Acidente com múltiplas vítimas

8,946 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
8,946
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
305
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • OBRIGADO!
  • Acidente com múltiplas vítimas

    1. 1. INSTRUTOR: 2° SG-EF COSTA
    2. 2. Conceito;Origem;Caos;Reorganização;Coordenação;Identificação dos profissionais;Triagem;Protocolo “START”; eCenário de operações.
    3. 3. E todo acidente em que o número de vítimas excede onúmero de socorristas, de tal forma que não permita osuporte de vida uniforme para todas as vítimas.
    4. 4. Visa salvar o maior número de vidas no menor espaço de tempo;Trabalha com protocolos, em uma seqüência rápida, lógica e eficiente; eEstabelece níveis de coordenação.
    5. 5. Primeiros 20 minutos• Vítimas de menor gravidadeevacuadas primeiramente;•Primeiros socorros aleatórios,sem triagem;• Ausência de coordenação; e• Chegada desorganizada derecursos.
    6. 6. 20 a 40 minutos;• Coordenação de campoestabelecida;• Organização da chegada re-cursos; e• Organização da cadeia médicade socorro• (“Áreas T”).
    7. 7. 40 a 90 minutos•Coordenação com Centrosde Operação ;•Estabelecimento de contatocom HR; e• Evacuação das vítimas deacordo com gravidade clínicae condições dos HR.
    8. 8. Colete azul = coordenaçãoColete vermelho = médicosColete amarelo = tratamentoColete verde = transporteColete laranja = triagem
    9. 9. Classificação de vítimas, estabelecendo prioridades para tratamento e evacuação,com a finalidade de salvar o maior número possível de baixas.Usa-se o princípio dos três “T”:1.T – triagem;2.T – tratamento; e3.T - transporte.
    10. 10. R – RESPIRAÇÃO (< / > 30)P – PERFUSÃO (< / > 2 s)M - MENTAL (atende ou não a ordens simples)
    11. 11. (Simple Triage and Rapid Treatment = Triagem Simples e Tratamento Rápido)
    12. 12. Nº dIdentCartão de HorárioTriagem Sexo End Tel Localização Hosp Ref
    13. 13. ASE (Prefixo) HR (Hosp) LesõesCartão de Sinais VitaisTriagem Targeta de Gravidade
    14. 14. Revista ‘Emergência” – julho/2006 nº 1 – Editora MPF Publicaões Ltda; eManual de Desastre – GSE –Corpo de bombeiro Militar do estado do Rio de Janeiro.
    15. 15. OBRIGADO!

    ×