Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Trabalho De Historia

8,990 views

Published on

Sociedade e Cultura num Mundo em Mudança 9ano esag

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Trabalho De Historia

  1. 1. qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdf ghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfg Agrupamento de Escolas ART UR GONÇ AL VES hjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Sociedade e Cultura num wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfg Mundo em Mudança hjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Disciplina: História wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfg Professor: Carlos Silva hjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Rui Pedro Oliveira 9.ºD n.º5364 wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq wertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmrt yuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklç zxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz 1 xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty
  2. 2. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Páginas -2-
  3. 3. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES No final do I Guerra Mundial (1918), o mundo devolveu a sua industrialização, no qual originou um grande crescimento de dois grupos sociais, a Burguesia e o Operariado. O rápido crescimento dos países mais industrializados, fez com que estes grupos sociais em ascensão vivessem um período chamado de “Belle Époque”, estes povos elegante e bem vestido frequentava cabarés, teatros, óperas e cafés-concerto. Novos hábitos de lazer, como a prática do desporto e as viagens eram, também, característicos deste período, mas algumas classes sociais como os camponeses e operários sofreiam uma grande dificuldade social e económica. O movimento sindical, que se ia desenvolvendo e fortalecendo, e as crescentes preocupações sociais dos governos contribuíram para a publicação de legislação protectora dos operários como o estabelecimento de horários de trabalho, o direito ao descanso semanal, a segurança em caso de acidente e doença e a regulamentação do trabalho feminino e infantil. No início do século XX, surgiram as grandes organizações sindicais que, integrando vários sindicatos e mobilizando milhões de trabalhadores, levaram a cabo importantes greves que contribuíram para melhorar as suas condições de vida. As greves, características das sociedades industriais, eram o instrumento mais usado pelos operários para fazerem as suas reivindicações. Durante a segunda metade do século XIX as classes media sofreram um grande crescimento devido ao desenvolvimento do sector terciário (no contexto da economia, envolve a comercialização de produtos em geral,), esta classe média era constituída na maioria pela pequena e média burguesia. Páginas -3-
  4. 4. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES A partir de 1919 os Estados Unidos da América reafirmaram a sua hegemonia no sector industrial mundial, numa altura em que a Europa passava por uma crise motivada pela desvalorização da moeda, o aumento de preços e a deterioração dos conflitos sociais, em grande medida consequências da Primeira Guerra Mundial. A crise com que os EUA se debateram meses após o fim da guerra foi ultrapassada com o aumento da procura, tanto interna como externa. Este crescimento económico saldou-se por um incremento do volume das exportações e uma forte diminuição das taxas de desemprego proporcionada pelo desenvolvimento da indústria. O crescimento do consumo nos Estados Unidos foi possível por influência directa do aumento salarial e pelo incremento dos rendimentos provenientes da agricultura. Este período ficou conhecido como os quot;loucos anos 20” também conhecidos pela expressão americana “roaring twwnties”, um período em que se cultivava o gosto pela moda, pela música, pelo espectáculo e pelo desporto.  