Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Material de publicidade da oferta BMV

Este é o material publicitário da distribuição pública direta pela Emissora, de quotas de participação em Contrato de Investimento Coletivo na SOCIEDADE BRASIL EMPREENDIMENTOS PESQUISAS E MINERACAO LTDA EPP. A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Material de publicidade da oferta BMV

  1. 1. A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS 1 Material Publicitário
  2. 2. Índice 1. Informações sobre a Emissora a) Quem Somos b) O que fazemos: Junior Mining c) Equipe 2. Informações sobre o Empreendimento a) Sumário Mineral – Agregados de Construção – “Brita” b) Resumo Executivo do Empreendimento c) Licenças e Autorizações d) Projeções Financeiras e) Custo de Mão de Obra f) Investimento em Equipamentos g) Fluxograma – Planta de Britagem 3. Sumário Executivo da Oferta Pública Direta 4. Requisitos Mínimos para poder aderir aos termos da presente Oferta na qualidade de Investidor 5. Direitos e Garantias do Investidor 6. Da Apuração e da Distribuição dos Resultados 7. Rescisão antecipada do Contrato 8. Da conversão das Quotas de Investimento em Participação no Capital Social da Emissora 9. Outras informações sobre o Contrato de Investimento Coletivo ofertado 10. Fatores de Risco relacionados com a presente oferta pública direta 11. Informações de contato da Emissora 2 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  3. 3. INFORMAÇÕES DA EMISSORA 3 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  4. 4. Quem Somos A BMV – Brazil Mineral Ventures, é uma Junior Mining fundada em 2009 no intuito de descobrir novas áreas com potencial para exploração mineral. Após três anos de estudo visando desenvolver projetos com investimentos de baixo custo, a BMV começou a dedicar esforços no registro de 229 requerimentos de pesquisa para mineração, que foram alvo de estudos criteriosos com base em mapeamento geológico e nos acervos bibliotecários da Universidade Federal da Bahia – UFBA, Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais - CPRM e Companhia Baiana de Pesquisa Mineral – CBPM. Estes projetos foram divididos em blocos, tendo resultado em vários projetos promissores, dos quais 25 já tiveram aprovados seus alvarás de pesquisa, tendo sido verificado a sua viabilidade econômica. No decorrer de nossos levantamentos de campo, foram confirmados grandes afloramentos com potencial quantitativo e qualitativo para metais nobres, terras raras e minerais metálicos e não metálicos, dentre eles a área do complexo Itapetinga a ser apresentado na presente Oferta. 4 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  5. 5. Projetos de Pesquisa da BMV Economicamente Viáveis Projeto Itapetinga – BA: Ferro, Ouro, Zinco, Platina, Paládio, Terra Rara, Cobalto, Vanádio, Níquel, Cromo Projeto Jacobina – BA : Ouro, Manganês, Cromo. Terra Rara, Ferro Projeto Serra do França – BA; Ouro, Manganês, Cromo, Projeto Senhor do Bonfim – BA: Cobre, Ouro, Projeto Sento Sé – BA: Ouro, Ferro, Manganês Projeto Livramento de Na. Senhora – BA: Ouro, Ferro, Diamante Projeto Jussiape - BA: Ouro, Ferro, Diamante, Estanho Projeto Abaíra – BA: Ouro, Ferro Projeto Cabrália - BA: Ouro, Ferro, Cobalto, Vanádio, Diamante, Granito. Projeto Boninal - BA: Ferro, Vanádio, Cobalto, Platina, Diamante, Ouro, Paládio. Projeto Gerônimo – BA: Ferro, Vanádio, Ouro, Diamante Projeto Condeúba - BA: Ferro, Cromo, Vanádio, Cobalto, Terra Rara. Projeto Piripá – BA: Platina, Chumbo, Paládio, Ouro, Ferro. Projeto Coríbe – BA: Manganês, Barita, Cálcio, Magnésio. Projeto Mortugaba - BA: Ferro, Terra Rara, Alumínio, SI, Cobalto, Vanádio, Granito. Projeto Cordeiros – BA: Terra Rara, Ferro, Vanádio, Cobalto ,Níquel, Cobre, Chumbo, Ouro, Platina Projeto Guajerú - BA: Níquel, Ferro, Cromo, Ouro, Platina, Cobalto, Vanádio. Projeto Serra do Ramalho – BA: Manganês, Cálcio, Magnésio, Barita. Projeto Vitória da Conquista - BA: Brita Projeto Macarani - BA: Granito Amarelo Exótico Projeto Itajuípe – BA: Brita Projeto Montezuma - MG: Ferro, Ouro, Molibdenita. Projeto Mato Verde - MG: Ferro, Ouro. Projeto Santo Antônio do Retiro - MG: Ferro, Alumínio, Ouro. Projeto Rio Pardo de Minas - MG: Ferro, Ouro. Projeto Grão Mogol e Riacho dos Machados - MG: Ouro, Diamante, Ferro Projeto Salinas – MG: Ferro, Ouro. Projeto Francisco Sá - MG: Ouro, Ferro. Projeto Bocaiuva - MG: Ferro, Ouro, Diamante Projeto Santa Maria do Salto – MG: Granito Projeto Carlos Chagas – MG: Granito 5 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  6. 6. O que fazemos A BMV é uma junior mining, empresa do ramo de mineração focada na pesquisa acadêmica, de campo e de primeira exploração de jazidas ainda não exploradas, se destacando pelo trabalho intelectual e pela sua estrutura enxuta na busca por pequenos depósitos de recursos minerais extremamente rentáveis para uma pequena ou média operação, porém abaixo do nível mínimo de atratividade econômica para grandes mineradoras. A operação de uma junior mining se caracteriza pelo trabalho intelectual aliado à pesquisas de campo, antes de se iniciar uma operação de exploração mineral. Os gestores da empresa realizam estudos prévios sobre as cartas geológicas existentes para identificar regiões com potencial exploratório. Identificada a região, pleiteia-se uma autorização do órgão regulador para realizar pesquisa no local em que se encontra a possível jazida, que após concedida, a equipe de exploração mineral se desloca ao local para iniciar uma pesquisa de campo, coletando amostras do terreno, das rochas e demais minérios encontrados, os catalogando para iniciar os estudos de viabilidade técnica e econômica de exploração no local. 6 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  7. 