Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Academic Writing: Resolving Common Grammar Issues

5,447 views

Published on

This class highlights a few of the most common grammar problems encountered in the academic writing of Brazilian scholars, and proposes a few strategies to deal with those issues.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Academic Writing: Resolving Common Grammar Issues

  1. 1. Resolving issues of language Prof. Dr. Ron Martinez PRPPG7000 - Academic Writing in English
  2. 2. Syllabus outline • 15/08 - Introduction • 22/08 - IMRaD, Most common errors, electronic tools • 29/08 - Strategic planning for your article: CARS and other approaches • 05/09 - Title, Abstract e Introduction • 12/09 - Writing your Introduction • 19/09 - Coherence, cohesion and clarity, and use of authorial voice • 26/09 - (Introduction due) The Results section • 03/10- The Discussion section • 10/10 - Discussing and Concluding • 17/10 - Writing (no class) • 24/10 - Students exchange articles (no class) • 31/10 - (peer feedback due) Plagiarism, the submission process • 07/11 - Special guest speaker on journal trends
  3. 3. Data collected?
  4. 4. Have a question? > For “bureaucratic” questions: transversal@ufpr.br > For questions about class content: prppg7000duvidas@gmail.com
  5. 5. A few questions from last class: 1.Will it be necessary to write a full article until the end of the semester? 2. The final work must be evaluated by the student’s advisor, but some students have no advisor, what to do? 3. Is it possible to publish translations (in English) of papers that have been already published in Portuguese?
  6. 6. “Mesa Redonda com Editores”: According to the editors...
  7. 7. “Mesa Redonda com Editores”: Your words... “- falhas na submissão do manuscrito através do sistema online da revista científica; - o manuscrito não se enquadra no scopus (perfil/especialidade) e tipos de estudos publicados por aquela revista científica (ou seja, muitos autores não lêem os scopus das revistas que escolhem para submeter os seus manuscritos, como também não lêem as próprias regras de submissão das revistas);
  8. 8. (continued…) - os autores não seguem às regras de submissão indicadas pela revista, ocorrendo casos onde os editores chegaram a receber a dissertação por inteira para submissão, e não no formato do manuscrito; - muitos manuscritos apresentam um Abstract (Resumo) pobre, pouco explicativo ou abrangente sobre a pesquisa realizada; - a detecção de metodologias incorretas na pesquisa, sendo que a metodologia deve ser a parte mais bem explicada;
  9. 9. (still continued…) - manuscritos com a escrita ruim (e muitas vezes o problema não está na língua inglesa), não havendo nexo/lógica ao realizar a sua leitura; - em certos casos o manuscrito não agrega ao assunto pesquisado (por exemplo, um tema já muito debatido ou uma pesquisa que não trouxe nada de inovador);
  10. 10. (and still continued…) - muitas vezes o autor tenta, primeiramente, a publicação do seu manuscrito em uma A1. Sendo rejeitado, tenta na A2. Rejeitado, vai para uma B1, e assim sucessivamente, diminuindo o nível Qualis/CAPES (fator de impacto) da revista. E nessas mudanças de revistas, muitos autores não adequam seus manuscritos às regras e normas específicas de cada revista, por vezes enviando um manuscrito com regras de A1 para a submissão em uma B1, B2, entre outras.
  11. 11. (in conclusion…) Os editores sugerem que os autores leiam outros artigos, já publicados por aquela revista que você quer, antes de enviar seu manuscrito, para perceber o ‘jeito’ dessa revista, conhecer o tipo de estudos que ela traz e verificar se o seu estudo se adequa a ela.”
  12. 12. From a different student: Os motivos mais frequentes da rejeição de artigos em revistas, levantados pela maioria dos palestrantes são: - Trabalho submetido fora do escopo da Revista; - Problemas na escrita acadêmica (linguagem, estrutural, falhas lógicas em transmitir o conteúdo); - Desatenção ao cumprimento das normas da revista; - Erros metodológicos invalidam o trabalho; - Falta de originalidade e inovação no trabalho;
