Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
ATIVIDADES PRÁTICAS
SUPERVISIONADAS
Engenharia de Controle e Automação
1ª Série
Desenho Técnico
A Atividade Prática Superv...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico
Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Atps 1 desenho_tecnico

1,836 views

Published on

Engenharia Mecânica E Controle e Automação

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Atps 1 desenho_tecnico

  1. 1. ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Engenharia de Controle e Automação 1ª Série Desenho Técnico A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de etapas, acompanhadas pelo professor, e que tem por objetivos: Favorecer a autoaprendizagem do aluno. Estimular a corresponsabilidade do aluno pelo seu aprendizado. Promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo. Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas para o exercício profissional. Promover a aplicação da teoria na solução de situações que simulam a realidade. Oferecer diferenciados ambientes de aprendizagem Para atingir estes objetivos, a ATPS propõe um desafio e indica os passos a serem percorridos ao longo do semestre para a sua solução. Aproveite esta oportunidade de estudar e aprender com desafios da vida profissional. AUTORIA: Paulo Luiz da Silva Barros Faculdade Anhanguera de Jundiai Marcos Alberto Carvalho Freire Faculdade Anhanguera de Jundiai
  2. 2. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 2 de 8 COMPETÊNCIAS E HABILIDADES Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as competências e habilidades que constam, nas Diretrizes Curriculares Nacionais, descritas a seguir. Projetar, conduzir experimentos e interpretar resultados. Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos. Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas. Avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas. Participação Esta atividade será, em parte, desenvolvida individualmente pelo aluno e, em parte, pelo grupo. Para tanto, os alunos deverão: • organizar-se, previamente, em equipes cuja quantidade de participantes será definida pelo professor responsável; • entregar seus nomes, RAs e e-mails ao professor da disciplina e • observar, no decorrer das etapas, as indicações: Individual e Equipe. DESAFIO Nesse desafio o aluno irá efetuar um desenho mecânico completo de um furador de anéis circulares, entendendo os conceitos teóricos relacionados com a prática. O desenho deverá conter uma legenda padronizada com o nome da faculdade, o nome da peça (“Furador de anéis”), nome do aluno, registro acadêmico, diedro desenhado, lista de peças e seus respectivos materiais e dimensões. Figura 1 – Exemplo de peça
  3. 3. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 3 de 8 Objetivo do desafio 1. Desenvolver um desenho técnico de um furador de anéis circulares, apresentado em formato de papel compatível com a escala utilizada, contendo detalhes da peça, projeção ortogonal e cotas. 2. Apresentar os trabalhos parciais realizados para atingir o objetivo final, seguindo as especificações a seguir. • Relatório 1 – Aspectos gerais do desenho técnico • Relatório 2 – Perspectiva • Relatório 3 – Desenho detalhado • Relatório 4 – Projeto final Livro Texto da disciplina: SILVA, Arlindo. Desenho Técnico Moderno. 1ª ed. Rio de Janeiro: LCT, 2009. ETAPA 1 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Introdução ao desenho técnico. Aspectos gerais do desenho técnico. Essa atividade é importante para você distinguir o desenho técnico do desenho artístico; reconhecer a necessidade de aprender desenho como forma de comunicação; escolher adequadamente o formato e orientação da folha de papel; dobrar corretamente os desenhos e identificar um desenho através da legenda; utilizar a escrita e os tipos de linhas adequadas para cada tipo de aresta do desenho. Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos. PASSOS Passo 1 (Individual) Ler o capítulo um do livro texto da disciplina e discutir os principais tópicos com seu grupo. Passo 2 (Equipe) Responder às seguintes questões relacionadas à disciplina de desenho técnico. a) Definir qual é a principal característica do desenho técnico em relação ao desenho artístico. b) Descrever quais são os modos de representação dos desenhos técnicos mais utilizados. c) Para que o desenho técnico seja universalmente entendido sem ambiguidades, é necessário obedecer a determinadas regras e convenções, de forma que todos os implicados no processo de desenho "falem a mesma Língua". Especificar qual é a norma ou órgão que serve como referência para maioria das normas individuais de cada país.
  4. 4. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 4 de 8 Passo 3 (Equipe) Ler o capítulo três do livro texto e responder aos questionamentos pertinentes a esse capítulo. a) Descrever qual é o principal objetivo da utilização da escrita normalizada em desenho técnico. b) A norma ISO 128:1982 define 10 tipos de linhas e respectivas espessuras. Especificar quais são os tipos de linhas que utilizamos para representar as arestas de contorno visível e invisível. c) A utilização crescente de programas de CAD 3D (Computer Aided Design 3 Dimencions) e das suas interfaces com equipamentos de produção e fabricação, leva a uma utilização cada vez menor de desenhos em papel. Contudo, a impressão e reprodução de desenhos continuam a desempenhar uma função importante na documentação técnica do produto. Justificar por que o uso do desenho em papel ainda não foi abolido. d) Sempre que possível, as peças devem ser representadas nos desenhos em escala real, ou seja, escala 1:1. Na prática, verifica-se que, para a maioria das peças, isso não é possível. Explicar quando devemos utilizar escalas de ampliação e redução normalizadas nos desenhos técnicos. Passo 4 (Equipe) 1. Utilizar o formato A4 em branco para traçar as margens e legenda conforme as normas estudadas e, dentro desse formato, traçar todos os tipos de linhas utilizadas em desenho técnico, colocando um exemplo do tipo de linha e onde se aplica. 