7. O que fazemos Atestada a viabilidade técnica e econômica sobre o potencial exploratório da região, a júnior mining irá delimitar a área a ser explorada e elaborar um projeto de captação de investimento para dar início a execução da atividade de exploração mineral, apresentando dados de mercado do minério a ser extraído, projeções de faturamento, custo operacional e lucratividade do empreendimento. Com este projeto em mãos, os gestores da junior mining buscarão o valor necessário para iniciar as atividades de extração e de comercialização do mineral extraído, apresentando os detalhes da operação a investidores ou a companhias mineradoras de maior porte, que por sua vez ganham competitividade na comercialização final do minério extraído por ter tido que custear os trabalhos de pesquisa de campo e de viabilidade econômica, partilhando os resultados financeiros desta exploração com os investidores do projeto. 7 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  8. 8. Time BMV Herbert Sodré Sócio Fundador e Diretor de Exploração Mineral. https://br.linkedin.com/in/herbert-sodré-511a1918 Giselaine Neves Geóloga de Exploração Mineral https://br.linkedin.com/in/giselaine-neves-27612a30/en 8 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  9. 9. Razão Social: SOCIEDADE BRASIL EMPREENDIMENTOS PESQUISAS E MINERACAO LTDA EPP Sede Fiscal: Rua Joao Goulart 175, Térreo, Clodoaldo Costa, ltapetinga - BA - CEP 45700-000 CNPJ/MF: 11.195 .593/0001-05 Capital Social: R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) dividido em 250.000 (duzentas e cinquenta mil) quotas de valor nominal R$ 1,00 (um real) cada, assim distribuída entre os sócios: Quem Somos 9 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  10. 10. INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO 10 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  11. 11. Sumário Mineral - Agregados de Construção Civil – “Brita” 11 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  12. 12. Agregados para Construção Civil são materiais minerais, granulares e inertes, utilizados principalmente em obras de infraestrutura e edificações (residenciais, comerciais, industriais e governamentais). Os agregados mais comuns são pedra britada, areia e cascalho, consideradas como as substâncias minerais mais consumidas no Brasil e no mundo. O mercado brasileiro destes produtos é atendido por uma ampla e diversificada gama de produtores, envolvendo cerca de 3.100 empresas: 600 de produção de brita e 2.500 de extração de areia, com um total de 75.000 empregos diretos e 250.000 indiretos (Dados ANEPAC 2010). A produção é da ordem de 623 milhões de toneladas e faturamento de R$ 12 bilhões, situando-se a areia e a pedra britada no ranking da Produção Mineral Brasileira respectivamente em 1º e 2º lugar, excetuando os minerais energéticos (Dados ANEPAC 2010). A mineração de agregados para construção civil, em relação aos outros setores da mineração brasileira, possui características típicas, destacando-se: grandes volumes de produção, beneficiamento simples; baixo preço unitário; alto custo relativo de transporte e necessidade de proximidade das fontes produtoras / local de consumo. O que são agregados ? 12 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  13. 13. Os agregados são considerados bens minerais de uso social e matérias-primas, brutas ou beneficiadas, de emprego imediato na indústria da construção civil ou incorporados a produtos. O consumo de agregados per capita é um importante indicador da situação econômica e social de um país, bem como seu nível de desenvolvimento, uma vez que o uso destes componentes é relacionado com a melhoria da qualidade de vida e geração de conforto, além de ser considerado como um indicador de progresso e desenvolvimento. O termo agregado deriva do fato de a areia e a brita serem utilizados para a fabricação de produtos artificiais resistentes mediante a mistura com materiais aglomerantes de ativação hidráulica ou com ligantes betuminosos, e desta forma serem agregados respectivamente ao cimento para a fabricação do concreto e ao betume (piche) para formar o asfalto. Também se enquadram nesta definição os materiais granulares rochosos para pavimentos, com ou sem adição de elementos ativos, lastro de ferrovias e enroscamentos para proteção à erosão hidráulica. 13 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  14. 14. Os agregados para a construção civil são obtidos de materiais rochosos variados, consolidados ou granulares, fragmentados naturalmente ou por processo industrial. Podem ser oriundos de rochas sedimentares como arenitos e siltitos, sedimentos inconsolidados ou mantos de alteração de rochas, além de rochas metamórficas como os quartizitos, calcários e gnaisses; ígneas como o granito, sienitos, basaltos e diabásios. A dispersão geográfica é uma das características naturais dos minerais de emprego imediato na construção civil, pois o custo do frete determina a distância em que o produto mineral pode chegar ao consumidor de forma econômica. São encontradas jazidas de areias, cascalhos e pedras britadas em todas as regiões brasileiras e na grande maioria dos municípios, com exceção de algumas espessas bacias sedimentares que impedem o afloramento de rochas “duras” utilizadas na britagem, como a bacia amazônica na Região Norte do país. 14 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  15. 15. 32% 24% 14% 10% 9% 7% 4% Seguimentos do mercado de brita Segmentos consumidores de Brita e a participação do produto mineral em cada mercado. (Dados ANEPAC 2010). 15 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  16. 16. Brita e cascalho são materiais granulares naturais, que produzidos pela indústria extrativa mineral, caracterizam-se por apresentar dimensões e propriedades físicas, químicas e tecnológicas adequadas para uso como agregado graúdo na indústria da construção. Estes agregados têm a função de conferir resistência, durabilidade e trabalhabilidade aos concretos, em suas várias especificações. São obtidos da exploração de jazidas de rochas de diversos tipos, dependendo das características geológicas locais. Como exemplo, tem-se que, no Estado de São Paulo, 73% das reservas totais em toneladas aprovadas até o início de 2013, são de rochas granitoides (granito, gnaisse e outras), 23% são de rochas basálticas (basalto e diabásio), 3% de rochas calcárias (calcário e dolomito) e o restante, 1%, são de quartzito e cascalho (Dados: Sumário Mineral 2014 DNPM - Departamento Nacional de Produção Mineral). Por enquanto, não se tem levantamento semelhante para outras regiões do Brasil. Tanto no Brasil como mundialmente, os recursos geológicos para obtenção desses agregados são considerados abundantes, com eventual escassez em regiões muito localizadas. Oferta Mundial 16 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  17. 