  13. 13. - Falta de clareza e objetividade nas contribuições que o manuscrito traz para a comunidade científica; - Explanação de resultados disfarçada de discussão; - Dificuldade em valorizar o trabalho sem superestimar a importância e limitações; - Falta de zêlo na formatação e na qualidade de imagens e figuras; - Falha em responder adequadamente às sugestões e recomendações dos revisores; *O problema com a língua inglesa não é o maior motivo de rejeição de artigos!
  14. 14. “Maiores Desafios” (according to you advisors) i. compreender a sequência estrutural científica de um artigo; ii. apresentar, de forma clara, a relevância do trabalho; iii. deixar o texto com uma linguagem atraente ao leitor; e - claro - iv. tradução (inglês): frases mais curtas, termos técnicos e ordem do texto.
  15. 15. From a different student: “O maior desafio que enfrentei no momento de escrever o meu primeiro artigo científico foi o fato de ter que condensar a informação da minha dissertação (com aproximadamente 80-100 páginas), por exemplo, para o formato de um artigo científico, que geralmente é apresentado em torno de 10-15 páginas. Foi uma grande dificuldade conseguir identificar quais os aspectos/abordagens relevantes da minha dissertação que eu deveria manter no artigo científico. Além disso, outro grande desafio foi a barreira do inglês.
  16. 16. (continued…) Eu possuía dificuldades em conseguir traduzir a minha escrita da língua portuguesa para a língua inglesa. Sabemos que a tradução para o inglês não deve ser feita “ao pé da letra”, pois isso não funciona. Mas para esse início de uma vida de publicações científicas, conseguir realizar essa tradução era muito difícil. Eu buscava alguns “modelos de frases prontas” de outros artigos científicos publicados na mesma área em que eu pesquisava, e alterava as partes que deveriam ser adequadas aos meus resultados.
  17. 17. (continued some more…) Certamente eu sei que hoje em dia realizar isso é plágio, mas antigamente (mais de 25 anos atrás) isso não existia, e o acesso à informação era muito difícil também. Não tínhamos internet e nem o famoso “Google Tradutor” dos dias de hoje; a saída era a consulta em dicionários e em artigos científicos já publicados da área de pesquisa, tudo na forma de uma busca manual.
  18. 18. Na opinião do orientador, quais foram os maiores desafios que enfrentou? Resposta do Orientador: "Considero sempre um desafio a produção de artigo, tendo em vista seu caráter sintético, isto é, a necessidade de condensar informações relativas a fundamentação teórica, método e resultados, quando se trata de discussão de resultados de pesquisa de campo."
  19. 19. (Resposta do orientador) •Capacidade de síntese sem perda de informação •Discussão dos resultados obtidos •Tradução do português para o inglês. Depois desse artigo, passei a escrever direto em inglês.
  20. 20. From another student advisor: "Organizar um raciocínio lógico e coerente de modo a construir um texto com fluência, integrando introdução-hipótese-material e métodos-resultados-discussão."
  21. 21. "No seu primeiro artigo, ele acreditava que sua maior dificuldade era o inglês. No entanto, atualmente ele enxerga de outra maneira, que seu maior desafio naquela época era saber mais sobre como estruturar seu artigo e o que deveria ser feito em cada fase da escrita. ...
  22. 22. Continued... "Ele relatou que, no início, os artigos ficavam muito grandes, com a introdução e discussão muito longas. Era complicado escrever de forma concisa, além de saber o que realmente deveria ser escrito em cada ponto do artigo."
  23. 23. How to tell a research story?
  24. 24. "Organizar um raciocínio lógico e coerente de modo a construir um texto com fluência, integrando introdução-hipótese-material e métodos-resultados-discussão."
  25. 25. DISCUSSION INTRODUCTION METHOD RESULT S I.M.R.aD.
  26. 26. Our aims here