2. Apresentar os resultados dessa etapa no Relatório 1 – Aspectos gerais do desenho técnico. ETAPA 2 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Perspectivas. Essa atividade é importante para poder entender a importância do conhecimento de desenho linear geométrico; aplicar os conceitos de desenho geométrico na construção de desenho técnico; utilizar ferramentas como régua, esquadros e compasso na construção geométrica. Essa atividade também é importante para poder representar planos inclinados e círculos em perspectivas isométricas; desenhar a perspectiva de um objeto, partindo da sua representação em vistas múltiplas; esboçar a mão livre a perspectiva de um objeto. Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos. PASSOS Passo 1 (Individual) Ler o capítulo do livro texto ou da bibliografia complementar da disciplina que explica sobre perspectiva. Passo 2 (Equipe) Reproduzir o desenho apresentado na figura 2 em um formato A4 com as devidas margens e em escala 1:1.
  5. 5. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 5 de 8 Figura 2 – Desenho Passo 3 (Equipe) Copiar o desenho que está em perspectiva cavaleira, passando-o para perspectiva isométrica, utilizando como referência o pontilhado da folha. Observar que no exercício, o mesmo desenho deverá ser feito duas vezes, mudando a referência dos eixos. Figura 3 – Desenho mecânico. Passo 4 (Equipe) Tendo em vista os desenhos realizados e o estudo efetuado no passo1, escrever sobre os principais aspectos de perspectivas e apresentar os demais resultados dessa etapa no Relatório 2 – Perspectiva.
  6. 6. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 6 de 8 ETAPA 3 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Projeções ortogonais. Cortes e secções. Cotagem. Essa atividade é importante para poder distinguir os sistemas de representações existentes; efetuar representação gráfica, usando projeções ortogonais; detalhar objetos tridimensionais - com todos os seus detalhes construtivos - a partir de desenhos bidimensionais (planificados). Essa atividade também é importante para poder usar a cotagem a fim de indicar a forma e a localização dos elementos de uma peça; selecionar criteriosamente as cotas a serem inscritas no desenho; escolher adequadamente a vista onde a cota deve ser inscrita; cotar desenhos com representações e aplicar sobre a necessidade de recorrer a cortes ou seções para representar completamente uma peça em projeções ortogonais; selecionar o corte mais adequado. Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos. PASSOS Passo 1 (Equipe) Começar o preparo dos desenhos para a conclusão do desafio proposto inicialmente. Executar os detalhes das peças em separado, formato A4, com as devidas margens e a legenda. O desenho deverá conter apenas as projeções. As cotas serão colocadas em outra etapa. Figura 4 – Desenho da peça
  7. 7. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 7 de 8 Passo 2 (Equipe) 1. Estudar o capítulo 7 do livro texto, que trata de todas as nuanças do modo como se corta um desenho. 2. Resumir com suas palavras, quando se faz necessário o uso do corte no desenho técnico. 3. Explicar o corte por planos paralelos ou concorrentes. Passo 3 (Equipe) Treinar o desenho do conjunto montado com todos os itens e em corte, onde será possível visualizar todos os detalhes da montagem. Desenhar em um formato A4 o conjunto em escala compatível para treinar a execução do trabalho final que será em um formato maior e que contenha todas as informações necessárias para uma perfeita interpretação do conjunto. Passo 4 (Equipe) Tendo em vista os desenhos realizados e o estudo efetuado no passo2, apresentar os resultados dessa etapa no Relatório 3 – Desenho detalhado. ETAPA 4 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Ferramentas computacionais de auxilio ao desenho em 2D. Essa atividade é importante para poder ler e interpretar desenhos técnicos e visualizar todos os detalhes dos seus componentes; executar desenhos, utilizando equipamentos técnicos. Utilizar ferramenta computacional para a execução de desenho técnico. Para realizá-la, devem ser seguidos os passos descritos. PASSOS Passo 1 (Equipe) Executar o desenho do conjunto e seus detalhes em formato padronizado, contendo todos os detalhes para que o produto possa ser construído. Passo 2 (Equipe) 1. Pesquisar sobre ferramentas computacionais de auxilio ao desenho em 2D. 2. Estudar sobre a ferramenta computacional disponível no laboratório de computação. 3. Utilizar a ferramenta computacional disponível para desenhar a mesma peça. Passo 3 (Equipe) 1. Escrever sobre os aspectos mais importantes sobre a ferramenta computacional utilizada, justificando sua escolha para o desenvolvimento do desenho. 2. Apresentar os resultados obtidos nessa etapa no Relatório 4 – Projeto final.
  8. 8. Engenharia de Controle e Automação – 1ª Série – Desenho Técnico Paulo Luiz da Silva Barros, Marcos Alberto Carvalho Freire Pág. 8 de 8 Padronização O material escrito solicitado nesta atividade deve ser produzido de acordo com as normas da ABNT, com o seguinte padrão (exceto para produções finais não textuais): • em papel branco, formato A4; • com margens esquerda e superior de 3cm, direita e inferior de 2cm; • fonte Times New Roman tamanho 12, cor preta; • espaçamento de 1,5 entre linhas; • se houver citações com mais de três linhas, devem ser em fonte tamanho 10, com um recuo de 4cm da margem esquerda e espaçamento simples entre linhas; • com capa, contendo: • nome de sua Unidade de Ensino, Curso e Disciplina; • nome e RA de cada participante; • título da atividade; • nome do professor da disciplina; • cidade e data da entrega, apresentação ou publicação. Para consulta completa das normas ABNT, acesse a Normalização de Trabalhos Acadêmicos Anhanguera. Disponível em: <http://issuu.com/normalizacao/docs/normaliza__o_para_trabalhos_acad_micos?e=8070144/2211159 >. Acesso em: 29 jan. 2014.

×