17. Com exceção do Acre, que importa de estados vizinhos a brita para seu consumo, todas as unidades da federação do Brasil são produtoras de brita e cascalho, conforme os Relatórios Anuais de Lavra (RAL) entregues ao DNPM. Porém, dados indiretos obtidos a partir do consumo de um importante produto complementar, o cimento, indicam que os números obtidos através dos RALs estão muito aquém do total produzido em todas as regiões. Tendo em conta este fato, as estatísticas publicadas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral - DNPM, em suas publicações, para brita e cascalho são estimativas e com base em dados de consumo de produtos complementares, notadamente cimento e asfalto, na indústria da construção. A estimativa é elaborada com base em valores médios das quantidades de agregado graúdo por tonelada de cimento ou asfalto em concretos (coeficientes técnicos), por tipo de uso na construção. Esses coeficientes técnicos são resultado de estudos desenvolvidos por equipes técnicas do DNPM e estão em constante revisão. Produção Interna 17 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  18. 18. O mercado produtor de rochas britadas é composto por empresas de vários tamanhos e natureza, variando desde mineradoras típicas, cujo principal produto pode ser a própria brita ou outro produto mineral, como o calcário agrícola ou para cimento, por exemplo, quanto empresas pertencentes a grupos produtores de cimento e/ou concreto, funcionando de maneira verticalizada, sendo algumas também coligadas a construtoras de vários portes. Os mercados são essencialmente regionais, uma vez que se trata de um produto de baixo valor unitário e os preços do frete pesam no valor final do produto. Sendo assim, as empresas instaladas próximas a áreas urbanas apresentam forte diferencial competitivo, atingindo grandes capacidades instaladas. As estimativas de produção de brita de 2013 são 2,3% superiores às de 2012. São Paulo foi o estado com maior produção/consumo, concentrando, em 2013, 27% do total nacional. A segunda unidade da federação mais importante foi Minas Gerais, que participou com 11% do total de 2013, seguida pelo Rio de Janeiro, com 8,2%, e Paraná, com 6,2% (Dados: Sumário Mineral 2014 DNPM - Departamento Nacional de Produção Mineral) . 18 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  19. 19. Em reportagem sobre o desempenho do setor de agregados veiculada na Revista Valor Setorial (VEIGA FILHO, 2014), a Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção Civil – ANEPAC, apresentou montantes superiores para a produção de brita no Brasil. Seriam 304 milhões de toneladas em 2013, valor 4% superior em relação a 2012. A diferença entre as estimativas da ANEPAC e do DNPM podem ser devidas aos usos da brita sem aglomerantes, como lastro ferroviário, enroscamento e filtro, que a do DNPM não consegue captar, por falta de coeficientes técnicos específicos. Com relação aos preços, utilizando-se como referência a tabela de preços do SINAPI, houve queda de 2,3% no preço médio nacional (considerando o produto Brita) em relação a 2012, refletindo preços menores praticados no Ceará, Amazonas, Maranhão, Goiás, Mato Grosso do Sul e Pernambuco. Destacam-se com os maiores preços nas capitais os estados do Acre, Rondônia, Roraima e Amapá, denotando a existência de problemas de abastecimento de diversas ordens, a maior parte deles relacionada à inexistência de jazidas de rochas em condições de exploração no entorno das grandes cidades. 19 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  20. 20. Consumo anual de brita dos últimos três anos no Brasil 255.000.000 260.000.000 265.000.000 270.000.000 275.000.000 280.000.000 285.000.000 290.000.000 295.000.000 Toneladas de brita por ano 267.987.000 287.040.000 293.526.805 2013 2014 2015 20 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  21. 21. Resumo Executivo do Empreendimento 21 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  22. 22. Após estudos do mercado local sobre a produção de agregados de construção civil “ Brita ” na cidade de Itapetinga e região sudoeste do estado da Bahia, constatamos uma grande disparidade em relação aos preços deste produto, enquanto o preço médio da brita é de R$ 60,00 reais na pedreira (unidade produtora), esta mesma brita é vendida na região por preços que variam de R$ 120,00 a R$ 150,00 reais, demonstrando um grande potencial para esta região. A localização escolhida pela BMV a colocou em situação privilegiada para atender o mercado local e regional, que abrange 14 cidades em um raio de até 100 km, com o anuncio de grandes obras para esta região, como a construção do Aeroporto de Vitória da Conquista, e barragens para combate a seca, construção da ferrovia Leste/Oeste, duplicação das rodovias federais como a BR 116 e 101, programas sociais como minha casa mina vida do governo federal e o fator mais importante é sem duvida a população superior a 700.000 habitantes. A pedreira mais próxima está a 100 km da cidade de Itapetinga, situada na cidade de Vitória da Conquista – Bahia. Todos esses fatores levaram este projeto a ser considerado como viável, a estimativa que em fase inicial de suas atividades a pedreira BMV venha a assumir grande parte deste mercado, atendendo a população com um preço menor ao praticado pela concorrente devido a elevada distância desta região. O Mercado 22 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  23. 