O que mudou num modo geral nos anos 20? A guerra provocou importantes transformações no quotidiano, na maneira de pensar e sentir da sociedade. O medo, as dificuldades, os horrores da morte e os desgostos vividos durante o conflito mundial cederam lugar a um período de grande euforia. A população procurava avidamente viver cada momento com uma alegria e entusiasmo muitas vezes excessivos, de tal forma que este período ficou conhecido como os “Loucos Anos Vinte”. As modificações destes novos tempos incidiram, principalmente, nos hábitos sociais. A procura de divertimentos generalizou-se nas grandes cidades. A vida nocturna ganhou importância, aumentando o número de cafés, restaurantes e locais de convívio público, onde o consumo de álcool era muitas vezes exagerado. Na Europa e na América os cabarés animaram-se com um novo estilo de música – o Jazz – e com novos passos de dança – o charleston, o foxtrot e o tango. Embora rapidamente difundidas, estas alterações comportamentais foram condenadas por uma grande parte da sociedade, que as achava escandalosas e lutava por manter os valores morais tradicionais. Páginas -4-
  5. 5. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Cinema A história do cinema desenvolveu-se durante a década de 1910, cada vez era maior a aceitação do cinema pelo público leva ao surgimento de produtoras independentes, que tentam romper com a Motion Pictures Patents Corporation (MPPC) e a sua hegemonia no mercado de nickelodeons। As novas produtoras, entre elas a Independent Motion Pictures (IMP) e a Famous Players - Lasky Corporation, apostam em longas-metragens (em contra ponto com os pequenos filmes da MPPC) que aliam inovações tecnológicas ao espectáculo. Um dos realizadores que mais se destaca neste período é D.W.Griffith que realiza, em 1915, um dos filmes mais marcantes da história do cinema: O Nascimento de uma Nação.  Cabarés e clubes nocturnos A busca desenfreada de prazer e divertimento que caracterizava sobretudo os jovens burgueses conduzia a que os cabarés e clubes nocturnos registassem uma forte procura, tornou-se um hábito ouvir jazz dançar o charleston e o foxtrot até de madrugada.  Novo estatuto social da mulher A mulher ganhou então um novo estatuto social. Na moda feminina, as saias subiram até aos joelhos, o soutien foi substituir o espartilho, o cabelo passou a ser cortado a garçonne. No dia-a-dia a mulher gozou de maiores liberdades, como fumar em público, ir sozinha ao cinema, praticar um desporto, ténis. Usufruiu também, novas oportunidades de emprego, como dactilografa, telefonista e secretária e em alguns países a mulher conquistou o direito ao voto. DOCUMENTO -1- Mulheres da minha terra!... Gatas Borralheiras com o cérebro vazio, que esperam, sentadas à lareira, (...) a hipotética apariçãodo príncipe encantado; criadas que passam a vida com as chaves da dispensa e a agulha na mão, sem terem a menor noção de economia doméstica; (...) animais de carga ou de reprodução, rodeadas de filhos (...); bonecas de luxo, vestidas como as senharas de Paris e com a inteligência toda absorvida nas modas, incapazes de outro interesse (...); servidoras do snobismo e da bisbilhotice (...). Pobres mulheres da minha terra!. Virgínia de Castro e Almeida, A Mulher, Lisboa, 1913 (adaptado). Páginas -5-
  6. 6. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Nos anos 20, existiu uma revolução inferior na carga diária de horário de trabalho da população burguesa e operária, portanto essa população tira de se ocupar, ai inventaram vários métodos: Rádio Jornais Livros Desporto Cinema Este período foi chamado de cultura de massas, que, opondo-se a uma cultura de elite (também conhecida por clássica), procurava ir ao encontro dos gostos e das aspirações da população em geral. Os factores que contribuíram para a origem do aparecimento desta cultura de massas foram:  O desenvolvimento dos transportes e comunicações, já iniciado no século anterior;  A expansão das classes médias, mais instruídas e gozando de mais tempo livre;  A maior participação dos cidadãos nas actividades políticas, sociais e sindicais. Páginas -6-
