Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Paleolítico

2,209 views

Published on

Slides descritivos da Evolução do homem e respectivas conquistas

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Paleolítico

  1. 1. A Origem e a Evolução do Homem O Paleolítico
  2. 2. África, o berço da Humanidade O continente africano é o único lugar do mundo onde se encontram, todos os indícios da evolução da nossa espécie a partir dos primeiros ancestrais hominídeos. A humanidade desenvolveu-se em África e, progressivamente foi povoando o planeta inteiro
  3. 3. Lucy: O elo perdido
  4. 4. O Processo de Hominização
  5. 5. Início do processo de Hominização <ul><li>Pensa-se que o processo de hominização foi consequência </li></ul><ul><li>de alterações climatéricas, que provocaram o recuo das </li></ul><ul><li>florestas e a progressão das savanas, obrigando os </li></ul><ul><li>hominídeos a tornarem-se bípedes e a adoptar a posição </li></ul><ul><li>vertical. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Bipedia </li></ul><ul><li>Capacidade de se deslocar apoiado apenas nos membros inferiores. </li></ul>
  6. 6. Processo de Hominização <ul><li>O Início da aventura humana </li></ul><ul><li>É difícil precisar as origens do Homem. De um modo geral, aceita-se que os nossos antepassados começaram a distinguir-se dos macacos, seus primos há cerca de 5 milhões de anos. É então que o nosso longínquo avô deu os primeiros passos. Isolado no leste da África, vivendo na savana. Teve de se adapta a um novo meio ambiente e alterar o seu estilo de vida. Graças as alterações na anatomia das ancas e dos pés passou, então, a manter a postura vertical e a caminhar ercto. </li></ul><ul><li>Há cerca de 1,5 milhões de anos surgiu uma espécie diferente – o Homo Erectus, que começou a utilizar o fogo e partiu de África à conquista do mundo. </li></ul><ul><li>Há 40 000 anos, surgiu, finalmente o Ho,mo sapiens sapiens, muito parecido connosco. Este Homem que fala, pinta enterra os mortos e faz já utensílios muito variados completou acolonização do undo e chegou à América. </li></ul><ul><li>Historia do mundo, Vol !. Dic Jacques Marseille </li></ul><ul><li>Um novo meio ambiente e o Homem </li></ul><ul><li>Este meio mais descoberto – a savana – constituído principalemnte por ervas altas, e por isso mais perigoso para seres de pequena estatura, vai favrecer duas coisas: o desenvolvimento do sitema nervoso e o endireitamento do corpo1 </li></ul><ul><li>Com efeito, eta postura (de pé) permitiu-lhe utilizar cadavez mai a mão e cada vez menos o focinho para prouar e e pegar nos alimentos. No decurso dos mlénios, a sua face tornou-se direita e o crânio desenvolveu-se para trás da cabeça, permitindo ao cérebro aumentar. </li></ul><ul><li>A posição direita do corpo permitiu tsmbém que o eixo da laringe se alinhasse em relação à boca e o homínideo passasse a emitir sons articulados2 </li></ul><ul><li>1 – Science et vie, Les ancetres de l´Hmme </li></ul><ul><li>2 – Marthe e Alain Marliac, La PreHistoire </li></ul>
  7. 7. A Produção de Instrumentos: Materiais e Técnica <ul><li>Materiais utilizados pelo Homem primitivo: </li></ul><ul><li>Madeira; </li></ul><ul><li>Fibras para torcer e traçar cordas; </li></ul><ul><li>Casca das árvores podiam transformar-se em revestimentos para canoas ou eram usadas na indumentária. </li></ul><ul><li>Ossos, chifres e dentes dos animais </li></ul><ul><li>Sílex, um tipo de pedra mole que era </li></ul><ul><li>trabalhada, de modo a produzir lascas de diferentes formas e tamanhos. </li></ul>Técnica da lascagem Outro método de fabrico consistia em pressionar a extremidade do sílex com um instrumento pontiagudo de madeira, osso ou pedra, até se desprender uma lasca da parte inferior.