23. Sudoeste da Bahia: A microrregião de Vitória da Conquista é uma das microrregiões do estado brasileiro da Bahia pertencente à mesorregião Centro-Sul Baiano. Sua população foi estimada em 2013 pelo IBGE em 676.323 habitantes e está dividida em dezessete municípios. Possui uma área total de 18.693,218 km². Mesoregião Dados técnicos de Consumo O consumo médio anual de brita é de 2,5 toneladas por habitantes/ano, a população destas 14 cidades somadas é superior a 700.000 habitantes. o que equivale a 1.750.000 MTA “ milhões de toneladas/ano” ou 1.166.333 m³/ano. O IDH-M da região sudoeste que é de 0,651 para o ano de 2013, por isso vamos trabalhar com cálculos em base de um consumo anual de 1,5 toneladas/ano ou 1 m³/ano, se for considerado a população de 700.000 habitantes vezes 1,5 toneladas ano temos 1.050.000 toneladas/ano ou 700.000 m³/ano, o preço cobrado na pedreira de C. Amorim é de R$ 60,00 o m³, com estes números teremos uma movimentação financeira neste mercado regional superior a R$ 42.000.000 por ano, o que representa um faturamento bruto mensal de R$ 3.500.000,00. 23 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  24. 24. O custo médio para produção de brita é de 18,00 reais o m³ levando em consideração o preço cobrado nestas cidades, que muda de acordo a distância da pedreira, podendo variar entre R$120,00 e R$150,00 por m3 de brita ½., onde na pedreira da cidade de Vitória da Conquista o preço é de 60,00 reais o m3. O que ocasiona o elevado aumento do preço deste produto é a elevada distância pedreira X cidade consumidora, comprometendo a competitividade do produto final destas cidades que estão no entorno do local escolhido pela BMV. Custo de Produção O preço da Pedreira BMV Vamos entrar neste mercado com preço de R$ 60,00 e uma produção inicial de apenas 10.000 m3 de brita mês, isso vai garantir uma movimentação financeira de R$ 600.000,00 mensal, isso representa uma fatia de apenas 17,14% do mercado atual, e conforme formos conquistando novos clientes, maior será a fatia do mercado, ajustando nossa planta de beneficiamento para produção excedente necessária, buscando atender boa parte do mercado do sudoeste da Bahia. 24 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  25. 25. Montar uma pequena unidade de produção de agregados de construção civil na cidade de Itapetinga é um empreendimento viável devido a sua localização estar em media de 60 km das cidades círculo vizinhas, tendo ampla vantagem de competição com a concorrente que está a 100 km da cidade de Itapetinga. Conclusão 25 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  26. 26. Pontos Favoráveis do Empreendimento • Energia trifásica dentro da área da pedreira • Material de alta qualidade • Fácil acesso a área - Apenas 7 km de estrada de terra até o asfalto • Apenas 7 km para o centro de Itapetinga, e rodovia federal BR 363 • Área em local de trato pastoril e fora de APA – Área de Preservação Ambiental • Material aflorado em toda área • Baixo custo de produção por não necessitar decapeamento da rocha 26 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  27. 27. Por que a Bahia? Tem seu território, na sua quase totalidade, coberto por mapeamento geológico, na escala de 1:250.000 e grande parte coberto por mapeamentos em escala 1:100.000, bem como outras escalas maiores. Gera mais de 13 mil postos de trabalho no setor, dos quais 11.400 estão no interior, especialmente na região do semiárido e mais de 1.500 empregos na região metropolitana de Salvador. 27 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  28. 28. Mapa de localização da Pedreira BMV 28 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  29. 29. Mapa geológico da área 870.573/2013 Pedreira BMV 29 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  30. 30. Imagens do Local 30 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  31. 31. Imagens do Local 31 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  32. 32. Imagens do Local 32 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  33. 33. LICENÇAS E AUTORIZAÇÕES PARA EXPLORAÇÃO 33 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  34. 34. Licenças e Autorizações A atividade de exploração mineral é restrita ao poder público e só poderá ser exercida pela iniciativa privada mediante a outorga de autorização específica para tanto. Em regra são três as autorizações, quais sejam: • Autorização para pesquisa; • Licenciamento ambiental prévia, de implantação e de e operação; • Outorga de exploração. A autorização para pesquisa da área a ser explorada foi regularmente concedida para a Emissora, conforme extrato do requerimento de pesquisa e do alvará a seguir demonstrados: 34 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  35. 35. Licenças e Autorizações para exploração Requerimento de Pesquisa - 870.573/2013 35 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  36. 36. Licenças e Autorizações para Pesquisa Alvará de Pesquisa 8590/2013 36 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  37. 37. O município de Itatinga – BA, jurisdição em que se encontra a área a ser explorada, foi habilitado pelo IBAMA no ano de 2013 para exercer a gestão ambiental local, tendo legitimidade para emitir o licenciamento ambiental, bem como para monitorar e fiscalizar a atividades de impacto local. No caso dos agregados para a construção civil, a legislação do município determina que em área inferior a 4,99 hectares, compatível com a área a ser explorada pela Emissora, está o empreendimento dispensado da emissão de licença ambiental, bastando comunicar tal fato à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que em aproximadamente uma semana comunica a dispensa de licenciamento. . Licenças Ambientais 37 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  38. 38. Outorga para Exploração O Código de Minas (Marco Regulatório da Exploração Mineral no Brasil) em seu art. 22, estabelece que é “admitida, em caráter excepcional, a extração de substâncias minerais em área titulada, antes da outorga da concessão de lavra, mediante prévia autorização do DNPM, observada a legislação ambiental pertinente”. Regulamentado o artigo acima mencionado, a Portaria nº 144, de 3 de maio de 2007 do Departamento Nacional de Produção Mineral, estabelece que para a emissão da Guia de Utilização, documento que autoriza a exploração mineral, em regra após a outorga, “serão consideradas como excepcionais a aferição da viabilidade técnico-econômica da lavra de substâncias minerais no mercado nacional e/ou internacional”, podendo a Emissora iniciar a exploração da área pesquisada, mesmo antes da outorga; A viabilidade técnino-econômica das amostras coletadas na etapa de pesquisa já foram atestadas pela Superintendência de Infraestrutura de Transporte do Estado da Bahia – SIT, de acordo com o documento a seguir apresentado, informando que a “amostra apresentou adesividade satisfatória” para a utilização em obras de infraestrutura de execução ou de competência desta Superintendência. Com este documento em mãos a Emissora tem elementos suficientes para emitir a Guia de Utilização para a exploração da área pesquisada, mesmo antes da outorga de exploração. 