  7. 7. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Os principais veículos de difusão da nova cultura de massas foram a imprensa, a rádio e o cinema:  Os jornais multiplicaram-se extraordinariamente, quer em número de títulos, quer na quantidade de tiragens;  As revistas ilustradas, como as de banda desenhada, foram rapidamente aceites por crianças jovens e adultos, tornando-se uma das formas de imprensa de maior sucesso;  O livro popularizou-se com novos géneros literários como o policial, o de aventuras e o chamado “cor-de-rosa”, este último muito do agrado do público feminino.  A rádio tornou-se, a partir de meados desta década, o meio privilegiado para a difusão de notícias, informações e publicidade, bem como dos mais recentes tipos de música. Também o teatro radiofónico fez a delícia de muitos ouvintes.  Mas foi, sem dúvida, o cinema que, aliando o som e a imagem, alcançou o maior sucesso. Considerado uma autêntica “fábrica de ilusões”, tornou-se um espectáculo de massas e originou uma poderosa indústria, de que Hollywood se veio a tornar a capital. O que se destacou mais nos Cinemas:  Popeye Popeye é um personagem clássico dos quadrinhos, criado por E. C. Segar em 1929, e adaptado para desenhos animados em 1933 por Max Fleischer. É um marinheiro carismático que está sempre tentando proteger sua namorada, Olívi Palito, das garras de seu eterno inimigo, Brutus. Quando come espinafre, Popeye fica muito mais forte e confiante, podendo vencer qualquer desafio.  O Encouraçado Potemkin, de Sergei M. Eisenstein.  A Greve, de Sergei M. Eisenstein.  Um Homem com uma Câmera, de Dziga Vertov.  A Paixão de Joana D’arc, de Carl Theodor Dreyer.  Nosferatu, de Friedrich William Murnau.  Outubro, de Sergei M. Eisenstein. Páginas -7-
  8. 8. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Também nas ciências existiu novos desenvolvimentos, como a lei de relatividade, o aparecimento da televisão entre outros que irei falar.  Teoria Quântica A Mecânica Quântica é o estudo dos sistemas físicos cujas dimensões são próximas ou abaixo da escala atómica, tais como moléculas, átomos, electrões, prótons e de outras partículas subsónicas. Na década de 1920 surgiu na física uma teoria que viria a se tornar o veículo de quase todo o nosso conhecimento da estrutura da matéria: a mecânica quântica. É ela que nos fornece os recursos teóricos para descrever o comportamento fundamental das moléculas, átomos e partículas sub-atômicas, assim como da luz e outras formas de radiação. Pode-se afirmar com segurança que a MQ é a teoria científica mais abrangente, precisa e útil de todos os tempos.  O primeiro Avião a motor Um dos sonhos mais antigos do homem foi voar imitando o voo das aves. Mas as primeiras tentativas não se realizaram com um avião, mas com o balão dos Montgolfier, com o dirigível ou zeppelin e com os planadores. Durante muitos anos estes inventos fizeram esquecer os estudos sobre o voo de objectos mais pesados que o ar. Com o malogro e a pouca utilidade desses artefactos impôs-se, finalmente, aeroplano como o aparelho mais idneo com que o homem podia elevar-se do solo e cruzar os ares. A realidade encarregou-se de demonstrar que os que assim pensavam acertaram plentmente. O 14-bis é o 1.º avião do mundo criado por Santos Dumont, e voou pela primeira vez em 23 de Outubro de 1906, em Bagatelle, França. Santos Dumont foi o primeiro a descolar a bordo de um avião, impulsionado por um motor aeronáutico. Páginas -8-
  9. 9. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Lei da relatividade geral A lei da relatividade geral é a generalização da Teoria da gravitação de Newton, publicada em 1915 por Albert Einstein e cuja base matemática foi desenvolvida pelo cientista francês Henri Poincaré. A nova teoria leva em consideração as ideias descobertas na Relatividade restrita sobre o espaço e o tempo e propõe a generalização do princípio da relatividade do movimento de referenciais em movimento uniforme para a relatividade do movimento mesmo entre referenciais em movimento acelerado. Esta generalização tem implicações profundas no nosso conhecimento do espaço-tempo, levando, entre outras conclusões, à de que a matéria (energia) curva o espaço e o tempo à sua volta. Isto é, a gravitação é um efeito da geometria do espaço-tempo. nasceu a 14 de Março de 1879, e faleceu no dia 18 de Abril de 1955 foi um físico alemão radicado nos Estados Unidos mais conhecido por desenvolver a teoria da relatividade. Ganhou o Prémio Nobel da Física de 1921 pela correcta explicação do efeito fotoeléctrico; no entanto, o prémio só foi anunciado em 1922. O seu trabalho teórico possibilitou o desenvolvimento da energia atómica, apesar de não prever tal possibilidade. Páginas -9-