  27. 27. Today... 1. Which are the most common surface errors in English research article writing? 2. What electronic tools can help?
  28. 28. TYPES OF GRAMMATICAL ISSUES 1. Problems you can identify and fix yourself. 2. Problems whose detection can be helped by electronic tools.
  29. 29. Kahoot.it
  30. 30. https://kahoot.it/
  31. 31. Cuidado com SUBSTANT. + de + SUBSTANT. •"suplementação de vitaminas" •INCORRETO: supplementation of vitamin •CORRECT: vitamin supplementation •"ocorrência de falha" •INCORRETO: failure occurrence •CORRECT: occurrence of failure
  32. 32. •Vitamin supplementation "ocorrência de falha" •Failure occurrence •Um tipo de suplementação •Um tipo de ocorrência
  33. 33. To help you remember (NB: not a “rule”) •Washing machine •Bedroom •Book store •Flash mob •E-mail •Game show • A type of machine • A type of room • A type of store • A type of "mob" • A type of mail • A type of show
  34. 34. carrot cake
  35. 35. carrot cake piece of carrot cake
  36. 36. carrot cake piece of carrot cake carrot cake piece
  37. 37. Where is the potential danger? - 1
  38. 38. Where is the potential danger? - 1
  39. 39. OOPS!
  40. 40. BEFORE AFTER
  41. 41. Careful with passive constructions •"Foram analisados dados demográficos" •were analyzed •INCORRECT: Were analyzed demographic data. •CORRECT: Demographic data were analyzed. • ENGLISH PASSIVE VOICE: OBJECT + VERB
  42. 42. Where does the danger lie? - 2
  43. 43. Where does the danger lie? - 2
  44. 44. OOPS!
  45. 45. Careful with VERB+ADVERB./ADJECTIVE •"Este tipo de análise dificultou a identificação." •INCORRECT: This type of analysis made difficult the identification. •CORRECT: This type of analysis made identification difficult. •"Geralmente, o procedimento não afeta significativamente os dados." •INCORRECT: Generally, the procedure does not affect significantly the data. •CORRECT: Generally, the procedure does not significantly affect the data.
  46. 46. Careful with PREPOSITIONS 1. "A droga causou um aumento significativo nos níveis de sódio." 2. "Em cada ponto foi monitorado o pH."
  47. 47. 1. "A droga causou um aumento significativo no níveis de sódio." A) The drug caused a significant increase in sodium levels. B) The drug caused a significant increase on sodium levels. C) The drug caused a significant increase at sodium levels. D) The drug caused a significant increase to sodium levels. Careful with PREPOSITIONS
  48. 48. Careful with PREPOSITIONS 1. "A droga causou um aumento significativo no níveis de sódio." A) The drug caused a significant increase in sodium levels. B) The drug caused a significant increase on sodium levels. C) The drug caused a significant increase at sodium levels. D) The drug caused a significant increase to sodium levels.
  49. 49. 2. "Em cada ponto foi monitorado o pH." A) Of each point the pH was monitored. B) On each point the pH was monitored. C) In each point the pH was monitored. D) At each point the pH was monitored. Careful with PREPOSITIONS
  50. 50. 2. "Em cada ponto foi monitorado o pH." A) Of each point the pH was monitored. B) On each point the pH was monitored. C) In each point the pH was monitored. D) At each point the pH was monitored. Careful with PREPOSITIONS
  51. 51. Result ... •in ? •on ?
  52. 52. Em "Word Sketch"
  53. 53. Careful with (missing) articles •"A mistura foi preservada e usada como solvente para ajustar a concentração." •INCORRECT: The mixture was preserved and used as solvent to adjust the concentration. •CORRECT: The mixture was preserved and used as a solvent to adjust the concentration.
  54. 54. OTHERS: Agreement & Gerund
  55. 55. ELECTRONIC TOOLS •O uso de Google Translate •O uso de Grammarly •O uso de Google Scholar •O uso de um Concordancer
  56. 56. mixed in ou mixed with?
  57. 57. HOMEWORK 1. Do task on Formative 2. Read Hirano (2009) “Research Article Introductions” (on website) 3. Read Martinez (2018) “Specially in the last years…” (Prof. Martinez will email) 4. Watch video “Subtext: Tales of Mere Existence” (on website)

×