38 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  39. 39. Teste de qualidade do agregado de Construção Civil 39 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  40. 40. PROJEÇÕES FINANCEIRAS DO EMPREENDIMENTO 40 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  41. 41. • Preço de venda para o M³ de brita - R$ 60,00 • Capacidade anual de produção máxima - 312.000 m3 • Produção inicial - 120.000 m3/ano • Previsão de faturamento bruto por ano - R$ 7.200.000,00 • Custo de produção - R$ 19,38 m3 • Lucro por tonelada - R$ 40,62 • Lucro anual - R$ 4.874.400,00 Projeções Financeiras do Empreendimento - Premissas 41 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  42. 42. 2.400.000,00 500.000,00 5.000.000,00 1.000.000,00 0,00 1.000.000,00 2.000.000,00 3.000.000,00 4.000.000,00 5.000.000,00 6.000.000,00 Investimento Investimento 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 2024 2025 42 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  43. 43. 0 50000 100000 150000 200000 250000 300000 Produção Produção 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 2024 2025 43 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  44. 44. 6.000.000,00 8.640.000,00 9.360.000,00 10.080.000,00 10.800.000,00 14.400.000,00 0,00 2.000.000,00 4.000.000,00 6.000.000,00 8.000.000,00 10.000.000,00 12.000.000,00 14.000.000,00 16.000.000,00 Faturamento Faturamento 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 2024 2025 44
  45. 45. 4.062.000,00 5.849.280,00 6.336.720,00 6.824.160,00 7.311.600,00 9.748.800,00 0,00 2.000.000,00 4.000.000,00 6.000.000,00 8.000.000,00 10.000.000,00 12.000.000,00 Lucro Lucro 2016 1 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 2024 2025 45 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  46. 46. 0,00 2.000.000,00 4.000.000,00 6.000.000,00 8.000.000,00 10.000.000,00 12.000.000,00 14.000.000,00 16.000.000,00 Investimento Pradução m3 Faturamento Lucro Consolidado 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 2024 2025 46 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  47. 47. CUSTO DE MÃO DE OBRA 47 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  48. 48. Histograma de mão de obra da planta Descrição 1° Turno 6 H 2° Turnos 6 H 3° Turnos 6 H Central de britagem 06 12 18 Adm/ Controle 01 01 01 Encarregado Geral 01 01 01 TOTAL 08 14 20 Britagem Desmonte Descrição 1° Turno 6 H 2° Turnos 6 H 3° Turnos 6 H Blaster 01 01 - Operador de Perfuratriz 01 01 - Ajudante de Perfuratriz 01 01 - TOTAL 03 03 - 48 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  49. 49. Histograma de mão de obra da planta A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Carregamento e Transporte Descrição 1° Turno 6 H 2° Turnos 6 H Operador de Pá Carregadeira 01 01 Motorista Habilitação D 01 01 Operador de Escavadeira 01 01 TOTAL 03 03 Administrativo Descrição 1° Turno 6 H 2° Turnos 6 H Gerente Operacional 01 - Gerente Comercial 01 - Gerente Administrativo 01 - Secretária 01 01 TOTAL 04 01 49 Material Publicitário
  50. 50. Histograma de mão de obra da planta Remuneração e Despesas Função Quantidade Salário Eng. encarregado de produção 01 R$ 7.000,00 Engenheiro de minas 01 R$ 10.000,00 Blaster 01 R$ 2.000,00 Motorista habilitação D 01 R$ 1.200,00 Motorista habilitação E 01 R$ 1.390,00 Operador de escavadeira 01 R$ 1.550,00 Operador de carregadeira 01 R$ 1.500,00 Mecânico de pesados 01 R$ 2.000,00 Torneiro mecânico 01 R$ 1.500,00 Ajudante geral 03 R$ 788,00 Função Quantidade Salário Contabilidade 01 R$ 788,00 Secretaria 01 R$ 788,00 Aux de serviços gerais 01 R$ 788,00 Motorista de veículo leve 01 R$ 788,00 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS 50 Material Publicitário
  51. 51. INVESTIMENTO EM EQUIPAMENTOS A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS 51 Material Publicitário
  52. 52. O montante total a ser captado inicialmente será de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), podendo a oferta se estender, dentro do prazo de 90 (noventa) dias em que estará disponível, extensível por adicionais 90 (noventa) dias, a uma segunda tranche no valor de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais), totalizando o valor total a ser captado de R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais). No primeiro cenário, caso a captação alcance o primeiro tranche no prazo em que estiver disponível, parte do recurso levantado será direcionado para a aquisição de equipamentos para a planta de britagem, porém, o restante será provisionado no balanço do empreendimento para a locação dos equipamentos Rebritador Cone e da Escavadeira Hidráulica. Caso a oferta alcance o valor da primeira tranche antes de encerrado o prazo da oferta, será iniciado de forma automática, a segunda tranche para levantar o valor restante de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais), totalizando o valor total a ser captado de R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais). Neste segundo cenário, a totalidade do recurso levantado será direcionado para a aquisição de equipamentos para a planta de britagem, não havendo necessidade de locação de equipamentos adicionais, na forma demonstrada abaixo: Utilização dos Recursos Captados na Oferta 52 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  53. 