Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Redes de saber fazer

3,004 views

Published on

Documento apresentado por Ivone Gonçalves, , no âmbito 8º Encontro de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares, Diretora da Biblioteca Municipal Raul Brandão, e Fátima Costa, Professora Bibliotecária do Agrupamento de Escolas Santos Simões, realizado no dia 4 e 5 de dezembro em Vila Nova de Famalicão.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Redes de saber fazer

  1. 1. Redes de Saber Fazer Fátima Costa Ivone Gonçalves Famalicão, 4 dezembro 2015
  2. 2. Rede Concelhia de Leitura Pública BMRB  1992 Pólo Pevidém  1995 Pólo Taipas  2001 Pólo Lordelo  2010 Biblioteca Itinerante  1997
  3. 3. Rede de Bibliotecas Escolares Início da rede em 1997 34 bibliotecas 1.º Ciclo 13 bibliotecas EB2/3 4 bibliotecas Secundárias
  4. 4. Agrupamento de Escolas Santos Simões Caracterização do Agrupamento • O Agrupamento de Escolas Santos Simões, constituído em julho de 2007, é uma unidade educativa totalmente verticalizada, frequentado por alunos desde a educação pré-escolar até ao décimo segundo ano, num total de 1540 alunos, 129 docentes e 45 funcionários. Caracterização Física • O Agrupamento é formado por uma escola do 1.º CEB (EB Monte Largo), quatro escolas do 1.º CEB com Jardim-de-Infância (EB de Serzedo, EB de São Romão, EB de Cruz de Argola e EB de Infantas) e uma escola com 2.º CEB, 3.º CEB e Ensino Secundário (EBS Santos Simões) que é a sede do Agrupamento. • A oferta formativa vai da Educação Pré-Escolar ao ensino secundário, assegurando também o ensino articulado da música do 5.º ao 10.º ano e o percurso alternativo dos Cursos Vocacionais.
  5. 5. Agrupamento de Escolas Santos Simões Bibliotecas Escolares • No Agrupamento existem quatro bibliotecas integradas na Rede de Bibliotecas Escolares:  EBS Santos Simões;  EB de Serzedo;  EB de Cruz de Argola;  EB de Infantas .
  6. 6. Agrupamento de Escolas Santos Simões
  7. 7. Projetos de Animação da Leitura Leituras do Ave • 2005-2007 Conto Andarilho (Comemoração do centenário da Republica) • 2010 Oficina de escrita criativa com Jacinto Lucas Pires “Orquestra das Palavras” • 2012 Festa do Lenço • 2015 Árvore Mãe …a decorrer
  8. 8. Leituras do Ave Objetivos • Formar novos leitores; • Formar agentes de intervenção local na área da leitura; • Aumentar os níveis de competência leitora; • Desenvolver o interesse pela comunicação oral e escrita. Público Alvo • Crianças em idade pré-escolar e em início de escolarização (3 aos 8 anos), num total de 160 crianças. Plano de ação • Estudo de avaliação do projeto e seus efeitos; • Qualificação de agentes/animadores da leitura; • Oficinas de animação da leitura continuada (escrita criativa, leitura, expressão plástica, novas tecnologias, teatro, dança e música); • Edição do livro “Letrinhas e Leituras, Navegar… Navegar…”.
  9. 9. Leituras do Ave Procedimentos  Reuniões de trabalho Articulação curricular com o Projeto Leituras do Ave  Projetos já existentes  Currículo na sala de aula Delinear estratégias  Organização do trabalho  Planificação por níveis de ensino  Calendarização  Etapas de avaliação  Produtos finais Oficinas  Leitura  Escrita criativa  Expressão Plástica  Novas Tecnologias  Teatro  Música
  10. 10. Leituras do Ave Resultado final  Sala de aula;  Versão da história em banda desenhada;  Versão da história em slides gravados em formato CD;  Versão em conto redondo. Atividade Comum  Dramatização musicada da história através de quadras elaboradas por todos, com a participação de toda a comunidade educativa. Conclusão  Abordagem de novas linguagens;  A experiência com profissionais da música e do teatro;  A experiência de contarem uma história apenas através da mímica;  Envolvência de toda a comunidade num projeto comum;  O alargamento a obras e autores de Guimarães que serviram de suporte à história.
