Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
ANTES DO CRISTIANISMOTrabalho realizado por: Sofia Graça Nº 23                        Daniela Monteiro Nº                 ...
Introdução    A religião na Roma Antiga caracterizou-se pelo     politeísmo, com elementos que combinaraminfluências de di...
Politeísmo A religião era muito importante para os Romanos.Eram politeístas – acreditavam em mais do que um               ...
Politeísmo  Os romanos imaginavam os deuses como seres      humanos mas imortais e que podiam            metamorfosearem- ...
Politeísmo – Influências   A religião romana mostrou-se muito tolerante.  Há medida que iam conquistando outros povos, os ...
Politeísmo   Deus Mitra         Deusa ÍsisProtetor do Império   A Grande Mãe
PoliteísmoNome dos deuses    Gregos        Romanos          Deus     Zeus         Júpiter    Céu, tempestades             ...
Cultos na religião romana     Havia 3 cultos na religião romana:             - Culto público;      - Culto doméstico ou fa...
Culto público         - Realizava-se em templos;- Dirigi-a se aos deuses protetores da cidade; - Era organizada pelos sace...
Culto Familiar        Em todas as casas romanas , havia uma      capela ou um altar onde se prestava cultos        aos ant...
Culto Familiar    O culto familiar era dirigido pelo          paterfamilias (pai),No lar eram honrados os vários espíritos...
Culto Imperial No período imperial impôs-se o culto ao  imperador. O Imperador passou a ser  divinizado e cultuado como um...
Culto Imperial – Otávio AugustoDurante o seu governo, Augusto promoveu uma série de reformas sociais  e administrativas. I...
Culto Imperial – Otávio AugustoAlém disso, ele promoveu os valores religiosos tradicionais da   república, restaurando tem...
Culto Imperial    Entretanto, o culto não era direcionado à pessoa doimperador em si, mas à sua essência divina, o que o c...
O sacrifício  Preparação de um sacrifício                                Tanto no culto público quanto no privado,        ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Religioes romanas antes do cristianismo

  • Login to see the comments

Religioes romanas antes do cristianismo

  1. 1. ANTES DO CRISTIANISMOTrabalho realizado por: Sofia Graça Nº 23 Daniela Monteiro Nº 10ºD1
  2. 2. Introdução A religião na Roma Antiga caracterizou-se pelo politeísmo, com elementos que combinaraminfluências de diversos cultos ao longo de sua história.Desse modo, em sua origem, crenças etruscas, gregas e orientais foram sendo incorporadas aos costumes já tradicionais de acordo com sua efetividade.
  3. 3. Politeísmo A religião era muito importante para os Romanos.Eram politeístas – acreditavam em mais do que um deus.
  4. 4. Politeísmo Os romanos imaginavam os deuses como seres humanos mas imortais e que podiam metamorfosearem- se. Eram antropomórficos
  5. 5. Politeísmo – Influências A religião romana mostrou-se muito tolerante. Há medida que iam conquistando outros povos, os romanos foram integrando na sua religião deusespertencentes a outras culturas, como por exemplo o deus Mitra de persa. E a deusa Ísis de origem egípcia. No entanto foram as influências gregas que maismarcaram o império romano. Os romanos adoptaram os seus deuses mudando apenas os seus nomes.
  6. 6. Politeísmo Deus Mitra Deusa ÍsisProtetor do Império A Grande Mãe
  7. 7. PoliteísmoNome dos deuses Gregos Romanos Deus Zeus Júpiter Céu, tempestades (deus dos deuses) Hera Juno Força vital (deusa dos deuses) Apolo Apolo Sol e artes Hefesto Vulcano Fogo, artesãos Ares Marte Guerra Poseidon Neptuno Mar Artemisa Diana Lua e caça Atena Minerva Sabedoria Afrodite Vénus Beleza e amor Hermes Mercúrio Comércio e viagens
  8. 8. Cultos na religião romana Havia 3 cultos na religião romana: - Culto público; - Culto doméstico ou familiar; - Culto Imperial .
  9. 9. Culto público - Realizava-se em templos;- Dirigi-a se aos deuses protetores da cidade; - Era organizada pelos sacerdotes e pelas sacerdotisas. Forte influência dos gregos
  10. 10. Culto Familiar Em todas as casas romanas , havia uma capela ou um altar onde se prestava cultos aos antepassados, deuses domésticos, para os proteger. Larário – Altar utilizado no culto doméstico
  11. 11. Culto Familiar O culto familiar era dirigido pelo paterfamilias (pai),No lar eram honrados os vários espíritos: - Lares: espíritos protetores da casa;- Penates: espíritos protetores da familia; - Manes: espíritos dos antepassados.
  12. 12. Culto Imperial No período imperial impôs-se o culto ao imperador. O Imperador passou a ser divinizado e cultuado como um deus,erguendo-se-lhe templos. Passou a usar o titulo de Augusto como supremosacerdote (pontifex maximus). O culto ao imperador contribuiu para a unificação religiosa e política do império. Fachada do templo romano originalmente dedicado a Augusto - França
  13. 13. Culto Imperial – Otávio AugustoDurante o seu governo, Augusto promoveu uma série de reformas sociais e administrativas. Incentivou a agricultura, o comércio e a indústria, construiu obras públicas que geraram empregos, fortaleceu a vigilânciadas fronteiras do Império, criou a guarda pretoriana para a sua proteção pessoal e estimulou as artes. O imenso Império passou a desfrutar umperíodo de dois séculos de relativa paz e segurança, conhecido como Pax Romana (Paz Romana). Augusto fez uma reforma social, dividindo as pessoas em grupos, de acordo com a sua riqueza. Os plebeus ricos ficavam no mesmo grupo social dos patrícios. Para a massa de plebeus pobres, havia o serviço militar por vinte anos e a possibilidade de receber, depois, terras nasprovíncias. Restava ainda um grande número de desempregados. A eles se oferecia a política de “pão e circo”, ou seja, distribuição de pequenaquantidade de trigo e espetáculos de luta entre gladiadores, entre homens e feras etc.
  14. 14. Culto Imperial – Otávio AugustoAlém disso, ele promoveu os valores religiosos tradicionais da república, restaurando templos, recriando sacerdócios antigos e revivendo antigas cerimónias religiosas. Assim como o paterfamilias serviu como líder da família nocumprimento dos deveres religiosos, Augusto como pontifex maximus assumiu o comando das práticas religiosas do Estado. Finalmente, em 2 a.C., Augusto recebeu o título de paterpatriae ("pai da pátria"), que confirmava a sua autoridade depater sobre a sociedade romana e teve grande importância no desenvolvimento do culto imperial.
  15. 15. Culto Imperial Entretanto, o culto não era direcionado à pessoa doimperador em si, mas à sua essência divina, o que o colocava como um ser mortal e o diferenciava dos demais deuses e entidades que constituíam a crença religiosa dos romanos.
  16. 16. O sacrifício Preparação de um sacrifício Tanto no culto público quanto no privado, o sacrifício consistia na oferenda de determinada matéria alimentar. Cereais, uva, vinho e principalmente vítimas animais. Efetuavam-se libações preliminares sobre o lar portátil (foculus), que representava ofoculusdo sacrificante, e situava-se em frente ao templo, ao lado do altar.A parte reservada aos deuses (fígado, pulmão, coração, ect) era queimada sobre o altar. A carne era consumida pelo sacrificante e por seus companheiros no culto privado. foculus

×