53. Destinação dos Recursos Captados – Captação Parcial Equipamento Quantidade Salário Alimentador Vibratório Simplex SXA-0727 01 R$ 81.640,00 Britador de Mandíbulas Simplex SXBM-6240 01 R$ 160.000,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 24” x 19,5 m x 15,0 CV 01 R$ 65.505,00 Peneira Vibratória Inclinada Simplex SXPI-3012/3D 01 R$ 53.180,00 Locação Rebritador Cone Simplex SXSP-100 01 R$ 20.000,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 20” x 16,0 m x 7,5 CV 01 R$ 41.835,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 20” x 18,0 m x 7,5 CV 03 R$ 138.825,00 Conjunto de estruturas metálicas de sustentação 01 R$ 136.120,00 Quadro elétrico de força e comando - op. Manual 01 R$ 89.475,00 Pá carregadeira CASE W20 01 R$ 250.000,00 Locação Escavadeira Hidráulica – DOOSAN DX 340 LC-A 01 R$ 80.000,00 Compressor parafuso diesel 150Q 01 R$ 44.870,00 Perfuratriz manual PWHP-25 02 R$ 5.300,00 Balança para pá carregadeira Loadrite L-2150 01 R$ 16.350,00 Compressor portátil – Chicago Pneumatic 900Q 01 R$ 191.790,00 Perfuratriz pneumática – WOLF MW-5000 01 R$ 96.000,00 TOTAL 19 R$ 1.500.000,00 53 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  54. 54. Destinação dos Recursos Captados – Captação Total Equipamento Quantidade Salário Alimentador Vibratório Simplex SXA-0727 01 R$ 81.640,00 Britador de Mandíbulas Simplex SXBM-6240 01 R$ 160.000,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 24” x 19,5 m x 15,0 CV 01 R$ 65.505,00 Peneira Vibratória Inclinada Simplex SXPI-3012/3D 01 R$ 53.180,00 Rebritador Cone Simplex SXSP-100 01 R$ 368.420,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 20” x 16,0 m x 7,5 CV 01 R$ 41.835,00 Transp. de Correia Simplex SXTC 20” x 18,0 m x 7,5 CV 03 R$ 138.825,00 Conjunto de estruturas metálicas de sustentação 01 R$ 136.120,00 Quadro elétrico de força e comando - op. Manual 01 R$ 89.475,00 Pá carregadeira CASE W20 01 R$ 250.000,00 Escavadeira Hidráulica – DOOSAN DX 340 LC-A 01 R$ 690.000,00 Compressor parafuso diesel 150Q 01 R$ 44.870,00 Perfuratriz manual PWHP-25 02 R$ 5.300,00 Balança para pá carregadeira Loadrite L-2150 01 R$ 16.350,00 Compressor portátil – Chicago Pneumatic 900Q 01 R$ 191.790,00 Perfuratriz pneumática – WOLF MW-5000 01 R$ 96.000,00 TOTAL 19 R$ 2.429.310,00 54 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  55. 55. FLUXOGRAMA PLANTA DE BRITAGEM 55 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  56. 56. Entrada Agregados Brita 1 Brita ¹/² Brita 0 56 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  57. 57. 57 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  58. 58. SUMÁRIO EXECUTIVO DA OFERTA PÚBLICA DIRETA 58 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  59. 59. Esta é uma oferta pública direta de títulos realizada pela Emissora, de forma autônoma, sem a participação ou assessoramento de uma instituição financeira ou intermediária, mediante comunicação de dispensa automática de registro perante a CVM, na forma prevista art. 5°, inciso III da Instrução Normativa 400/2003. Sumário Executivo da Oferta Característica Informações Emissora SOCIEDADE BRASIL EMPREENDIMENTOS PESQUISAS E MINERACAO LTDA EPP Título Ofertado Contrato de Investimento Coletivo em Empresa de Pequeno Porte Natureza Jurídica do Título Títulos de valor mobiliário ofertado publicamente e que atribui direito de participação do investidor em parte dos resultados financeiros obtidos pela Emissora, com pagamento de verba compensatória em caso de rescisão antecipada do Contrato de Investimento Participação nos Resultados 15% (quinze por cento) sobre a receita bruta anual da Emissora. Emissão Primeira Série Única Valor Nominal Unitário R$ 100,00 (cem reais) Quantidade Ofertada 15.000 (quinze mil) títulos na primeira tranche e 9.000 títulos na segunda tranche, totalizando 24.000 (vinte e quatro mil) títulos Prazo de Captação 180 dias Remuneração Variável de acordo com os resultados da Emissora. Valor a ser distribuído entre os investidores corresponderá ao percentual de participação de cada um deste no Contrato de Investimento Coletivo. Atualização Monetária Não há Prazo de Vencimento Cinco anos contados da data de encerramento do projeto de captação de investimento e adesão regular de todos os investidores ao Contrato de Investimento Coletivo ofertado. 59 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  60. 60. REQUISITOS MÍNIMOS PARA ADERIR A OFERTA COMO INVESTIDOR 60 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  61. 61. Requisitos para Investir • Pessoa Física ou Jurídica. • Se Pessoa Física, maior de 18 anos; Se Pessoa Jurídica, com sede no Brasil, devidamente representada por Pessoa Física maior de 18 anos. • Não ser uma pessoa politicamente exposta, na forma prevista nas Instruções Normativas 301 e 463 da CVM. • Ter declarado ciência sobre os fatores de riscos da Oferta. • Ter aceitado os termos e condições da Oferta, além dos termos de utilização e política de privacidade StartMeUp Crowdfunding. • Concordar e assinar eletronicamente o Termo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro antes de aderir ao Contrato de Investimento Coletivo. 61 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  62. 62. DIREITOS E OBRIGAÇÕES DO INVESTIDOR 62 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  63. 63. Direitos e Garantias do Investidor a. Participar na distribuição de resultados apurados pela Emissora durante o prazo em que vigorar o Contrato de Investimento Coletivo. b. Receber uma verba compensatória em caso de rescisão antecipada do Contrato de Investimento Coletivo por parte da Emissora. c. Possibilidade de transmissão privada do título adquirido para terceiros durante a vigência do Contrato de Investimento, sem que para tanto seja necessária anuência dos demais Investidores da Oferta ou da Emissora. d. Ter acesso a informações sobre a utilização e gestão dos recursos levantados pela Emissora na Oferta para a correta prestação de contas, mediante apresentação de relatórios fornecidos por esta em periodicidade mínima anual. e. Retirar-se do Contrato de Investimento Coletivo a qualquer momento, mediante a observação das condições listadas na escritura do título. 63 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  64. 