  11. 11. “Uma viagem na República… um conto andarilho” Objetivos  Promover o conhecimento da nossa história recente  Incentivar o trabalho de pesquisa das fontes históricas  Promover o gosto pela leitura e pela escrita Público Alvo  Alunos do 3.º ciclo (9.º ano de escolaridade), de todos os agrupamentos de escola, num total de 400 alunos Plano de ação  O conto foi dividido em dois espaços (nacional e local), que deu origem a dois contos diferentes  A construção dos contos foi faseada e introduzida na aplicação on-line “Fábrica dos Contos”  Edição do livro “Uma viagem na República… um conto andarilho”
  12. 12. “Uma viagem na República… um conto andarilho” • O projeto foi desenvolvido em articulação com a Biblioteca, com as aulas de português e de história, do 9.º ano. • Foi escolhida a turma, foi feita a pesquisa histórica necessária na Biblioteca seguindo-se a escrita do bloco de texto correspondente a este grupo, em sala de aula. Depois de receber o “testemunho” vindo da escola anterior, na biblioteca foi editado o referido texto na plataforma “A fábrica dos Contos”.
  13. 13. Oficina de escrita criativa com Jacinto Lucas Pires “Orquestra das Palavras” Objetivos • Habilitar os alunos com competências ao nível da escrita criativa • Proporcionar o contacto com um escritor e quais as estratégias que utiliza para a criação de obras literárias • Proporcionar o gosto pela escrita Público Alvo • Alunos do secundário, num total de 80 alunos Plano de ação • Realização por parte do escritor de oficinas em contexto de sala de aula • Produção de textos • Partilha dos textos com o leitor via web • Criação do livro “Ou sim” escrito por Jacinto Lucas Pires com o contributo dos alunos Conclusão • Nesta orquestra das palavras cada aluno criou a sua micro-história dando o seu contributo, em harmonia com todas as outras, orientados pela batuta do “maestro” Jacinto Lucas Pires, que culminou na edição do livro “Ou sim”
  14. 14. Oficina de escrita criativa com Jacinto Lucas Pires “Orquestra das Palavras” • Realizada de outubro a dezembro de 2012, no âmbito da Capital Europeia da Cultura, a convite da BMRB. • Nesta “Orquestra das palavras”, nasceu uma história global, como se de uma sinfonia se tratasse. • O resultado de uma residência literária reescrita e reinventada por Jacinto Lucas Pires e construída a partir de histórias criadas em conjunto com jovens estudantes de escolas secundárias do concelho de Guimarães, foi este livro no qual os alunos do Agrupamento Santos Simões participaram.
  15. 15. Festa do Lenço Objetivos  Promover a leitura e a pesquisa;  Produzir conteúdos/materiais como resultado dessa pesquisa. Público Alvo  Alunos do pré-escolar ao 12.º ano de escolaridade. Plano de ação  A partir do objeto lenço contruir conhecimento, produzir conteúdos informativos e trabalhar esses conteúdos;  Aliar várias disciplinas curriculares para a construção de um produto final;  Apresentação pública dos trabalhos desenvolvidos com a realização da “Festa do Lenço”.
  16. 16. Festa do Lenço
  17. 17. Festa do Lenço Durante o 1.º período apresentou-se o projeto em C.P. e em reuniões de Departamento. Selecionaram-se os temas a trabalhar pelos vários graus de ensino e elaborou-se o Plano de Ação. Os temas selecionados foram: • Contos tradicionais e fábulas (Pré-escolar ); • Lendas de Guimarães e Lendas de Portugal (1.º Ciclo); • Gastronomia de Guimarães (2.º Ciclo); • Festas tradicionais (3.º Ciclo); • Figuras de Guimarães (Secundário);
  18. 18. Festa do Lenço Ao longo do 2.º período trabalharam-se as várias oficinas. As turmas realizaram desde a pesquisa do tema selecionado até à decoração de um lenço. O produto final de todo o trabalho foi divulgado à comunidade, através de uma exposição pública. O trabalho de escrita criativa foi realizado com a transformação das lendas em textos poéticos, com alteração de elementos e reescrita dos contos com final diferente ou com personagens com características diferentes. No início do 3.º período, o agrupamento elaborou um lenço com a participação de todos os níveis de ensino, constituído por lenços com as dimensões de 30 cm x 30 cm que, cosidos, formaram o mega lenço do Agrupamento com 8 m x 8 m.
  19. 19. Festa do Lenço
  20. 20. Árvore Mãe

×