Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula 01 unidade 2 - transporte de íons através das membranas

19,960 views

Published on

  • Be the first to comment

Aula 01 unidade 2 - transporte de íons através das membranas

  1. 1. Transporte de Íons e Moléculas através das Membranas SOLANGE LEITE
  2. 2. Membranas Celulares  Estruturas altamente diferenciadas.  Capazes de selecionar, por mecanismos de transporte Ativos e Passivos, os ingredientes que devem passar, tanto para dentro, como para fora da célula.
  3. 3. Membranas Celulares Funções     Isolamento Físico: mantém o conteúdo interno separado, mas não isolado do meio externo; Regulação das trocas com o ambiente: controla a entrada de íons e nutrientes, a eliminação de excretas e a liberação de produtos de secreção (permeabilidade seletiva); Comunicação entre a célula e seu ambiente: ela contém receptores que permitem reconhecer as moléculas ou as mudanças no ambiente externo; Suporte estrutural: as proteínas presentes mantém o formato celular e também criam junções especializadas que estabilizam a estrutura.
  4. 4. COMPONENTES DAS MEMBRANAS CELULARES Proteínas Bicamada lipídica Carboidratos
  5. 5. COMPONENTES DAS MEMBRANAS CELULARES PROTEÍNAS TIPOS: ► Periféricas ► Integrais
  6. 6. COMPONENTES DAS MEMBRANAS CELULARES Proteínas Integrais: ► Parcial ► Transmembrana
  7. 7. COMPONENTES DAS MEMBRANAS CELULARES Proteínas Transmembrana: ► Passagem Única ► Passagem Múltipla
  8. 8. Membranas Biológicas Estrutura  MODELO DO MOSAICO FLUIDO - Sugerido por Singer e Nicholson (1972) - As proteínas das membranas estão espalhadas na bicamada lipídica, do lado interno, externo ou atravessando completamente a membrana plasmática
  9. 9. COMPONENTES DAS MEMBRANAS CELULARES MODELO MOSAICO FLUIDO: Capacidade de migração dos fosfolipídeos e proteínas pela membrana celular
  10. 10. Transporte através da Membrana  SEM GASTO DE ENERGIA - PASSIVO - Difusão Simples - Difusão Facilitada - Osmose  COM GASTO DE ENERGIA – ATIVO - Transporte Ativo – Bomba de Na+/K+ - Fagocitose Transporte em Quantidade - Pinocitose - Clasmocitose
  11. 11. DIFUSÃO  Transporte passivo;  Ocorre devido ao movimento aleatório e contínuo da substância nos líquidos corporais, devido a uma energia cinética da própria matéria;  Quando uma substância é colocada em presença de outra igual, sendo que entre as mesmas há uma diferença de concentração: - Haverá um deslocamento espontâneo das "partículas" do meio de maior (hipertônico) para o meio de menor concentração (hipotônico) o meio ficará homogêneo (isotônico), interrompendo o fenômeno.
  12. 12. DIFUSÃO  Pode se dar tanto através dos poros como também através da dupla camada lipídica;  É inversamente proporcional à distância a ser percorrida e ao diâmetro da partícula; Íons Poros Água Poros e Bicamada Lipídica Gases e Hormônios Bicamada Lipídica
  13. 13. DIFUSÃO SIMPLES  Movimento cinético pelos orifícios ou pelos espaços intermoleculares da membrana, sem necessidade da participação de proteína transportadora; Ocorre sem gasto de energia (passivo), ATP intracelular e sem ajuda de transportadores;  A favor do gradiente de concentração do soluto;  O2, CO2, N2, Ácidos graxos, Esteróides, Glicerol e
  14. 14. DIFUSÃO SIMPLES
  15. 15. DIFUSÃO SIMPLES
  16. 16. DIFUSÃO SIMPLES
  17. 17. DIFUSÃO FACILITADA - Exige a participação de proteína carreadora para o transporte das moléculas ou íons (não lipossolúveis ou de tamanho molecular muito grande); - Há alteração conformacional; - Ex: Glicose, Galactose, Aminoácidos.
  18. 18. DIFUSÃO FACILITADA
  19. 19. DIFUSÃO FACILITADA
  20. 20. OSMOSE - É a difusão através de membranas semipermeáveis, onde há passagem apenas do solvente do meio menos concentrado para o mais concentrado a fim de equilibrá-los. - A substância mais abundante a se difundir através da membrana celular é a água. - Passagem de água de um gradiente de menor concentração de soluto para um gradiente de maior concentração, por meio de uma membrana semipermeável.
  21. 21. OSMOSE
  22. 22. OSMOSE Solução Isotônica Solução Hipertônica Solução Hipotônica - Plasmólise - Turgescência -
  23. 23. TRANSPORTE ATIVO - É o movimento de íons, ou de outras substâncias, através da membrana, em combinação com uma proteína carreadora, mas, além disso, contra um gradiente de energia (concentração, pressão ou elétrico). - Há um consumo de ATP intracelular.
  24. 24. TRANSPORTE ATIVO Bomba de Na+ e K+ Na realidade está ocorrendo difusão e íons de Na+ estão continuamente penetrando na célula. No entanto, ao mesmo tempo, a membrana está expulsando íons Na+ da célula, sem parar. Manutenção do equilíbrio osmótico através do bombeamento de íons Na+ para fora da célula.
  25. 25. TRANSPORTE ATIVO Bomba de Na+ e K+ O K+, por difusão, tende a "fugir" da célula, porém a membrana o reabsorve constantemente. Ou seja, a membrana "força" a passagem do K+ de um local de menor concentração (plasma), para o de maior concentração Há o gasto de energia no processo. Importante na síntese de proteínas e na respiração celular.
  26. 26. Bomba de Na+ e K+
  27. 27. Proteína Bicamada Fosfolipídica Difusão Simples Difusão Facilitada Transporte Ativo
  28. 28. TRANSPORTE EM QUANTIDADE  Capacidade das células de transferirem para o seu interior, em bloco, grande quantidade de macromoléculas (proteínas, polissacarídeos, polinucleotídeos) e, até mesmo, partículas visíveis ao microscópio óptico, como bactérias.  Fagocitose e Pinocitose: também relacionadas com um mecanismo de defesa existente em muitos animais, realizado por células denominadas fagócitos.
  29. 29. FAGOCITOSE
  30. 30. FAGOCITOSE
  31. 31. FAGOCITOSE
  32. 32. PINOCITOSE
  33. 33. PINOCITOSE
  34. 34. Partículas sólidas Partículas líquidas

×