64. Obrigações das Partes Obrigações da Emissora: a. Responsável exclusiva pelo recolhimento de todos os tributos incidentes sobre as atividades relacionadas ao empreendimento; b. Manter comunicação constante com os Investidores e atualizá-los sobre a evolução do empreendimento; c. Gerir os fundos para a execução do empreendimento de forma responsável e transparente; d. Quando aplicável, encaminhar anualmente o informe de rendimento dos investidores em relação aos valores recebidos a título de participação nos resultados da Emissora, para fins de declaração do Imposto de Renda; e. Não atuar em atividades ilícitas ou irregulares, zelando pela reputação do empreendimento e dos Investidores. Obrigações do Investidor: a. Assinar o Termo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro; b. Apresentar dados e declarações verdadeiras antes de aderir aos termos do Contrato de Investimento Coletivo; c. Acionar a sua rede de contatos pessoais e profissionais que de alguma forma tragam ou possam trazer algum benefício ou oportunidade de negócios para a Emissora; 64 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  65. 65. APURAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS RESULTADOS 65 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  66. 66. Apuração e distribuição dos resultados a. Os resultados da Emissora a serem distribuídos ocorrerão anualmente a partir do segundo ano de vigência do Contrato de Investimento, tendo como base o faturamento bruto alcançado pela Emissora no ano anterior. b. O montante a ser distribuído entre os Investidores será obtido com base na aplicação do percentual de participação nos resultados ofertado aos Investidores, qual seja 15% (quinze por cento) sobre o a totalidade do faturamento bruto apurado no ano anterior ao da sua aferição. c. O valor a ser distribuído a cada um dos Investidores da presente Oferta será calculado com base no percentual de participação de cada um destes no Contrato de Investimento Coletivo sobre o valor total a ser distribuído pela Emissora, participação correspondente ao montante que investiu em relação ao total do valor captado publicamente. 66 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  67. 67. Apuração e distribuição dos resultados Fórmula para se calcular os Resultados da Emissora a serem distribuídos entre os Investidores: RD = (LP x PPR) x PPI RD = Resultados a serem Distribuídos FB = Faturamento Bruto da Emissora PPR = Percentual de Participação nos Resultados da Emissora PPI = Participação Proporcional do Investidor no Contrato 67 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  68. 68. Apuração e distribuição dos resultados Caso a Emissora alcance a receita bruta anual projetada de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais), na forma prevista nas projeções da presente oferta, o montante a ser distribuído naquele período para um Investidor que tenha investido R$ 24.000,00 (vinte e quatro mil reais), detendo 1% (um por cento) de participação no Contrato de Investimento, com a aplicação da fórmula para se calcular o Resultados da Emissora a serem distribuídos, teremos o seguinte valor: RED = (R$ 6.000.000,00 x 15%) x 1% RED = R$ 9.000,00 Assim, caso a Emissora alcance a meta de faturamento prevista no primeiro ano do Contrato de Investimento, o Investidor que detiver 1% de participação no Contrato de Investimento Coletivo fará jus a um montante de R$ 9.000,00, a título de distribuição de resultados da Emissora naquele ano. 68 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  69. 69. RESCISÃO ANTECIPADA DO CONTRATO 69 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  70. 70. Rescisão antecipada do Contrato de Investimento Situações em que o Contrato de Investimento será considerado como terminado: a. Ao final de sua vigência; b. Retirada unilateral da Emissora; c. Em caso de infração aos termos do Contrato pela Emissora, quando tal infração não ter sido solucionada na forma prevista no Contrato; d. Na ocorrência de pedido de recuperação judicial ou falência da Emissora, ou da declaração de insolvência civil de qualquer de seus administradores; 70 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  71. 71. Rescisão antecipada do Contrato de Investimento • O Investidor que desejar sair do Contrato poderá ceder de forma privada a totalidade das quotas de investimento que detiver aos demais Investidores do contrato ou a terceiros. • O terceiro que receber as quotas do Investidor no caso previsto acima deverá estar regularmente cadastrado na Plataforma, além de ter concordado e ter assinado eletronicamente o Termo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro da Oferta antes de receber tais quotas. • O Investidor que ceder a totalidade das suas quotas de investimento deixa de deter o direito de participar da partilha dos resultados da Emissora. 71 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  72. 72. Rescisão antecipada do Contrato de Investimento Caso a rescisão antecipada do Contrato de Investimento Coletivo, quando ocasionada pela Emissora, esta deverá pagar uma verba compensatória aos Investidores calculada com base na aplicação de um percentual de expectativa de ganho sobre o valor total investido pelo Investidor, mediante a seguinte fórmula: VC = (VI x FVEG) - GAR VC = Verba Compensatória VI = Valor do Investimento FVEG = Fator Variável de Expectativa de Ganho GAR = Ganhos Acumulados e Recebidos Período Fator Variável de Expectativa de Ganho Até 12 meses 1,3 13 a 24 meses 1,7 25 a 36 meses 2,2 37 a 48 meses 2,9 49 a 60 meses 3,7 72 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  73. 73. INFORMAÇÕES ADICIONAIS SOBRE O CONTRATO DE INVESTIMENTO 73 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  74. 74. Informações Adicionais sobre o Contrato de Investimento Coletivo a) Objeto: Regular o investimento que o Investidor fará na Emissora, que se dará mediante a aquisição de Quotas de Investimento com o objetivo de tornar exequível o Plano de Expansão da Emissora. b) Início e Vigência: A Vigência do Contrato de Investimento Coletivo se inicia no momento em que se encerrar a oferta de captação pública de investimentos, condicionado ao alcance da meta de captação prevista no projeto, permanecendo vigente por cinco anos. c) Formação dos Fundos para aplicação no empreendimento: Será formado pela totalidade dos investimentos captados na presente Oferta Pública. d) Gestão dos Fundos: Será de responsabilidade exclusiva da Emissora, por meio de seus representantes legais ou administradores. e) Responsabilidade perante Terceiros: Será integral e exclusiva da Emissora a responsabilidade por atos ou fatos causados em razão da execução das atividades relacionadas ao empreendimento, seja no âmbito fiscal, trabalhista, previdenciária, das relações de consumo ou criminal. f) Lei Aplicável e Foro: Legislação Brasileira, Foro Central da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, local da sede da Emissora. 