  10. 10. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Primeiro ensaios de televisão A aplicação pratica do disco de Hipkow ás transmissões televisionadas deve-se ao cinema britânico John Logie Baird. As primeiras transmissões oficiais da televisão foram em 1921 e utilizaram o Sitema Baird. Na figura, o receptor com que Baird obteve imagens a grande distancia. O inventor morreu quase esquecido em 1946.  Penicilina Em 1922 Fleming descobrira uma substância antibacteriana na lágrima e na saliva, a qual dera o nome de lisozima. Em 1928 Fleming desenvolvia pesquisas sobre estafilococos, quando descobriu a penicilina. A descoberta da penicilina deu-se em condições peculiaríssimas, graças a uma sequência de acontecimentos imprevistos e surpreendentes. No mês de Agosto daquele ano Fleming tirou férias e, por esquecimento, deixou algumas placas com culturas de estafilococos sobre a mesa, em lugar de guardá-las na geladeira ou inutilizá-las, como seria natural.  Microscópio electrónico O microscópio electrónico é um microscópio com potencial de aumento muito superior ao seu congénere óptico. Foi produzido nos Estado Unidos, pelo russo Zworykin no ano de 1934. Páginas -10-
  11. 11. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Durante toda esta chamada de “revolução” também nas expressões artiticas, existiu um grande desenvolvimento, e criação de novos caminhos para a arte.  Expressionismo Expressionismo é a arte do instinto, trata-se de uma pintura dramática, subjectiva, “expressando” sentimentos humanos. Utilizando cores irreais, dá forma plástica ao amor, ao ciúme, ao medo, à solidão, à miséria humana, à prostituição. Deforma-se a figura, para ressaltar o sentimento. Predominância dos valores emocionais sobre os intelectuais. Corrente artística concentrada especialmente na Alemanhaentre 1905 e 1930. Principais características: -pesquisa no domínio psicológico; -cores resplandecentes, vibrantes, fundidas ou separadas; -dinamismo improvisado, abrupto, inesperado; -pasta grossa, martelada, áspera; -técnica violenta: o pincel ou espátula vai e vem, fazendo e refazendo, empastando ou provocando explosões; -preferência pelo patético, trágico e sombrio  Fauvismo O Fauvismo, movimento principalmente francês, é uma corrente artística do início do século XX, que se desenvolveu sobretudo entre 1905 e 1907. Associada à busca da máxima expressão pictórica, o estilo começou em 1901 mas só foi denominado e reconhecido como um movimento artístico em 1905. Segundo Henry Matisse em quot;Notes d'un Peintrequot; pretendia-se com o Fauvismo quot;uma arte do equilíbrio, da pureza e da serenidade, destituída de temas perturbadores ou deprimentesquot;.  Cubismo O Cubismo é um movimento artístico que ocorreu entre 1907 e 1914, tendo como principais fundadores Pablo Picasso e Georges Braque. O Cubismo tratava as formas da natureza por meio de figuras geométricas, representando todas as partes de um objeto no mesmo plano. A representação do mundo passava a não ter nenhum compromisso com a aparência real das coisas. O Cubismo teve uma influência profunda na História da Arte, particularmente sobre tendências posteriores, como o abstracionismo geométrico e o minimalismo. Páginas -11-
