos - Conselhos nas vida dos habitantes e fiscalizava as propriedadesvilas e cidades. públicas
  37. 37. Vice-Rei: A mais importanteunidade administrativa, o Vice-Reino por consequência o Vice-Rei, com atribuições próximas asdo Rei, era o “alter ego” (Pag.290), do Rei, mantendo suacorte Vice-real, unindo em suapessoa os atributos dogovernador, presidente da“audiência”, considerado Descrição Francisco de Almeida, Museu Nacional de Arte Antigaprincipal representante da aus: http://www.marinha.pt/extra/revistCoroa. Origem a/ra_set_out2001/pag17.html Autor User Dr. Manuel on de.wikipedia
  38. 38. Vice-Rei: A mais importanteunidade administrativa, o Vice-Reino por consequência o Vice-Rei, com atribuições próximas asdo Rei, era o “alter ego” (Pag.290), do Rei, mantendo suacorte Vice-real, unindo em suapessoa os atributos dogovernador, presidente da“audiência”, consideradoprincipal representante daCoroa.
  39. 39. Provisión: Cédula real lacrada, relação direta com o Rei, dizendo o que o Governador iria fazer.Ordens da Cédula Real: Em nome de El rei, relação direta com Coroa o Rei com atingindo destinatários identificados. Autos: Em nome do Conselho de Índias, por decisão dele própri0.
  40. 40. Audiências: Tribunais Judiciais Supremos, no novo mundo com aresponsabilidade de assegurar a adequada observância das leis nasÍndias.Oidores (Ouvidores): Designados pela CoroaAlcadias Maiores ou Corregimentos: Alguns Designados pela CoroaAlcadias Menores: Designados pelo Vice ReiAlcaide: Designados pela CoroaCorregimentos: Designados pela Coroa
  41. 41. Cidades: toda a planta das cidades caracterizadas pela sua pré criação com definida forma,poucas cidades formam-se espontaneamente, na sua maioria, eram criadas pordeterminação da Coroa. O processo de colonização utiliza esse modelo de praças centraiscomo centro urbano. Característica de colonização Núcleo Urbano, cidades.
  42. 42. Cabildos: Conselhos existentes nas vilas e cidades que regulava a vidados habitantes e fiscalizava as propriedades públicas, as terrascomunais, florestas e pastagens e as galerias de rua com suas tendasde comercio, de onde derivava grande parte de sua renda. Pag. 294A relação do Cabildo é regular a vida do habitante da Vila, ligadosdiretamente ao Alcaide, embora todos estão sob o desígnio deEspanha, compunha de funcionário judiciais e regidores, ouconselheiros da cidade. Responsáveis pelo abastecimento eadministração do município
  43. 43. A Igreja nas Índias, poder absoluto, em 1.508, Fernando garantiuaos governantes de Costela o direito perpétuo de organizar a igrejae conferir benefícios eclesiásticos em seus territórios ultramarinos.Origem missionária, entre eles os Agostinianos, Dominicanos,Franciscanos e Jesuítas.GRANDE DEBATE (1550) entre Las Casas, com seu tratado emdesfesa dos Índios contra Sepúlveda e sua teoria da missãocivilizadora da Espanha, sobre a conquista e conversão dos Índios,concepções diametralmente opostas, mas que, “pode-se dizer” LasCasas venceu.
  44. 44. ELLIOTT, J. H. A Espanha e a América nos séculos XVI e XVII. In: BETHELL, Leslie (org.).América Latina Colonial. São Paulo: Edusp, 1998, v.1, p. 283-337.

×