74 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  75. 75. FATORES DE RISCO 75 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  76. 76. Fatores de Risco Dispensa de Registro A presente oferta foi dispensada de registro e a Comissão de Valores Mobiliários – CVM não garante a veracidade das informações prestadas pelo ofertante nem julga a sua qualidade ou a dos valores mobiliários ofertados. Experiência em Finanças e Negócios Espera-se que o investidor da presente Oferta tenho conhecimento e experiência em finanças e negócios em nível suficiente para avaliar e discernir sobre os riscos e sobre o seu o conteúdo. Acesso às Informações da Oferta Antes de aderir aos termos da presente oferta o Investidor deverá acessar amplamente todas as informações a esta relacionadas e fazer um juízo de valores suficiente antes de tomar a decisão de investir na oportunidade ofertada 76 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  77. 77. Fatores de Risco Perda do Valor Investido em sua integralidade O investimento em empreendimentos em estágio inicial é considerado como de risco. Não existe uma probabilidade de acerto ou erro no estabelecimento de uma nova empresa. O investimento direto em uma empresa por meio da plataforma de investimento colaborativo não garante qualquer retorno e a perda total ou parcial do valor investido não pode ser desconsiderada. Recomenda- se não investir mais dinheiro do que se está disposto a perder. Diversificação Investir em empresas em estágio inicial só deve ser feito como parte de uma estratégia de diversificação de carteira. Deve-se investir quantidades relativamente pequenas em várias empresas, em vez de um valor alto em apenas uma ou duas empresas. Deve-se investir em empresas emergentes como classe de ativos e apenas uma pequena parte do capital disponível do Investidor. Falta de Liquidez O título a ser adquirido pelo Investidor não possui liquidez considerável por não haver uma cultura de investimento via Royalty Crowdfunding no Brasil, e também por ainda não existir um mercado secundário organizado e regulamentado para a negociação destes títulos, que por sua vez somente poderá ocorrer de forma privada. 77 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  78. 78. Fatores de Risco Alto número de investidores Empreendedores de alta performance ou que gerenciam negócios com grande potencial de crescimento podem não desejar se associar a muitos investidores, e oportunidades de investimentos mais rentáveis e de menor risco podem não ser frequentes na plataforma administrada pela Emissora. Experiência em Governança Corporativa A falta de estrutura e experiência em governança das empresas que desejam captar investimentos por meio da plataforma administrada pela Emissora pode não atrair investidores profissionais ou que estejam dispostos a investir recursos consideráveis nas ofertas ali veiculadas, podendo reduzir a sua rentabilidade. Autorizações e Licenças de Exploração A exploração dos agregados de construção civil mencionados na presente oferta está atrelada à obtenção de autorizações e outorgas emitidas por órgãos Estaduais e Federais, concedidas em caráter precário e suscetíveis a revogação, suspensão ou cancelamento, que caso verificadas, poderão inviabilizar a rentabilidade do empreendimento. 78 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  79. 79. Fatores de Risco Atividade sujeita a obrigações regulatórias complexas A exploração de minérios no Brasil é atividade exclusiva do Estado e somente pode ser realizada por entes privados mediante a obtenção de licenças, autorizações, registros e outorgas concedias por dos órgãos e agências reguladoras do setor, estando a Emissora sujeita a obrigações regulatórias complexas e burocráticas suscetíveis a alterações e ajustes, que podem impactar em seus custos operacionais no caso de modificação regulatória superveniente. Risco das contingências ambientais Por se tratar de investimento em empreendimento que têm como objeto a exploração de jazidas de minérios, eventuais contingências ambientais supervenientes podem acarretar a rentabilidade do negócio e/ou, quando aplicável, implicar em responsabilidades pecuniárias para os a Emissora, como indenizações e multas por prejuízos causados ao meio ambiente, e consequentemente para o empreendimento, o que pode afetar negativamente rentabilidade do investimento. Risco de Desastres Naturais A ocorrência de desastres naturais como, por exemplo, vendavais, inundações, tempestades ou terremotos pode causar danos ao terreno em que se localiza a jazida e/ou equipamentos que compreendem o empreendimento, afetando negativamente a rentabilidade do investimento nestes casos. 79 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  80. 80. Fatores de Risco Risco de sinistro A propriedade em que se localiza a jazida a ser explorada poderá ser objeto de seguro de cobertura patrimonial ou de riscos de responsabilidade civil, na ocorrência de sinistros. No entanto, não se pode garantir que o valor segurado será suficiente para cobrir ou amenizar perdas relevantes ou para indenizar eventuais vítimas do sinistro ocorrido, o que poderá ocasionar efeitos adversos na condição financeira da Emissora e impactar negativamente a rentabilidade do investimento. 80 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  81. 81. INFORMAÇÕES DE CONTATO DA EMISSORA 81 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário
  82. 82. Herbert Sodré BMV – Director of Mineral Research & Exploration Bahia – Brasil M: +55 77 9141 7030 E-mail: herbertsodre@brazilmv.com Direitos Reservados© BMV 2016 82 A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA CVM. A CVM NÃO GARANTE A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS PELO OFERTANTE NEM JULGA A SUA QUALIDADE OU A DOS VALORES MOBILIÁRIOS OFERTADOS Material Publicitário

×