  8. 8. Os Primeiros instrumentos <ul><li>Os instrumentos tinham como função: </li></ul><ul><ul><li>Caçar animais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Cortar a carne; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preparar as peles; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fabricar objectos; </li></ul></ul>
  9. 9. Recolecção e Nomadismo <ul><li>O Homem do Paleolítico vive da recolha do que encontra na natureza, seja para a sua alimentação, vestuário, criação de instrumentos ou abrigo, por isso, pratica uma economia recolectora . </li></ul><ul><li>A economia recolectora conduz ao nomadismo – sistema de vida em que há necessidade de se deslocar, constantemente ou periodicamente, à procura de alimentos. </li></ul><ul><li>Porquê? </li></ul><ul><li>Quando se vive da recolha de alimentos da natureza está-se dependente do frio/calor, da chuva/seca que provocam abundância/escassez de plantas, frutos e animais. Assim os nossos antepassados eram obrigados a deslocarem-se para procurar alimento, porque só viviam do que obtinham na Natureza. </li></ul>
  10. 10. A importância do domínio do fogo <ul><li>A utilização do fogo e o domínio da natureza </li></ul><ul><li>O fogo diferentes utilidades, por exemplo para: </li></ul><ul><li>assustar os predadores e garantir a tranquilidade das mulheres, das crianças e dos velhos que ficavam no acampamento; </li></ul><ul><li>que o lar se tornasse um lugar privilegiado de reunião, o lugar onde as pessoas se encontram, e conversam; </li></ul><ul><li>cozinhar os alimentos; </li></ul><ul><li>poder transformar as coisas, como endireitar varas e fragmentos de hastes de animais, amolecer os dentes de mamutes e fazer estalar as pedras; </li></ul><ul><li>Iluminar e aquecer o interior das cavernas; </li></ul>
  11. 11. A Arte do Paleolítico Arte móvel Arte Rupestre
  12. 12. A Arte Móvel <ul><li>Constituída por pequenos objectos </li></ul><ul><li>transportáveis, como estatuetas femininas, de formas muito exageradas, em pedra, osso ou marfim, ou outros objectos esculpidos ou gravados com figuras humanas ou animais. </li></ul><ul><li>Estas estatuetas simbolizam a fertilidade da </li></ul><ul><li>mulher e da terra, o que acentua o seu </li></ul><ul><li>significado mágico e religioso. </li></ul>Vénus de Willendorf ou do paleolítico
  13. 13. O Significado da arte Rupestre <ul><li>Ninguém pode indicar com certeza o motivo pelo qual o homem se </li></ul><ul><li>pôs, um dia, a pintar e a gravar nas paredes das grutas, que ele nem </li></ul><ul><li>sequer habitava (…). Seria um ritual mágico, destinado a modificar o </li></ul><ul><li>resultado de uma caçada, a invocar a morte do animal (?) ou uma </li></ul><ul><li>cerimónia de iniciação em que os jovens, perante as imagens das </li></ul><ul><li>presas, tomavam consciência de que passavam a ser caçadores e se </li></ul><ul><li>enchiam de força moral para enfrentar os mamutes ? (…) </li></ul><ul><li>Robert Clarke, O Nascimento do Homem. </li></ul>
  14. 14. Arte Rupestre <ul><li>Também chamada de Parietal, por ser feita nas rochas ao ar livre ou, nas paredes das cavernas. </li></ul><ul><li>Nela surgem representadas caçadas, animais, figuras humanas e a mão em negativo. </li></ul><ul><li>As pinturas rupestres podem ter três funções: </li></ul><ul><li>mágica, para dar sorte nas caçadas, ou ser mais fácil caçar um determinado animal; </li></ul><ul><li>diário, para relatar o quotidiano dos nossos antepassados; </li></ul><ul><li>definição de estratégias, de modo a preparar as caçadas e definir formas de caçar e preparar as armadilhas; </li></ul>

×