  12. 12. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Futurismo O futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de Fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro. Os adeptos do movimento rejeitavam o moralismo e o passado, e suas obras baseavam-se fortemente na velocidade e nos desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX. Os primeiros futuristas europeus também exaltavam a guerra e a violência. O Futurismo desenvolveu-se em todas as artes e influenciou diversos artistas que depois fundaram outros movimentos modernistas.  Abstraccionismo Este movimento surgiu em 1910, pela mão de Wassily Kandinsky, sendo o ponto de chegada das grandes tendências que a arte europeia vinha percorrendo desde o Pós- Impressionismo. Advogava a autonomia da obra de arte em relação à realidade e ao seu criador e estabelecia relações entre a música e a pintura. A arte não tinha nenhuma relação com a Natureza, usando uma linguagem puramente abstracta, em que se buscava ritmo e dinamismo através da cor e das formas. É uma arte não figurativa, propondo-se, não manifestar a realidade sensível ou a sua ilusão, mas abstrair dessa realidade uma outra produzida pelo espírito: a das linhas e cores conjugadas numa unidade valendo por si própria, sem qualquer referência à natureza. Divide-se em abstraccionismo lírico e geométrico.  Surrealismo O Surrealismo foi um movimento artístico e literário surgido primariamente em Paris dos anos 20, inserido no contexto das vanguardas que viriam a definir o modernismo, reunindo artistas anteriormente ligados ao Dadaísmo e posteriormente expandido para outros países. Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939), o surrealismo enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa. Seus representantes mais conhecidos são Max Ernst, René Magritte e Salvador Dalí no campo das artes plásticas, André Breton na literatura e Luis Buñuel no cinema.  Musica Algumas famosas música do anos 20: Carl Nielsen, Manuel de Falla, Paul Hindemith, Béla Bartók, Heitor Villa-Lobos, Leoš Janáček. Páginas -12-
  13. 13. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES Em todo o mundo se desenvolveu estes movimentos artísticos, mas em Portugal também assim foi, as pessoas com respectivas artes que mais se destacaram foram:  Guilherme de Santa Rita Guilherme de Santa-Rita foi um pintor e escritor português, considerado o introdutor do Futurismo em Portugal. Este homem mais tarde passaria a chamar-se apenas, Santa Rita Pintor.  Amadeu de Sousa Cardoso Amadeo de Souza-Cardoso nasceu a 14 de Novembro de 1887 e faleceu a 25 de Outubro de 1918 foi um pintor português, precursor da arte moderna, prosseguindo o caminho traçado pelos artistas de vanguarda da sua época. Embora tendo tido uma vida curta, a sua obra tornou-se imortal, a partir dos anos 20 ficou conhecida em todo o mundo. Páginas -13-
  14. 14. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Fernando Pessoa Fernando António Nogueira Pessoa (13 de Junho de 1888 - 30 de Novembro de 1935), mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta e escritor Português. É considerado um dos maiores poetas de língua portuguesa, e o seu valor é comparado ao de Luís de Camões. Morreu de cólica hepática aos 47 anos na mesma cidade onde nasceu (Lisboa), tendo sua última frase sido escrita na língua inglesa: quot;I know not what tomorrow will bring... quot; (quot;Eu não sei o que o amanhã traráquot;)  Almada Negreiros José Sobral de Almada Negreiros, nasceu a 7 de Abril de 1893 e faleceu a 15 de Junho de 1970 foi um artista multidisciplinar, pintor, escritor, poeta, ensaísta, dramaturgo e romancista português ligado ao grupo modernista. Páginas -14-
  15. 15. Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves Agrupamento de Escolas Torres Novas ARTUR GONÇALVES  Livros e C.D. Multimédia Titulo: Novo História 9 – 9.ºAno Autores: Ana Oliveira, Francisco Cantanhede, Isabel Catarino, Paula Torrão Editora: Textos Editores, Lda. Ano: 2008  Internet http://www.slideshare.net/serbernardo/os-loucos-anos-20 http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/2007/10/19/os_loucos_anos_20_o_espirito_de_uma_epo ca_visto_atraves_da_moda_1050887.html http://www.malhatlantica.pt/netescola/conceitos/loucosanos20.htm http://www.malhatlantica.pt/netescola/conceitos/loucosanos20.htm http://historia9.blogspot.com/2006/12/loucos-anos-20.html http://www.quebarato.com.br/classificados/os-anos-loucos-paris-na-decada- de-20__470435.html http://www.notapositiva.com/resumos/historia/socculturamundo.htm http://aprenderhistoriablog.blogspot.com/2007/12/sociedade-e-cultura-num-mundo-em- mudana.html http://historianove.no.sapo.pt/trabalhostemaI3.htm Páginas -15-

×